O choro de Corinthians, Palmeiras e São Paulo por Alex, o homem que preferiu a Turquia…

divulgação191 O choro de Corinthians, Palmeiras e São Paulo por Alex, o homem que preferiu a Turquia...
São Paulo, Palmeiras e Corinthians estão juntos, irmanados na dor.

Empresários que representam os clubes no Exterior tiveram a confirmação.

Alex renovou mesmo seu contrato com o Fenerbahce.

Depois de sete anos, ele vai ficar mais dois.

Ou seja: todos os telefonemas, promessas, rezas dos dirigentes do 'Trio de Ferro' paulista foram à toa.

Esforço desperdiçado.

A frustração é dividida de maneira igual.

Apesar de Rivaldo, Juvenal Juvêncio contava com a chegada de Alex em maio.

Ele seria fundamental ao time de Paulo César Carpegiani, que se ressente de grande meia.

O treinador sabe que será impossível depender apenas de Rivaldo.

Os 38 anos pesam.

E o fato de não ter de pagar nada além de luvas e salários.

Juvenal ficou frustrado porque tinha ótimas informações a respeito da vontade de Alex em atuar no Morumbi.

No Palmeiras, a diretoria recém-empossada no Palmeiras sonhava com o jogador.

Sonhava porque queria.

Bastava encarar a realidade.

Ele não aceita trabalhar de novo com Luiz Felipe Scolari, que não o levou para a Copa de 2002.

Politicamente correto e com o mesmo assessor de imprensa de Felipão, Alex não assume publicamente.

Mas só que nos bastidores, a verdade é que a família do atleta não tolera nem ouvir o nome de Felipão.

No Corinthians, Andres Sanches pensava em surpreender a todos buscando o meia.

E ter o praze de atropelar a negociação iniciada pelo São Paulo.

Os contatos eram ainda preliminares.

A esperança estava no envolvimento de Roberto Carlos e, sim, ele, Ronaldo.

Mas o sonho acabou.

Para Alex, o dinheiro continua ótimo.

E, quando voltar ao Brasil, aos 35 anos poderá ir direto para o Paraná.

E encerrar a carreira no clube que realmente ama: o Coritiba...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Ronaldinho Gaúcho nasceu para jogar em Macaé…

divulgação183 Ronaldinho Gaúcho nasceu para jogar em Macaé...
Estádio Cláudio Moacir.

Escaldantes 39 graus.

Macaé.

Cerca de dez mil pessoas espremidas no acanhado estádio.

Cantores do grupo Revelação esperando o jogo terminar para celebrar.

O luxo dos estádios italianos, franceses, espanhóis, ingleses ficou para trás.

As baladas nas melhores casas noturnas do mundo ficaram para trás.

A hora é de reconstrução.

Por isso comemorar um gol de pênalti contra o Boavista como se fosse o da final da Liga dos Campeões diante Barcelona.

Na cabeça de Ronaldinho Gaúcho tem exatamente a mesma importância.

Seu irmão Assis já detalhou o quanto ele está sendo observado pela mídia mundial.

E por Mano Menezes.

Se Ronaldinho Gaúcho quer disputar a Copa de 2014 e ter ainda algum prazer na carreira a ordem é aproveitar o Flamengo.

Com o respaldo dos apaixonados torcedores e a empolgada imprensa carioca, usar cada bom momento como se fosse o último.

Ter tanto prazer ao bater um pênalti em Macaé tem significados mais profundos que a nossa vã filosofia alcança.

Os socos no ar, a sambadinha, o delírio dos torcedores espremidos nos alambrados são ótimos...

Podem estar em qualquer propaganda...

São muito palatáveis para qualquer rede de televisão do mundo...

Além, é lógico, de servir para tirar um pouco da agonia de quem havia marcado o último gol em novembro de 2010.

A cúpula do Flamengo está mostrando o Engenhão e o Cláudio Moacir lotados para poteciais patrocinadores.

O bom índice de audiência é fundametal.

Ronaldinho Gaúcho começou bem a sua missão de recuperar a carreira e trazer dinheiro ao Flamengo.

O time de Luxemburgo, continua refletindo o treinador.

Tomando sufoco de Nova Iguaçu, Vasco e Boavista.

É a sua nova versão.

Depois de desesperar a torcida do Atlético Mineiro, ele resolveu apavorar a do Flamengo.

Mas não importa.

O que interesse nesse momento na Gávea é a presença ilustre de Ronaldinho Gaúcho.

E a sua real dedicação aos treinos.

