Mano Menezes olha além de toda a festa por Neymar no Pré-Olímpico…

divulgação297 Mano Menezes olha além de toda a festa por Neymar no Pré Olímpico...
Mano Menezes pode até fracassar como treinador da Seleção.

Cair, por exemplo, depois de uma péssima Copa América no meio do ano na Argentina.

Mas ninguém vai poder acusá-lo de apatia, falta de vontade de trabalhar.

Ele está em Tacna, no Peru, para acompanhar o Sul-Americano.

O torneio vale duas vagas à Olimpíada de 2012 em Londres.

E pelo planejamento que traçou com Ricardo Teixeira será ele quem comandará o time na Inglaterra.

Para tentar buscar a inédita medalha de ouro no futebol, Mano quer conhecer a fundo o time sub-20.

E ser mais racional do que os torcedores e a mídia que assistiu ao espetáculo de ontem de Neymar.

Os quatro gols, os dribles, lançamentos...

Difícil pensar na partida contra os paraguaios e esquecer Neymar.

E é isso o que Mano Menezes está tratando de fazer.

Ele mandou para Tacna seu auxiliar e homem de confiança total, Sidney.

E o preparador físico da Seleção Principal, Carlinhos Neves.

Eles deverão se reunir com Ney Franco para acompanhar o dia-a-dia e trocar idéias sobre os jogos.

Mano assistiu a partida do Brasil, mas já se comunicou com Sidney.

Há muito o que corrigir.

A vitória por 4 a 2 não encobriu os principais erros: erros de passes no meio de campo...

Falta de boa cobertura na descida dos laterais...

E descontrole emocional...

A começar por Ney Franco...

O treinador que Mano colocou no comando dos garotos não pode se deixar levar pela tensão do jogo.

Ele foi expulso ontem de forma infantil, ao reclamar insistemente do árbitro argentino.

Um péssimo exemplo.

O Brasil também perdeu Henrique e Zé Eduardo, expulsos.

A Seleção terminou com apenas nove jogadores.

Mano sempre acreditou ser inadmissível perder atletas expulsos em jogos importantes.

Outro detalhe importante e desta vez positivo é o bom relacionamento do time com Neymar.

A primeira péssima impressão passou.

Ney Franco conversou com os demais meninos e explicou que o assédio exagerado da imprensa não é culpa do atacante.

Na Granja Comary houve um certo estranhamento.

As brincadeiras, a risadinha, as provocações de Neymar não foram bem entendidas.

O técnico Ney Franco foi fundamental na aproximação do jogador com o time.

Foi fundamental para os atletas perceberem que ele não dava tratamento especial à estrela do Santos.

A questão foi resolvida.

A combinação das danças após os gols brasileiros foi a prova de que tudo foi acertado.

Mano pretende ir para o Peru para o hexagonal decisivo.

Ficar ainda mais perto dos garotos.

Só sossegar com a vaga para a Olímpiada garantida.

A partir daí, Mano pretende conseguir com Teixeira algo inédito e fundamental.

Amistosos de verdade para o time olímpico.

Aproveitar qualquer oportunidade para juntar os atletas.

E chegar com o Brasil entrosado em Londres.

Mas para tudo isso, a Seleção precisa conseguir uma das duas vagas no Peru.

O primeiro passo foi dado graças a Neymar.

Mas a Seleção Brasileira não pode depender de apenas um jogador.

Até porque os próximos adversários conheceram para valer o talento do jogador do Santos.

Com certeza, não farão a loucura dos paraguaios de atuar sem sobra...

E também o santo Ney Franco precisa colocar os nervos no lugar...

Não tem cabimento ficar mais nervoso do que os garotos...

O calculista Mano Menezes está cuidando dos detalhes que a euforia escondeu...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Ansioso pelo centésimo gol, Rogério Ceni se iguala a Romário e a Túlio Maravilha…

gettyimages29 Ansioso pelo centésimo gol, Rogério Ceni se iguala a Romário e a Túlio Maravilha...
Rogério Ceni tem uma carreira impressionante.

Se transformou no maior goleiro de todos os tempos do São Paulo.

Somando a categoria de base, são 20 anos vestindo a camisa do clube.

São quase 950 partidas pelo profissional, um absurdo...

É o terceiro jogador da história do futebol mundial a jogar tanto por uma mesma equipe.

