Obrigado, Fabíola Reipert. O furo da aposentadoria de Ronaldo era seu desde sábado de manhã…

divulgacao134 Obrigado, Fabíola Reipert. O furo da aposentadoria de Ronaldo era seu desde sábado de manhã...
Ela não queria, insistiu, pediu...

Desobedeço.

A história precisa ser pública.

Os leitores precisam sentir certas sensações que são só dos jornalistas.

Às 10h15 do sábado, meu celular toca.

Do outro lado, uma voz feminina.

"Cosme, eu preciso te passar uma dica para você checar.

Estou te ligando cedo para você confirmar.

Houve uma festa e o Andres Sanches falou que o Ronaldo vai anunciar a aposentadoria.

Foi nesta madrugada.

Será nesta segunda-feira.

Eu não vou publicar no meu blog.

É melhor no seu que é específico de futebol.

A notícia é sua.

Você só precisa checar."

Tomei um susto, agradeci e passei a telefonar.

Foram quatro ligações.

Todas pessoas ligadas a Andres Sanches.

E elas me disseram que Ronaldo estava sim pensando em parar.

O Corinthans se preparava para isso, mas não acreditavam que seria tão cedo.

Quatro pessoas diferentes...

Na sexta-feira, um amigo de repartir cerveja com Andres me garantiu pela manhã que Roberto Carlos ficaria no Corinthians.

O lateral confirmou a história na tevê Bandeirantes.

Cinco horas depois, o seu agente Fabiano Farah confirmava a proposta da Rússia e ele estava fora do clube.

Traumatizado, coloquei a informação no sábado de maneira cifrada.

Não iria me expor com tantos desmentidos.

E aconteceu o que todos já sabem.

Cobrir bastidores de futebol é como andar em um terreno lotado com vários pontos de areia movediça.

Não há certeza.

Ainda mais com tanto dinheiro envolvido, jogadores, agentes, dirigentes mentem.

Ou mudam de idéia como mudam de roupa.

De qualquer maneira, quero aproveitar esse post para agradecer a Fabíola Reipert.

Nesta profissão competitiva, ela mostrou uma generosidade que acreditei não existir.

Ainda mais com uma notícia tão importante.

Morri com o furo.

A sensação é terrível.

Na vida não há ensaio.

Fui honesto com as minhas fontes, com a minha consciência.

As quatro me ligaram hoje pedindo desculpas.

Juraram que não sabiam.

O que posso fazer?

Desculpei...

Dois dias antes de Ronaldo ser contratado pelo Corinthians, recebi a informação.

Fui checá-la com Antônio Carlos, que era gerente do clube, e hoje é treinador do Vila Nova.

Ele me jurou que o Ronaldo não interessaria e não jogaria no Corinthians.

Muitas das contratações do clube, eu consegui antecipá-las no jornal onde trabalhava.

E Antônio Carlos nunca havia mentido para mim.

Até que veio Ronaldo.

Acredito que na vida há sina.

Dancei na chegada e na saída de Ronaldo ao Corinthians.

Na apresentação, fui traído.

Na saída, cauteloso demais.

Mas o intuito deste post é valorizar as ótimas fontes de uma grande jornalista.

Obrigado, Fabíola Reipert.

Desculpe pelo desperdício...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

O empresário Ronaldo de olho em Neymar, Ganso, Lucas e Casemiro… E no estádio do Corinthians…

divulgacao09 O empresário Ronaldo de olho em Neymar, Ganso, Lucas e Casemiro... E no estádio do Corinthians...O Corinthians fez bem para Ronaldo.

O clube conseguiu que perdesse o profissionalismo exagerado que impôs na sua carreira, na sua vida.

As lágrimas ao se referir ao clube e à sua torcida foram sinceras.

Fugiram do frio roteiro que havia feito para anunciar sua despedida.

Ronaldo justificou em campo o apelido de Fenômeno.

E muito mais ao enfrentar as terríveis lesões nos joelhos.

Ficou cerca de três anos e meio longe dos gramados cuidando das operações.

Fora as sequelas, que como ele confessou hoje, fazem com que subir uma escada seja um tormento de dores.

Ele não deveria nem ter começado 2011.

Estava no seu pior momento físico da carreira, mas não conseguiu resistir ao apelo do Corinthians e à Libertadores.

Pensou também no grupo Hypermarcas e em Andrés Sanchez.

E fez o que deu.