Seu preparo físico está melhorando, é preciso fazer justiça.

Isso é bom para ele, bom para o futebol brasileiro.

Há sempre o medo que ele siga o exemplo de Ronaldo no Corinthians.

Mas as pedras, paus e bombas de fumaça trocados entre torcedores e policiais em São Paulo servem de aviso a Gaúcho.

O amor de hoje pode virar ódio amanhã.

Que ele continue a ter muita felicidade em Macaé...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

A intervenção de Mano Menezes para salvar a vaga à Olimpíada de Londres…

divulgação181 A intervenção de Mano Menezes para salvar a vaga à Olimpíada de Londres...
A instabilidade emocional da Seleção Sub-20 atingiu o nível máximo.

O comando dos meninos que brigam pela vaga para a Olimpíada de 2012 está sendo questionado.

A derrota contra a Argentina evidenciou a falta de segurança do treinador.

Os atletas aceitam qualquer tipo de provocação.

Questionam árbitros e bandeiras.

Quando não concordam com a marcação de uma falta fazem escândalos.

As expulsões são infantis, inaceitáveis.

Nem parece que o excelente time é formado por garotos com experiência profissional.

O cartão amarelo que Neymar tomou e o tirou da partida contra o Equador é inaceitável.

O futebol do Brasil pode ficar outra vez sem sua vaga para a Olimpíada.

A situaçáo é tão alarmante que Mano Menezes vai interferir de vez.

A cúpula da CBF já percebeu o quanto Ney Franco precisa de apoio.

A versão que circula entre os jornalistas que cobrem o evento é que o ego dos garotos trava o trabalho.

A badalação em cima de Neymar ultrapassou o bom senso.

Lucas também vive a expectativa de uma renovação milionária no São Paulo.

No projeto de Ricardo Teixeira a medalha de ouro olímpica é obrigação.

Seria um desastre a não classificação para Londres.

E Mano está sendo cobrado.

Foi ele quem escolheu Ney Franco.

E é Mano quem está tentando consertar a situação.

Acalmar os nervos.

Cobrar uma postura profissional.

Mostrar aos garotos que eles não foram ao Peru para dar espetáculo para as tevês.

Para os empresários.

Se preocupar mais em manter a postura profissional do que com dancinhas.

Enquanto ainda há chance de conquista de vaga.

Mesmo de longe, cuidando da partida contra a França, Mano Menezes cuidará também da sub-20.

Sabe que, apesar de Ney Franco, a responsabilidade é toda dele pelo que acontecer...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Palmeiras salvou Tite e abriu espaço para o novo gerente William. Santo Palmeiras…

divulgação193 Palmeiras salvou Tite e abriu espaço para o novo gerente William. Santo Palmeiras...
O favor que o Palmeiras fez ao Corinthians foi espetacular.

Com a enxurrada de gols desperdiçados e a derrota de ontem por 1 a 0, Luiz Felipe Scolari não salvou só Tite.

O gaúcho não só continuará empregado.

Mas vencer o Palmeiras, até então líder invicto do Paulista, trouxe a tranquilidade para uma necessária reforma administrativa.

Andrés Sanchez admitiu o enorme erro que cometeu tentando viabilizar o estádio e ainda cuidar do time.

Ser centralizador custou a Libertadores ao clube.

E a partir de amanhã, o ex-zagueiro William Machado será o novo gerente de futebol do Corinthians.

Roberto de Andrade não tinha força e muito menos conhecimento para cuidar da equipe.

Grande amigo de Ronaldo, William terá a missão de proteger os jogadores e ajudar na busca de reforços.

A comunicação entre o time e a diretoria estava péssima.

Como há três meses ele era capitão do time, William sabe muito bem da falta de diálogo entre Tite e os jogadores.

Bruno César até hoje não sabe por que perdeu sua posição.

O novo gerente tem ótimo trâmite entre os chefes das torcidas organizadas.

Isso é excelente nesta hora de reconstrução da relação depois da eliminação na pré-Libertadores.

O último gerente corintiano foi Antônio Carlos.

Ele sucumbiu graças à farra do time na boate Pops Drinks em Presidente Prudente.

Traumatizado, Andrés não quis saber de substituto até ontem.

O presidente vai cuidar agora com mais intensidade do estádio.

Como prometeu a Tite, buscará no mercado um zagueiro e um volante.

Com muita mais calma depois dessa vitória diante do Palmeiras.

Esse jogo caiu do céu, depois do fracasso em Ibagué.

