A Escócia cumpriu seu papel de saco de pancadas. A dúvida é se a CBF vai virar as costas para a casca de banana…

ewan mcgregor saia blog A Escócia cumpriu seu papel de saco de pancadas. A dúvida é se a CBF vai virar as costas para a casca de banana...

A Escócia fez sua parte.

Foi o adversário que o Brasil tanto precisava.

Depois das derrotas contra a Argentina e a França, um alívio para Mano Menezes: voltar a vencer.

Em Londres, os brasileiros fizeram o que quiseram.

Sem dinheiro, os clubes escoceses não têm como contratar grandes estrelas, como os ingleses.

Não há intercâmbio, não há evolução.

Jogam misturando força e bolas aéreas desde 1900.

Seus zagueiros e volantes marcadores pareciam ter suas cinturas cimentadas nas pernas.

Foram presas fáceis para os habilidosos Neymar e Lucas, meia do São Paulo, para quem Mano precisa encontrar um lugar no time titular.

Com todo o espaço, diante de uma seleção sem a menor representatividade, o Brasil fez o que quis.

O placar de 2 a 0 foi modesto, injusto.

A partida não merece ser analisada séria demais.

Vale destacar a participação de alguns jogadores.

A começar por Lúcio.

Mano Menezes acertou em resgatar o capitão da seleção.

O time estava sem alguém de personalidade para cobrar os companheiros e se impor diante do adversário.

A volta do "Cavalo", como é conhecido entre os jogadores, era uma necessidade.

Impossível imaginar o Brasil disputando torneios difíceis como a Copa América, na Argentina, sem ter alguém para dar peitadas.

Reclamar com o juiz.

Chutar a placa de publicidade, por que não?

Além disso, Lúcio passa por um excelente momento técnico.

Volta providencial.

Assim como a de Elano.

Mais eficiência no meio de campo.

Sem muita gente perceber, ele passou a não apenas se limitar em roubar a bola e fazer tabelas.

Elano desenvolveu uma visão de jogo importante na parte ofensiva.

Compõe muito bem o meio de campo por sua versatilidade.

Outro acerto em cheio.

Leandro Damião mostrou que pode ser o atacante cabeceador que o Brasil tanto precisa para mudar uma partida.

Sua inexperiência não influenciou.

Ele acertou três cabeçadas perigosíssimas.

Mostrou muito senso de colocação na área e ótima impulsão.

No mínimo Mano ganhou um atacante para a Olimpíada e com potencial para estar no grupo da seleção principal.

Neymar...

O talento e a vitalidade do jovem jogador obrigam qualquer treinador a escalá-lo como titular.

Pior para o elemento de confiança de Mano, Robinho.

O jovem jogador desequilibrou.

Fez do campo do Arsenal uma réplica da Vila Belmiro.

Driblou, tabelou, marcou gol, sofreu pênalti, cobrou sem ninguém contestar, marcou os gols da vitória brasileira.

Não se intimidou com a força de halterofilistas dos zagueiros e volantes escoceses.

Ele os tirou para dançar.

E pareciam vestir saia, tamanho o desconforto, a impotência diante de tanta habilidade.

Lucas entrou tarde na partida.

Mas teve tempo para duas arrancadas excepcionais.

E numa delas fazer Jonas passar vergonha por perder um gol inacreditável, depois do passe do são-paulino.

Mano tem de manter Lucas no grupo da seleção principal.

É obrigação.

Triste mesmo foi a casca de banana jogada em direção a Neymar.

Humilhados em campo, os escoceses se vingaram da forma mais nojenta possível.

Que a Fifa tome providência.

Que Ricardo Teixeira pare de fazer de conta que não enxerga.

Um brasileiro foi ofendido usando a camisa da seleção brasileira.

O mundo inteiro viu a casca de banana que o torcedor jogou, tentando compará-lo a um macaco.

Até quando?

Teixeira, o emprego do Mano já foi salvo.

Agora está na hora de assumir ser metade de dirigente que afirma ser.

Os brasileiros não precisam de mais essa vergonha.

O jogo foi quase perfeito...

