1reproducao12 Rogério Ceni faz o São Paulo desperdiçar R$ 6,4 milhões de salários com Sidão e Neilton. Dois reservas. O clube tentou devolver o atacante ao Cruzeiro. O time mineiro não quis. A saída será pagar para que Neilton jogue em outro time. Constrangedor...
Rogério Ceni usou a mesma estratégia de Guardiola.

Não dentro do campo.

Mas ao telefone.

Foi ele quem convenceu Sidão a sair do Botafogo.

E fechar com o São Paulo.

O considerava com potencial para substituí-lo.

Goleiro vivido, com enorme facilidade para jogar com os pés.

Sidão aceitou receber R$ 120 mil mensais.

Assinou até o final de 2018.

São R$ 2,8 milhões comprometidos em salários.

Suas atuações irregulares não deixaram dúvidas.

Se tornou reserva de Renan Ribeiro.

Uma claro erro de avaliação de Ceni.

Afinal, ele conhecia profundamente Renan.

Desde os tempos em que ainda era jogador.

O caso mais grave, e incômodo, acontece com Neilton.

Outra vez, Rogério voltou a falar com o Rio.

O atacante estava terminando seu contrato com o Botafogo.

O técnico são paulino garantiu que seria feliz no Morumbi.

Sabia do seu potencial e teria tudo para se tornar ídolo.

O atleta que surgiu no Santos, como 'novo Neymar', se empolgou. Tratou de avisar ao Cruzeiro, dono dos seus direitos, que não desejava seguir no Botafogo. Mesmo com a classificação para a Libertadores. Queria o São Paulo. O time mineiro propôs a troca por empréstimo de um ano, com o volante Hudson.

O clube o perdoou até de provocação que fez quando atuava no Santos.

Chegou a chamar de 'lixo' o time tricolor no twitter.48 Rogério Ceni faz o São Paulo desperdiçar R$ 6,4 milhões de salários com Sidão e Neilton. Dois reservas. O clube tentou devolver o atacante ao Cruzeiro. O time mineiro não quis. A saída será pagar para que Neilton jogue em outro time. Constrangedor...

Neilton chegou ao São Paulo com salário de R$ 300 mil.

Seu desempenho é constrangedor. Atuou em seis partidas do Campeonato Paulista, duas na Copa do Brasil e uma pela Copa Sul-Americana. Ficou 345 minutos em campo. Jogando mal. Não conseguiu marcar sequer um gol.

Rogério Ceni teve de admitir a Leco.

Errou.

Comprometeu mais R$ 3,6 milhões em salários.

Com um jogador que não consegue render.

Leco telefonou para a direção cruzeirense.

Pretendia devolver o atacante.

Só que o Cruzeiro não quis a devolução.

Sabe que não arrumará outra equipe que pague tão alto pelo atacante. Vasco e Botafogo mostraram interesse no jogador. Aceitam bancar, no máximo, R$ 150 mil. Querem que o Cruzeiro arque a outra metade. O que o clube mineiro não aceita de jeito algum. Avisa que até dezembro de 2018, o 'problema' pertence aos dirigentes do Morumbi.

3reproducao2 Rogério Ceni faz o São Paulo desperdiçar R$ 6,4 milhões de salários com Sidão e Neilton. Dois reservas. O clube tentou devolver o atacante ao Cruzeiro. O time mineiro não quis. A saída será pagar para que Neilton jogue em outro time. Constrangedor...

A situação é constrangedora.

Só há uma saída.

O São Paulo bancar parte do salário de Neilton.

Para que jogue em outro time.

Além dos milhões de reais desperdiçados com as eliminações no Paulista, Copa do Brasil e Sul-Americana, agora as indicações erradas de Rogério Ceni estão custando caro ao São Paulo.

Convenceu o clube a comprometer R$ 6,4 milhões com dois jogadores reservas.

Leco começa a ser cobrado por conselheiros próximos.

O São Paulo tem uma sequência importante de seis partidas no Brasileiro. Avaí e Palmeiras no Morumbi; depois Ponte Preta, em Campinas; Vitória, no Morumbi; Corinthians, em Itaquera; Sport, no Recife.

Os dirigentes falam em recuperação imediata do time.

Assim como Rogério.

E o técnico já avisou a diretoria.

Quer reforços.

Everton Ribeiro e Nilmar são os indicados.

Mas pelo que aconteceu com Sidão e Neilton, Leco avisa.

Terá muita calma em contratar a partir de agora.

Não vai desperdiçar dinheiro como fez com Sidão e Neilton.

Rogério Ceni vai perdendo unanimidade no Morumbi...

(E aos poucos, tudo vai ficando pior. No intervalo entre São Paulo e Corinthians, pela semifinal do Paulista, o time de Fábio Carille vencia por 2 a 0. Rogério Ceni teve um ataque de fúria e jogou a prancheta que carregava no chão. Ela acabou atingindo Cícero. O jogador não gostou. Houve uma discussão. E os dois tiveram de ser contidos. Situação constrangedora que foi revelada hoje para jornalistas. Quem estava no vestiário? Jogadores e membros da Comissão Técnica. Quem vazou a notícia esperou o pior momento possível para Ceni...)


67 1024x721 Rogério Ceni faz o São Paulo desperdiçar R$ 6,4 milhões de salários com Sidão e Neilton. Dois reservas. O clube tentou devolver o atacante ao Cruzeiro. O time mineiro não quis. A saída será pagar para que Neilton jogue em outro time. Constrangedor...

http://r7.com/QlZf