Santo Palmeiras...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Anderson Silva, fantástico! O chute que detonou Vitor Belfort fez falta ao Corinthians na Libertadores…

divulgação1923 Anderson Silva, fantástico! O chute que detonou Vitor Belfort fez falta ao Corinthians na Libertadores...
Foi o chute que faltou em Salvador, em Goiânia, no Pacaembu, em Ibagué.

O combate do século durou um round.

Pena de quem comprou o pay-per-view esperando por 25 minutos de luta.

Teve pouco mais de três minutos...

Anderson Silva mostrou logo no primeiro assalto porque é o melhor lutador, o mais espetacular do mundo.

Ele tirou da sua caixa de Pandora um chute de esquerda, inesperado no queixo de Vitor Belfort.

Mais um nocaute para chocar o mundo.

A expectativa provocada na coletiva de imprensa e na pesagem fez com que ninguém respirasse quando os dois brasileiros subiram ao octógono.

Era o tira-teima.

O ego de Anderson contra a seriedade de Vitor.

Dana White vibrava com a possibilidade de finalmente a marra ir para a lona.

Depois de 12 vitórias seguidas, sete delas valendo o cinturão, havia a possibilidade de acabar com o Spider.

Vitor Belfort treinou com Randy Couture uma maneira de exterminá-lo.

Ele bem que tentou.

Acreditou que seus braços que já foram os mais rápidos e demolidores do UFC conseguissem fazer o serviço.

Se animou e iludiu a torcida que era toda dele.

Acertou alguns cruzados sem eficiência para parar com a irritante dança provocativa de Anderson.

A plateia, com direito a Sandy, sem o Júnior, na primeira fila, vibrou.

A torcida era contra a máscara de Anderson Silva, fama que ele mesmo cultivou.

Será que havia chegado o fim da linha para o campeão?

Vitor logo se arrependeria.

Anderson se aproximou, fintando.

Quando todos esperavam um soco ou um chute no corpo, o pé esquerdo subiu.

E continuou subindo.

Reto, forte.

Desconhecido.

Mais um golpe que Anderson traz para o mundo do UFC.

Seu rival e todos que assistiam à luta do século, não esperavam esse novo movimento.

Veio o nocaute.

O chute acertou em cheio o queixo de Vitor.

Com a força de um tiro de meta e precisão de um pênalti no ângulo.

Ele já caiu desconectado de todos os sentidos.

Anderson deu dois socos para completar o serviço, sem querer massacrar Vitor.

Só para confirmar o que Dana White não queria: a oitava vitória na defesa do seu cinturão.

Recorde esticado, com jeito de inatingível.

Depois o abraço entre os dois, que já treinaram juntos.

Anderson ganhou muitos pontos reverenciando e valorizando Vitor Belfort.

Ele merece.

Depois, para amenizar tanto sofrimento da torcida corintiana, ele colocou o cinturão com a camisa do Corinthians.

Uma negra, com mangas compridas e os mesmos patrocinadores do time de futebol.

Ela combinava com o seu calção onde se lia Bozzano.

Lógico, que número 9, com o nome de Anderson.

Foi o primeiro compromisso como novo contratado da 9ine, empresa que cuida das carreiras de grandes atletas.

Quem é o dono da empresa?

Anderson falou para o mundo ouvir.

"Ronaldo, estamos juntos e misturados..."

Foi um bálsamo para o jogador que está sendo alvo da própria torcida corintiana.

E que mostra descontrole, brigando pelo Twitter, com Neto.

Uma bobagem sem tamanho.

Mas o que valeu neste sensacional UFC 126 foi perceber o quanto Dana White terá trabalho em arrumar alguém para ganhar de Anderson Silva.

A ideia é forçá-lo a subir de categoria para enfrentar o vencedor Shogun e Jon Jones.

Para o Brasil fica a certeza de que nasceu aqui o melhor peso por peso do planeta.

E que a camisa do Corinthians teve o seu maior momento de glória em 2011...

Bem longe dos gramados da Libertadores...

No octógono de Las Vegas, no UFC 126...

No corpo do genial Anderson Silva...

Será que Dana White providenciará um clone do próprio Anderson para termos a verdadeira luta do século?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Ronaldo e Andrés avisam que deixarão o Corinthians se forem agredidos. Acabou o amor. Chegou o terror…Como previu Dualib…

Agencia Estado82 Ronaldo e Andrés avisam que deixarão o Corinthians se forem agredidos. Acabou o amor. Chegou o terror...Como previu Dualib...
"Andrés ainda vai pagar.

