johnny depp pirates of the caribbean 4 Roberto Dinamite, que Vasco é esse? Está com tanta saudade da Série B assim?

Quando Dorival Júnior conseguiu classificar o Vasco para a Série A começou a fazer pedidos a Roberto Dinamite.

Queria um Centro de Treinamento de verdade.

E a garantia que teria condições de montar uma equipe competitiva.

Para a Série A.

Dinamite insistia que o time que voltou da B tinha condições de fazer um bom papel na A.

Dorival teimava que não.

E também não viu esforço do presidente para montar uma estrutura realmente profissional para o Vasco.

De um clube da elite do futebol brasileiro.

Como o salário de Dorival, R$ 280 mil, já havia vazado em uma briga interna da diretoria, Dinamite foi oportunista.

Se aproveitou do interesse do Grêmio e do Santos no treinador para deixar claro que ele estava fazendo um leilão com o Vasco.

E o deixou ir embora.

Disse aos companheiros de diretoria que estava contratando um treinador tão bom quanto Dorival.

E muito mais barato,

Levou para São Januário o técnico Vagner Mancini.

De comportamento muito mais afável, aceitou o pouco que o grande Vasco tinha a oferecer.

E acabou fracassando.

Pela fragilidade do time e por sua dificuldade em se impor diante do elenco.

Dinamite inspirado pelo sucesso de Andrade no Flamengo, deu uma chance para o auxiliar Gaúcho.

Economia de dinheiro, mas, infelizmente, perda de tempo para o Vasco.

Eliminado da Copa do Brasil, chegou Celso Roth.

Ele está longe de ser um treinador milagreiro.

E o Vasco continuou sua sina de vexames.

A torcida teve todo o acesso para dar as broncas e gritar palavrões aos atletas em pleno São Januário.

Digamos que os salários atrasados dos funcionários dos clubes estimularam a fácil entrada da torcida.

E ontem na Vila Belmiro, uma derrota de envergonhar.

No banco santista, Dorival Júnior mandando seu time massacrar o Vasco que ele resgatou da Série B para a A.

E o treinador mostrou ao presidente Dinamite, da pior maneira, todas as falhas da sua equipe.

O placar parou em 4 a 0 porque o Santos não forçou.

Dorival teve consideração pelo clube carioca.

Na volta ao Rio de Janeiro, torcedores revoltados.

Xingando e ameaçando de agressões os jogadores vascaínos.

Mas eles não podem fazer nada.

Estão no seu limite.

O time é ruim, fraco.

Equipe de Série B.

O aviso havia sido dado há sete meses a Dinamite.

O Vasco está acuado, refém da sua torcida graças à falta de competência e visão de Roberto Dinamite.

Ele era a grande esperança na sucessão de Eurico Miranda, que tratava o Vasco como se fosse uma das suas casas.

Mas a modernidade de Dinamite trouxe uma inesperada mediocridade.

Falta de ação.

Se o patrocínio de uma estatal é inviável, busque um patrocínio privado.

Mas acorde!

Trabalhe pelo clube.

Esqueça a política!

O grande Vasco da Gama não merece passar por tantos vexames...

Veja mais:

+ Acompanhe a cobertura da Copa no R7
+ Vejas as principais notícias do dia
+ Tudo sobre futebol no R7

http://r7.com/AUzc