A maior decepção na pior noite brasileira na história da Libertadores: o descontrolado eliminado Cruzeiro. E a imperdoável cotovelada de Cuca…

divulgacao3443 A maior decepção na pior noite brasileira na história da Libertadores: o descontrolado eliminado Cruzeiro. E a imperdoável cotovelada de Cuca...
Jogar mal...

Ter Roger expulso ainda no primeiro tempo por ter dado três carrinhos...

Ver a arbitragem anular um gol lega de Gilberto...

Ser eliminado da Libertadores da América em casa...

Ver a honra efêmera de ser o primeiro colocado na classificação geral...

Se transformar em vergonha ao ser eliminado pelo pior...

Ter de virar para o outro lado para não ver os colombianos do Once Caldas festejando...

Tudo isso é muito dolorido, triste...

Mas a atitude de Cuca foi absurda...

Não é possível um treinador da elite do futebol brasileiro se comportar como um torcedor descontrolado?

A cotovelada que deu em Renteria foi lamentável, inesperada, covarde...

Por mais que estivesse tenso, ao sentir a eliminação do Cruzeiro...

Cuca não tinha o direito de fazer o que fez...

Se o time tremeu...

Não teve nervos para enfrentar uma partida eliminatória em casa...

Que aceitasse a incompetência...

Procurasse entender o que se passou pela cabeça de Roger...

Com sua esposa, Deborah Secco, no estádio para vê-lo jogar...

Descobrir o motivo de Montillo se esconder em campo...

Cobrar o gol incrível que Ortigoza desperdiçou...

Perguntar a Pablo como passou a ser driblado com toda a facilidade...

E ao time inteiro o motivo de tanta submissão diante dos colombianos...

Que merecem ser reconhecidos...

Fizeram a pior campanha da Libertadores, mas têm um bom futebol...

Em Sete Lagoas tiveram seu trabalho facilitado pelo postura omissa, tensa, derrotista do Cruzeiro...

O time entrou em campo acreditando que iria desfilar, posar para as fotos...

Jogaria para as câmeras de tevê...

A equipe de Cuca foi surpreendida pelo toque envolvente e pela coragem dos colombianos...

Ao contrário de toda previsão, Juan Carlos Osorio colocou seu time marcando na intermediária brasileira...

E poderia ter trucidado o Cruzeiro logo nos primeiros 45 minutos...

Parecia que o Once Caldas era a equipe que havia feito a melhor campanha da Libertadores...

Perdeu pelo menos três gols...

O time mineiro foi se encolhendo e apavorando sua torcida que pensou que faria festa...

A bola parecia queimar nos pés dos comandados de Cuca.

O desespero dominou o estádio...

No segundo tempo, a confirmação de uma morte anunciada...

O lindo gol de cabeça de Amaya aos 21 minutos é inexplicável por um motivo...

Como um jogador em uma partida decisiva da Libertadores sobe sozinho para cabecear?

Não há perdão para ninguém marcá-lo...

No segundo, Núñez fez outra vez o que quis com Pablo e chutou na trave...

No rebote, Moreno chutou para as redes...

Eram 26 minutos do segundo tempo...

O Cruzeiro foi para a frente desesperado, confuso...

Cuca havia tirado o volante Henrique e colocado o atacante André Dias...

Adiantou seu inseguro time...

A equipe oferecia vários contragolpes que poderiam ter virado uma goleada colombiana...

Mas Gilberto marcou um gol legal que foi marcado impedimento...

O Once Caldas continuou melhor e perdendo gols...

Até a atitude condenável de Cuca...

Absurda...

Ele não é mais um jogador que se enervou...

Cuca é um técnico, um comandante...

Não teria o direito de dar uma cotovelada em Renteria...

Saiu sangue do supercílio do jogador...

"Eu fui segurar a bola e ele bateu em mim.

Não machucou. Ele quis fazer hora", explicou Cuca...

As imagens da tevê o desmentem de forma absoluta...

Resumo para a terrível noite de Sete Lagoas...

O Cruzeiro não teve personalidade para superar o Once Caldas...

Seus grandes jogadores foram omissos...

E seu técnico descontrolado...

O Cruzeiro foi a grande decepção na pior noite de times brasileiros em toda Libertadores da América...

Nunca quatro equipes caíram na mesma noite...

Mas a decepção maior foi do Cruzeiro...

Esse mérito ninguém tira...

A cotovelada de Cuca...

A omissão de Montillo...

A alucinação de Roger...

Nenhum cruzeirense que se preze terá o direito de esquecer essa noite...

Foi quando o melhor time da Libertadores se comportou como o pior...

E pagou o preço...

