“Ricardo Teixeira e Lula prometeram que não haveria dinheiro público. Foi a grande mentira da Copa. O governo, a CBF e a Fifa nos trataram como torcedores. Somos cidadãos…” Jamil Chade, correspondente do Estadão na Suíça há 14 anos…

1efe Ricardo Teixeira e Lula prometeram que não haveria dinheiro público. Foi a grande mentira da Copa. O governo, a CBF e a Fifa nos trataram como torcedores. Somos cidadãos... Jamil Chade, correspondente do Estadão na Suíça há 14 anos...
Jamil Chade.

Correspondente do jornal O Estado de São Paulo na Suíça.

Há 14 anos cobre a Fifa, a entidade que controla o esporte mais popular do mundo.

Repórter inteligente, investigativo, corajoso.

Nestes 14 anos foram vários e vários furos.

Matérias que mudaram a maneira do brasileiro ver futebol.

Conseguiu abrir os olhos ingênuos de muita gente.

Como não poderia deixar de ser, a Copa de 2014 mereceu toda sua atenção.

Teve a oportunidade de acompanhar in loco o nascedouro.

O importante bastidor de como tudo aconteceu.

Como o Brasil decidiu e está fazendo a Copa mais cara de todos os tempos.

As promessas, as mentiras.

A falta de legado.

O repórter premiado decidiu revelar tudo o que viu.

Assim nasceu "A Copa Como Ela É", da Companhia das Letras.

Desde a semana passada o livro está disponível em e-book.

A edição imprensa e ampliada sairá em breve.

"A Copa Como Ela É" está no primeiro lugar no segmento Esportes da Amazon.

É o 11º mais vendido.

Jamil deu essa reveladora entrevista exclusiva ao blog.

E mostra sua indignação e faz revelações surpreendentes.

De como se materializou a Copa do Mundo no Brasil...

Como você foi parar na cobertura da Suíça para o Estadão? Há quantos anos está lá? Quais os principais furos que você conseguiu?

Fui para a Suiça cobrir assuntos de política e economia e cheguei la em 2000, quando o debate sobre a Copa no Brasil sequer existia. Mas, pouco tempo depois, ficou claro que existia um amplo espaço para a cobertura da administração do futebol, Fifa e Uefa. Descobri também que cobrir Fifa não era uma cobertura de esporte, mas sim de política. As decisões tomadas na entidade pouca relação tem com a bola. Trata-se de uma entidade que movimenta bilhões de dolares, que afeta a política de estados e que toma decisões com base em interesses economicos. Portanto, trata-se, acima de tudo, de uma organização política e é esse o angulo que tento dar para que o cidadão e o torcedor possam entender o que está por trás do futebol e de nossa paixão pelo esporte. Considero que, por conta desse esforço em desvendar o que existe nos corredores do futebol - a não nos gramados - consegui revelar alguns temas importantes. Um deles é o fato de que os amistosos da seleção brasileira eram usados para alimentar contas de cartolas em paraísos fiscais no exterior. Consegui documentos que provavam como alguns poucos fizeram fortunas com a seleção brasileira.

Qual a visão que um brasileiro tem dos bastidores da Fifa? O quanto ela é poderosa? Seu patrimônio atual?

A minha visão da Fifa é a mesma de qualquer um apaixonado pelo futebol e que se da conta que, por anos, sua emoção era manipulada por um pequeno grupo de pessoas que tirava proveito de nossas paixões. O futebol pode ser o esporte mais democrático do mundo. Mas sua gestão é das mais autoritárias. Por 40 anos, apenas dois homens comandaram o esporte - Havelange e Blatter. A Fifa hoje tem um fundo de reservas superior ao PIB de pelo menos 20 países pelo mundo. A Fifa movimenta bilhões e organiza o maior evento do planeta, a Copa do Mundo. Blatter, no ano passado, esteve com o papa Francisco. E disse ao argentino que o pontífice comandava uma entidade com 1,2 bilhão de fieis. Já o cartola comandaria uma entidade com mais seguidores que a Igreja Catolica. O que eu quero dizer com isso? A Fifa é ao mesmo tempo poderosa e egocentrica. Ela sabe que comanda o esporte mais popular do mundo. Mas, ao mesmo tempo, é a organização que de alguma forma sequestrou o futebol e o transformou em um grande negocio, principalmente para seus cartolas. Hoje, a Fifa distribui salários de mais de US$ 100 milhões a seus dirigentes a cada ano.

