212 Ronaldo finge não entender o incômodo que provoca sua gordura. Ele é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Fez tudo para ser midiático, estar nos holofotes. Sua obesidade perturba os que o tratavam, com orgulho, como Fenômeno...
"E eu pensava que estava acima do peso até encontrar meu velho parceiro Ronnie (Ronaldo)". Há quatro dias, este comentário de Michael Owen pelo twitter ganhou o mundo. Ele é seguido por 3 milhões e meio de pessoas.

Owen estava no Santiago Bernabeú, convidado pelo Real Madrid. Ele ficou ao lado de Figo, Zidane e Ronaldo na festa pela entrega da Bola de Ouro, premiação dada ao melhor jogador do mundo em 2016, na visão do jornal francês L'Equipe. O inglês ocupava um dos lugares de ídolo do clube.

Um exagero.

Na verdade, Owen foi uma grande frustração para o Real Madrid.

Ele surgiu como uma revelação sensacional no Liverpool. A Espanha o aguardava com imensa expectativa. Foi um fracasso. A torcida, a imprensa e a direção do clube acreditaram que ele se encaixaria no time de galácticos. Fracassou. Ronaldo era um dos principais donos do vestiário. Não foi inimigo mas não teve grande interesse pelo inglês. Owen voltou depois de um ano frustrante para a Inglaterra. Desembarcou, empurrado pelos dirigentes madrilenhos, ao Newcastle. Depois frustraria também a torcida do Manchester United, já que foi contratado para substituir Cristiano Ronaldo.

Ou seja, as lembranças de Owen do Real Madrid não são boas.

513 Ronaldo finge não entender o incômodo que provoca sua gordura. Ele é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Fez tudo para ser midiático, estar nos holofotes. Sua obesidade perturba os que o tratavam, com orgulho, como Fenômeno...

Nunca foi um ídolo com a camisa merengue.

A cutucada gratuita que deu em Ronaldo tem o gosto de vingança infantil. Um troco a quem não moveu um dedo para que continuasse na Espanha, no excepcional Real Madrid do início dos anos 2000.

Ronaldo se incomodou.

"Não falei com ele (Owen, depois da postagem no twitter), mas me assusta a importância que isso ainda tem no mundo de hoje, no qual vivemos. O meu peso ainda segue sendo importante. Não sei o que isso significa, na verdade", declarou, entre irritado e surpreso.

A resposta é óbvia, clara.

128 Ronaldo finge não entender o incômodo que provoca sua gordura. Ele é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Fez tudo para ser midiático, estar nos holofotes. Sua obesidade perturba os que o tratavam, com orgulho, como Fenômeno...

Foi o que levou Maradona, Neto e até Romário para a mesa de cirurgia. Os grandes ídolos do futebol mundial não queriam ser vistos como gordos, fora de forma, obesos. Ser motivos de chacota como Ronaldo foi de Owen, jogador com uma carreira frustrante, comparada a quem mereceu o apelido de Fenômeno.

Ronaldo finge não entender que será uma celebridade até o final de sua vida. Ele fez por onde. Ele foi, ao lado de Beckham, um dos primeiros jogadores a se tornarem midiáticos no mundo. O plano foi bolado com seu ex-assessor de imprensa Rodrigo Paiva. Enquanto o atacante se recuperava de seus graves problemas nos joelhos, Rodrigo o queria nas manchetes. E o tornou embaixador da ONU.

Nos conflitos mais importantes do planeta, Ronaldo era visto visitando feridos. Dando pontapés iniciais em jogos beneficentes. Levando publicidade a causas justas.

E ao mesmo tempo, namorava, casava, descasava.

Era presença garantida em jornais, revistas, portais.

Não necessariamente nos cadernos esportivos.

Incentivou ao máximo sua popularidade.

312 Ronaldo finge não entender o incômodo que provoca sua gordura. Ele é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Fez tudo para ser midiático, estar nos holofotes. Sua obesidade perturba os que o tratavam, com orgulho, como Fenômeno...

Também no lado político.

Sempre ao lado de poderosos.

Quer na CBF, quer com presidenciáveis.

E sua obesidade sempre acabava destacada.

A origem é algo polêmico. Ele era muito mirrado, magro demais quando deixou o Cruzeiro para ir jogar na Holanda. Lá encorpou. Se comenta muito sobre suplementos alimentares e treinamento desenfreado de musculação. Eles teriam aumentado seu peso e lesionado as articulações do joelhos e, também, tornozelos.

