46 Para o lugar de Gil, Corinthians não consegue contratar os zagueiros preferidos de Tite. Por economia, foi obrigado a apostar no paraguaio Balbuena. E diretoria não quer reclamação...
Explosivo. 1m82. Excelente nas antecipações. Muito veloz nas coberturas. Titular absoluto da seleção de seu país. Jogador de personalidade forte. Apenas 22 anos.

Esse era o zagueiro que Tite queria ver no Corinthians no lugar de Gil. Seu nome? Eder Álvares Balanta. Colombiano, dono de sua posição no River Plate. Valor dos seus direitos? 15 milhões de euros, R$ 66 milhões.

Lógico que Roberto de Andrade quase caiu de costas ao saber do preço de Balanta.

Empresários insistiram em Victor Cuesta, zagueiro viril, ágil e ótimo no cabeceio. Muito rápido. Jogador de 27 anos. Vivido. A direção do Independiente procurou, em dezembro, o Arsenal de Sarandy. E comprou a metade que faltava dos seus direitos. Logo avisou a representantes do Corinthians e do Flamengo, outro interessado. Nada de vender fatias do atleta e muito menos emprestar. 6 milhões deu euros, R$ 26 milhões ou não aceitaria negócio.

Foi quando o Corinthians partiu para Fábian Balbuena. Zagueiro paraguaio titular do Libertad e membro constante da Seleção Paraguaia. O melhor foi o seu preço: 1,65 milhão de dólares. Cerca de R$ 6,4 milhões. A diretoria adorou. E Roberto de Andrade mandou avisar Tite que sua terceira opção estava sendo contratada.

Com 1m88, ele é ótimo no cabeceio. Marca bem do lado direito. É leal. Evita faltas violentas.

Mas tem um grave defeito.

A falta de grande velocidade nas coberturas. É lento. Precisa atuar protegido.

Tite o havia colocado na lista, é verdade. Mas Balbuena nunca foi sua prioridade. Ele queria muito a compra de Balanta. Acreditava que era o atleta que mais se assemelhava a Gil. E o encaixe seria perfeito com Felipe. Só que faltou dinheiro.

Ao mesmo tempo que a diretoria sacramentou a compra de Balbuena, Iago vem ganhando confiança. Se firmando no time. Assim como Vilson, jogador de 27 anos, e que passou pelo Palmeira, começa a treinar cada vez melhor.

211 Para o lugar de Gil, Corinthians não consegue contratar os zagueiros preferidos de Tite. Por economia, foi obrigado a apostar no paraguaio Balbuena. E diretoria não quer reclamação...

Só o paraguaio já está treinando no Corinthians. A direção quando soube que ele não é desleal, fez questão de espalhar para os conselheiros. Havia contratado um zagueiro paraguaio que tem tudo para ser o 'novo Gamarra'. Uma enorme injustiça.

Primeiro com um dos melhores zagueiro da história recente do Corinthians. E da Seleção Paraguaia. A comparação é injusta. O ex-atleta tinha um potencial empolgante, sensacional. Sua visão de jogo e explosão muscular o fazia marcar, se antecipar, tomar a bola dos atacantes, sem apelar para faltas. Era talentoso demais.

"Gamarra é um ídolo aqui no Paraguai. Vi nas redes sociais a torcida dizendo que eu sou o "novo Gamarra". Eu gostaria de fazer 50% do que ele fez. Já seria ótimo. Eu prometo muito trabalho e dedicação. Defender a camisa do Corinthians até a morte", disse Balbuena, pouco antes de vir para São Paulo.

Tite não se empolgou com sua contratação. Mas, fiel a Roberto de Andrade, vai insistir nas qualidades do recém-chegado. As falhas, que a conhece muito bem, não serão lembradas.

O treinador sabe que o Corinthians segue refém econômico da dívida pelo Itaquerão. E a prioridade será pagá-la. Por isso não havia dinheiro para Balanta. Irá se virar com Balbuena, Yago e Vilson.

313 Para o lugar de Gil, Corinthians não consegue contratar os zagueiros preferidos de Tite. Por economia, foi obrigado a apostar no paraguaio Balbuena. E diretoria não quer reclamação...

Mas Tite estará bem à vontade. Por mais que tenha oferecido um contrato de três anos, não haverá pressão dos dirigentes para que Balbuena seja titular. Pelo contrário. Caso Yago continue a se firmar, não será fácil para o paraguaio tomar o seu lugar ao lado de Felipe.

Ele está longe de ser uma grande estrela, comprada a preço abusivo.

Há quem diga que o Corinthians poderia ter mais calma, pesquisar melhor o mercado. Só que houve um motivo que antecipou a compra. O interesse do São Paulo.

Empresários ligados ao Libertad garantem que o rival tentou atravessar a negociação. A cúpula do São Paulo desmente. Mas, em todo caso, a direção corintiana resolveu não esperar. E já contratou o paraguaio.

Gil era um ponto de muito tranquilidade da espinha tática corintiana.

Pelo treinador, quem deveria ser vendido era Felipe. Mas o Monaco, o Napoli e a Udinese não confirmaram seu interesse no zagueiro. E lá se foi Gil para o time de Mano Menezes na China, o Shandong Luneng.

314 Para o lugar de Gil, Corinthians não consegue contratar os zagueiros preferidos de Tite. Por economia, foi obrigado a apostar no paraguaio Balbuena. E diretoria não quer reclamação...

Agora não há o que fazer.

A não ser treinar muito Balbuena.

Tentar fazer de tudo para encaixá-lo com Felipe.

Mas sabendo que Yago e Vilson podem ficar com a vaga.

Roberto de Andrade deixará Tite à vontade.

O recado que mandou pelo diretor Eduardo Ferreira.

Marlone veio para o lugar de Jadson.

Giovanni Augusto para o de Renato Augusto.

André ao de Vagner Love.

Guilherme para a vaga de Malcon.

Willians para o de Ralf.

E Balbuena no lugar que era de Gil.

Então, não há motivos para Tite reclamar.

Será?
66 Para o lugar de Gil, Corinthians não consegue contratar os zagueiros preferidos de Tite. Por economia, foi obrigado a apostar no paraguaio Balbuena. E diretoria não quer reclamação...

http://r7.com/iMxo