Ótimo para tirar o estigma de derrotado do novo técnico.

A confiança no time verde e amarelo tinha de voltar, contra a insignificante Escócia.

Falta só saber o que fazer com essa casca de banana...

Veja mais:

+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Graças a seu assessor, todos têm a certeza de um salário no futebol brasileiro: de Felipão. R$ 700 mil a cada 30 dias…

AP12 Graças a seu assessor, todos têm a certeza de um salário no futebol brasileiro: de Felipão. R$ 700 mil a cada 30 dias...
Será que alguém acredita que Paulo Cesar Carpegiani ganhe pouco?

Vanderlei Luxemburgo, Cuca, Celso Roth, Ricardo Gomes, Tite, Mano Menezes?

Todos recebem mais de R$ 150 mil mensais.

Ronaldinho Gaúcho, R$ 1,8 milhão.

Kaká, R$ 2,1 milhões.

Cristiano Ronaldo, R$ 2,7 milhões.

Adriano receberá o fixo de R$ 300 mil no Corinthians.

E os dirigentes de marketing garantem que arrumarão mais R$ 400 mil para o jogador.

R$ 700 mil a cada 30 dias.

O mesmo que recebe Luiz Felipe Scolari no Palmeiras.

Salário que foi delatado à imprensa por membros da ex-diretoria.

Queriam mostrar o poderio do clube.

Afinal, ele recebe R$ 700 mil livres de imposto de renda.

Normal, último treinador campeão da Copa do Mundo com o Brasil.

Vice-campeão da Eurocopa com Portugal.

Vencedor da Libertadores com o Palmeiras e com o Grêmio.

Nada demais.

Mas o seu assessor conseguiu envenená-lo.

Como se fosse um pecado os jornalistas escreverem

Sobre o mundo é permitido.

Mas não sobre Felipão.

O mesmo assessor trabalhou com Zé Roberto.

E ficou possesso quando foi revelado que ele ganhava R$ 500 mil no Santos.

O assessor meaçou processar o grupo Estado.

Só ameaçou.

Zé Roberto nunca contestou tal salário.

Foi feita uma interessante matéria comparando os vencimentos de Felipão com alguns times que o Palmeiras derrotou.

Ele sozinho recebia mais do que várias equipes.

Situação constrangedora.

Como escapar dela?

Ameaçado ir buscar até o inferno o jornalista que a escreveu se algo acontecer com sua família.

Então, tá...

Ele quer ser treinador de elite e não quer o seu salário divulgado.

Apela para a imagem de algum familiar sofrer as consequências por ele receber tão bem.

Isso é uma hipocrisia.

No esporte mundial todos os que atingem o cume têm seus salários divulgados.

E nem precisavam.

Quem iria dizer que Felipão ganha mal?

Isso é uma grande bobagem do seu assessor de imprensa.

O Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo se posicionou criticando Felipão.

E protegendo o jornalista que escreveu a matéria.

Graças ao seu assessor, Felipão tem o salário mais conhecido no futebol brasileiro.

Justo ele que desejava tanto o contrário...

Bem agora quando todos devem entregar suas declarações de renda para o Ministério da Fazenda...

Bem agora...

Foi uma justa derrota da hipocrisia...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Corinthians: o deformado apetite de novo rico. Se contenta com o que sobrou de Ronaldo e Adriano. E ainda faz pose…

divulgacao734 Corinthians: o deformado apetite de novo rico. Se contenta com o que sobrou de Ronaldo e Adriano. E ainda faz pose...
O Corinthians foi a Miami e se encantou com as liquidações...

A passagem de Ronaldo proporcionou uma revolução que vai além dos olhos no Parque São Jorge.

A mítica camisa branca e o calção preto ficaram para trás.

Depois de cem anos, o jogador ficou mais importante do que o clube.

Toda essa operação para contratar Adriano demonstra falta de confiança...

Dependência da mídia...

A diretoria age como velhas atrizes recheadas de botox que não sabem viver longe das câmeras...

Andres Sanches gostou de ser conhecido nacionalmente...