Caro demais...

A justa eliminação da Libertadores...

E agora, Cuca?

E agora, Zezé Perrela?

Cadê a final antecipada contra o Santos?

Onde foi parar o Barcelona da América do Sul?

O primeiro vexame de Falcão como técnico do Inter. Se fosse Celso Roth eliminado da Libertadores, contra o Peñarol no Beira-Rio…

divulgacao2997 O primeiro vexame de Falcão como técnico do Inter. Se fosse Celso Roth eliminado da Libertadores, contra o Peñarol no Beira Rio...
Bastaram cinco minutos e o sonho do Internacional de Falcão ruiu.

Está eliminado da Libertadores.

Da pior maneira.

Dentrou do Internacional, de virada para o Peñarol.

Dentro do seu Beira-Rio.

O time gaúcho poderia até empatar em 0 a 0 que ficaria com a vaga para as quartas-de-final.

Foi para o intervalo vencendo o time uruguaio por 1 a 0, gol de Oscar.

E com chances para marcar um ou mais gols.

A expectativa de festa era imensa.

Oscar e Leandro Damião se mostravam muito inspirados.

D'Alessandro continuava instável.

O time uruguaio era combativo apenas.

Dava espaço para o Inter triangular.

O grande erro era Kléber e Nei insistirem em cruzar da intermediária.

Faltou jogadas de linha de fundo ao Inter, do primeiro ao último minuto.

E também a marcação era frouxa.

Está certo que Falcão foi um jogador muito talentoso.

Mas no futebol atual não é vergonha mandar seu meio de campo marcar.

Fazer faltas quando a defesa está aberta, mal colocada.

E o time adversário atacando em bloco, de frente para o gol.

Foram duas vezes que o Inter teve vergonha de travar as jogadas uruguaias...

Para não mais esquecer...

Acabou a Libertadores de 2011...

Martinuccio, o melhor jogador do Peñarol e do jogo, deu uma excelente arrancada e empatou o jogo.

Eram segundos de segundo tempo...

Com o 1 a 1, a tensão dominou os jogadores do Inter.

Os nervos congelaram principalmente a defesa...

Foi um tilt caríssimo...

O que é ruim sempre pode ficar pior...

Aos cinco minutos, o guerreiro atacante Olivera cabeceou forte...

Bola indefensável para Renan...

Peñarol 2 a 1...

Falcão largou a sua elegante caderneta de couro...

E tratou de colocar Sóbis, Ricardo Goulart e Tinga...

Mas o Internacional não parecia ter sido preparado para ficar em desvantagem no jogo...

Tudo o que fez foi ficar levantando a bola de maneira primária, da intermediária...

Fácil demais para os zagueiros uruguaios e para o goleiro Sosa se consagrar...

Faltou consciência, calma, inteligência ao time....

Tudo o que Falcão tinha de sobra...

O Inter foi tosco demais...

Chuveirinho de qualquer maneira para a área uruguaia...

Não achou o seu gol...

Conseguiu ser eliminado em pleno Beira-Rio e jogando muito mal...

Sem a menor consciência...

Se fosse Celso Roth, o estádio estaria caindo na cabeça dele...

Falcão tem crédito...

Estava invicto...

Mas foi logo perder o jogo que não poderia...

A diretoria do Internacional ficou decepcionada demais...

A esperança era conquistar a Libertadores e voltar o Mundial para esquecer o trauma Mazembe...

Mas agora ficou para 2012...

O Inter com seu grande elenco, recheado de argentinos, e mais Falcão...

Está eliminado...

Perdeu o seu principal objetivo do ano...

A derrota terá consequências...

Não imediata porque o Inter começa no domingo a disputar as finais com o Grêmio...

Mas é certo que depois da disputa do título haverá uma reformulação no caro elenco...

Com o fim da Libertadores não há porque gastar tanto...

Mas haverá tempo para pensar nisso...

Hoje só tentar lamber as feridas...

A desclassificação foi feia demais...

Um vexame...

Foi péssimo para Falcão...

Mas ele foi poupado pela torcida que o ama...

Se fosse Celso Roth...

Nicolas Leoz presidente da Conmebol até os 88 anos. Talvez o principal motivo para a Libertadores nunca chegar nem perto da Liga dos Campeões…

divulgacao0839 Nicolas Leoz presidente da Conmebol até os 88 anos. Talvez o principal motivo para a Libertadores nunca chegar nem perto da Liga dos Campeões...
Historicamente continente sul-americano mal saiu da ditadura militar.

Parece que foi ontem.

Foram décadas que os militares dominaram os países e só saíram pela própria incompetência.