Só perde para Pelé e Roberto Dinamite...

Em compensação é o atleta que mais entrou com a tarja de capitão no mundo...

São mais de 700 partidas...

Possui mais inúmeros recordes.

Mas o que chama atenção são os gols.

Revolucionário, foi além de ser um grande goleiro.

Seu talento em bater na bola...

Mais a determinação de treinar mais do que todos...

A combinação o transformou em o arqueiro que mais marcou gols em toda a história...

Indiscutível honra para o país...

"Até isso", devem reclamar os gringos...

Somos mesmo um país privilegiado quando o assunto é futebol...

Ceni está a quatro dias de completar 38 anos...

E está ansioso...

Não vê a hora de completar os 100 gols...

100 gols para um goleiro significam 1000 para um atacante...

E em nome dessa marca cheia, da pressa, Rogério Ceni faz o que não deveria.

E se iguala a Romário, a Túlio.

Quer contabilizar dois gols que a Fifa desconsidera.

São apenas dois.

Um contra um combinado entre jogadores do Santos e do Flamengo.

E outro diante do Uralan da Rússia, na disputa do torneio Constantino Cury.

Ambos foram de faltas...

A resposta da Fifa é que essas partidas não foram oficiais.

Foi pelo mesmo motivo que a entidade desconsidera os 1000 gols de Romário.

Politicamente correta, a Fifa o parabenizou pelos supostos 1000 gols, mas não os reconheceu...

E os 936 gols que Túlio alega haver marcado não são levados em consideração.

Tudo porque ambos computaram vários e vários amistosos e jogos-treinos.

Rogério Ceni não precisa disso.

Faltam, pela contagem oficial da Fifa, apenas seis gols.

Mas como ele manda no São Paulo mais do que o presidente Juvenal Juvêncio, o clube reconhece o que ele quer.

E fará festa daqui a quatro gols.

Comemorará a marca de 100 fictícios gols.

Fictícios para a contabilidade oficial.

O São Paulo não é maior do que a Fifa.

Ceni já deixou para trás seu concorrente Chilavert.

O paraguaio abandonou a carreira com seus 62 gols...

Dentro da racionalidade, Ceni deveria dar um passo atrás, esperar e fazer uma festa oficial, bonita...

Reconhecida internacionalmente...

Não uma clandestina, sem consistência...

Ele não precisa disso...

O que seria espetacular terá uma bela gota de arrogância, prepotência...

Grande bobagem...

Quem não ficou constrangido ao analisar a contabilidade dos mil gols de Romário?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Obrigado, marrento Neymar…Obrigado pelo sono perdido…

divulgação10 Obrigado, marrento Neymar...Obrigado pelo sono perdido...
Imagine se ele não fosse tão mimado...

O que Neymar acaba de fazer em Tacna, no Peru, é digno de aplaudir de pé...

Não importa que seja mais de duas horas da manhã...

E eu esteja batendo palmas e gritando diante da tevê...

Em uma partida que acabou com os nervos do candidato a papa Ney Franco, ele decidiu.

Foi além do que Luís Álvaro, Wagner Ribeiro e Neymar Papai poderiam imaginar.

Deu dribles desconcertantes, acertou lançamentos, deixou companheiros na cara do gol...

Não teve medo dos pontapés dos paraguaios.

Pelo contrário.

A cada ameaça, provocação, ele respondia com seu talento absurdo.

Driblando, marcando gols.

Parecia um jogador de mentira, de video game contra atletas de verdade...

Cada vez que a bola caia nos seus pés era um espetáculo para nós, brasileiros...

E desesperador aos paraguaios...

Foi covardia...

Sozinho ganhou a importante partida de estréia do Brasil no Sul-Americano sub-20.

Ganhou literalmente sozinho.

Marcou os quatro gols na vitória por 4 a 2.

E de todo o jeito.

De pênalti, na raça.

Especiais na noite mais do que especial foram o segundo e o quarto.

No segundo, entrou em velocidade pela esquerda, fingiu que iria chutar, deixou dois paraguaios caídos e marcou...

No quarto, em um jogo mais tenso do que uma convenção entre judeus e palestinos, ele humilhou...

Não só aos paraguaios, mas aos seus críticos mais ácidos...

Eu me incluo com orgulho entre eles...

Neymar deu um toque genial de esquerda, encobrindo o angustiado goleiro Ovando...