O comunista de Limeira desfrutando tudo o que oferece o paraíso capitalista...

A vaidade de ser amigo pessoal de Ronaldo....

E agora, parceiro, de Adriano...

A um passo de ser indicado como substituto de Ricardo Teixeira na CBF...

Ele não pode ficar longe dos holofotes...

Tolamente não percebe que só o Corinthians já basta...

Mas não, com a avidez de um novo rico, a solução é buscar jogadores que foram os melhores do mundo...

Não na plenitude...

O comunista sabe que mora em um país de Terceiro Mundo...

No início de sua decadência física...

"Se Ronaldo estivesse voando estaria na Europa e não no Corinthians", disse certa vez.

Como se não percebesse suas palavras...

Desde quando o Corinthians vive de resto de jogadores?

Garrincha envergonha até hoje aqueles que se lembram do genial jogador em final de carreira no Parque São Jorge...

Para estar na mídia, o Corinthians nunca precisou vender a sua alma...

Se dobrar a um jogador só...

O fez por Ronaldo...

Todos fingiam não perceber a sua gordura, os mais de 15 quilos acima do seu ideal...

Mesmo a lipoaspiração não adiantou...

Mas pela mídia, acompanhamos um Ensaio sobre a Cegueira...

De envergonhar José Saramago...

Agora vem Adriano...

Dá arrepio lembrar o que aprontou na Flamengo, clube que diz amar...

Que a diretoria não se humilhe para posar, olhar no espelho e dizer que tem Adriano...

Um jogador que foi sensacional...

Mas que precisa aprender a respeitar o clube que lhe paga.

Ele passou por um trauma imenso com a morte do pai...

Mas quem não passou e sobreviveu com dignidade...

Se punir e punir aqueles que lhe acolhem não resolve...

Que o Corinthians não se dobre outra vez...

Não vista uma camisa ridícula todo orgulhoso só porque a comprou em Miami...

Chega de novos ricos ridículos por São Paulo...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Para o Corinthians, negócio fechado. Para o empresário de Adriano, nada feito…Quem está dizendo a verdade?

reuters234 Para o Corinthians, negócio fechado. Para o empresário de Adriano, nada feito...Quem está dizendo a verdade?
Há algo de muito estranho no reino do Parque São Jorge.

Os conselheiros estão em festa.

Garantem que Adriano assinou seu contrato e será apresentado na terça-feira.

A Nike fará inclusive uma enorme promoção para o novo camisa 10 do time.

Continua valendo a idéia de Ronaldo apresentar a contratação neste domingo no Fantástico.

Inclusive com a presença de Adriano.

Tudo fechado.

Contrato de um ano e outro renovável automaticamente se as duas partes quiserem, óbvio.

Será um compromisso de risco.

Ganhando por produtividade.

Se ficar de fora, não ganha o total de seu salário.

Se cometer uma grave indisciplina pode ser dispensado sem ônus para o Corinthians.

Tudo certo.

Festa de arromba na terça-feira para encobrir a apresentação de Luís Fabiano no São Paulo.

Tudo certo?

Mais ou menos.

Esqueceram de avisar o empresário de Adriano, um dos grandes interessados na negociação.

"Se o Adriano fechou com o Corinthians me esqueceram de avisar.

Eu estou aqui em Camboriu, em Santa Catarina, e ninguém me chamou para reunião alguma.

Não tenho a menor idéia de onde essas pessoas ligadas ao Corinthians garantem que ele já fechou.

Sinceramente, para mim parece coisa de maluco.

Para mim, o Adriano continua fazendo tratamento no ombro e só.

Estou assustado com o noticiário."

Mas Gilmar, ele poderia assinar com o Corinthians sem a sua participação?

Poderia.

Mas ele nunca fez nada pelas minhas costas.

Por isso eu não acredito no que as pessoas estão dizendo.

Eu posso até dar a minha palavra que comigo não houve negociação alguma.

E quem cuida do Adriano sou eu." (15h25 desta sexta-feira, 25 de março de 2011.)

As duas versões estão publicadas.

Os lados estão checados.