Ele pensa que controla a torcida, mas vai aprender que não é assim."

As palavras me foram ditas pelo ex-presidente Alberto Dualib.

Perto do final do ano passado fiz uma exclusiva com ele.

Dualib sabia do que estava falando.

Ele já chegou a ser homenageado pelos torcedores como o presidente da história do clube.

Realmente foi o que mais ganhou títulos.

Comandou a última ditadura do Corinthians, 14 anos.

Por mais que estivesse envolvido em transações mal explicadas, foi a Libertadores que cravou uma estaca no coração do seu mandato.

Depois da fatídica derrota contra o River Plate, em 2006, no Pacaembu, tudo acabou.

O torcedores fizeram com Tevez o que estão fazendo com Ronaldo.

As mesmas ameaças de morte que Andres recebeu depois da eliminação da Pré-Libertadores...

Foram feitas para Dualib e família.

Talvez pelas mesmas pessoas.

É tudo muito igual e previsível.

A Polícia Militar de São Paulo não captura esses criminosos porque não quer.

Tudo foi previsto.

Dualib desistiu de vez do Corinthians quando os torcedores acamparam na frente da sua casa.

Eles estão prometendo fazer o mesmo com Andres Sanches.

Neste raro sábado ensolarado em São Paulo, os torcedores apedrejaram o ônibus corintiano.

Assim como fizeram na Colômbia e pretendiam fazer na chegada do time ao Brasil.

Mas a equipe desembarcou em Campinas e foi até a um hotel em Barueri para fugir da torcida.

Como Tevez, Ronaldo não sabia o que era a fúria da torcida.

Acreditou que bastava o Twitter para domesticá-la.

Estava profundamente enganado.

E assustado.

Ele sabe que é, ao lado de Andrés, Roberto Carlos e Tite, o alvo dos alucinados corintianos.

A torcida quer expulsar os três do Parque São Jorge.

Os três.

Os chefes dos torcedores estavam fechados com Andrés e lhe davam proteção.

Até porque Andres já contribuiu com o desfile de Carnaval.

Mas eles não estão mais sendo ouvidos.

As lideranças desses presidentes estão sendo questionadas.

Eles não controlam mais ninguém.

O apedrejamento de hoje foi combinado sem a participação deles.

E até com muito mais raiva.

Na semana passada haveria protesto sábado no CT.

Lógico que seria menos violento.

Mas os chefes das organizadas trataram de desarticulá-lo.

Para preservar a equipe que jogaria na Colômbia, pediram.

Os torcedores concordaram contrariados.

Mas hoje multiplicaram a raiva por dez.

Para eles, se tivem 'agido' sábado passado o Corinthians não teria sido eliminado.

Agora com o sonho morto da conquista da Libertadores, eles querem outra coisa.

A saída imediata de Ronaldo.

Garantem que não irão sossegar enquanto ele não for embora do Parque São Jorge.

E vão atormentar Andrés Sanchez para isso.

Já se articulam para novo protesto violento amanhã, mesmo com o atacante não jogando.

Há um pacto entre os torcedores mais radicais: não desistir, leve o tempo que for.

Andrés foi avisado disso pelos presidentes das torcidas, que perderam todo o poder sobre os corintianos.

Ronaldo já disse que se for agredido abandona o clube.

Andrés prometeu deixar a presidência caso apanhe da torcida.

Tite se finge de morto, faz de conta que não é com ele, e se agarra à ilusão que uma vitória contra o Palmeiras mudará tudo.

Ele continua achando que é só ele que tem neurônios no Brasil.

E torcedor corintiano é tão fácil de enganar.

Nem mil vitórias seguidas contra o Palmeiras compensariam a eliminação na Pré-Libertadores.

Ser inferior em duas partidas contra o pobre Tolima.

A situação é absurda, péssima.

Faz lembrar as palavras de Dualib.

Não custa repetir.

"Andrés ainda vai pagar.

Ele pensa que controla a torcida, mas vai aprender que não é assim."

Dualib sabia do que estava falando...

( Ronaldo acaba de usar o twitter para se justificar.

É uma ameaça velada.

A da aposentadoria.

Acredite quem quiser.

"Olá, boa tarde.

Quero dizer aos meus seguidores, que estou muito decepcionado com nossa atuação nos dois jogos da pré-Libertadores.

Estamos todos muito tristes com essa derrota.

E continuaremos a lutar para sair dessa fase ruim.

Entendemos a frustração da torcida.

Mas condeno todo tipo de manifestação violenta.