Qual a real participação de João Havelange no crescimento da Fifa? Como foi para os dirigentes mais velhos ver a imagem do ex-dirigente sendo devastada por acusações de corrupção?

1reproducao Ricardo Teixeira e Lula prometeram que não haveria dinheiro público. Foi a grande mentira da Copa. O governo, a CBF e a Fifa nos trataram como torcedores. Somos cidadãos... Jamil Chade, correspondente do Estadão na Suíça há 14 anos...

A historia recente da Fifa se confunde com a historia de Havelange. Ele transformou a modesta entidade em Zurique em uma multinacional. Ele se deu conta que o mundo passava por transformações, que países africanos e asiáticos eram descolonizados e foi buscar seu apoio justamente nessas regiões. Ele levou a bola para os quatro cantos do mundo. Mas, ao mesmo tempo, fez isso em troca de um volume descomunal de subornos e fraudou a propria Fifa. Não sou eu quem diz isso. Essa é a conclusão de uma investigação da Justiça suíça que chegou à conclusão de que Havelange se enriqueceu graças à transformação da Fifa em um obscuro caixa 2 particular do dirigente. Quando ele caiu, a reação nos bastidores foi de constrangimento e alívio. Constrangimento de muita gente que sabia que so estava ali graças a acordos com o grupo de Havelange e alívio de uma parte dos cartolas que achava que havia chegado a hora de acabar com o reinado do brasileiro.

Quem é Blatter? Qual a sua preocupação que tinha quando assumiu a Fifa?

Blatter é certamente um dos cartolas mais inteligentes de sua geração. Sobreviveu a golpes, a traições, sabe manipular a mídia e proteger seu patrimonio, que ninguém jamais conseguiu questionar. Chega ao escritorio antes que todos e desembarca em países como chefe de estado. Mas, cada vez mais, da sinais de que não entendeu que o mundo mudou. Que os torcedores exigem explicações e que ditaduras não sobrevivem. Ele assumiu com um discurso de manter o projeto de Havelange e consolidar o poder da Fifa. Mas, sem regras e transparência, a dupla Havelange-Blatter criou um monstro que saiu do controle e hoje é a maior ameaça à integridade do futebol.

Quem é Valcke? Ele será o candidato natural a sucessão do Blatter? O que ele quer para o futuro da entidade?

3reproducao Ricardo Teixeira e Lula prometeram que não haveria dinheiro público. Foi a grande mentira da Copa. O governo, a CBF e a Fifa nos trataram como torcedores. Somos cidadãos... Jamil Chade, correspondente do Estadão na Suíça há 14 anos...

Valcke pode ser candidato, mas vence apenas se Blatter determinar que isso deve ocorrer. Ele criou dezenas de inimigos mas, ao mesmo tempo, é sua gestão profissional que fez a Fifa bilionária.

Platini tem alguma chance na sucessão?

Ele é o unico hoje que pode de fato ameaçar Blatter. Mas se ele conta com um apoio importante na Europa, ainda é visto como uma pessoa longe dos interesses de sul-americanos e africanos. A realidade é que, para conseguir esses votos, Platini está passando por uma transformação. Ele é cada vez mais um cartola, e deixando de ser um ex-craque. Platini era considerado como a pessoa que poderia "purificar" a gestão do futebol. Mas está se dando conta que jamais vencerá uma eleição com essa estratégia.

Por que as eleições da Fifa são marcadas por suspeitas de corrupção? Quando isso começou?

Elas são marcadas por polêmicas porque o processo jamais foi transparente. Nao existe uma auditoria de fato independente na Fifa e nem controles. A compra de votos era disseminada por diversos candidatos ao longo dos anos e nem sempre o pagamento era feito em dinheiro, mas em beneficios, troca de favores e outros conchavos.