Mas vale lembrar que Gilmar Rinaldi foi a última pessoa a confirmar o desligamento da Roma...

Por que será que tudo na carreira de Adriano precisa ser confuso?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

A dor, a raiva, a vergonha de ser freguês do rival. Tudo o que o São Paulo quer acabar no domingo…

agenciacorinthians.com .br  A dor, a raiva, a vergonha de ser freguês do rival. Tudo o que o São Paulo quer acabar no domingo...
Qual o peso de um tabu?

Um clube não conseguir derrotar o outro por anos?

Ouvir gozações e mais gozações?

Perceber a ansiedade desenfreada no olhar dos seus torcedores antes do jogo...

E nada conseguir fazer...

"É uma das piores sensações que um jogador pode sentir.

Todas as vezes que saía a tabela do Paulista e do Brasileiros corríamos para ler.

E lá estava o jogo contra o Santos.

Era uma mistura de euforia e medo.

Isso nos atrapalhava demais em campo.

Os nervos travavam o time.

Tínhamos tanta vontade de ganhar que não conseguiamos nem pensar.

E aí, o 'Negão', deitava e rolava...

Foi um período duro demais para o Corinthians.

Mas o sol brilha para todos.

Um dia isso acabou.

E como foi uma delícia derrotá-los..."

As sinceras declarações foram me dadas por Paulo Borges.

Ele ajudou a quebrar o tabu de 11 anos que o time de Pelé judiou do Corinthians.

Risadinha marcou um dos gols na vitória por 2 a 0, o outro foi de Flávio.

O resultado foi comemorado como um título.

O imperdível show do Iron Maiden transferiu o clássico de domingo entre São Paulo e Corinthians para Barueri.

E será lá que o time de Carpegiani tentará se livrar de quatro longos anos sem vitórias sobre o rival.

O clima que Paulo Borges tão bem me descreveu já domina o Morumbi.

A possibilidade do centésimo gol de Rogério Ceni disfarça, mas não ameniza a importância do jogo.

A mistura de euforia e medo está estampada nos jogadores.

E em Carpegiani.

Todos estão tensos, carregando nos ombros uma obrigação que nasceu com outros times, outros treinadores.

Mas são cobrados como se estivessem todas as vezes em campo nestes quatro anos de freguesia.

Paulo César Carpegiani já estuda 14 esquemas táticos para tentar surpreender Tite.

Perder para o Paulista de Jundiaí já é lamentável.

Mas em seguida ser derrotado pelo Corinthians credencia qualquer treinador são-paulino para a demissão.

Os jogadores garantem que darão a vida pela vitória.

E deixam escapar a enorme falta que Lucas fará no jogo.

Quase sem perceber, dão desculpas antecipadas.

Os espertos dirigentes acertaram a chegada de Luís Fabiano para este domingo.

Deve ir para Barueri para tentar dar mais confiança no clássico.

Enfrentar o Corinthians está pesando no São Paulo.

Irritando a todos.

A vontade de ganhar já virou raiva.

Será que isso é bom?

"Se jogar com raiva aí é que perde.

Porque os rivais sentem o nervosismo do adversário.

O caminho para deixar de ser freguês é ter sangue frio.

E jogar com garra, mas leve, mostrando confiança.

Se não for assim, é só mais um jogo para aumentar a frequesia."

Sábias palavras, amigo Paulo Borges...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Assinar ainda hoje com Adriano. E apresentá-lo no Fantástico. Esse é o plano de Ronaldo e Andrés Sanchez…

divulgacao208 Assinar ainda hoje com Adriano. E apresentá lo no Fantástico. Esse é o plano de Ronaldo e Andrés Sanchez...
"Se ele vier para o Corinthians será para jogar bola.

Não para casar com a minha filha."

Deste jeito confiante e descarado, Andrés Sanchez espera assinar com Adriano hoje no Rio.

O agora homem de marketing, Ronaldo, gostaria que a divulgação que o atacante é do Corinthians fosse no domingo.

De preferência no Fantástico, da TV Globo, emissora que o salvou de vários problemas.