Conversando com médicos a respeito do hipotireoidismo, o que Ronaldo falou foi uma meia verdade.

Há, sim, hormônios proibidos de serem usados por um atleta.

Mas um regime levado a sério poderia evitar grande parte do sobrepeso.

Ele havia relaxado, sim.

Não poderia tomar vinho, fumar charuto.

E comer o que desejava.

Isso apressou o final da sua carreira.

E logo na despedida fez questão de começar a desvincular a imagem do Corinthians.

Agora, como Pelé, o que contam são os seus patrocinadores particulares.

E foi à coletiva com a camisa Nike.

E falou da Ambev.

Da Claro.

Faltou a Vale.

Lembrou dos novos projetos que fará com as empresas sem o Corinthians.

E sobre a 9ine, empresa ousada que tentará cuidar das carreiras dos maiores esportistas do mundo.

Anderson Silva já foi o primeiro capturado.

Neymar, Marta, Ganso e César Cielo são outros alvos em potencial...

Assim como Casimiro e Lucas da Seleção sub-20...

Ronaldo tem contatos com bancos interessados na sua empresa.

Também vai buscar patrocinadores para o novo estádio corintiano.

Organizará o seu jogo de despedida do Corinthians em junho.

É possível que a CBF também esteja envolvida no projeto, pela forte amizade de Andrés e Ricardo Teixeira.

Foi Andrés que reaproximou Ronaldo de Teixeira.

Ronaldo também vai retribuir ao apoio que recebeu com a instituição "Criando Fenômenos", para cuidar de crianças carentes.

Ronaldo tem um patrimônio de R$ 450 milhões.

Continuará, como Pelé, ligado a tudo que estiver relacionado ao futebol.

Chegou a hora de fazer o que merece.

Trabalhar quando quiser.

Se divertir, ir para as festas, comer, beber e fumar se quiser.

Engordar, emagrecer, fazer o que quiser com o seu corpo.

Não é mais um atleta profissional.

Não há um clube e uma torcida fanática dependendo do seu futebol.

Foi um dos melhores de todos os tempos.

Vai dar saudade...

Mas ele já era um homem de negócios e não mais um atleta de alta competitividade desde 2009.

Sua passagem pelo Corinthians foi ótima:  o humanizou.

E ele internacionalizou o Parque São Jorge.

Trouxe milhões.

Sai de cabeça erguida pela porta da frente.

Bem ao contrário do que fez Roberto Carlos, por exemplo...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

São Paulo ficou com a Taça de Bolinhas. Flamengo vai à Justiça. E Juvenal Juvêncio aproveita para mostrar sua força…

divulgacao221 São Paulo ficou com a Taça de Bolinhas. Flamengo vai à Justiça. E Juvenal Juvêncio aproveita para mostrar sua força...
Chegou a famigerada Taça das Bolinhas ao Morumbi.

O São Paulo ganhou a disputa com o Flamengo.

O clube de Patricia Amorim consegue ser mais detestado na CBF do que o de Juvenal Juvêncio.

A taça, para recordar, foi criada para ser entregue ao primeiro clube a vencer três vezes seguidas o Brasileiro.

Ou cinco vezes alternadas.

O problema aconteceu em 1987, com a famosa Copa União, organizada pelos clubes e não pela CBF.

Os maiores clubes do Brasil a disputaram, foi sim um Campeonato Brasileiro.

Esse torneio de elite foi batizado de Módulo Verde.

Entre os times que disputaram a "Série B", chamada de Módulo Amarelo, o Sport conquistou o título.

As duas equipes deveriam se enfrentar por ordem da CBF.

Para sacramentar o Campeonato Brasileiro de 1987.

Só que a direção do Flamengo da época se recusou, já se considerando campeão do País.

Esse foi o problema.

O Sport foi aclamado campeão.

O rubro-negro foi o melhor do Brasileiro em 1980, 1982, 1983 1992 e 2009.

Fora, lógico, o título que a CBF não reconhece: o dei 1987.

O São Paulo não teve nada com isso e ganhou 1977, 1986, 1991, 2006, 2007, 2008.

Desde 2007 a direção do clube exigia a Taça das Bolinhas.

A CBF a havia guardado nos cofres da Caixa Econômica Federal.

O Flamengo a exigia legalmente.

E Ricardo Teixeira, seguindo conselhos de João Havelange, brigou, resistiu.

