15 Micale acusa Tite de surfar na onda da Olimpíada. Diz o contrário do que aconteceu. Foi Tite o responsável pelo ouro olímpico. Por isso, seis meses depois da conquista, Micale está desempregado...
"Surfaram na onda da Olimpíada. Eu estou me referindo ao Tite e ao Edu. Vemos claramente. O sucesso tem muitos pais. O fracasso se torna órfão. Quando a conduta é igualitária, a postura é a mesma na vitória e na derrota. Tive esse procedimento quando o Dunga saiu: conversei, liguei, porque ele tinha me dado oportunidade. Não estou falando de carinho, mas de ética. A troca é perfeitamente aceitável, normal, se fosse feita de forma transparente.

"Quando se está no meio do processo você não quer acreditar. "Não é possível um negócio desses”, é o que se pensa. Estou desde dezembro sem falar com ninguém da comissão técnica da principal. Houve só um dia que o Cleber Xavier (auxiliar de Tite) foi lá na Granja Comary, a mando do presidente. O processo só foi acontecendo, passando os dias. Culminou com um resultado extremamente ruim, que abriu a porta para acontecer as mudanças. Juntou a fome com a vontade de comer. Como vai tirar um campeão olímpico? Tirar uma coisa que acabou de acontecer importante para o país? Tinha que ter uma situação como essa."

São muito sérias as acusações de Rogério Micale. O treinador campeão olímpico afirma com todas as letras que Tite, o treinador da Seleção Brasileira e Edu, coordenador da Seleção, se aproveitaram do sucesso do seu trabalho. Da vitória do Brasil na Olimpíada. Ganharam cartaz, manchetes às custas da medalha inédita de ouro conquistada pelo time que montou.

Micale aproveitou a entrevista ao Lance! para detonar a CBF.

Repassou o fracasso do Sul-Americano sub-20 a Marco Polo del Nero.

Perguntado sobre legado, o técnico não se fez de rogado.

"O maior legado foi tentar ganhar buscando nossa característica, futebol ofensivo, em busca do gol. Tentando explorar a característica do nosso jogador, o 1 contra 1. Um futebol que foge do tradicional. Foi o que tentei. Em um momento, consegui. Saiu bem no primeiro Mundial, uma campanha muito boa. Depois, no Pan. Na Olimpíada, começamos de um jeito, depois mudamos. Foram duas variações. Sempre no fim dos treinos trabalhávamos com quatro atacantes. Jogamos com três atacantes, um meia. Essa forma de ter a posse de bola também. A maioria consegui, nos jogos. Alguns não deram certo."

22 Micale acusa Tite de surfar na onda da Olimpíada. Diz o contrário do que aconteceu. Foi Tite o responsável pelo ouro olímpico. Por isso, seis meses depois da conquista, Micale está desempregado...

E escancarou a falta de força da CBF na hora das convocações.

"A CBF não tem força para liberar qualquer tipo de jogador. A liberação está na mão dos clubes, Se o clube falar não, não libera. Não libera Malcon, Thiago Maia, Gabriel Jesus, Douglas não veio. Em momentos decisivos, de pressão, esses jogadores poderiam fazer a diferença."

Por essa fragilidade da CBF, de acordo com Micale, o Brasil que havia vencido os três últimos sul-americanos sub-20, sequer conseguiu ficar em quarto, o que daria uma vaga para a Copa do Mundo na Coréia do Sul. Chegou em quinto. Atrás do Uruguai, Equador, Venezuela e Argentina. O resultado foi trágico.

E o treinador que ganhou a Olimpíada foi despachado, sem dó.

Rogério Micale falou o seu lado da história.

Mas o contorno da sua demissão não é segredo para quem acompanhou a Olimpíada.

Tite e Edu Gaspar não 'surfaram na onda da Olimpíada'. Muito pelo contrário. Eles foram os verdadeiros responsáveis pela conquista do ouro. A interferência de Tite no esquema tático brasileiro foi escancarado. O Brasil capengava. Havia empatado com a África do Sul e com o Iraque em 0 a 0. O time era massacrado, com razão, pela imprensa, pela torcida. As arquibancadas gritavam que 'Marta era melhor que Neymar'. O principal jogador do país entrou em greve de silêncio diante das críticas.