E lugar seguro de suas entrevistas que seriam complicadas em qualquer lugar.

Como as suas explicações depois da noitada com os travestis.

Para ele, lá seria o palco ideal de uma entrevista conjunta com ele e Adriano.

E foi a emissora carioca que deu respaldo ao presidente corintiano implodir o Clube dos 13.

De acordo com seus amigos mais próximos, Andrés iria ao Rio na noite de ontem (24) ou, no máximo, na manhã desta sexta-feira (25).

Ele quer assinar o mais rápido possível com o jogador.

Tem medo de uma recaída de Patricia Amorim, que por enquanto, está submissa a Vanderlei Luxemburgo.

Só por isso o jogador não está na Gávea.

Ronaldo já colocou no Twitter que recebeu a notícia maravilhosa que esperava.

No Parque São Jorge, todos viram essa dica como o 'sim' de Gilmar Rinaldi e Adriano.

Ronaldo deu o seu aval para a contratação e cobrará um comportamento profissional do amigo.

O Corinthians estará respaldado por um contrato que lhe dá o direito de dispensar o jogador por indisciplina.

Sem multa.

Há duas possibilidades de compromisso legal.

O de um ano, prorrogável por mais um.

Ou de dois anos, prorrogável por um terceiro ano.

Andrés conta com um grande aliado para reforçar a vigia na noite paulistana.

A diretoria da Gaviões da Fiel garante cuidar para que Adriano não exagere na noite.

Haverá um pedido para todos os membros avisarem à diretoria da torcida se virem Adriano na balada.

Esse será o seu comitê de recepção.

Um pouquinho diferente do que acontecia com o Flamengo e suas idas aos bailes funk.

Mesmo assim, o contrato de R$ 300 mil fixos e cerca de mais R$ 500 mil que os patrocinadores podem arrumar é muito bom.

Para fazer valer a pena pagar o mico de ser perseguido, alvo fixo da torcida.

Andrés quer logo "matar esse problema hoje".

Depois vai tratar de Alex que está na Rússia, ver se Ronaldo convence o zagueiro Juan a jogar no Parque São Jorge e não na Gávea que ele tanto ama.

E também administrar a volta de Cristian.

O time vai insistir na troca de Jorge Henrique por Fabrício, do Cruzeiro.

É a tal reformulação que o time precisa para eleger Mario "futebol é business" Gobbi, candidato da situação.

A eleição presidencial no Corinthians está marcada para dezembro.

E Andrés jurou que fará seu sucessor.

Esse desespero por contratações é a estratégia para ganhar os eleitores corintianos.

Assim como acelerar as obras na Arena Itaquera, principal cartão postal da situação.

Por tudo isso, Adriano é considerado peça-chave no Parque São Jorge.

Com a presença de Ronaldo administrando a situação, tanto o jogador quanto a diretoria corintiana ficam tranquilos.

Os planos são para anunciar a contratação entre hoje e domingo.

Talvez até com a confirmação oficial no Fantástico.

Para Ronaldo seria perfeito.

Talvez até com a presença de Adriano ao seu lado.

Para Andrés também.

O homem que conseguiu rachar o Clube dos 13 tem de retribuir todo o apoio que recebeu da TV Globo.

E essa é uma oportunidade de ouro...

O plano é esse...

A noiva parece que não vai fugir...

Parece...

Não dá para confiar cegamente, já que o passado a condena...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Adriano se cansou de esperar. Luxemburgo fechou o Flamengo. E Ronaldo já até pediu para o Corinthians buscar patrocinadores…

divulgacao3807 Adriano se cansou de esperar. Luxemburgo fechou o Flamengo. E Ronaldo já até pediu para o Corinthians buscar patrocinadores...

Adriano continua no Rio de Janeiro.

Está cuidando do ombro operado.

E atento à movimentação no Flamengo e no Corinthians.

Na Gávea, Luxemburgo conseguiu travar o ímpeto de Patricia Amorim.

Depois de inúmeras conversas com a presidente, mostrou que o comportamento do jogador poderia sabotar o Flamengo.