Quero também esclarecer que esses vândalos não representam a nação corintiana.

Essa minoria violenta e financiada por terroristas ligados ao clube e alguns que querem simplesmente transformar uma derrota em uma guerra.

Pensei muito nesses ultimos dias sobre antecipar a minha aposentadoria.

Mas não vou dar esse gostinho a esses vândalos e críticos."

Então, tá...

Só para relembrar, Ronaldo custa aos cofres do Corinthians cerca de R$ 1,8 milhão a cada 30 dias.

Ele alega que esse dinheiro é do patrocinador.

Mas o patrocinador de quem?

Dele ou do Corinthians?

Basta pensar com calma...

E uma última pergunta...

Quem são os terroristas que patrocinam os torcedores a quem Ronaldo se refere?)

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Ronaldo começa a conhecer a porta dos fundos do Corinthians…

agencia estado214 Ronaldo começa a conhecer a porta dos fundos do Corinthians...
Acabou o conto de fadas de Ronaldo e Roberto Carlos com o Corinthians.

Ele estão sentindo pela primeira vez na carreira o que é ter a própria torcida os ridicularizando.

A dupla nunca sentiu na pele o medo dos torcedores.

E o recado para andar com mais seguranças do que o normal já chegou aos dois.

Ronaldo passou pelo vexame de sair pela porta dos fundos do CT.

Conselheiros corintianos garantem que ele está mais indignado do que com medo.

Assim como Andres Sanches que já avisou a Polícia Militar de São Paulo que está recebendo ameaças de torcedores.

O dirigente passa exatamente pelo passou seu antecessor Alberto Dualib, quando time tinha uma derrota significativa.

E os dois também se assemelham no mesmo erro: o de pensar que dominam os torcedores.

Andres pode ter maior proximidade, já que foi fundador da Pavilhão 9.

Mas na hora da vergonha, todos são iguais.

Ronaldo e Roberto Carlos não vão enfrentar o Palmeiras.

Vão se condicionar melhor fisicamente.

Não há previsão para retorno.

Foi uma boa decisão para os dois fugirem do Pacaembu.

Lá não existe porta dos fundos para escapar.

Ronaldo e Roberto Carlos já asseguraram a Andres que vão tentar se afastar do twitter.

No máximo, se não resistirem, um pedido de desculpas 'aos verdeiros' corintianos.

Também vão evitar a imprensa.

No máximo, uma entrevista para o repórter Mauro Naves da TV Globo, em quem confiam.

A dupla foi mal orientada.

Eles ouviram que o melhor é deixar a poeira baixar.

E a torcida logo vai esquecer.

Só que 2011 acabou para o Corinthians.

O principal objetivo acabou antes de começar, a Libertadores.

Ronaldo fez sua última partida internacional de forma oficial pelo clube.

Agora, só o fraco Campeonato Paulista e, se aguentar, o Campeonato Brasileiro.

Depois, aposentadoria.

Pela porta dos fundos.

Isso se ele não resolver sair do Corinthians.

Ninguém sabe qual será a sua reação se os frustrados torcedores continuarem a perseguição.

Não lhe darem paz quando resolver ir jantar e almoçar nos restaurantes mais caros da cidade.

Onde não é servida comida de atleta.

Andres havia combinado com as lideranças das principas torcidas corintianas que o clima seria de paz.

Mesmo em caso de eliminação.

Como compensação pela compreensão, a tradicional ajuda no Carnaval.

Na confecção de carros alegóricos e fantasias.

Andres nunca escondeu que ajuda mesmo.

Em 2009, o Corinthians jogou contra o Flamengo e parte da arrecadação foi destinada aos torcedores fazerem o Carnaval.

Nesta hora de revolta, essa ajuda compensa, acalma.

Mas há um grupo radical que não aceita esse acordo.

E promete que irá atormentar Ronaldo, Roberto Carlos e Tite enquanto estiverem no Corinthians.

Ronaldo já passou por um grande vexame hoje no CT saindo pela porta dos fundos.

Resta saber ao que mais ele estará disposto para continuar no Corinthians.

O patrocínio com o grupo Hypermarcas garante R$ 1,8 milhão a ele a cada 30 dias.

Mesmo estando gordo, jogando ou não.

O irônico é que novas propagandas estavam para ser feitas para aproveitar a Libertadores.

Elas nunca acontecerão depois da eliminação precoce.

O mais estranho em tudo isso é a postura indignada de Ronaldo.

Ele é muito inteligente, mas parece que não entendeu o que significa a Libertadores para os corintianos.