E pela pressão e influência das maiores democracias do planeta.

As guerrilhas de esquerda pouco conseguiram.

A não ser alertar corações e mentes.

Líderes que souberam fazer política acabaram até presidentes...

Faz muito pouco tempo que o cenário político mudou.

Mas ainda não foi alterado no futebol.

Confederações, federações e clubes são os últimos resquícios de gente que ama o poder.

E não aceita a alternância democrática.

Não sonham em colocar limites às vidas nababescas que se acostumaram.

Viagens pelo mundo na primeira classe dos aviões...

Melhores hotéis...

Todas as mordomias possíveis e impossíveis...

Ser adulados como chefes de estado...

Ser adulados por chefes de estado...

Fechar contratos milionários com televisão, multinacionais de material esportivo...

As portas se abrem e as cabeças se abaixam quando passam....

Mulheres de 20 anos olham senhores de 60, 70 anos como se fossem reis...

Levam vidas de sonho...

Abrir mão delas é difícil demais...

O maior exemplo é o paraguaio Nicolaz Leoz...

Com uma festa fechada, para poucos, ele comemorou 25 anos de poder absoluto...

25 anos...

Ele é presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol...

Vai completar 83 anos...

Ficará mais cinco anos no poder...

Ou seja: até ter 88 anos...

Para não haver guerra, a CBF e a AFA fizeram um acordo...

O presidente da Conmebol não será nunca nascido no Brasil ou na Argentina.

Leoz era exatamente o que ambos buscavam...

Uma raposa política que ora pende para cá, ora para los hermanos...

Age de acordo com a pressão do momento.

Não fica de um lado só...

Ricardo Teixeira o ama...

Julio Grondona também...

Os dois sabem que ele é responsável por manter o stuatus quo...

Isto é: não permite que idéias revolucionárias domine o território sul-americano.

Como restringir o número de reeleições na Conmebol...

A Confederação serve de exemplo para todos os outros países...

Leoz acaba de inaugurar um hotel fantástico....

Cinco estrelas ao lado da sede da Conmebol no Paraguai...

A sede e o hotel juntos consumiram milhões de dólares...

Lembrando que a sede também é de cair o queixo...

Luxuosa até não mais poder...

O dinheiro vem dos clubes, das seleções, das multinacionais que patrocinam seus torneios...

Leoz já disse que não sai porque é reeleito...

A reeleição é feita por presidentes que são reeleitos dentro dos seus países...

Ricardo Teixeira está no poder desde 1989...

Julio Grondona, na Argentina, desde 1979...

E não se mostram nenhum um pouco dispostos a abandonar seus cargos...

Assim como Leoz...

Assim se perpetua o poder na América do Sul...

Talvez seja essa a explicação para a Libertadores e Liga dos Campeões serem tão diferentes...

Por aqui, as idéias não se renovam...

Os homens são sempre os mesmos...

E os clubes sul-americanos cada vez mais endividados...

Sem poder algum de manter seus principais jogadores por aqui...

Mas fazer o quê?

Vamos bater palmas para Nicolas Leoz e seu lindo hotel cinco estrelas...

Ao lado da espetacular sede da sua Conmebol...

Sua e só sua...

Pelo menos até os 88 anos...

O inferno astral de Valdivia ficou muito pior no Palmeiras. No Brasil. Com o auxílio da sua mulher no twitter…

reproduçaotwitter O inferno astral de Valdivia ficou muito pior no Palmeiras. No Brasil. Com o auxílio da sua mulher no twitter...
Valdivia é disparado o jogador mais talentoso do Palmeiras.

Sabe muito bem a dependência do time do seu futebol.

Mas nunca gostou que lhe colocassem limites.

Sua relação com Luiz Felipe Scolari foi péssima desde quando se conheceram no ano passado.

O chileno nunca havia trabalhado com o treinador.

E esperava que teria um tratamento diferenciado, reservado às grandes estrelas.

Se o jogador havia voltado ao clube tendo seu peso em ouro, Felipão veio a peso de diamante.

Não se dobrou ao meia, depois de perceber sua pouca humildade.

Tudo azedou de vez com o estiramento que sofreu na coxa.

O técnico ficou revoltado com o estranho comportamento do jogador.

Ele se considerou pronto para o retorno ao futebol por três vezes.

E três vezes teve de sair antes de 30 minutos de jogo.

Quase todo o departamento médico do clube foi mandado embora por Valdivia.

A incógnita em relação à recuperação jogador dura até hoje.

Como os antiinflamatórios e o repouso demoraram tanto para o curar?

Tudo ficou pior quando Scolari quis que assinasse um termo se comprometendo a não jogar futebol nas férias.