As suspeitas envolvendo o Ricardo Teixeira e João Havelange se justificam pelo que você apurou?

Elas não apenas se justificam como foram provadas pela Justiça suíca. Quando comecei a escrever sobre isso, fui acusado por assessores de Teixeira de estar escrevendo ficção, de estar "pegando no pé" do cartola. Quando os documentos oficiais vieram à tona, eles revelaram um esquema de corrupção muito maior que do que tínhamos denunciado.

Quando e por que o Brasil conseguiu a Copa do Mundo?

O Brasil conquistou a Copa antes de 2003, quando fechou um acordo na América do Sul de que não haveria concorrentes. O Brasil ganhou a Copa quando Blatter entendeu que, ao dar o Mundial ao país, engessava as pretensões de Ricardo Teixeira para ser presidente da Fifa pelo menos até 2015. Era um bom negocio para muita gente.

Qual a participação de Ricardo Teixeira e de Lula?

1cbf Ricardo Teixeira e Lula prometeram que não haveria dinheiro público. Foi a grande mentira da Copa. O governo, a CBF e a Fifa nos trataram como torcedores. Somos cidadãos... Jamil Chade, correspondente do Estadão na Suíça há 14 anos...

Ambos foram fundamentais nesse processo. Mas, ao contrário da Olimpiada quando precisavamos de dezenas de votos, na Fifa bastava convencer aos 22 membros do Comite Executivo. Nesse caso, Teixeira foi fundamental ao costurar todas as alianças.

A imprensa inglesa diz a todo instante que a Fifa tem critérios claros para escolher as sedes do Mundial. Imprensa fraca, sociedade civil desmobilizada, governos subservientes às vontades da entidade. Foi assim com a África do Sul, Brasil, Rússia e Catar. É verdade?

Quando a historia recontar como foram as Copas entre 2010 e 2022, certamente vai apontar para o fato de que o Mundial passou a ser dado para países que queriam usar a Copa como uma atalho para mostrar que são grandes potências. Já para a Fifa, essa dimensão de política externa que a Copa ganhou acabou abrindo um espaço para que a entidade não tivesse de se preocupar em negociar os termos do acordo. O que eu quero dizer com isso? A Fifa passou a entender que, para esses governos, mostrar ao mundo que podem fazer uma Copa passou a ser um ponto de honra e de imagem internacional. Nada melhor, portanto, que tirar proveito disso para impor suas condições, suspender as constituições locais. Mas a sociedade civil brasileira e a imprensa, de uma certa forma, rompeu com essa perspectiva que a Fifa tinha. A Copa do Mundo no Brasil corre o risco de entrar para a historia justamente como o Mundial que foi questionado, com o potencial de ser um divisor de águas. Até aqui, Mundiais foram usados por politicos para se promover. Agora, Dilma sequer vai discursar na abertura, com medo da reação popular.

Quanto a Fifa vai lucrar com a Copa no Brasil?

Mais de US$ 4 bilhoes. Trata-se da Copa mais rentavel da historia, com um resultado duas vezes superior ao da Alemanha. A Fifa lucra vendendo os direitos de imagens dos jogos, ingressos, produtos de marketing e dando o direito a algumas multinacionais a usar de forma exclusiva os estádios para suas promoções.

Quem exigiu 12 arenas em vez de apenas oito? O governo brasileiro como afirmou Blatter?

Sim, foi um conchavo entre governo e CBF. A Fifa pedia oito estádios. Mas o uso político do evento levou o Brasil a erguer doze estadios, pela primeira vez na historia de uma Copa.

O quanto a Fifa ficou abalada com as manifestações durante a Copa das Confederações? Elas serviram para acabar com a imagem de país pacífico e de mulheres de fio dental todos os dias nas praias? E ninguém trabalhando?

3ae Ricardo Teixeira e Lula prometeram que não haveria dinheiro público. Foi a grande mentira da Copa. O governo, a CBF e a Fifa nos trataram como torcedores. Somos cidadãos... Jamil Chade, correspondente do Estadão na Suíça há 14 anos...

