1ae3 Ronaldo. Objeto de desejo da Seleção. CBF estuda chamar o Fenômeno. Missão: desviar o foco e aliviar a pressão sobre o time, durante as problemáticas Eliminatórias para a Copa...
"Vamos chamar jogadores que já foram campeões do mundo para termos este DNA em nossa equipe. Queremos que este profissional seja sempre o nosso olho crítico, apontando aquilo em que podemos melhorar."

Foi dessa maneira que Gilmar Rinaldi justificava a chamada de Mauro Silva como auxiliar-técnico pontual para o primeiro amistoso da Seleção, depois da volta de Dunga.

Jairzinho, Edu e Oscar já foram chamados. A atuação do trio foi discreta. A diferença de idade pesou. Os jogadores atuais mal haviam ouvido falar dos campeões mundiais. Tanto que na Copa América, Mauro Silva, campeão em 1994 foi novamente convocado.

Jairzinho, por exemplo, foi chamado como exemplo que o Brasil não pode depender de Neymar. O exemplo foi o que o 'Furacão' fez na Copa do México. Quando o foco era todo em Pelé, foi artilheiro do Mundial, marcando gol em todos os jogos. Só que em 1970 nenhum jogador da Seleção atual havia nascido. A mensagem não teve eco.

Em outubro começarão as Eliminatórias. A lista de prováveis auxiliares técnicos pontais cresce.

Dunga e Gilmar sabem da rejeição à Seleção Brasileira. Os vexames na Copa do Mundo e na Copa América ainda estão presentes. As acusações de corrupção mantêm José Maria Marin encarcerado há dois meses. O atual presidente, Marco Polo del Nero, não viaja para acompanhar as principais decisões envolvendo o Brasil. Deixa tudo por conta do seu secretário, Walter Feldman.

A suspensão dos dois primeiros jogos das Eliminatórias de Neymar e o doping de Fred durante a Copa América deixaram o clima ainda pior. Os médicos da Seleção juraram que não prescreveram a substância diurética hidroclorotiazida. Ela pode ser usada para mascarar outros dopantes como anabolizantes, por exemplo. O volante do Shakhtar Donetsk já sinaliza que pode ter ingerido sem querer. Provavelmente em suplementos feitos em farmácias de manipulação.

2ap Ronaldo. Objeto de desejo da Seleção. CBF estuda chamar o Fenômeno. Missão: desviar o foco e aliviar a pressão sobre o time, durante as problemáticas Eliminatórias para a Copa...

Para aliviar a pressão e desviar o foco de tanta coisa ruim, há a possibilidade de campeões mais recentes e com maior projeção acompanhar a Seleção nas Eliminatórias.

Há nomes com esse potencial. Um está completamente fora de cogitação. Romário. O senador da República é inimigo declarado de Marco Polo del Nero. Já foi até processado e teve de pagar indenização a Marco Polo. O motivo do processo foi calúnia e difamação.

"O presidente da entidade, José Maria Marin, é ladrão de medalha, de energia, de terreno público e apoiador da ditadura. Marco Polo Del Nero, seu atual vice, recentemente foi detido, investigado e indiciado pela Polícia Federal por possíveis crimes contra o sistema financeiro, corrupção e formação de quadrilha. São esses que comandam o nosso futebol. Querem vergonha maior que essa? Marin e Del Nero tinham que estar era na cadeia.

"É um efeito dominó. Essas três instituições corruptas, Fifa, Conmebol e CBF, têm uma figura em comum. Marco Polo del Nero."

Romário teve de pagar R$ 22 mil a Marco Polo pelas ofensas.

Ou seja, ele está fora da lista. Mas o objeto de desejo de Dunga e Gilmar é outro atacante. Tão importante ou até mais mundialmente. Se chama Ronaldo.

O atual comentarista da Globo foi duro depois da Copa América. Deixou claramente sua opinião que o treinador deveria ser trocado após o vexame no Chile.

"A gente que esteve de perto nos jogos, a sensação que dava ao vivo, era que não havia muita sintonia, ou quase nenhuma sintonia entre os jogadores e o treinador. Isso engloba a comissão técnica, porque é um trabalho em equipe. Em vários momentos dos jogos, ficou comprovado que a Seleção não tem padrão de jogo. E já tem um ano de comando. Foi muito abaixo."

3reproducao Ronaldo. Objeto de desejo da Seleção. CBF estuda chamar o Fenômeno. Missão: desviar o foco e aliviar a pressão sobre o time, durante as problemáticas Eliminatórias para a Copa...

