12 617x1024 Por pressão do Barcelona, a Federação Espanhola não aceita os R$ 820 milhões da multa por Neymar. PSG recorre à Fifa. O brasileiro jogará em Paris, garantem os dirigentes franceses. Enquanto isso, a Catalunha destila seu ódio pelo mercenário ...
"Tom Cruise e Cuba Gooding Junior protagonizam um dos momentos mais delirantes da história do cinema desportivo no filme "Jerry Maguire". Trata-se daquele em que Rod Tiwell, jogador de futebol americano, faz uma exigência ao seu representante. Ele manda que o empresário grite ao telefone "Me mostre o dinheiro!" para não demiti-lo.

É o maior exemplo do esporte profissional atualmente: o dinheiro acima de tudo. Da mesma forma que Neymar e seu pai / representante. Eles aceitaram a oferta do PSG porque representa muito mais dinheiro para ambos. Estamos em um mundo de mercenários, no qual os sentimentos e valores importam muito pouco. Ou nada.

Neymar veio para o Barça por dinheiro. Por 40 milhões de euros (R$ 132 milhões, à época) que Rosell pagou a seu papai. Uma operação que pôs o Barcelona contra a parede, sendo julgado e condenado por fraude fiscal.

Neymar e seu pai retribuíram o favor "pagando" com traição: vai para o PSG por outros 50 milhões de euros (cerca de R$ 183 milhões) de luvas e, além disto, outros 33 milhões líquidos (em torno de R$ 110 milhões) por temporada para a criança.

O que ganha o clube blaugrana? Os 222 milhões de euros (R$ 820 milhões) a serem pagos pelo clube francês devido à cláusula de rescisão do brasileiro...

O Barça também ganhará tranquilidade. Como dizia Cruyff, "um jogador que não esteja feliz no Barça, que se vá". E Neymar prefere o dinheiro ao projeto esportivo, não nos serve. Aqui, o único intocável é Messi.

O futuro grená já não passa pelo brasileiro. Temos de buscar um substituto imediatamente: Griezmann, Mbappé ou Dembélé. Adeus, Neymar. Até nunca. Mas, antes de ir: 'me mostre o dinheiro'."

Lluís Mascaró

O artigo do jornalista e a capa são jornal Sport.

Eles mostram um pouco do grande rancor catalão pela saída de Neymar.

Não o perdoam abandonar o Barcelona.

E agora, a notícia do dia.

14 1024x682 Por pressão do Barcelona, a Federação Espanhola não aceita os R$ 820 milhões da multa por Neymar. PSG recorre à Fifa. O brasileiro jogará em Paris, garantem os dirigentes franceses. Enquanto isso, a Catalunha destila seu ódio pelo mercenário ...

A Federação Espanhola de Futebol recusou os 222 milhões de euros que o PSG vai pagar pelo brasileiro. O dinheiro, cerca de R$ 820 milhões, é pela multa rescisória do atleta com o Barcelona. Na Espanha, os clubes não recebem as quantias das transações diretamente. Primeiro, a Federação Espanhola recebe e depois repassa. É uma maneira de controlar os valores, o fair play financeiro, tentar evitar a evasão.

O primeiro motivo alegado é a pendência do bônus de 26 milhões de euros, R$ 95,9 milhões. O dinheiro foi acertado no ano passado, como um prêmio pela renovação de Neymar até 2021. Só que como ele vai para o PSG, o Barcelona quer pagar 'apenas' um quinto da quantia. Já que ele não ficará o restante do contrato. Os advogados do jogador e de seu pai e empresário não concordam.

O presidente Javier Tebas, presidente de 'La Liga' também estaria exigindo que o PSG comprovasse o fair play financeiro. Ou seja, que vai gastar menos do que arrecadou na temporada. O que todos suspeitam ser impossível, já que a quantia paga por Neymar é a maior de todos os tempos.

E mais, Tebas quer que o PSG comprove a origem de tanto dinheiro.

O PSG já acionou a Fifa. E exige que a transação seja efetivada, já que o clube está pagando a multa rescisória. A liberação deverá acontecer nas próximas horas. Mas não haverá como o negócio ser desfeito.

Neymar fez até os exames médicos do seu novo clube, em Portugal.

Animada, a direção do PSG queria antecipar a apresentação para amanhã, com uma festa. E apresentá-lo à torcida, no sábado, no Parque dos Príncipes, antes da partida contra o Amiens, na primeira rodada do Campeonato Francês.

O Barcelona já tirou todas as fotos de Neymar do lado de fora do Camp Nou. A imprensa segue com ataques ao brasileiro. Parte da torcida segue raivosa. E repete o que ouve dos jornalistas. E rotulam o brasileiro de mercenário.

Neymar e seu pai estão em Barcelona.

Com as malas prontas para ir para Paris.

Tudo vai depender da liberação de "La Liga".

O que irá acontecer.

O atraso não sabotará a transação, garantem advogados de Neymar.

A festa, no máximo, ficará para a próxima sema.

Neymar não joga mais no Barcelona.

O PSG o considera um atleta seu.

E o pai do jogador já teria recebido até um adiantamento.

Por trás da postura radical de Javier Tebas está a força do Barcelona na Federação. Os catalães estão com o orgulho ferido pela maneira com que Neymar está virando as costas ao clube.

Fazem o que podem para sua ida ser constrangedora.

E não suportam a ideia de pagar o bônus integral da renovação.

De jeito nenhum...

(No final da tarde em Barcelona, os advogados de Neymar foram à sede do clube. E entregaram o cheque do PSG de 222 milhões de euros. O Barcelona anunciou a rescisão oficial com o Brasileiro. "Na tarde de quinta-feira, representantes legais de Neymar visitaram pessoalmente os escritórios do clube e fizeram o pagamento de 222 milhões de euros em nome do jogador relativos ao término unilateral do contrato que unia as duas partes. Assim, o clube vai passar para o Uefa os detalhes da operação acima para que eles possam determinar as responsabilidades disciplinares que podem surgir deste caso." Os espanhóis querem uma punição ao time francês.

Mas a história de Neymar com a Catalunha acabou...)

21 Por pressão do Barcelona, a Federação Espanhola não aceita os R$ 820 milhões da multa por Neymar. PSG recorre à Fifa. O brasileiro jogará em Paris, garantem os dirigentes franceses. Enquanto isso, a Catalunha destila seu ódio pelo mercenário ...

http://r7.com/p8nB