Respaldado pela conquista da Taça Guanabara e do comportamento de Ronaldinho Gaúcho nos treinamentos, Patricia teve de se render.

Vereadora, ela sabe muito bem jogar politicamente.

Tem bem a noção do que poderia acontecer se Adriano chega e tudo desanda.

Ela sabe que a oposição está se articulando para miná-la.

Não quer dar chance.

E, em uma jogada inteligente, repassou a negativa a quem de direito: Luxemburgo.

Adriano ficou muito decepcionado ao entender o que está acontecendo no aniversário de Ronaldinho Gaúcho.

Luxemburgo mudou seus planos à última hora.

Percebeu que sua presença poderia ser interpretada como a concordãncia para a vinda do atacante.

Enquanto isso, Adriano e Gilmar Rinaldi já têm a proposta corintiana.

Encaminhada pela empresa de Ronaldo, a 9ine.

Dois anos de contrato e mais um prorrogável.

Tite, que não tem nada de bobo, já percebeu a movimentação da diretoria corintiana.

Não iria e não se colocou contra a chegada do jogador.

Disse que o clube precisa de atletas de renome já que perdeu Ronaldo, Roberto Carlos...

Ronaldo vem conversando constantemente com Adriano.

E procurado animá-lo inclusive em relação à Seleção Brasileira, se ficar no Parque São Jorge.

Ele sabe que a primeira ideia dele era atuar mesmo na Gávea.

E também tem informações de que Luxemburgo está irredutível.

Ronaldo aconselhou o Corinthians a oferecer Adriano para possíveis parceiros.

Está muito esperançoso.

Assim como Andrés Sanchez.

Mas o presidente, esperto, não dá a cara a tapa.

Deixa seus comandados conversar com Gilmar Rinaldi, com Adriano.

Sabe dos valores, diz se está bom ou não.

E ainda usa a imprensa para afirmar uma verdade muito estranha.

"Eu nunca me encontrei com o Adriano."

É verdade.

Mas seus enviados agem como bonecos de ventríloquo.

Crescem os boatos nos dois clubes mais populares do país.

O Flamengo dá Adriano como descartado.

E o Corinthians como novo contratado.

Correndo por fora, o Atlético Mineiro de Alexandre Kalil.

E Gilmar Rinaldi em suas conversas com clubes do Leste Europeu e do Oriente Médio...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Qual o gosto especial se Rogério Ceni marcar seu centésimo gol contra o Corinthians?

Agencia Estado235 Qual o gosto especial se Rogério Ceni marcar seu centésimo gol contra o Corinthians?
Não paro de receber e-mails e comentários sobre o assunto.

Torcedores são-paulinos desesperados para que Rogério Ceni marque o seu 100º gol contra o Corinthians.

E de corintianos garantindo que o goleiro não marcará.

Até o presidente Juvenal Juvêncio promete uma festa especial.

Quer o gol contra o time de Andres Sanches.

Até por uma questão de capricho...

Seguindo a nossa rotina de não ter rotina, quem esclarecerá serão vocês.

Qual o prazer de ver Rogério Ceni atingir a marca histórica diante do grande inimigo?

Ver Júlio César ir buscar a bola no fundo da rede, desolado?

E para os corintianos, qual o gosto de ver o ídolo rival passar em branco?

Deixar o seu centésimo gol, nas suas contas, para um time interiorano qualquer?

Essa questão vale mesmo esse carnaval todo?

Ou é uma marca histórica em um Campeoato Paulista mais do que esvaziado?

Pela Fifa, ele ainda tem 97 gols.

Mas a diretoria do São Paulo considera a contagem do seu ídolo...

São paulinos e corintianos viraram mesmo os maiores rivais desta Terra da Garoa...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Quase seis anos depois, a terrível sombra de Edilson Pereira de Carvalho ainda perturba a arbitragem de São Paulo..

Agencia Estado 25 Quase seis anos depois, a terrível sombra de Edilson Pereira de Carvalho ainda perturba a arbitragem de São Paulo..
Para ter a certeza de que uma pessoa não tem dívidas na praça basta assistir uma partida de futebol.