Valdivia se recusou ao saber que seria o único atleta a ter de se submeter a esse documento.

Ele voltou a jogar em 2011, mas sua condição física sempre preocupou...

O meia mostrava uma tendência a problemas musculares...

O seu drible 'chute no vácuo' exige um esforço a mais da perna de apoio...

No seu caso, a esquerda...

Foi tentar o drible contra o Corinthians e sofreu novo estiramento na coxa...

E deve ficar cerca de um mês longe dos gramados...

O gramado do Pacaembu estava encharcado depois do temporal que caiu em São Paulo...

Ele ficou entre arricar o drible e correr o risco de se machucar...

Ou jogar normalmente....

Sua escolha teve consequência: deixou o jogo e facilitou a classificação corintiana...

Os jogadores rivais, finalistas do Paulista, passaram a tarde de ontem ironizando a situação...

Fingiam aprimorar o 'chute no vazio'.

E caiam na gargalhada.

Bruno César ainda fingiu se contundir.

Tudo às claras, para os jornalistas assistirem e divulgar a provocação.

Para piorar, a mulher de Valdivia usa o twitter de forma infeliz.

Escreve que 'não poderia se pedir mais do Palmeiras, já que o único bom jogador do clube é seu marido'.

E, em um ataque aparentemente sem razão...

Coloca que as mulheres brasileiras são 'piranhas' e 'marias chuteiras'...

Tudo que era ruim para o meia ficou muito pior...

Há uma clara impressão da direção do Palmeiras...

A de que o jogador quer ir embora do Brasil...

Nem Neymar. Nem Ganso. O Santos sobreviveu na Libertadores graças a Rafael. Que agora venha o Cruzeiro…

divulgacao39 Nem Neymar. Nem Ganso. O Santos sobreviveu na Libertadores graças a Rafael. Que agora venha o Cruzeiro...
Apesar de ter Ganso e Neymar, o Santos só continua na Libertadores por Rafael.

O que o goleiro de 20 anos fez ontem no México foi sensacional.

Teve uma atuação digna de Rodolfo Rodrigues.

O América procurou usar a altitude de 1.800 metros de Queretaro.

Todos os seus titulares.

E o apoio absurdo dos torcedores.

Para o Santos, o desgaste das 16 horas de viagem foi fator fundamental.

O time não teve forças para atacar, para impor seu toque de bola.

Acabou tremendamente sufocado na sua área.

Como nunca aconteceu com Neymar e Ganso no time.

Foi um massacre.

O jovem goleiro santista jogou como nunca.

Mesmo depois que Muricy Ramalho colocou três zagueiros.

O time mexicano chutou de todas as distãncias.

Cruzou dezenas de bolas na área.

Reyna, artilheiro do Campeonato Mexicano com 13 gols, deve ter saído com a perna inchada.

De tanto que chutou para o gol e Rafael defendeu.

A sua sorte também foi fundamental.

Como quando Mosquera cabeceou na trave e a bola bateu no goleiro...

A vitória por 1 a 0 na Vila Belmiro foi valorizada como se fosse ouro.

Para chegar às quartas-de-final, o Santos suou sangue.

O irõnico do futebol é que Rafael só é hoje titular do Santos graças à prepotência de Felipe.

O ex-goleiro titular ficou marcado.

Ao ser chamado de 'mão de alface' , por sofrer gols fáceis, respondeu da pior maneira possível...

Disse que ao torcedor que o salário que ganhava por mês era o que ele, Felipe, gastava por dia com seu cachorro...

A declaração o queimou na Vila Belmiro com as torcidas organizadas, com a Comissão Técnica, com Dorial Júnior...

Rafael, pelo contrário, sempre foi um jogador humilde...

Mesmo depois que Domingos lhe quebrou uma perna nos treinos, não fez escândalo, fugiu das polêmicas...

Apesar de muita gente ter considerado maldade a entrada do zagueiro que está na Portuguesa...

Rafael se recuperou fisicamente...

Seu sofrimento para voltar a jogar foi fundamental para a saída de Domingos do clube...

E ganhou a posição de Felipe...

Embora a diretoria tenha contratado Aranha, Rafael não deu espaço para o rodado jogador...

Pelo contrário, se firmou como grande goleiro...

E se o Santos suportou o enorme sufoco contra o America, a responsabilidade é dele.

Resta saber como Rafael se comportará diante do melhor time da Libertadores...

O adversário santista deverá ser o Cruzeiro...

Basta confirmar sua vantagem diante do Once Caldas...

E teremos uma final antecipada da Libertadores...

Aí só Rafael não bastará...

