divulgação24 Palmeiras e Atlético Mineiro pela Sul Americana. Quem ainda tem lágrimas para gastar?

O destino está apontando: Palmeiras e Atlético Mineiro nas quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

O time de Luiz Felipe Scolari se impôs da maneira Felipão há pouco na Bolívia.

Ganhou com uma falta em Kléber batida com maestria por Marcos Assunção.

A partir daí sufoco dos bolivianos na cruel altitude de 2.800 metros de Sucre.

O Universitario só não marcou porque os deuses não estavam dispostos a ver mais gols.

Felipão colocou só um atacante e trouxe o exército de Evo Morales para a área palmeirense.

Deola, Rivaldo e Márcio Araújo foram goleiros do Palmeiras.

E o treinador não vai se esquecer da sorte que teve e ainda vai esbravejar da sorte.

Já que seu time teve um gol legal de Lincoln anulado.

Lincoln precisa se benzer.

Muito além de ter um gol anulado.

Ele tem de rezar para receber o 1,5 milhão de euros com que pagou a sua liberação do futebol turco.

Do seu bolso saiu o dinheiro ao Galatasaray.

A promessa é que receberia ao chegar ao Brasil.

Ele foi apresentado em fevereiro.

Estamos no meio de outubro.

Você recebeu algum centavo?

Lincoln também não.

Mas o que vale é o confronto que se avizinha.

Dorival Júnior foi jogador do Palmeiras.

Seu tio foi o grande Dudu, que marcava para Ademir da Guia mostrar todo o talento com que nasceu.

Dorival Júnior sempre foi apaixonado pelo clube verde e branco.

Já esperou como uma noiva de quinze anos de noivado o pedido de casamento para ser o treinador do Palmeiras ao deixar o Cruzeiro.

Mas o pedido não veio.

E quando estava com a vida resolvida no Vasco, surgiu o inesperado convite.

Foi a chance de tirar a mágoa da garganta e disse não.

Agora comanda o que time traumatizado que Vanderlei Luxemburgo comandou.

Só às sextas-feiras, disse ele.

Já que seus auxiliares faziam o trabalho duro nos outros dias da semana.

Ele 'supervisionava''.

Mas vamos voltar ao mais que provável Palmeiras e Atlético Mineiro.

Cada um do seu lado terá todo o direito de pleitear a sonhada vaga para a semifinal da Copa Sul-Americana.

Os palmeirenses e atleticanos aprenderam a se decepcionar com seus times.

Ambos precisam de uma conquista significativa.

Márcio Araújo e Diego Souza trocaram de lado.

E vão reencontrar suas torcidas.

Márcio Araújo sem traumas.

Diego Souza, com todos.

Os bolivianos do Universitário e os colombianos do Santa Fé, adversários dos dois clubes, querem assistir essas partidas entre os brasileiros.

Não deverão impor resistência na partida de volta.

E tanto em Belo Horizonte como em Sucre, Dorival Júnior e Felipão sabem o que terão pela frente nas quartas-de-final.

Quem cair vai derrubar muitas lágrimas.

Se ainda restarem nos olhos dos seus decepcionados torcedores...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os principais destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/Pxgf