Magistral...

Vale perdoar o cartão amarelo que tomou de bobeira, para ganhar tempo, e provocou a expulsão do santo Ney Franco...

Ele ficou desesperado com a possibilidade de Neymar ser expulso...

O Brasil terminou a partida com nove jogadores...

Henrique e Zé Eduardo foram expulsos pelo incoerente árbitro argentino Diego Abal.

A incoerência está no fato que os paraguaios deram muito mais pontapés e foram perdoados.

Vencer na estréia deste pré-Olímpico foi fundamental.

Foi o cartão de visitas.

Neymar já era o atleta mais assediado do torneio.

É o único entre os atletas das dez seleções a ter atuado no Selecionado principal.

Sua multa rescisória de R$ 100 milhões seria suficiente para comprar todos os mais de 300 jogadores do torneio.

Seu salário de R$ 500 mil a cada 30 dias é o equivalente ao que recebem paraguaios, argentinos, colombianos e uruguaios juntos.

Mas ontem ele justicou merecer um grande aumento.

Não há quem não reverencie Neymar como jogador...

O grande problema é que ele sai do gramado...

É quando deixa de ser admirável.

Se transforma em abominável.

Não há nada pior do que alguém mimado, prepotente.

Mesmo sendo um gênio do futebol.

Que alguém coloque Neymar na trilha...

Porque mesmo aplaudindo sozinho a televisão às duas horas da manhã, a alegria não é completa...

Correr o risco de receber uma advertência do síndico por acordar bebês e velhinhos com as palmas...

Não tem o mesmo gosto quando a parte racional começa a funcionar...

A lembrar toda a prepotência que cerca esse imenso talento...

Então, o melhor é não pensar...

Ou melhor, aplaudir ainda mais forte, gritar e torcer...

Quem sabe um iluminado consiga dar um pouco de humildade a este gênio da bola?

Seria perfeito...

Por enquanto, prefiro aplaudir, reverenciar Neymar sem pensar...

E agradecer o sono perdido...

Valeu muito a pena...

Foi uma das maiores atuações individuais de um jogador brasileiro na última década...

Obrigado, marrento Neymar, obrigado...

Vá desfilar sua gola levantada, seu gel no cabelo moicano, seu falso sotaque carioca...

Hoje você pode...

Não vou nem usar a expressão James Dean do Suarão...

Hoje você é apenas um gênio mimado chamado Neymar...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Maikon Leite está arrependido. Quer ficar no Santos. Mas assinou com o Palmeiras…

AgenciaEstado83 Maikon Leite está arrependido. Quer ficar no Santos. Mas assinou com o Palmeiras...
Arrependimento.

Sentimento danado esse...

Principalmente no futebol moderno.

Ele ele atingiu o peito de Maikon Leite.

O jogador se arrependeu de haver assinado um pré-contrato com o Palmeiras.

Assinou no impulso, na raiva.

Motivado por quem administra sua carreira.

Duas operações sérias no joelho direito lhe custaram quase um ano parado.

Não há como negar que havia grande dúvida na Vila Belmiro se ele voltaria a atuar em alto nível.

Se Ganso quando estava contundido foi esquecido pela diretoria, o que dizer de Maikon Leite?

Lógico que foi deixado de lado.

A diretoria santista estava ocupada em apagar as brasas do incêndio de Neymar...

Se acertar com Adilson Batista...

Contratar Elano...

Avaliar e confirmar a contratação de Charles...

Buscar um novo atacante...

Comemorar os oito títulos nacionais...

Assistir o final de A Fazenda...

Tudo era desculpa para evitar uma conversa definitiva dos dirigentes com Maikon Leite...

Eles não esperavam a sua coragem de buscar um pré-contrato com outro clube.

Sabiam do interesse do Palmeiras, mas não acreditaram.

Sentido desvalorizado na Vila Belmiro e com uma boa oferta financeira, ele assinou com o Palmeiras.

Mas tinha de cumprir os seis meses restantes do seu contrato no Santos.

E ele passou a treinar.

Adilson Batista ficou louco.

Viu que o jovem meia continua talentoso, rápido, objetivo, como quando surgiu no Santo André.

E foi contratado pelo Santos com 19 anos.

O mais importante é que Maikon Leite estava completamente recuperado.