Até que hoje, finalmente, resolveu entregá-la ao São Paulo.

O Flamengo entrou na Justiça para retomá-la.

A briga será enorme ainda.

Mas o que vale a pena destacar é a infeliz postura de Juvenal Juvêncio.

Ele sugou toda a energia da entrega do esperado troféu para a sua candidatura.

Usando um artifício legal mais do que discutível, ele ficará mais três anos no São Paulo.

Diante da incompetência da oposição e da falta de personalidade dos seus companheiros de situação...

Juvenal age como dono do São Paulo.

E ficará oito anos no poder.

Na rápida entrevista que deu no Morumbi mostrou o quanto se acha um enviado dos céus para o Morumbi.

"O que vale para a minha permanência é a minha competência.

O que o São Paulo faz, como escolhe o seu presidente é um problema interno.

A oposição não existe por causa do meu sucesso.

Da competência de Juvenal Juvêncio."

Sobra a taça, a resposta foi absurda.

"Vou me deliciar com ela."

O que era para ser um momento feliz, histórico para o São Paulo, Juvenal Juvêncio conseguiu estragar.

Com o patrocínio dos omissos companheiros da situação e dos inexpressivos membros da oposição são-paulina...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Ronaldo foi vencido pelas dores, pelo peso e pela Libertadores. Será inesquecível para o Corinthians. Para o Brasil. Para o mundo…

divulgacao19 Ronaldo foi vencido pelas dores, pelo peso e pela Libertadores. Será inesquecível para o Corinthians. Para o Brasil. Para o mundo...
"Agora, o atacante mais midiático do mundo está sem chão...

Cansado de tudo...

Não será surpresa se resolver seguir os passos do amigo e ir embora...

E sabe que não faria nenhuma falta para o time.

Pelo contrário até.

Com ele, Tite é obrigado a montar a equipe como se estivesse com dez jogadores em campo.

E está.

Gordo, sem nenhuma mobilidade, Ronaldo só está sendo motivo de chacota.

Não marcou sequer um gol em 2011...

Andrés já sabe.

E está preparado para o pior.

Ou para o melhor.

Ronaldo pode parar a qualquer instante..."

Postei esse texto ontem, sábado, 12h09.

Mostrei que o Corinthians se preparava para o final da carreira do atacante.

Recebi vários comentários ofensivos, ridicularizando a informação.

Hoje todos estão de boquiabertos com a entrevista que Ronaldo deu para o Estadão.

Ela saiu hoje, domingo.

Nela, deixa claro que anunciará a sua despedida do futebol amanhã, às 12h40.

Dois fatores pesaram nessa decisão, como havia escrito sábado.

O primeiro é a sua péssima forma física.

Ele está gordo, não tem motivação para emagrecer.

E sofre intensas dores das oito operações a que se submeteu.

Tem um patrimônio de R$ 450 milhões.

Quatro filhos de três mulheres diferentes para cuidar.

Acabou de abrir a emprensa de marketing esportivo, a 9ine.

Quer estudar administração de carreiras em Paris.

Tem 34 anos, quer viver.

Já havia antecipado isso para Andres Sanches.

O presidente tentou demovê-lo da idéia.

Mas as ameaças dos torcedores e a saída de Roberto Carlos tiveram um peso incrível na sua decisão

O dirigente confessou isso em uma festa na madrugada do sábado.

Disse à dona da festa que Ronaldo iria anunciar o adeus do Corinthians nesta segunda-feira.

E avisou aos empresários do grupo Hypermarcas.

A idéia é que Ronaldo fique ao menos como garoto propaganda até o final deste ano.

É uma compensação à empresa que bancou o patrocínio mais caro do futebol brasileiro.

Graças ao Corinthians, ao centenário e a Ronaldo.

Andres o quer transformar em embaixador permanente do clube.

Para atrair patrocinadores, buscar amistosos, representar o time paulista.

Sabe que dentro do campo Ronaldo não era mais Ronaldo há muito tempo.

"Se ele estivesse magrinho, jogando bem, estava na Europa", ironizava o presidente.

O ego da atacante que foi melhor do mundo por três vezes não o deixava ver que estava atrapalhando o clube.

Até que, finalmente, com a eliminação da Libertadores em Ibagué, contra o Tolima, ele percebeu.

Estava sim sendo um peso morto ao Corinthians.

Comprometendo o trabalho de Tite.

Envergonhando a quem o admirou por toda a carreira.