Palmeirenses, são-paulinos e santistas já a conquistaram.

E atormentam os rivais do Parque São Jorge pelas nove campanhas frustrantes.

Ronaldo foi a maior esperança de conquista.

Foi...

Acabou a tolerância dos torcedores com sua gordura, com seus almoços e jantares com celebridade...

Com o seu poder maior do que qualquer treinador...

Todos se cansaram de ter um jogador a menos em campo...

Tanta badalação, camisetas, navio, caminhão, carro de corrida...

Tudo isso para ganhar o Paulista e a Copa do Brasil de 2009?

Os torcedores passaram a enxergar...

Não foi por acaso que um cartaz fez tanto sucesso hoje no CT.

Era dedicado a Ronaldo.

"Maior salário, maior barriga e menor futebol."

Quando todos foram embora ele ficou caído.

Ao lado garrafas de espumantes baratos.

A bebida foi despejada em direção ao Centro de Treinamento.

Representava a raiva pela festa contínua que a torcida acredita que seja a vida do obeso atacante.

Por isso, Ronaldo...

Saiba que acabou a cegueira...

Para evitar novos vexames...

Se acostume com as portas dos fundos do Parque São Jorge...

Caso você continue no clube, claro...

A Gávea não é longe...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Anderson Silva e Vitor Belfort. Eu sei quem vai ganhar…

O que seria uma honra virou uma guerra.

A raiva se espalhou pelas academias, pelos fãs.

A guerra entre Anderson Silva e Vitor rompeu o octógono.

Na madrugada deste domingo, a luta principal do UFC 126 provará muita coisa.

A primeira delas é se Anderson está ou não mudado.

A desconfiança é que seu ego o transformou em uma sombra dele mesmo.

Milionário para esta e para a próxima encarnação, ele já havia demonstrado contra Demian Maia sua petulância.

Não quis lutar, só irritar, provocar, desmoralizar os playboys do jiu jitusu.

Ninguém tem culpa se o seu talento absurdo nasceu de uma família pobre demais.

Ele quase cavou a própria cova com o ataque de estrelismo, logo na primeira vez que o UFC foi para o Oriente Médio.

Dana White esteve a ponto de expulsá-lo.

Só não fez porque empresário americano pensa com o bolso e não com o cérebro.

Depois veio a luta contra o dopado Chael Sonnen.

Mesmo com tudo que o americano injetou nas veias e mesmo com a fissura na costela, Anderson não foi Anderson.

A sua postura foi inexplicável.

Se submeteu a várias quedas como se fosse um iniciante, sem nenhuma noção de wrestling.

Caiu facilmente.

O mais interessante foi a vibração da torcida e do próprio staff de Dana White.

Anderson não percebeu que é fantástico, mas persona non grata no UFC.

Quando depois da sova que levou, conseguiu a imobilização nos segundos finais da luta, o Spider venceu.

Mas quase comemorou sozinho.

O UFC o queria destronado.

Já são inacreditáveis 12 vitórias seguidas.

Oito defesas de cinturão.

Ninguém chegou a tanto no esporte.

A categoria médios está a ponto de ser batizada categoria Anderson Silva, já que ele não teria rival à altura.

Os organizadores fazem promessa para que alguém o destrone.

De preferência o humilhando.

Acabando com a sua prepotência.

Exatamente da mesma maneira que Cain Velasquez fez com o gigante da prepotência Brock Lesnar.

E a escolha recaiu em Vitor Belfort.

Dana White queria saber se o garoto fenomenal não estava domesticado.

Tanto dentro como fora do octógono.

O mais jovem campeão em toda a história do UFC.

Teve dois cinturões de campeão: dos pesados e dos meio-pesados.

Sempre teve uma convivência difícil com os organizadores por causa das bolsas das lutas.

Por brigar por equiparação aos grandes ídolos do UFC.

Até porque ele também é.

Se cansou, foi para o Japão.

Fez muito sucesso.

Foi convidado para retornar ao UFC.

Inquieto, se desentendeu novamente.

Tentou o boxe, mas desistiu.

Retornou ao Pride.

Foi suspenso por nove meses pelo uso de testosterona.

Voltou a lutar no Gage Rage e no Affliction...

Seu sucesso foi tão grande que não houve jeito.

Dana White o chamou de volta para o UFC pela segunda vez.

Foi escolhido a dedo para abater Anderson.

Antes, para ver como estava, teve pela frente Rich Franklin.