Os árbitros não estão devendo para ninguém.

Pode procurar seus nomes no Serasa, no Serviço de Proteção do Crédito...

Até porque a Federação Paulista de Futebol procura todos os meses.

Mesmo depois de seis anos, Edilson Pereira de Carvalho influencia, ainda aterroriza o futebol de São Paulo.

A vergonha foi tão grande com a manipulação dos resultados que influencia na escala até hoje.

"Passamos a fazer sorteios com 30 árbitros para os jogos da Série A.

Na Série B e C, um árbitro apita, no máximo, uma partida de qualquer time por ano.

Para não dar a mínima chance de manipulação.

Em jogos importantes ficam concentrados em hotéis.

Os árbitros de São Paulo são vigiados constantemente.

É o efeito Edilson Pereira de Carvalho", admite o coronel Marcos Marinho, comandante da arbitragem.

A Federação Paulista apelou para um militar ainda em 2005, quando surgiu o ex-árbitro Fifa foi flagrado manipulando resultados.

Coronel Marinho hoje é possível garantir que não há a possibilidade se surgir um novo Edilson?

As chances são mínimas.

Tudo se transformou graças a ele.

Os árbitros são vigiados e aceitam porque entendem a gravidade do que aquele cidadão fez.

Alguém que tenha dívidas, 'nome sujo' na praça, não vai apitar mesmo.

Tratamos de acompanhar mensalmente a vida econômica dos árbitros.

O Edilson tinha problemas financeiros na época em que fez aquele absurdo.

Ninguém no mundo pode garantir que não surgirá um árbitro corrupto.

Ninguém.

Mas estamos fazendo o possível e o impossível para que aquela vergonha não se repita.

Colocamos até um psicólogo para dar apoio aos árbitros e também acompanhar o comportamento dos nossos principais juízes.

Se perceber qualquer mudança súbita de personalidade, nós vamos descobrir o que está acontecendo.

Qual a sensação que você fica ao saber que o Edilson não foi preso?

Péssima. Sei que a legislação da época não previa prisão para um árbitro manipular jogos, mas é triste saber que ele ainda convive na sociedade.

O que me conforta é ver que ele se tornou persona non grata onde quer que ele vá.

Será assim até o resto da vida.

O peso da condenação pública na cidade onde vive (São José dos Campos).

A tristeza que ele trouxe à família, aos amigos.

Só ele sabe o que fez com ele mesmo.

Envergonhou a arbitragem de São Paulo, a arbitragem nacional.

Ele era um árbitro conceituado da Fifa.

Hoje tem dificuldade para arrumar trabalho como garçom...

Será que valeu a pena?

Um absurdo...

Por favor, explique os sorteios dos árbitros no Paulista.

E a diminuição da chance de manipulação.

Nós resolvemos radicalizar.

Colocamos 30 árbitros nos sorteios.

Se alguém tentasse subornar alguém pensando em ter determinado resultado, teria de subornar 30.

Na fase decisiva serão dez.

Os mais experientes, os melhores.

E os mais vigiados.

Nas Séries B e C, criamos a situação que um árbitro apita só uma partida de um clube por ano.

Não há a mínima chance alguém tentar favorecer uma equipe durante o Campeonato.

Nesses sorteios para a Série A, vale lembrar algo engraçado.

O Paulo César de Oliveira, um dos melhores do País, ficou 11 rodadas sem apitar.

Perdeu quase todos os sorteios.

Não favorecemos ninguém.

Nesses quase seis anos depois do escândalo houve alguma suspeita?

Uma só.

Foi no Interior de São Paulo.

Fizemos uma blitz no árbitro.

Investigamos toda a sua vida, a sua participação no jogo, tudo.

E ficamos satisfeitos com o resultado.

Ele era apenas um péssimo árbitro e não corrupto...

Quero aproveitar essa entrevista para dizer às pessoa que existe a Ouvidoria em São Paulo.

Qualquer partida que um torcedor desconfiar de algum árbitro é só se queixar.

E o jogo será investigado.