Fazendo os torcedores ficarem vexados com sua péssima forma.

Ganhou pelo Corinthians o Paulista e a Copa do Brasil de 2009.

E só.

Trouxe mídia internacional e muito dinheiro ao Parque São Jorge.

"É o jogador mais barato do mundo", cutuva Andres, que nunca se importou com o desempenho de Ronaldo.

E sim com o dinheiro que circulava ao seu redor.

Ronaldo foi um dos melhores jogadores de futebol de todos os tempos.

Capaz de se superar depois de operações gravíssimas nos joelhos.

Foi um exemplo a ser seguido.

Mas falhou na sua despedida.

Demorou.

Deveria ter parado bem.

Quando começou 2010, o ano do centenário corintiano, ele se empolgou com as festas e perdeu a forma física.

Para nunca mais recuperá-la.

As dores pioraram demais.

O exército de fisiologistas, preparadores físicos, médicos, acupunturistas, não conseguia mais aliviá-las.
Passou por vexames desnecessários.

E pouco fez de útil.

Amanhã, ele vai anunciar o final da carreira.

Agradecer ao Corinthians que confiou nele, quando o Flamengo, clube do seu coração lhe virou as costas.

O agradecimento tem de ser a ele.

Quem ama futebol será eternamente grato a Ronaldo.

Este finzinho de carreira não conta.

O que ele fez desde 93, em 18 anos de carreira foi fabuloso.

O Brasil teve sorte em contar com o jogador Ronaldo Nazário de Lima.

Que se orgulhe do cidadão que ele passará a ser amanhã...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Agora é com você, Mano… A melhor seleção olímpica do mundo está nas suas mãos…

divulgacao22 Agora é com você, Mano... A melhor seleção olímpica do mundo está nas suas mãos...
De cair o queixo.

Bastou a seleção brasileira jogar de maneira coletiva para estraçalhar o Uruguai, a sensação no sub-20.

Neymar guardou as firulas e os dribles desnecessários quando tudo estava mais do que definido.

Como deve ser.

E mereceu o novo carro que vai ganhar do pai.

6 a 0 para o Brasil pode parecer muito, mas não foi.

Poderia ser mais.

Não precisava.

Porque deu tudo certo demais.

Ney Franco finalmente conseguiu fazer os garotos como uma equipe.

Ele acabou com o clima pesado entre os meninos.

Ninguém mais iria tentar aparecer mais, se mostrar para as câmeras, para os empresários no Peru...

A ordem foi para que o time atuasse mais perto e mais solidário.

Tocar a bola em velocidade para superar a lenta zaga uruguaia..

Neymar chamou a atenção de dois, três zagueiros.

Mesmo assim, conseguiu marcar dois gols e se tornar o maior artilheiro brasileiro do torneio em todos os tempos.

Nove gols.

Com personalidade, velocidade, talento e vontade de fazer um contrato milionário, Lucas foi o grande coadjuvante.

Marcou três gols e mostrou o porquê da raiva de Andrés Sanchez por o ter perdido no Parque São Jorge.

Ainda quando fazia questão de ser chamado de Marcelinho, em homenagem ao seu ex-ídolo Marcelinho Carioca.

Classificado para as Olimpíadas depois de 84 anos, o Uruguai comprou a briga de maneira franca.

E pagou caríssimo.

Tomou a maior e a mais humilhante goleada do torneio.

Argentina fora da disputa da medalha olímpica.

Já é um grande lucro vindo do Peru.

Mas e agora?

A seleção brasileira que disputará a Olimpíada terá jogadores até 23 anos.

O leque de escolha será maior.

Jogadores mais velhos poderão ser incorporados.

Além de três com mais de 23 anos.

Tudo isso cairá no colo de Mano Menezes.

Será ele quem comandará o time na busca do inédito ouro.

Foi Mano quem colocou Ney Franco no comando da seleção.

E quem o orientou quando ele começava a perder o controle dos jogadores.

Nervoso, foi expulso logo na primeira partida.

E passava essa tensão aos meninos.

Neymar fazia o que queria.

Talentoso e já com a vivência entre os profissionais, ele abusava.

Até tomar uma dura de Mano Menezes.

Os jogadores que se irritavam com ele compreenderam a importância do jogador na sofrida partida contra o Equador.

O Brasil com Neymar é um.

Sem ele, é outro, totalmente diferente.

Não foi o final feliz.