O americano estava visivelmente com medo de enfrentá-lo.

E o brasileiro o abateu sem problema.

Dana viu que Vitor era mesmo a aposta certa.

E marcou a luta para o UFC 112.

Mas Belfort se machucou e o combate foi adiado para amanhã.

A encarada entre os dois passou dos limites profissionais.

Eles sentiram o que estava em jogo.

Anderson tratou de dizer que a luta não será a do século.

Só seria se ele enfrentasse um clone dele mesmo.

Ele se sente acima mesmo dos demais lutadores...

Victor, esperto, viu na declaração uma oportunidade para chamar o campeão do que muitos o acusam pelas costas.

De mascarado.

Anderson retrucou dizendo que será divertido abater Victor.

Os defensores dos dois lados estão tensos, irritados, preocupados.

Sabem do poder do oponente.

A luta é imprevisível.

Os americanos sentiram que a rivalidade ultrapassa as fronteiras brasileiras.

O combate é manchete no mundo inteiro.

A bolsa de apostas está quebrando recordes.

Os ingressos vendidos.

O pay-per-view está vendendo mais do que creatina nas academias...

A minha aposta?

Não importa.

O que conta será o prazer de ver um paulista e um carioca tão diferentes parando o mundo...

A encarada dos dois na coletiva de imprensa....

Já foi o aperitivo mais interessante servido em todos os tempos do UFC...

(Era o maior aperitivo.

Chegou a pesagem.

Anderson resolveu ironizar ter sido chamado de mascarado por Vitor.

Na encarada final, resolveu colocar uma máscara branca, de verdade.

E não satisfeito, tirou a máscara e passou a xingá-lo.

Ouviu de volta outros palavrões.

Dana White teve de puxar Anderson.

Se não separasse os dois brasileiros a luta aconteceria ali mesmo.

De graça.

E isso ele não quer de jeito algum.

Só por pay-per-view, gerando muito dinheiro, na madurgada de amanhã...)

Leia mais aqui.

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

“Não sou um amarelão. Eu poderia jogar. Quem manda é o Tite”, garante Roberto Carlos.

divulgação9224 Não sou um amarelão. Eu poderia jogar. Quem manda é o Tite, garante Roberto Carlos.
Roberto Carlos já tem traumas demais para carregar.

O pênalti que errou na final do Campeonato Paulista em 1995, quando já estava vendido para a Inter de Milão.

A estúpida tentativa de bicicleta na final entre Brasil e França na final da Copa de 1998.

A ajeitada no meião enquanto a França fazia o gol que eliminou a Seleção em 2006.

Ele não quer ficar com fama de 'amarelão'.

Tanto que resolveu acabar com o acordo que tinha com Tite.

O treinador quis tirá-lo do time que jogaria ontem contra o Tolima.

Alegou que estava parado há três dias.

E que seria melhor para a equipe o vigor de Fábio Santos.

Só que o técnico sabia bem que haveria um alvoroço com a imprensa.

O combinado foi que ele diria que o lateral estaria com dores na coxa direita e ponto final.

O jogador concordou.

Só que ele sabia muito bem: tinha condições de jogar.

A história vazou em Ibagué.

Chegou até São Paulo.

Conselheiros não se conformavam em ver o atleta tão experiente e bem pago fora do jogo decisivo.

A princípio, Roberto Carlos não iria confirmar a história.

Mas quando percebeu os olhares decepcionados dos próprios companheiros de time, de Ronaldo...

Ele resolveu afirmar a verdade.

Não jogou contra o Tolima por opção de Tite.

E ponto final.

Essa situação serviu para desgastar ainda mais o treinador com a cúpula corintiana.

Conselheiros estão possessos hoje à tarde.

Querem sua cabeça de qualquer maneira.

Andres Sanches ainda resiste.

Torcedores independentes resolveram cobrar, protestar, exigir a saída de Tite.

Vão pressionar Ronaldo e Roberto Carlos.

A principal acusação contra o lateral esquerdo não existe mais.

Ele mesmo fez questão de deixar claro.

Só não jogou ontem por causa de Tite.

"Não sou e nunca fui um amarelão.

Eu poderia jogar, não dependeu de mim.

Quem manda é o Tite...", disse o lateral a um amigo assim que chegou a São Paulo com a delegação.

Depois de o time fugir dos torcedores, desembarcando em Campinas e indo para um hotel em Barueri...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

O Flamengo pode ser a saída honrosa para Ronaldo. Patricia Amorim está esticando o tapete rubro-negro…

divulgação1035 O Flamengo pode ser a saída honrosa para Ronaldo. Patricia Amorim está esticando o tapete rubro negro...
Foram necessárias duas Libertadores seguidas para o corintiano começar a enxergar.