Neymar e Ganso também terão de jogar, já que ontem foram engolidos pela altitude....

Pelo desgaste físico e pela volúpia do time do América...

Sindicato dos Árbitros e Federação Paulista dão força para Paulo César de Oliveira processar Scolari…

AgenciaEstado34 Sindicato dos Árbitros e Federação Paulista dão força para Paulo César de Oliveira processar Scolari...
Paulo César de Oliveira promete: vai processar Luiz Felipe Scolari.

Não perdoa o gesto que o técnico teria feito, indicando roubo.

Repórteres viram e relataram durante a transmissão do clássico contra o Corinthians.

O técnico do Palmeiras poderia pegar até quatro partidas de suspensão, se dependesse da Justiça Esportiva.

Pena a ser cumprida no Paulista de 2012...

Paulo César de Oliveira acredita que seria uma punição branda demais.

Está envergonhado.

Nunca alguém fez esse gesto tão difamatório em relação a ele.

E não se arrependeu depois do calor do jogo.

Pelo contrário.

Foi até mais acusador.

Disse que a arbitragem entrou premeditada para a partida.

E lembrou que existe um dossiê dos seus erros contra o Palmeiras.

Vários e vários juízes juraram que iriam processar um ou outro treinador.

Mas esperavam todos esquecer e tudo não passava de bravata.

Nos corredores da Federação Paulista de Futebol, Paulo César de Oliveira jura que irá até o fim.

Processará Luiz Felipe Scolari.

Quer que ele prove que estava roubando a favor do Corinthians.

Paulo César está sendo apoiado pelos demais árbitros, pelo sindicato.

Todos querem uma providência em relação ao treinador palmeirense.

De maneira discreta, até a Federação Paulista de Futebol.

Embora seja conselheiro vitalício do Palmeiras, Marco Polo del Nero está irritado com Scolari.

Não gostou da insinuação que ele fez após o jogo de domingo de que o São Paulo e o Morumbi são prejudicados pela FPF...

Não tomará providência porque tudo não passou de insinuação...

Meia palavra.

Mas com Paulo Cesar de Oliveira, não.

Tudo foi explícito demais...

A direção do Palmeiras se compromete a proteger Felipão...

Mas também não está nada contente com o técnico...

Ele deixou claro que não queria jogar no Pacaembu contra o Corinthians...

E muito menos Paulo César de Oliveira trabalhando no jogo...

Conseguiu que os torcedores ficassem contra os dirigentes...

Muito irritadiço Felipão prepara o time para o jogo contra o Coritiba...

Está visivelmente tenso, desiludido...

É um mau sinal...

Depois de derrota para o Santos, Luís Fabiano percebeu que tinha de reestrear no São Paulo. Mesmo com dores no joelho…

divulgacao Depois de derrota para o Santos, Luís Fabiano percebeu que tinha de reestrear no São Paulo. Mesmo com dores no joelho...
O São Paulo tinha de fazer algo novo.

O gosto amargo da desclassificação do Campeonato Paulista ainda incomoda.

Desde o Brasileiro de 2008, o time não consegue conquistar nenhum título.

A solução foi mesmo óbvia.

Apelar para Luís Fabiano.

O atacante fará sua reestréia no time.

Jogará amanhã contra o Avaí de Silas no Morumbi.

Só que ele mesmo confirma que está sentindo dores no joelho.

A lesão que sofreu provocou uma fibrose.

O departamento médico do clube minimiza.

Obediente, o jogador se conforma.

Sua experiência o ensina que precisa estar em campo.

O São Paulo investiu R$ 20 milhões para repatriá-lo.

E o momento é de necessidade.

A eliminação diante do Santos, em pleno Morumbi lotado de são-paulinos foi desmoralizante.

Na saída do ônibus do estádio, torcedores foram xingar Carpegiani e exigir dos jogadores a Copa do Brasil.

Luís Fabiano sabe o que é ter as organizadas do próprio São Paulo contra ele.

Elas se voltaram contra ele, quando o time foi eliminado da Libertadores em 2004 pelo Once Caldas.

Foi chamado de 'pipoqueiro' antes de ir para o Sevilla.

O jogador nunca esqueceu as ofensas.

Tanto que resolveu voltar para o Morumbi para expurgar a alma.

Se sente em dívida com os torcedores.

O único título que conquisto com o São Paulo, o Rio-São Paulo de 2001

Uma conquista apenas.

Nem os dirigentes, muito menos Carpegiani pediram explicitamente para reestrear amanhã.

Foi o próprio Luís Fabiano quem percebeu a necessidade.

Sabe que se não jogasse aumentaria demais a possibilidade de o São Paulo ter a própria torcida contra o time.