Foi o início feliz em Arequipa.

A cobrança para valer virá em Londres.

Ainda mais com a velada ameaça da Fifa de ser a última olimpíada com futebol.

Os grandes clubes europeus não querem mais ficar sem seus jogadores em mais uma competição.

Portanto, é bom Mano Menezes acertar a seleção principal.

Ganhar a Copa América.

Dar um descanso ao Twitter.

E pensar muito bem o que fará com a seleção olímpica.

Muito bem.

O potencial que tem nas mãos é excelente...

Mimado, mas espetacular...

O melhor do planeta...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Uma vitória para dar orgulho ao Atlético Mineiro. E preocupar, e muito, o Cruzeiro…

divulgacao18 Uma vitória para dar orgulho ao Atlético Mineiro. E preocupar, e muito, o Cruzeiro...
Vitória épica do Atlético Mineiro em Sete Lagoas.

Daquelas para lembrar quando as coisas não estiverem dando certo.

De dar orgulho.

Não pelo futebol apenas, mas pela superação.

Os vândalos cruzeirenses deram o seu apoio ao apedrejar o ônibus da delegação do time de Dorival Júnior.

Era o estopim da raiva que os jogadores precisavam.

Não bastasse a falta de competência e a acomodação do poder público que designou torcida única para o clássico.

Melhor solução para quem realmente não está disposto a se empenhar no trabalho.

Cuidar de duas torcidas rivas para quê?

Melhor só autorizar uma e acabou.

Dor de cabeça em um sábado de verão não combina com poder público.

Então lá foi o Atlético Mineiro enfrentar o caldeirão azul.

O Cruzeiro de Cuca tinha a obrigação de se impor.

Tudo estava a seu favor.

A torcida e a vontade de preparar um bom ambiente para receber o fatídico Estudiantes de Verón pela Libertadores.

Ganhar do incômodo rival de quintal seria obrigação para a tensa estréia na Libertadores.

E o Cruzeito tentou se impor na partida.

Mas mostrou a mesma falha crônica de 2010: o espaço para os adversários contragolpearem.

Além, de inseguro miolo de zaga.

A alternância de placar foi incrível.

O Atlético Mineiro também tem um sério problema com seus zagueiros.

Por isso os sete gols.

Vale a pena incensar Diego Tardelli.

Em mais uma renovação do elenco do Atlético Mineiro ele se impôs como artilheiro indispensável.

Mostrou sangue frio na hora de marcar seus três gols.

Sangue quente quando quis provocar os jogadores cruzeirenses.

E falta de bom senso na estúpida expulsão.

Mesmo assim roubou a cena em Sete Lagoas.

O argentino Montillo também se virou bem, mesmo sendo marcado por dois, até três jogadores.

Dorival Júnior sabia que o caminho da vitória estava em travar o argentino.

E explorar a fragilidade defensiva do Cruzeiro.

No novo Atlético para 2011 ficou claro a rapidez da equipe.

Nada de jogador carregar a bola por 30 metros até perder como era com Luxemburgo.

O time está mais rápido, ágil, compacto.

Lembra o início do Santos em 2010.

Sem os talentosos Ganso e Neymar, lógico.

Para ganhar a Copa do Brasil, como deseja Dorival, há mesmo o que trabalhar.

E por que não, buscar mais reforços.

A defesa e as laterais são pontos fracos.

Mas o espírito do time está impressionante.

A busca pela velocidade é incessante.

Já Cuca precisa acordar.

O toque de bola talentoso do seu time já está marcado.

É preciso criar outras variações, jogadas ensaiadas, algo novo.

E também, olhar de verdade para a sua zaga.

Para quem sonha em ganhar a Libertadores, o Cruzerio é um time muito fácil de contragolpear.

Tudo ainda está no começo no Brasil.

Os times buscam se acertar.

Mas quem quiser poderá tirar lições verdadeiras neste clássico de Sete Lagoas.

O Atlético Mineiro voltou mais confiante, com um futebol mais objetivo...

O Cruzeiro continua com elenco mais talentoso, mas com falhas gravíssimas...

Que a vergonha que a torcida passou em Sete Lagoas sirva para alguma coisa...

Cuca continua tendo enormes problemas quando tenta atacar.

Oferece a sua defesa para o adversário se divertir.

Diego Tardelli fez o que quis hoje.

No monótono Campeonato Mineiro dá para se recuperar.