A crítica foi feita no programa Bem, Amigos. Falou a Galvão Bueno, voz oficial da Globo no futebol, e que se tornou severo crítico da CBF, após a eliminação nas quartas de final da Copa América.

A ideia ainda prematura seria chamar Ronaldo para acompanhar a Seleção. Mostrar para ele a sintonia julga não existir. Seu nome teria o peso de desviar o foco de, por exemplo, toda a dificuldade da estreia do Brasil nas Eliminatórias contra o Chile, campeão da Copa América, em Santiago.

Dunga foi parceiro de Ronaldo nas Copas de 1994 e 1998. Havia muita proximidade entre os dois.

Mas tudo não pode ser tão fácil quanto Dunga e Gilmar possam sonhar. Ronaldo tem planos. Ele quer ser presidente da CBF. Seria o candidato ideal para a TV Globo. Além de contratado, ele é homem de confiança total da emissora.

"O futebol brasileiro precisa de muitas mudanças. Eu não tenho medo nenhum de assumir a CBF se um dia fizer disso meu objetivo", afirmou. "Minha história de vida é muito bonita, sem deslizes, desvio de dinheiro ou corrupção. Meu dinheiro é declarado, paguei todos os meus impostos. Fazer um trabalho transparente ajudaria a mudar a imagem do futebol brasileiro. Não tenho intenção, agora, mas não teria medo (de assumir a CBF). Seria até um desafio muito bom para mim."

Disse com todas as palavras no ano passado. Em 2012, com a renúncia forçada de Ricardo Teixeira, Ronaldo já havia se animado. E não se sentiu constrangido em se anunciar preparado para o cargo, frustrando seu amigo e parceiro Andrés Sanchez. O ex-presidente corintiano esperava o apoio do Fenômeno na sua luta pelo cargo. Mas continua esperando. Os dois querem a mesma coisa.

3ae6 Ronaldo. Objeto de desejo da Seleção. CBF estuda chamar o Fenômeno. Missão: desviar o foco e aliviar a pressão sobre o time, durante as problemáticas Eliminatórias para a Copa...

Ronaldo segue dono da 9ine, agência de marketing, que tem Neymar como o principal cliente.

Se pela Globo ou, por seus interesses pessoais, Ronaldo recusar, há outros nomes na mira. Todos sem o mesmo poder de fogo. Rivaldo, Cafu, Marcos, Bebeto, Raí, Lúcio, Vampeta. Quem sabe até Ronaldinho Gaúcho ou Kaká? Nomes estão sendo discutidos.

A única condição exigida: que os convocados da Seleção saibam muito bem quem são. E o que fizeram. Ninguém precise contar.

Zico seria também aventado. Até para dar colocar fim na pendenga entre ele e o coordenador de Seleções Gilmar Rinaldi. O ídolo do Flamengo questionou se Gilmar ainda seria empresário, mesmo trabalhando na CBF. Rinaldi o questionou na justiça.

Se chamado, desde que possa conciliar seu trabalho como treinador na Índia, Zico teria a obrigação de aceitar. Afinal, ele ganhou o 'apoio' de Marco Polo à candidatura à Fifa. Desde que consiga o apoio de federações de outros quatro países, claro.

1cbf Ronaldo. Objeto de desejo da Seleção. CBF estuda chamar o Fenômeno. Missão: desviar o foco e aliviar a pressão sobre o time, durante as problemáticas Eliminatórias para a Copa...

Houve também uma reaproximação entre Dunga e Jorginho. O ex-lateral foi seu auxiliar técnico na Copa da África. Foi importante nas discussões táticas sobre o time. Mas exagerou no clima de guerra contra a imprensa. Jorginho esteve ontem com Gilmar no encontro com o presidente do COI, Thomas Bach.

Há uma certeza. A Comissão Técnica da Seleção será fortalecida. De preferência com nomes capazes para chamar a atenção. E desviar o foco do momento tenso que o Brasil deve viver para tentar se classificar à sonhada Copa de 2018 na Rússia.

Nunca a CBF esteve tão preocupada com as Eliminatórias...
4ae4 Ronaldo. Objeto de desejo da Seleção. CBF estuda chamar o Fenômeno. Missão: desviar o foco e aliviar a pressão sobre o time, durante as problemáticas Eliminatórias para a Copa...

http://r7.com/d1i6