Foi um choque. Conheço gente dentro da Fifa que evitava sair dos quartos. Primeiro foi uma reação de alguém que acreditava que aqueles protestos faziam parte da imagem de baderna do país. So depois entenderam que eram reivindicações sociais. A equação não fechava para a Fifa. "Estamos trazendo a Copa do Mundo para eles e eles estão protestando?". Blatter e Valcke chegaram a dar declarações desastrosas, apontando que bastava a seleção ganhar que tudo voltaria à ordem. O Homem Gentil, o País do Futebol. Mitos que desabaram.

O quanto foi desgastante para a imagem de Dilma as vaias na abertura da Copa das Confederações? Foi um vexame mundial histórico?

Foi um vexame nacional, mas com uma repercussão internacional relativamente limitada. O que sim poderia ser historia seria a abertura da Copa, transmitida e vista por todo o mundo. No Pan de 2007, Lula também foi vaiado. Mas a comunidade internacional praticamente não ficou sabendo.

A competição esteve ameaçada quando carros que levavam funcionários da Fifa passaram a ser atacados nas manifestações?

Sim, e quando a Fifa não conseguia mais dar garantias a patrocinadores de que seus convidados para chegar aos estádios estariam seguros. Foram momentos de tensão naquelas noites no Rio de Janeiro.

Havia plano B para a Copa do Mundo no Brasil? Ou os compromissos financeiros eram grandes demais para uma mudança?

O plano B era suspender tudo e concluir a Copa das Confederações em outro lugar, provavelmente em partidas das semifinais e final na Europa. Mas você tem razão em apontar que o impacto financeiro seria inédito. A possibilidade de suspensão existiu e foi uma realidade. Mas não interessava a ninguém.

Qual o peso dos atrasos nas arenas para o Mundial? Por que a Fifa não exigiu que as obras de infraestrutura prometidas fossem feitas?

A Fifa está muito mais preocupada com os atrasos em estádios do que imaginamos. Valcke chegou a me dizer que um dos perigos de não testar estádios é descobrir, no dia de um jogo de Copa, que uma pessoa que comprou um ingresso simplesmente não encontrou seu lugar porque aquele assento não existe. Ja quanto à infraestrtura, a Fifa não está preocupada em deixar legado ao Brasil.

Qual o peso para o mundo de oito mortes de operários na construção das arenas?

Sindicatos internacionais de operários estão preocupados e fazem pressão sobre a Fifa. Mas infelizmente a pressão que fazem não tem tido a mesma repercussão que os casos no Catar, ainda que saibamos que no caso do país arabe o número de fato seja mais elevado.

A Fifa anunciou a Copa no Brasil em 2007. O atraso nas obras encareceu o Mundial. Quem se beneficiou com isso? As empreiteiras?

Todos se beneficiaram. Menos a população, que é quem paga a conta. Um exemplo claro é o de Curitiba. Quando houve a suposta ameaça de que a cidade ficaria de fora da Copa, governo estadual e prefeitura injetaram mais R$ 100 milhões.

Lula e Ricardo Teixeira haviam prometido que não haveria um centavo de dinheiro público na Copa. O que aconteceu? Por que mais de 70% desta Copa sai dos cofres públicos? Eles mentiram?

Essa foi a grande mentira da Copa. Mas não tenho como dizer se foi premeditada, A realidade é que ela continua. Dilma continua dizendo que não ha dinheiro publico nos estádios. No livro, eu tento mostrar que ou o conceito de dinheiro publico mudou, ou o que ela diz não é verdade.

A Copa do Mundo serviria de plataforma eleitoral do PT, garantiria a reeleição da Dilma. Você acredita que a estratégia do partido deu certo?

3reproducao Ricardo Teixeira e Lula prometeram que não haveria dinheiro público. Foi a grande mentira da Copa. O governo, a CBF e a Fifa nos trataram como torcedores. Somos cidadãos... Jamil Chade, correspondente do Estadão na Suíça há 14 anos...

Se tivesse dado certo ela teria ido à final da Copa das Confederaçoes, entregue à taça ao campeão e nao teria medo de discursar na Copa. Alguns ja se deram conta que a Copa foi um grande erro político para campanhas eleitorais. Eduardo Paes é um deles e passou a criticar a Fifa.

