150 Roger Machado terá um grande escudo. Felipe Melo. Ele será seu líder em 2018
"Eu, particularmente, sou a favor de renovação. Era a favor do Valentim, um cara que eu gosto muito. Mas acho que não tem de ter lamentação, futebol é assim. Hoje estou aqui, amanhã não sei onde estarei. Futebol é dessa maneira. Vejo o Grêmio numa final de Libertadores, obviamente mérito grande do Renato, mas o início foi feito pelo Roger. Inicio de um ótimo trabalho no Atlético-MG, foi campeão estadual. Torcida tem de abraçar, se começar com "mimimi", "mas"... É complicado

"No tempo em que eu estive fora, vi alguns treinadores, como Luis Enrique, quando teve oportunidade na Roma, ser massacrado. Daí ele foi para o Barcelona e foi campeão da Champions

"Se a torcida abraçar o Roger, vai abraçar a nós, jogadores. Falei outro dia que aqui se perde junto, se ganha junto. Aqui, todo mundo é xingado, cobrado. Tem que ser dessa maneira, assim que grupo cria casca, aprende a suportar pressão, momentos não bacanas. Temos tudo para fazer um ano importante. Creio que torcedor tem que abraçar o treinador, porque assim estará nos abraçando também."

Não foi por acaso que Felipe Melo foi o escolhido para dar a entrevista coletiva no Palmeiras. O jogador defendeu com unhas e dentes o novo comandante Roger Machado. Por alguns motivos.

O primeiro foi exposto pelo blog, ainda ontem.

526 Roger Machado terá um grande escudo. Felipe Melo. Ele será seu líder em 2018

Houve uma enorme rejeição pelos conselheiros que mantêm Mauricio Galiotte no poder. Eles não se conformaram pela contratação do treinador, que tem um perfil muito parecido com o de Eduardo Baptista. E que não conseguiu se impor diante do elenco milionário e recheado de jogadores importantes, o Atlético Mineiro. O Palmeiras montará uma equipe em 2018 que seguirá o mesmo padrão. Como aconteceu em 2017 e que acabou 'engolindo' Eduardo Baptista.

Felipe Melo foi escolhido como escudo de Galiotte por ser o jogador com maior representatividade diante dos torcedores. E o que tem maior personalidade para enfrentar o debate com os jornalistas. Com todo o prazer, ele 'deu a cara' para defender o novo comandante.

Até porque, aí vem a novidade. Galiotte decidiu que valerá a pena pagar os R$ 21 milhões que Felipe Melo tem a receber entre luvas e salários para ficar no clube. Já está certo que ele será o grande líder de Roger Machado na Libertadores de 2018.

Ou seja, a disposição que a cúpula palmeirense tinha em negociar Felipe Melo, já não mais existe.

 Roger Machado terá um grande escudo. Felipe Melo. Ele será seu líder em 2018

Se fosse contratado um técnico vivido, experiente, 'cascudo', agregador, como defende abertamente, por exemplo, o presidente do Conselho Deliberativo, Seraphim del Grande, e o clube estivesse pacificado, Felipe Melo teria poucas chances de seguir no clube. Já havia a definição que, aos 34 anos, era um atleta caro demais para seguir no elenco até 2020.

Só que o anúncio da contratação de Roger Machado dividiu, rachou o ambiente palmeirense. Del Grande e vários conselheiros importantes ficaram decepcionados com a escolha. Porque tinham a convicção que alguém vivido seria contratado. Acreditavam que o clube não poderia desperdiçar os mais de R$ 100 milhões que a Crefisa vem colocando anualmente no futebol.

Galiotte sabia dessa preferência. E até tentou satisfazê-la. Conversou com Mano Menezes e com Abel Braga. Mano quis o controle total do futebol. E se dizia com obrigação moral de seguir no Cruzeiro. Ficou em Belo Horizonte. E Abel Braga estava indeciso. Tinha o Fluminense, com contrato até dezembro de 2018, e o forte assédio do Internacional, que tem laços afetivos. Mas os dirigentes palmeirenses desistiram rápido.

Em vez de seguir no mesmo perfil, apostaram em um treinador jovem, honesto, trabalhador. Mas que vem de dois fracassos. No Grêmio e no Atlético Mineiro, os únicos clubes grandes onde trabalhou como técnico.

Esse é o maior impasse entre os conselheiros.

Felipe Melo, animado com a notícia que seguirá no clube, se incumbirá de aproximar o elenco de Roger Machado. E ajudá-lo como puder. Talvez fosse a falta de um líder trabalhando a seu favor que tenha faltado no Grêmio e no Atlético Mineiro.

No Palmeiras, Roger terá esse homem.

Com nome e sobrenome.

Felipe Melo.

Com toda a chance de ser seu capitão...
1agenciapalmeiras Roger Machado terá um grande escudo. Felipe Melo. Ele será seu líder em 2018

http://r7.com/zjTn