E há a obrigação de uma boa vitória em casa contra o Avaí, para decidir a sobrevivência na Copa do Brasil em Florianópolis.

Aos 30 anos, ele aprendeu muito bem a ler sinais.

Percebeu a tensão de Carpegiani, dos dirigentes, dos companheiros de São Paulo.

Como ele recebeu apoio de todos na sua missão de tentar voltar a ser atacante da Seleção...

Chegou a hora de contribuir...

Fazer a sua cota de sacrifício...

As dores da fibrose no joelho precisam ser enfrentadas, superadas...

O São Paulo precisa dos seus gols...

Da sua presença amanhã no Morumbi...

Mesmo se jogue até mal...

Basta estar lá com a camisa 9 nas costas...

O torcedor, sofrido com os últimos anos, terá um alento...

Na hora certa...

Copa do Brasil é sinal de Libertadores...

Só alguém do porte de Luís Fabiano para animar o são-paulino a sair de casa...

Comprar o ingresso e ir de novo para o Morumbi, palco da eliminação diante do Santos no sábado...

Só ele para acabar com os recentes traumas, as decepções seguidas desde 2008...

A reestréia tinha de ser amanhã...

Lógico que Luís Fabiano queria mais tempo para se recuperar...

Jogar sem dor alguma..

Mas ele entendeu...

Precisa estar em campo por Carpegiani, pelos companheiros, pela diretoria, pelo São Paulo...

Pelos sofridos torcedores...

E vai estar...

(Pelo menos tentou até o último instante.

Seu joelho não suportou o esforço dos treinamentos.

Inchou e a dor ficou 'insuportável' na sua definição.

Não vai jogar contra o Avaí.

Triste situação.

Muito triste...)

Exclusiva com David Braz. A grande revelação da base que o Palmeiras perdeu para o Flamengo, campeão carioca invicto…

divulgacao2093 Exclusiva com David Braz. A grande revelação da base que o Palmeiras perdeu para o Flamengo, campeão carioca invicto...
David Braz.

Zagueiro campeão carioca pelo Flamengo.

Companheiro de Lucas e Neymar nas Seleções Brasileiras de base.

Era considerado a maior revelação das categorias de base do Palmeiras desde Vagner Love.

Mas acabou deixando o clube alegando ter sido obrigado a assinar um contrato de gaveta.

Conseguiu a liberação que a diretoria jurou ser impossível.

Foi atuar no Panathinaikos da Grécia.

Ficou pouco tempo lá.

E logo desembarcou na Gávea.

Foi campeão brasileiro em 2009.

Enfrentou a péssima fase em 2010.

E ontem foi campeão carioca.

Observado por Mano Menezes tem muita chance de fazer parte da Seleção Brasileira.

Tudo isso com apenas 23 anos...

Entrevista exclusiva com um grande talento que o Palmeiras desperdiçou....

David, sei que você está feliz com o Flamengo, mas por favor, explique sua saída do Palmeiras...

Foi uma situação muito chata.

Comecei na categoria de base.

Cheguei até o time principal.

Mas havia alguns problemas que eu não concordava.

(O contrato de gaveta.)

Preferi deixar para o meu empresário e os advogados dele procuraram a Justiça; me transferi para a Grécia.

Não queria que a situação fosse assim, mas não houve jeito.

Fui para o Panathinaikos.

Tenho a minha consciência tranquila.

Alguns dirigentes do Palmeiras erraram comigo e eu saí do clube.

Não da maneira que gostaria.

Mas a vida seguiu e muito bem...

Você ficou pouco tempo na Grécia...

Sim, gostei do Panathinaikos, só que não poderia recusar uma proposta do Flamengo.

Quem não gostaria de jogar no maior clube do Brasil?

Eu tratei de vir correndo e feliz da vida.

Tinha certeza de que seria ótimo para a minha carreira.

E foi mesmo.

Minha carreira não para de evoluir.

David, como você explica a conquista do Brasileiro em 2009, a queda em 2010 e volta por cima em 2011?

Vou ser muito claro.

O time estava bem demais e teve uma arrancada fantástica no Brasileiro de 2009.

O Andrade conseguiu unir o grupo e todos deram o máximo para vencer o Campeonato Nacional.

Esquecemos todos os problemas e nos focamos em ganhar o título.

Foi sensacional.

O empenho foi o mesmo de todos.

Do mais humilde até o jogador mais badalado pela torcida, pela imprensa.

Deu muito certo.

Depois em 2010, tudo desandou.

Acho que o grande problema foi a insegurança que atingiu o grupo com a troca de treinadores.