Mesmo depois dos treinos mais intensivos, das divididas mais duras, seu joelho direito não inchou.

O técnico procurou os dirigentes santista dizendo ser "um absurdo" deixar sair de graça um jogador tão talentoso.

Foi o que acordou a diretoria da Vila Belmiro.

Após a grande exibição do meia contra o Linense, marcando dois gols, ele foi procurado.

Dirigentes do Palmeiras souberam que a diretoria santista pediu para que ficasse.

Esquece o pré-contrato e continuasse na Vila Belmiro.

Até acenaram com um poupudo novo contrato de quatro anos.

Só que primeiro ele deveria desfazer o que assinou no Palestra Itália.

Arrependido, ele passou a sua informação a seu advogado.

E ele tentou o contato com os palmeirenses.

Só que o dirigentes não querem saber.

Dizem que vão à Fifa se o Santos quiser manter o meia.

Têm o documento assinado.

A sensação que domina o Palestra Itália não é nova.

Thiago Neves fez a mesma coisa.

Desprezou o clube.

Estava insatisfeito no Fluminense e assinou um pré-contrato.

Depois se arrependeu e acabou implorando para que o acordo fosse desfeito.

O Palmeiras tambérm ameaçou ir à Fifa, mas cedeu...

É exatamente o rumo que tomando a negociação com Maikon Leite.

Felipão insiste para que Belluzzo não seja "bonzinho" e não libere o talentoso jogador.

O garoto de 22 anos está no meio do furacão...

O presidente Luís Álvaro quer marcar uma reunião com Belluzzo para tentar contornar o caso.

A sensação é que desta vez o Palmeiras promete não ceder...

A confusão está armada.

E nasceu pelo fato de o Santos não reparar no seu jogador...

Não acreditar que ele voltaria tão bem quanto antes das duas operações no joelho direito...

Alguém precisa avisar aos dirigentes santistas que a medicina esportiva no Brasil evoluiu muito...

E a Maikon Leite que não se toma decisões tão importantes na carreira movidas a raiva...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

O porquê de o Grêmio se submeter a três jogos em cinco dias…

reuters279 O porquê de o Grêmio se submeter a três jogos em cinco dias...
Violência, bagunça, desorganização, absurdo...

Escolha a palavra.

O que a Federação Gaúcha de Futebol está fazendo com o Grêmio...

É quase igual ao que Assis e Ronaldinho Gaúcho fizeram...

Mal o time voltou das férias, se submeteu a uma rapidíssima pré-temporada e...

Vai disputar três jogos em cinco dias.

Nem campeonatos de várzea as partidas são tão encavaladas.

A desculpa é que coincidiu uma data da pré-Libertadores com o Campeonato Gaúcho.

Quarta-feira, o Ypiranga.

Na sexta-feira, o São José.

E no domingo, contra o Canoas.

Por que Renato Gaúcho e o presidente Paulo Odone, tão falantes, se calam diante dessa loucura?

Para não perder o apoio da Federeção Gaúcha de Futebol.

Ela é importantíssima nos bastidores...

Alguém se lembra que no ano passado o Internacional pode inscrever Rena, Sóbis e Tinga na Libertadores?

A antecipação da janela de inscrição nasceu na sede da Federação Gaúcha de Futebol.

A entidade compra as lutas mais insanas pelos clubes gaúchos em competições nacionais e do Exterior.

Só cobra respeito no Campeonato Estadual.

É uma troca.

Os clubes se submetem.

As consequências sobram para os jogadores.

Já aconteceu com o Inter...

O Grêmio teve de fazer três partidas no mesmo dia...

Sim, três no mesmo dia...

Essas cenas bizarras sempre pelo Campeonato Gaúcho...

O que revolta na verdade é pensar: o que faz a CBF que permite essa selvageria?

Por que será que existe sindicato de atletas profissionais no Rio Grande do Sul?

É muita irresponsabilidade...

Atitude de país atrasado.

Envergonha qualquer campeonato nos nossos companheiros de terceiro mundo.

E todos aceitam calados.

Triste futebol brasileiro que não muda...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

O que Zezé Perrela quer? Passar 2011 batendo palmas para o Atlético Mineiro?

divulgação211 O que Zezé Perrela quer? Passar 2011 batendo palmas para o Atlético Mineiro?
O que a diretoria do Cruzeiro quer com Ortigoza, Reis e André Dias?