Em caso de derrota da Seleção, quais os reflexos no país? O desalento ou a vitória podem pesar na eleição?

Podem. Mas o que eu estou mais preocupado é com a vitoria da seleção. Meu temor é que o papel picado da vitoria acabe criando uma cortina de fumaça e que muitos digam: "valeu à pena, somos campeões".

Você escreve no ótimo "A Copa como ela É" que o Mundial já acabou. E não há legado algum para o Brasil? Como assim?

Sim, a Copa ja acabou. So não sabemos quem venceu em campo. O Brasil nao se utilizou da Copa para mudar suas cidades. A Copa usou o Brasil. Foram dez anos desperdiçados. O unico legado foi a criação de uma consciência social. Mas, ironicamente, esse legado veio justamente do fato de que não houve um legado. De resto, o unico que podemos fazer agora é torcer pela seleção. Mas existe uma diferença entre torcer e distorcer o que foi uma Copa, O que não podemos é deixar que a Copa e uma eventual vitoria seja uma ameaça a nossa democraria. Explicações precisam ser dadas. O governo, a CBF e a Fifa optaram por tratar a população como torcedores. Eu insisto: somos cidadãos...

4reproducao 1024x641 Ricardo Teixeira e Lula prometeram que não haveria dinheiro público. Foi a grande mentira da Copa. O governo, a CBF e a Fifa nos trataram como torcedores. Somos cidadãos... Jamil Chade, correspondente do Estadão na Suíça há 14 anos...

64 Comentários

"“Ricardo Teixeira e Lula prometeram que não haveria dinheiro público. Foi a grande mentira da Copa. O governo, a CBF e a Fifa nos trataram como torcedores. Somos cidadãos…” Jamil Chade, correspondente do Estadão na Suíça há 14 anos…"

1 de April de 2014 às 02:59 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Alexandre Horta
    - 15 de julho de 2014 - 03:16

    Agora, depois da Copa, podemos ver o resultado deste grande negócio, o escandalo, não de grupos de cambistas, mas do "cambista oficial" e o envolvimento direto de integrantes da cúpula da Fifa. O preço desta copa é similar à uma "divida externa", vai perdurar por muito tempo e como sempre quem paga toda a conta é o povo! "Que Deus pese sua mão de justiça sobre esta minoria de manipuladores que imperam com ganância e injustiça sobre os menos favorecidos".

    Responder
  • joao eudes lima leitao
    - 15 de maio de 2014 - 19:28

    Matéria de suma importância porque além de oportuna é esclarecedora a todos que tiverem acesso, para mim serviu de confirmação as dúvidas que sempre tive sobre a organização dos campeonatos de futebol no Brasil e pela própria FIFA. Agradeço ao Sr. Cosme Rímoli por tão rara oportunidade. Fiquei curioso para ler o livro "A copa como ela É".

    Responder
  • Millinha
    - 2 de abril de 2014 - 13:29

    A hora do troco da população será nas urnas durante a eleição. Cada um que faça a sua parte. Não adianta protestar e depois votar em corrupto.

    Responder
    • Reinaldo Filho
      - 14/06/14 - 03:19

      Mas as urnas são totalmente e facilmente burláveis, não temos escapatória.