Foram quatro.

Ninguém ficava tranquilo na Gávea.

Foi um ano ruim, desperdiçado.

Mas no final dele chegou Vanderlei Luxemburgo e tudo mudou.

Ele colocou as coisas no eixo.

O que Luxemburgo fez?

Teve uma participação sensacional.

Primeiro ele fez as trocas no elenco que acreditou serem necessárias.

E deu todo o apoio para quem ficou.

Taticamente foi perfeito.

Ele percebeu que o Flamengo estava muito exposto, nossa defesa ficava à disposição do adversário.

Tratou de montar um sistema que permite aos laterais atacarem, mas a zaga está sempre protegida.

Não foi por acaso que estamos ganhamos o título carioca invictos.

Para chegar perto do gol do Flamengo tem de sofrer muito.

Com a defesa arrumada, Luxemburgo tratou de compactar a equipe.

O Flamengo joga com os jogadores preenchendo o espaço.

É difícil tentar tocar a bola na nossa intermediária.

E também teve a preocupação de montar um esquema especial para o Ronaldinho Gaúcho.

Nós corremos para ele com o maior prazer.

Fazemos de tudo para que consiga jogar à vontade.

Você está falando por você ou pelo grupo?

Todos estão felizes por correrem para o Ronaldinho Gaúcho ter sucesso?

Sim, de coração.

Nós conversamos muito sobre isso.

O Ronaldinho Gaúcho é um jogador especial, talentoso demais.

Não foi melhor do mundo por acaso.

A visão dele em campo é diferenciada, especial.

É um jogador privilegiado.

Só passou por um período ruim e precisava de um grupo que o acolhesse.

Nós o acolhemos, lhe demos todo o carinho possível.

Até porque poucas pessoas sabem, mas ele é muito humilde.

Ele conversa com todos de igual para igual.

Não se coloca como estrela.

Ele pergunta como pode ajudar.

É um astro desses que estávamos precisando.

E por ele não poupamos suor.

Corremos satisfeitos para que ele brilhe.

Que ele volte à Seleção Brasileira que é o lugar dele.

No Campeonato Carioca ele só começou a mostrar seu enorme talento.

Vai melhorar muito no futuro.

Ganhar o Campeonato Carioca de forma invicta significa o que para esse grupo?

Significa que a diretoria pode ficar tranquila.

Não há a necessidade louca de sair por aí atrás de reforços.

Nosso grupo tem muito potencial.

Força que muita gente desconfiava, não acreditava que tínhamos.

Taí a resposta, conseguimos vencer o Carioca sem perder uma partida seguida.

E queremos mais.

A Copa do Brasil e o Brasileiro.

O Luxemburgo nos tornou confiantes, certos de que poderemos muito mais.

Vocês percebiam que poucas pessoas acreditavam em vocês no começo do ano?

Sim. Lógico que sim.

2010 foi um ano muito frustrante para o Flamengo.

Tínhamos objetivos como a Libertadores que não conseguimos.

No Brasileiro também fomos bem mal, ficamos até na zona de rebaixamento.

Tínhamos de dar a volta por cima.

Isso nos uniu demais.

Enfrentamos a descrença de todos.

Isso nos deu muita força para ganhar o Campeonato Carioca sem perder um jogo sequer...

E você, tem saudade do Palmeiras?

Não...

O Palmeiras foi importante para a minha formação, mas ficou para trás.

Eu quero saber é do Flamengo, clube que me deu tudo o que precisava como jogador.

Estou animado demais com a possibilidade de jogar na Seleção Brasileira.

É o meu maior sonho.

As pessoas que trabalham no futebol, na imprensa aqui no Rio, têm falado muito nisso.

Eu fico animado demais.

Quero muito uma chance.

E sinto que o Flamengo poderá me dar a oportunidade na Seleção que tanto sonho.

Não poderia estar mais animado com a minha carreira...

Sinto que muita coisa boa virá por aí...

Nesta Copa do Brasil...

Neste Brasileiro...

O grupo que o Luxemburgo montou é forte demais...

Bahia completa dez anos de fracassos. Carlos Alberto e Jobson foram os presentes escolhidos

divulgacao3306 Bahia completa dez anos de fracassos. Carlos Alberto e Jobson foram os presentes escolhidos
Dez anos sem conquistar absolutamente nada.

O Bahia que seria moderno com a administração profissional de Paulo Angioni caiu outra vez...

Depois de ser eliminado e humilhado na Copa do Brasil pelo Atlético Paranaense...

O clube não disputará nem o título do Campeonato Baiano...

Caiu nas semifinais diante do Vitória de Antônio Lopes...