O problema é se o time jogar assim a Libertadores...

Que alguém tenha coragem de apertar o senador suplente Zezé Perrela...

O time precisa de bons zagueiros.

Depois não vá chorar, Cuca...

Pergunte a Adilson Batista como faz bem perder o Campeonato Mineiro...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Depois de Roberto Carlos ir por dinheiro, Corinthians se prepara até para eventual saída do cansado Ronaldo…

AgenciaEstado27 Depois de Roberto Carlos ir por dinheiro, Corinthians se prepara até para eventual saída do cansado Ronaldo...
Andrés Sanchez sacramentou hoje pela manhã o que todos no Corinthians já sabiam.

Roberto Carlos saiu do Corinthians por dinheiro.

E não pelas ameaças da torcida.

O presidente corintiano não fez questão de protegê-lo.

Dourar a pílula...

Assumiu que o lateral tem uma proposta milionária.

Ganhará mais de três vezes o seu salário no Corinthians se fechar com o Anzhi.

Saiu do Corinthians sem discussão financeira.

Sem multa, com o clube deixando de pagar R$ 4 milhões dos futuros salários...

Andrés ficou completamente decepcionado com Roberto Carlos.

Não sentiu qualquer esforço do jogador para se integrar às coisas do Corinthians.

O dirigente já havia avisado o quanto ele é profissional.

Já que havia prometido encerrar a carreira no Santos.

Mas disse em outra ocasião que adoraria voltar ao Palmeiras.

Caiu no Corinthians por causa de Ronaldo, do projeto do Centenário, da busca pela Libertadores.

A direção corintiana chegou a oferecer proteção total ao jogador e sua família.

Os contatos políticos de Andrés Sanchez também lhe assegurariam tranquilidade.

A promessa era da Secretaria de Segurança Pública.

Mas nada comoveu o lateral que se dizia ameaçado pela torcida.

A rescisão foi acertada e nunca mais ele pisará no Parque São Jorge.

Quem também ficou decepcionado com tudo o que aconteceu foi Ronaldo.

Ele já havia cogitado antecipar a sua aposentadoria com a desclassificação da Libertadores.

E principalmente depois da revolta dos torcedores.

Se aconselhou muito com o seu grande amigo Roberto Carlos.

Quando resolveu escrever no Twitter que estava pronto para enfrentar os seus críticos e a raiva dos corintianos, Roberto Carlos resolve ir embora.

Não há nada de extraordinário para Ronaldo continuar jogando.

Apenas o fraco Campeonato Paulista.

E o Campeonato Brasileiro.

Ele está cansado e irritado.

Não há a desculpa de oferta maior.

Porque ele não tem.

Recebe R$ 1,8 milhão a cada 30 dias.

Mas está cada vez mais cansado de tudo.

Pessoas próximas a ele percebem sua desmotivação.

Não seria surpresa para Andrés Sanchez se Ronaldo decidisse parar de jogar a qualquer momento.

O dirigente até teria comentado em uma festa na madrugada deste sábado.

Ele está pronto para o pior.

Se Ronaldo quiser sair do Corinthians, por exemplo, na próxima segunda-feira, ele entenderia.

E não teria como protestar, brigar.

Ele é grato a todo o dinheiro e publicidade que o jogador trouxe ao clube.

O contrato de R$ 42 milhões com a Hypermarcas vale até o final de 2011.

Independente do obeso atacante.

O presidente percebe a falta de objetivo atual para a permanência do jogador no Corinthians.

Sem a Libertadores, o Corinthians, Roberto Carlos e Ronaldo perderam o rumo em 2011...

Acabou a grande motivação do ano.

O lateral-esquerdo mais vitorioso do futebol brasileiro foi embora.

Agora, o atacante mais midiático do mundo está sem chão...

Cansado de tudo...

Não será surpresa se resolver seguir os passos do amigo e ir embora...

E sabe que não faria nenhuma falta para o time.

Pelo contrário até.

Com ele, Tite é obrigado a montar a equipe como se estivesse com dez jogadores em campo.

E está.

Gordo, sem nenhuma mobilidade, Ronaldo só está sendo motivo de chacota.

Não marcou sequer um gol em 2011...

Andrés já sabe.

E está preparado para o pior.

Ou para o melhor.

Ronaldo pode parar a qualquer instante...

(E enquanto isso, Roberto Carlos festeja.

Fechou com o time russo por R$ 22 milhões em dois anos.