Com a consagração na carreira, sua paixão pela noite ficou mais evidente. Nos últimos tempos de Corinthians não era segredo para ninguém que ele fumava e adorava vinho e uísque com energético. Todos no Parque São Jorge, inclusive o consagrado Tite, fingiam não perceber que sua barriga e peso não eram dignos de um jogador de elite. Mas como ele era o responsável pelo renascimento do Corinthians, inclusive responsável pelos patrocinadores, ninguém se atrevia a enfrentá-lo.

O fim de sua carreira foi lamentável.

Ninguém gosta de lembrar.

49 Ronaldo finge não entender o incômodo que provoca sua gordura. Ele é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Fez tudo para ser midiático, estar nos holofotes. Sua obesidade perturba os que o tratavam, com orgulho, como Fenômeno...

Ele mal se movimentando na colombiana Ibague, na eliminação da pré-Libertadores para o Tolima. Pouca gente sabe que Ronaldo desistiu de seguir jogando porque foi ameaçado pelas organizadas corintianas. Ele e seu amigo de noitadas, Roberto Carlos.

Depois de ter encerrada a carreira, a cobrança sobre o peso continuou.

Tanto que ele decidiu juntar a fome eternos pelos holofotes com exercícios.

Se submeteu ao quadro Medida Certa, no Fantástico, na parceira Globo.

A emissora que sempre o protegeu.

Como no caso dos travestis, na ruidosa separação com Daniela Cicarelli etc.

Ronaldo emagreceu 17 quilos.

512 Ronaldo finge não entender o incômodo que provoca sua gordura. Ele é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Fez tudo para ser midiático, estar nos holofotes. Sua obesidade perturba os que o tratavam, com orgulho, como Fenômeno...

Passou de 118 a 101.

Fez selfies.

E tudo parecia resolvido no final de 2012.

Se foram só exercícios, se usou medicamentos para ajudar a perder peso, nunca ficou esclarecido. A verdade é que os quilos voltaram. Assim como as noitadas. Na Copa de 2014, quando a Globo pisou na ética, ao deixá-lo como comentarista da Seleção, onde atuava seu contratado Neymar, Ronaldo já estava novamente gordo.

E desde então, as fotos de sua barriga voltaram aos portais.

Ronaldo é um dos jogadores mais inteligentes da história.

Ele sabe muito bem porque as pessoas se impressionam.

O criticam, ridicularizam.

67 Ronaldo finge não entender o incômodo que provoca sua gordura. Ele é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Fez tudo para ser midiático, estar nos holofotes. Sua obesidade perturba os que o tratavam, com orgulho, como Fenômeno...

Porque um ídolo de sua magnitude deveria se respeitar.

E infelizmente ou felizmente, a obesidade é um sinônimo de falta de saúde.

Médicos consagrados cansam de alertar da relação quilos a mais com doenças cardíacas, hipertensão, diabetes, apneia. A Organização Mundial da Saúde atribui até a depressão à obesidade.

Ronaldo foi um dos jogadores mais importantes da história do futebol.

Está milionário.

Tem acesso aos mais modernos e caros métodos de emagrecimento.

Médicos, fisiologistas, preparadores físicos fazem fila para ajudá-lo.

Ele não quer.

Se recusa.

Acredita que já se privou dos prazeres da vida nas concentrações.

410 Ronaldo finge não entender o incômodo que provoca sua gordura. Ele é um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Fez tudo para ser midiático, estar nos holofotes. Sua obesidade perturba os que o tratavam, com orgulho, como Fenômeno...

Quando jogava futebol.

Não quer ter uma vida saudável.

Por isso come e bebe o que quiser.

E fuma.

O mais triste é que tem apenas 40 anos!

O direito de fazer o que quiser com a vida é seu.

Elvis Presley, por exemplo, engordou até morrer.

Mas Ronaldo é inteligente demais para fingir surpresa.

Seu inchaço, sua gordura choca o mundo.

Principalmente os milhões que reverenciaram seu magnífico futebol.

E o tratavam, com muito orgulho, por Fenômeno.

Melhor do mundo por três vezes.

Perto dele, Owen, mesmo magro, sempre será insignificante...

http://r7.com/Lhzr