  • Alonso Melo
    - 2 de abril de 2014 - 04:23

    Parabéns Cosme por bela entrevista com Jamil Chade.Essa Copa é das mais vergonhosas que o mundo já teve notícias.Mentiras,falcatruas e grana muita grana.Na minha opinião foi mais um blefe do Lula para com o povo.Essa turma só queria seus milhões e pronto.O povo embarcou em tudo,que não haveria dinheiro público,que as cidades seriam mudadas para o povo.O que temo é que além das mortes por falta de equipamentos de proteção,exaustão de trabalho e falta de alimentação para os operários que foram e são tratados piores que animais.Temo que um desses estádios simplesmente desabe aos olhos do mundo,o Itaquerão não tem condições disse hoje os bombeiros,imagino uma vistoria de engenheiros sérios e comprometidos com a segurança o que não relataria.Havelange,R.Teixeira foram pessoas nocivas e escórias que permaneram em seus postos permaneceram por décadas.E deixaram um rastro de corrupção e desamor a seleção.Não existe pelo menos de minha parte nenhuma emoção vendo essa seleção jogar,e sinceramente espero muito que o Brasil perca essa Copa,por todos os que morreram,por todos que necessitam trabalhar mas não ser escravisados.O legado vai ser duro,porque só há pouco o povo acordou revoltados com essa" Copas das Copas"mais corrupta de todas e o povo sem escolas,habitação dignidade para se viver.Infelizmente não acredito em Romário que fala por frustração e não por convicção e para ser eleito senador.Triste ver um país como este,com podres poderes(Cazuza)e não mostrando sua cara.Lula,Teixeira,Cabral,Paes,Nuzman,Romário lá estavam na suiça dentre tantos.Um grupo que trouxe essa Copa para encher os bolsos e ainda vem o Andrés dizer que é o material que usam não falou mentira mas é um absurdo se construir estádios com valores abusivos com material de terceira,o povo corre sério risco indo aos estádios,dentro,no entorno e nas ruas.País de quinto mundo até a África fez melhor,mas tem lá os elefantes brancos ao lado de grandes favelas.Futebol virou um nojo,puro jogo de interesses.Agora a presidenta não vai a abertura por medo não só das vaias mas pelas suas mentiras,covardia de quem um dia lutou com armas pelo Brasil e quando chegaram lá em cima só souberam encher os bolsos,essses eram os comunistas que hoje são milionários as custas de um povo sofrido e largado a Deus dará uma vergonha.

    Responder
  • Wendy Cristina
    - 2 de abril de 2014 - 01:45

    Cosme, mais uma vez parabéns pelo excelente texto, agora cuidado hein...

    Responder
  • REGINALDO - MATÃO SP
    - 2 de abril de 2014 - 01:40

    Ótima e esclarecedora entrevista Cosme parabéns !!! Só faz eu ter mais certeza de não torcer para a Seleção Brasileira nesta copa.

    Responder
  • André Augusto
    - 2 de abril de 2014 - 01:17

    Querido Cosme... Parabéns pelas grandes matérias que você compartilha com a gente. Sou fã do seu blog e leio tudo o que escreve. Não concordo sempre com tudo mas isso faz parte. Continue fazendo esse belíssimo trabalho por muito tempo. Grande abraço.

    Responder
  • Nickolas
    - 1 de abril de 2014 - 23:41

    Parabens cosme. Você continua nos surpreendendo. Voce é positivo e justo com o que acha certo. Aguardo ansiosamente um debate com voce, romario, kajuru, juca.. Sera q um dia teremos? Abraco

    Responder
  • elvio
    - 1 de abril de 2014 - 19:55

    Se preparem ! farão de tudo pra dar o titulo dessa copa ao brasil,para assim calar a grande massa alienada deste pais e por tabela garantir a reeleição ao pt. Cosme o rombo é muito maior do que todos possam imaginar. #cosme Parabéns a você e Jamil chade pela coragem!#

    Responder
  • 6_3_3_1 SPFC
    - 1 de abril de 2014 - 19:14

    Nao desviando o foco do assunto; caro Cosme por onde anda D Frederico aquele "craque" que o Corinthians trouxe em 2010 e que fazia estrago nas defesas adversarias, gols bonitos, jogador um pouco abaixo de Messi ? 6, o Corinthians caiu no conto do empresário. Defederico foi apresentado como novo Messi. A saudade de Tevez falou mais alto. Só que cada argentino é diferente um do outro. Os dirigentes descobriram da pior maneira. O clube paulistano empolgado pagou R$ 10 milhões ao Huracán. Ele nunca conseguiu se firmar. Jogador franzino, sem personalidade, arranque, chute. Atleta de dvd. Foi emprestado para o Independiente. Fracassou. Acabou voltando de graça para o Huracán. Foi um dos piores negócios da história do futebol brasileiro. Cosme Rímoli...

    Responder
1 2 3 4 5