Nunca ameaças de torcedores foram tão bem-vindas...)

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

A TV Globo escondeu a Seleção de Neymar na madrugada…Pensando na Olimpíada de Londres que não transmitirá…

divulgacao28 A TV Globo escondeu a Seleção de Neymar na madrugada...Pensando na Olimpíada de Londres que não transmitirá...
Por que a Seleção Brasileira Sub-20 fez tantos jogos às 00h10?

Ninguém no Sul-Americano do Peru atuou neste horário ingrato para o público nacional...

Como hoje, quando o time de Neymar decidirá o título contra o Uruguai e decidirá ou não sua ida à Olimpíada...

Nada é por acaso envolvendo televisão.

No Brasil, a TV Globo é dona dos direitos dos jogos para o território nacional.

Como faz com o Brasileiro, repassa a Bandeirantes com um custo mais baixo.

A empresa argentina Full Play é dona dos direitos da Sub-20.

E está tentando tomar da brasileira Traffic a Copa América.

Mas isso não vem ao caso.

O que importa é o horário que a Globo exigiu os jogos do Brasil.

Impôs o das 00h10 durante a semana por motivo muito simples.

Deixar a Seleção Pré-Olímpica a mais desconhecida possível da população em geral.

Foi raridade o que aconteceu na quarta-feira, quando houve jogos em Arequipa e nos regionais.

Nesta luta pela liderança da audiência no País, não vale a pena para a Globo valorizar a Seleção que vai a Londres em 2012.

Pelo simples motivo que a emissora carioca não tem direito sobre a próxima Olimpíada.

Ela é da Record.

Quanto menos Neymar, Lucas e Casemiro brilharem...

Quanto menos apego da torcedor ao time de Ney Franco, melhor...

Quantas pessoas podem ir dormir depois das duas da madrugada e trabalhar no dia seguinte?

A lógica é cruel e foi seguida à risca.

A Argentina, por exemplo, que não tem esse problema interno sempre jogou antes do Brasil.

A desculpa que no Peru o fuso horário é de menos três horas em relação ao nosso país é mera desculpa.

A Globo poderia impor o horário que desejasse.

E foi o que ela fez.

Por isso, o Brasil decidirá hoje o seu futuro amanhã.

A frase só é sem sentido para quem vai acompanhar a partida contra os uruguaios às 00h10 deste domingo.

A compensação virá no meio do ano que vem.

Quando, aí sim, o time de Neymar jogará em um horário que todos poderão assistir.

E torcer.

Brigará pela inédita medalha de ouro olímpica.

E não terá como a Globo mandar as partidas para as madrugadas.

Para sorte do torcedor...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Por que Roberto Carlos desmentiu Roberto Carlos. E pediu a rescisão do Corinthians…

divulgacao92 Por que Roberto Carlos desmentiu Roberto Carlos. E pediu a rescisão do Corinthians...
Cinco horas.

Foi o tempo necessário para Roberto Carlos desmentir Roberto Carlos.

Nem Duílio Monteiro Alves acreditou.

O empresário Fabiano Farah foi definitivo: o lateral não tem interesse em continuar no Corinthians.

E quer o seu contrato rescindido.

Monteiro Alves entrou em contato imediatamente com Andrés Sanchez que voltou de Paris.

O presidente corintiano soube que Farah alegava que o jogador decidiu sair pelas ameaças que recebeu dos torcedores.

As mesmas ameaças que o lateral garantiu que iria enfrentar no começo da tarde.

Incoerência ou proposta maior do futebol americano, do futebol russo?

Andrés e os dirigentes corintianos têm a certeza de que as ameaças estão sendo usadas como desculpa.

A questão é absolutamente financeira.

O principal dirigente corintiano ficou arrasado com a postura do jogador.

Ele confiava na garantia do próprio Ronaldo de que Roberto Carlos continuaria.

Tanto que estava aliviado no início da tarde com a garantia da permanência.

Só que no futebol, principalmente envolvendo dinheiro, muda rápido demais.

Roberto Carlos tem 37 anos.

Pode ser a última oportunidade de assinar um bom contrato no exterior.

Sem a Libertadores, ele ficaria sem objetivo maior no clube.

A rescisão do contrato ficou acertada.

Mas Andrés Sanchez ainda vai tentar conversar pessoalmente com o jogador.

Tentar convencê-lo a ficar.