Coronel Marinho, sem o Luxemburgo, acabaram as polêmicas brigas com os treinadores e a Comissão de Arbitragem?
O Vanderlei sabia como agir quando suas equipes tinham dificuldade em campo.

Neste campeonato só tivemos problema com o Paulo César Carpegiani.

Em um jogo (vitória contra o Grêmio Prudente) ele reclamou de um pênalti.

E colocou toda a arbitragem sob suspeição.

A frase é dele.

Eu pedi e ele será ouvido pelo Tribunal de Justiça Desportiva.

Terá de explicar porque os nossos árbitros estão sob suspeita.

Eles já são vigiados demais por nós.

Não sofrerão ataques sem sentido.

Em São Paulo ninguém atacará árbitro para desviar o foco de um trabalho mal feito.

Ninguém no Brasil vigia tanto os árbitros para que eles ouçam que estão sob suspeita.

Se o Carpegiani sabe de algo que ele fale no tribunal...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Essa vitória foi para Muricy Ramalho. A torcida do Fluminense não o perdoará nunca…

divulgacao23 Essa vitória foi para Muricy Ramalho. A torcida do Fluminense não o perdoará nunca...
O Fluminense emocionou flamenguista ontem à noite.

Parecia aquele time que se salvou do rebaixamento em 2009 com 2% de possibilidade.

Ao final da partida contra o América, o Engenhão parecia palco de final de campeonato.

E realmente era.

O time não poderia perder para o tinhoso América do México.

Se perdesse, ou até empatasse, a Libertadores acabaria na quarta rodada.

Uma tragédia.

O campeão do Brasil tinha como seu treinador o auxiliar Enderson Moreira.

Muricy Ramalho, campeão brasileiro de 2010, foi duramente xingado pelos torcedores.

Eles não o perdoaram por haver abandonado o clube em plena disputa da Libertadores.

Depois de dois empates em casa e derrota para o América no México.

'Amarelão', 'sem ética', 'o Fluminense não precisa de você'.

Essas foram algumas singelas mensagens para Muricy.

Esses torcedores não sabem o quanto a nova diretoria que assumiu o clube perseguiu, atrapalhou o trabalho do técnico.

Treinador que recusou a Seleção para ficar nas Laranjeiras, por sinal.

Dentro da visão do torcedor, valeu ficar gritando pelo nome de Abel Braga.

Surreal contratação que só assumirá o clube daqui dois meses.

Tomara ele escute muito bem e tenha ficado emocionado nos Emirados Árabes com os gritos dos torcedores.

No campo, a façanha.

Com o coração como estratégia, o time comprou a briga com os mexicanos.

Fred mostrou uma liderança que parecia ter sido perdida com as inúmeras contusões.

Gritou com jogadores do Fluminense, do América, com o árbitro paraguaio Antônio Arias.

E seguindo a fina tática desenvolvida pelos incas: "Vamos que vamos", o Fluminense alcançou uma façanha.

Saiu perdendo duas vezes e conseguiu duas viradas.

Não há uma alma no Rio de Janeiro que não tenha se alegrado com o gol de Deco.

Aos 42 minutos do segundo tempo...

Justo o homem que o presidente do Corinthians diz ganhar R$ 500 mil mensais...

Tão questionado por todos...

Conseguiu aproveitar desatenção total da zaga mexicana e marcou.

Foi uma festa emocionante, sensacional.

Os 13 mil corajosos que foram ao Engenhão mostraram todo o sentido da palavra torcer.

Vibravam, pulavam, se beijavam, se abraçavam.

Assim como os jogadores no gramado.

Foi uma vitória épica, que dá sobrevida ao Fluminense.

Mas a situação continua complicadíssima.

Enfrenta Nacional no Uruguai e Argentinos Juniors em Buenos Aires.

Só depois Abel assume.

Mas depois de ontem, não há quem não tenha tomado uma enorme injeção de ânimo.

Mesmo com todas as bobagens da nova diretoria, o Fluminense continua forte, inteiro na Libertadores...

É de se imaginar o que aconteceria se todos remassem para o mesmo lado nas Laranjeiras...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7