Reparar que um jogador gordo, parado, exigindo bolas só atrapalha.

No futebol moderno é um peso morto.

Pode ter o nome que for.

O currículo maravilhoso.

Tomar chá com o Papa, ser visitado por Tom Hanks, bebericar com Paris Hilton.

Ser o garoto-propaganda capaz de atrair centenas de milhões de reais.

O que interessa é o que produz em campo.

Ainda mais na Libertadores.

Dentro do campo, Ronaldo já não tem o que fazer pelo Corinthians.

Depois do vexame histórico em Ibagué, ele deveria buscar outros caminhos.

Se divertir à vontade com o sensacional patrimônio que seu talento conseguiu lhe dar.

Viajar, dançar, comer e beber o que quiser.

Fumar charutos à vontade.

Sem ninguém controlando a sua vida, o criticando.

Ele já havia programado o seu final de carreira para 2011.

É o máximo que suas articulações e sua paciência suportam.

Isso para andar em campo.

Ele deveria tentar se informar sobre os finais da carreira de Rivellino, de Tevez no Parque São Jorge.

Analisar com seus executivos da 9ine como esses dois grandes ídolos saíram do Corinthians.

E nenhum deles deu tanta esperança para os torcedores corintianos.

Ronaldo sabe que fez o que desejou no clube.

Com a cumplicidade de Andres e dos treinadores corintianos, Mano Menezes, Adilson Batista e Tite...

Treinou quando quis, jogou as partidas que escolheu, colocou Jorge Henrique e Dentinho para correrem por ele...

Bruno César sabe muito bem porque não esteve em campo ontem...

Estava chutando demais para gol, fazendo Ronaldo gastar muita energia pedindo bolas que não chegavam...

Quando acertou seu contrato com o Corinthians foi notícia no mundo todo.

Depois, pela falta de preparo físico, acabou motivo de chacota pela imprensa de todo o planeta.

Um profundo desrespeito à sua carreira e aos envergonhados torcedores corintianos que fingiam não ver...

O rei estava nu há muito tempo.

Não ficou gordo com a comida colombiana.

Andres Sanches dava de ombros e repetia que ele é o "jogador mais barato do mundo".

Ele se referia ao dinheiro e a mídia espontânea que trouxe ao Parque São Jorge.

Por contrato com o grupo Hypermarcas, Ronaldo tem de ficar até o final do ano para o clube receber o patrocínio...

Ou melhor...

Deveria.

A eliminação na Pré-Libertadores pode mudar essa obrigatoriedade.

A saída de Ronaldo seria um grande prejuízo para o Corinthians...

Mas a sua permanência também.

Talvez maior...
Para o time.

O que será que interessa mais à diretoria que jura ter vindo das arquibancadas?

Ronaldo não é nada bobo.

Ele sabe a rejeição que terá de enfrentar se continuar em São Paulo.

Oportunista, a presidente do Flamengo, Patricia Amorim estica a mão.

Lhe abre as portas do clube do seu coração.

Para o marketing, sempre esse tal de marketing, seria sensacional tê-lo ao lado de Ronaldinho Gaúcho...

Ronaldo sabe como o dentuço foi tratado ontem no Engenhão...

E tem idéia de como será tratado daqui por diante...

Há pessoas no seu convívio que já recomendaram uma última parada na Gávea antes de encerrar a carreira.

Ele não tem mais o que fazer no Parque São Jorge.

Conselheiros ligados a Andres recomendam um grande acordo de cavalheiros, a troca de beijos e...adeus...

Torcedores do mundo inteiro são volúveis desde que nasceram...

Trocavam de admiração por gladiadores na Antiga Roma...

Esse gladiador gordo não é mais bem-vindo no Parque São Jorge...

E desejado na Gávea...

Patricia Amorim está esticando o tapete vermelho a ele...

Logo após a eliminação do Corinthians da Libertadores só se falava isso na empolgada diretoria flamenguista.

E vai entrar em contato com o jogador.

Ele nunca escondeu que o sonho da sua vida era vestir a camisa do time carioca.

Ronaldo deveria aproveitar a cegueira coletiva da torcida rubro-negra, louca para perdoá-lo...

Porque os corintianos passaram a enxergar, e muito bem, ontem à noite...

E vão cobrá-lo como ele nunca foi em toda carreira...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7