Ou pelo menos ouvir dele as suas justificativas.

A amigos, Roberto Carlos acabou de falar, às 19h30, que não tem mais vontade de seguir no Corinthians, no Brasil.

"Não dá mais", disse.

Com a mesma convicção de quem garantiu: "Vou ficar", às 13h30.

Antes, havia garantido em rede nacional, na TV Bandeirantes, falando com Rivaldo.

Se Roberto Carlos realmente sair, ele acaba sendo o injusto símbolo da humilhante desclassificação da Pré-Libertadores.

Ele nem entrou em campo contra o Tolima, em Ibigué.

E mostra que a sua contratação foi apenas espuma.

Um projeto de marketing fracassado.

Andrés Sanchez, em coletiva amanhã, colocará tudo em pratos limpos.

Fabiano Farah e Duílio Monteiro Alves acertaram a rescisão.

Amanhã deverá ser o adeus.

Pela porta dos fundos, sem torcida dando boné e camiseta...

Deverá, porque com Roberto Carlos é assim...

O que ele disser agora não vale daqui a duas horas...

Los Angeles Galaxy-EUA e Anzhi Makhachkala são os clubes interessados nele.

O mesmo jogador que se dizia encantado com o Corinthians...

Tão vivido e com uma carreira maravilhosa, Roberto Carlos deveria valorizar algo fundamental na vida...

Sua palavra...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Apesar das ameaças de morte e do perfume de Beckham, Roberto Carlos quer continuar no Corinthians…

divulgacao11 Apesar das ameaças de morte e do perfume de Beckham, Roberto Carlos quer continuar no Corinthians...
A garantia vem da diretoria corintiana.

Roberto Carlos vai continuar no clube.

Ele já teria antecipado a Andres Sanches sua vontade de ficar.

Apesar de haver denunciado as ameaças de morte que recebeu por telefone e perseguição de motoqueiros...

Paranóia, tietagem ou real ameaça, Roberto Carlos estava profundamente amedrontado..

Mas resolveu não se entregar...

O lateral resolveu desprezar a sondagem que recebeu do futebol americano.

Mesmo podendo ganhar muito mais.

Ronaldo teve muito a ver com essa decisão, ainda de acordo com conselheiros ligados a Andres.

O atacante conversou com o jogador e disse que seria uma vitória dos 'bandidos' deixar o Corinthians.

Sair pela porta de trás.

Roberto Carlos ficou realmente assustado com a reação da torcida diante da eliminação da Pré-Libertadores.

Ainda mais porque ele não jogou.

E passou a ser chamado de 'amarelão'.

A sua não escalação se deveu a Tite.

Como o jogador se queixava de dores musculares, o treinador resolveu deixá-lo de fora em Ibagué.

Ficou estranho porque na véspera da partida, Roberto Carlos garantiu que jogaria.

A situação foi levada de maneira amadora.

Tanto Tite como Roberto Carlos ficaram expostos, como se alguém estivesse mentindo.

Depois de uma chegada apoteótica, o lateral não conseguiu empolgar.

Nem dentro de campo e muito menos fora.

Por maior que tenha sido o trabalho do departamento de marketing, grandes empresas não investiram no jogador.

Ele havia feito um acordo que teria um fixo e mais a verba das publicidades que faria pelo Corinthians.

Como não fez, ficou com o fixo, cerca de R$ 400 mil.

Pouco dinheiro diante do R$ 1,8 milhão de Ronaldo.

Ele acredita que recebe pouco pela sua carreira no Parque São Jorge.

O lateral esperava continuar a jogar sem maiores problemas com o clube.

Até que surgiu a eliminação da Pré-Libertadores.

Andres Sanches também recebeu ameaça de morte por parte dos torcedores.

Notificou a polícia e todos os seus telefones são rastreados.

Ele também usa seguranças quando acha necessário.

Roberto Carlos sempre teve guarda-costas desde que voltou ao Brasil.

Agora seus telefones passam a ser rastreados pela Polícia.

E com todo o apoio de Ronaldo e dos dirigentes, ele vai anunciar que fica no Corinthians hoje à tarde.

É o que o seu procurador Fabiano Farah, Ronaldo e a cúpula do clube espera.

Ele não vai para os Estados Unidos, não se reencontrará com o perfumado Beckham...

Vai continuar a frequentar o CT do Parque Ecológico...

A decisão oficial será anunciada logo mais à tarde...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7