Tite havia assumido a Seleção principal no lugar de Dunga. Sabia que, se o Brasil não ganhasse o ouro, seria um desastre para seu trabalho. Jogadores fundamentais como Neymar, Gabriel Jesus, Marquinhos, Renato Augusto chegariam desmoralizados nas Eliminatórias. E com toda a liberdade dada por Marco Polo del Nero, ele e Edu fizeram uma intervenção no time olímpico.

31 Micale acusa Tite de surfar na onda da Olimpíada. Diz o contrário do que aconteceu. Foi Tite o responsável pelo ouro olímpico. Por isso, seis meses depois da conquista, Micale está desempregado...

Salvaram os inseguros e imaturos Micale e Erasmo Damiani. Ambos não são acostumados a lidar com atletas profissionais, só com garotos. Tite agiu de forma firme em Salvador. Se reuniu com o treinador. E falou com o grupo. E com alguns jogadores sozinho, sem a presença do treinador da Seleção Olímpica. Ele foi o responsável pela entrada no time de Luan, sacando Felipe Anderson. Mudou o esquema.

Edu Gaspar cobrou com veemência a responsabilidade do time. Deixou claro que tudo que fizessem na Seleção teria reflexo na Seleção principal. As farras após os jogos, como por encanto, acabaram. A concentração foi total.

A medalha de ouro não seduziu Tite e Edu Gaspar. Os dois perceberam o trabalho fraco de Micale e Damiani. Tanto que avisaram Marco Polo del Nero. Queriam o controle da Seleção como um todo. Da principal até a base.

Marco Polo del Nero ficou constrangido.

Não poderia demitir o treinador e o coordenador olímpico sem motivo.

E eles deram.

42 Micale acusa Tite de surfar na onda da Olimpíada. Diz o contrário do que aconteceu. Foi Tite o responsável pelo ouro olímpico. Por isso, seis meses depois da conquista, Micale está desempregado...

O vexame no Sul-Americano do Equador foi providencial.

Micale fez por onde ser demitido.

Sua postura tem sido péssima.

Tentar repassar a culpa de seu fracasso a Tite e a CBF é fácil.

Os dirigentes de clubes brasileiros não são tolos.

Avaliam que o técnico não preserva o ambiente onde trabalhou.

E também se questionam.

Se Tite 'surfou na onda da Olimpíada' por que Micale não falou antes?

Esperou ser mandado embora.

O técnico campeão olímpico revela não ter tido convite algum.

Desde que foi demitido nenhuma equipe se manifestou.

Ao contrário do que ele imaginava, as pessoas não se iludiram.

Não se deixaram levar pela emoção da conquista do ouro.

Analisaram os adversários fraquíssimos que o Brasil enfrentou.

Os inúmeros desfalques da Alemanha finalista.

Mas, principalmente, souberam da intervenção do técnico da principal.

43 Micale acusa Tite de surfar na onda da Olimpíada. Diz o contrário do que aconteceu. Foi Tite o responsável pelo ouro olímpico. Por isso, seis meses depois da conquista, Micale está desempregado...

Não é segredo para ninguém.

Por isso Marco Polo o dispensou sem dó.

Não foi Tite quem surfou na onda da Olimpíada.

Foi Micale quem o usou como escudo.

Aproveitou a estratégia e personalidade alheia.

Quem acompanhou os treinos e jogos na Olimpíada sabe.

Viu o constrangimento submisso em relação a Neymar.

Aos outros jogadores vividos, como Renato Augusto.

E o desespero do imaturo técnico nos momentos difíceis.

Sem Tite, o Brasil não teria conquistado o ouro.

No Sul-Americano do Equador, Micale estava sozinho.

Dono de todas as decisões.

Talvez por isso hoje esteja desempregado...
7 Micale acusa Tite de surfar na onda da Olimpíada. Diz o contrário do que aconteceu. Foi Tite o responsável pelo ouro olímpico. Por isso, seis meses depois da conquista, Micale está desempregado...

http://r7.com/Syir