A final será entre o rubro negro e o Bahia genérico, o de Feira de Santana...

A direção e os conselheiros já estão tensos, com um medo enorme do rebaixamento no Brasileiro...

E o medo deve aumentar...

Angioni está negociando dois reforços de peso para o clube...

O primeiro é Jobson...

O Botafogo recebeu uma proposta oficial pelo problemático atacante.

A direção está tentada a emprestá-lo...

E Angioni também já conversou com a direção vascaína...

Quer Carlos Alberto...

O meia que acabou de ser dispensado do Grêmio...

O clube gaúcho não o suportou por três meses...

Mesmo com toda a paciência que René Simões tem, essa dupla não pode ser considerada como reforço...

A verdade é que desde que a direção do Bahia resolveu posar de moderna, o resultado tem sido lamentável...

Em quatro meses, o clube teve quatro treinadores diferentes...

Acolheu vários jogadores que fracassaram no Corinthians como Lima, Lulinha, Dodô, Boquita...

Parece um clube deslumbrado com o 'Sul Maravilha'...

Fechou os olhos para as revelações do futebol baiano, nordestino, nortista...

E está penando por isso...

Carlos Alberto e Jobson são tratados como assuntos da maior prioridade no Bahia...

Ah, Paulo Angioni...

Voltar para a Série B seria uma péssima maneira para comemorar o jejum...

Dez anos sem ganhar absolutamente nada...

Santos aliviado por enfrentar o Corinthians na final do Paulista. Só não quer Paulo César Oliveira no apito…

divulgacao6547 Santos aliviado por enfrentar o Corinthians na final do Paulista. Só não quer Paulo César Oliveira no apito...
Alívio entre a cúpula santista.

Há a certeza de que o Corinthians é o adversário mais fácil para o time ser bicampeão paulista.

A vitória do time de Tite nos pênaltis diante do Palmeiras chegou com entusiasmo para os santistas.

O Palmeiras de Scolari foi a equipe que melhor marcou o Santos.

Conseguiu travar Neymar e Ganso em plena Vila Belmiro.

E sem precisar apelar para a violência.

Preenchendo os espaços.

É uma equipe mais organizada, melhor montada, encaixada.

E com três jogadores capazes de desequilibrar o jogo.

Valdivia e Kleber com a bola rolando.

E Marcos Assunção nas faltas e escanteios.

Já o Corinthians...

A vitória do time de Tite em fevereiro por 3 a 1 no Pacaembu parece ter acontecido em outra encarnação...

O técnico santista era Adilson Batista...

Neymar acabou aquela partida atuando como lateral-direito...

Ganso estava ainda se recuperando e não jogou...

Diogo era a grande esperança da equipe...

Tudo mudou e muito rápido na Vila Belmiro...

A começar pela chegada de Muricy Ramalho...

A volta de Ganso...

O fim do enxame de volantes de Adilson Batista...

Por tudo isso, os jogadores estão muito mais confiantes no México...

Sabem que podem dar o máximo contra o América e que a final do Paulista não será tão difícil...

O único ponto que preocupa está nos bastidores.

A diretoria santista fará tudo para tentar o que a do Palmeiras foi incompetente para conseguir...

Não quer de jeito nenhum Paulo César Oliveira em nenhum dos jogos...

A Federação Paulista ameaça colocá-lo de novo nos sorteios...

O presidente Luís Álvaro promete romper a sua política de boa vizinhança para tirar o árbitro...

Publicamente, ele até pode dizer que não veta ninguém...

Mas não quer Paulo César Oliveira de jeito algum...

Marco Polo del Nero está entre a cruz e a espada...

Como tratar o Santos de forma privilegiada em relação ao Palmeiras?

A direção do Corinthians continua fazendo cara de paisagem...

Se vier Paulo César Oliveira, não irá reclamar...

Outro ponto importante que faz com que Luís Álvaro deseje muito a vitória é Ganso.

Embora Andrés Sanchez tenha cumprido a palavra e não aceitado que o atleta fizesse o Parque São Jorge de ponte antes de ir para a Itália...

A direção santista sabe que vários dirigentes corintianos gostam da idéia...

E até estimulam os já surtados donos da DIS para levar o meia para lá...

Luís Álvaro quer o título e grandes atuações de Ganso...

Para deixar bem claro a sua ligação com o Santos...

O dirigente tem certeza que o Corinthians pela frente servirá até como motivação ao jogador...

O resumo da Vila Belmiro: foi ótimo o Palmeiras ter sido desclassificado da final...

O Corinthians é um adversário bem mais fácil a ser batido...

Desde que Paulo César Oliveira não apite...