Robinho: a humildade não chegará nunca?

Robinho continua o mesmo.

Na entrevista aqui em Johannesburgo, o atacante deixou claro que deseja nada menos do que ser 'o cara' da Copa do Mundo.

Falou como se quisesse ser o melhor jogador do torneio de verão do Boqueirão.

Disse algo similar quando deixou o Santos e foi para o Real Madrid.

"Estou indo para ser o número um, o melhor do mundo."

A promessa não foi cumprida, evidentemente.

Tanto que o Real Madrid o repassou sem nenhum remorso ao Manchester City.

A individualidade de Robinho é por demais contrastante com o ambiente que Dunga acha que montou para a Copa.

O jogador está com as críticas da imprensa inglesa na garganta.

Ele chegou como um dos melhores atacantes do planeta.

Acabou nem ficando no banco de reservas.

Irritou o técnico Mancini com sua pouquíssima aplicação nos treinamentos e sua insistência em querer sair do clube.

Foi encostado.

Dunga lhe avisou que se não jogasse, não estaria na Copa.

Apelou ao Santos e resgatou sua autoestima na Vila Belmiro.

Deu sorte em encontrar Neymar e Ganso.

Foi campeão.

Mas quem conhece os meninos diz que são outros desde que começaram a conviver com Robinho.

E realmente, o treinador cumpriu sua palavra e o convocou para a Copa da África.

O desempenho nos treinamentos está pífio.

Não mostra confiança para pedalar contra os reservas da seleção.

Se limita a tocar a bola de primeira, com rapidez.

Sem inspiração para dar um drible.

Ele disse que Dunga o deixa à vontade.

Mas não parece ser bem assim, já que está sempre ajudando a composição do meio de campo, marcando.

Os árabes donos do Manchester City estão esperando terminar a Copa para vender o atacante.

Ele sabe que quanto melhor for, maior será a transação.

Atuar no Barcelona continua sendo um sonho dourado.

Mas primeiro terá de se firmar na seleção.

Nilmar está treinando muito melhor do que ele.

É uma ameaça real.

Em vez de olhar para o mais alto, Robinho precisa ser mais humilde.

Perceber o que acontece ao seu redor.

Enquanto sonha em ser o melhor da Copa, tem é de treinar muito para não perder uma vaga como titular.

E é bom saber sempre contra quem vai jogar.

Ele não tinha a menor ideia de que iria enfrentar o Zimbabue amanhã.

E não fez questão de esconder isso na sua coletiva de hoje.

Atitude feia, boba.

De um jogador que está se perdendo na sua carreira.

Que acorde em tempo.

Não será menino para sempre.

E nem terá Dunga e o Santos para protegê-lo...

Veja mais:

+ Acompanhe a cobertura da Copa no R7
+ Vejas as principais notícias do dia
+ Tudo sobre futebol no R7

http://r7.com/bjDT