Que está fazendo Zezé Perrela?

Desde a saída de Kléber para o Palmeiras, o clube do senador anuncia o desejo por um atacante.

Cuca quer um artilheiro para atuar com Thiago Ribeiro.

A instabilidade de Wellington Paulista cansou.

Ele quer ir para o mundo árabe ganhar mais dinheiro.

A diretoria faz promessa para que feche de vez a negociação.

Estranha é essa opção pela contratação por baciada.

Traga três e não tenha nenhum.

Isso para um clube que jura vencer o Campeonato Mineiro e Libertadores.

E negocia há 70 dias e não consegue fechar a contratação de Rafael Moura.

Só para lembrar ao senador que o seu clube está no grupo da morte da Libertadores.

Terá pela frente o Estudiantes de La Plata e, muito provavelmente, o Corinthians.

Ou seja: três grandes clubes para duas vagas.

Nem se a Confederação Sul-Americana concordar, não adiantaria entrar com Ortigoza, Reis, André Dias, Farias e Thiago Ribeiro no ataque.

Não resolveria ter 15 jogadores.

O senador precisa acordar.

Cuca precisa de um atacante de qualidade para atuar com Thiago Ribeiro.

Com qualidade.

Quantidade não engana torcedor, nem jornalista.

E o pior, não adianta quando o jogo é contra um adversário forte.

Diante dos inúmeros coadjuvantes de dar pena no Campeonato Mineiro, tudo bem.

Contra o Atlético Mineiro de Dorival Júnior a situação será outra.

Senador, pare de pensar pequeno.

Isso se quiser lutar de verdade pela Libertadores.

E não só fazer de conta que quer.

A torcida cruzeirense não merece depender de Ortigoza, Reis, Farias e André Dias...

Lembre-se de quem votou em você, senador...

Quem o transformou no suplente de Itamar Franco...

Ou decidiu passar 2011 batendo palmas para o Atlético Mineiro de Alexandre Kalil?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Os dirigentes conseguiram. A torcida está cansando de sofrer pelo Palmeiras. Perdeu a graça…

Agencia Estado23 Os dirigentes conseguiram. A torcida está cansando de sofrer pelo Palmeiras. Perdeu a graça...
Os egoístas dirigentes podem comemorar.

Conseguiram.

Depois de anos e anos brigando pelo poder e sabotando quem está no comando, atingiram o ápice.

Estão acabando com a motivação, com a confiança, com o gosto de torcer pelo Palmeiras.

Belluzzo, Mustafá, Della Monica, Palaia, Paulo Nobre, Facchina, Arnaldo Tirone...

Todos deveriam se envergonhar.

Pela falta de união...

Do time que o Palmeiras tem...

Da liberdade em excesso que dão ao técnico...

A briga de egos vem sabotando o clube há décadas...

Os patrocinadores aparecem como se fossem mais para fazer favor às pessoas...

Não por acreditar no time.

O desprezo que a Traffic mostrou ao clube foi absurdo.

Mesmo assim, os candidatos rezam para que ela se continue.

Não importa se no momento mais importante, a empresa resolver dar a outro clube um jogador que o Palmeiras deseja...

Foi o que fez com Ronaldinho Gaúcho, o mandando para o Flamengo.

Ou Wallace para o rival Corinthians.

O Palmeiras aceita as migalhas...

Estas pessoas que desejam comandar o clube...

Para variar, o Palmeiras foi o único time grande a estrear sem vitória no Campeonato Paulista...

Todos os outros ganharam e passam a segunda-feira a falar sobre os três pontos que conseguiram...

Qual a reação do Palmeiras?

Técnico e jogadores comemorarem haver oito vagas para o mata-mata final do estadual...

Assim o clube tem mais chance...

Belo exemplo de pensar pequeno...

Valdivia está fora, com incríveis dores musculares que levarão três semanas para passar...

O normal são três, quatro dias...

Vai ver que é o sangue chileno que exigirá 21 dias...

Lincoln também está sentindo dores e será poupado contra o favorito Ituano...

Felipão deverá colocar cinco volantes no time...

Aliás, ele comemora a chegada de mais um: João Victor, do rebaixado Grêmio Prudente...

É emocionante o amor de Luiz Felipe por volantes...

Na verdade, assustador...

O trabalho na categoria de base continua péssimo.

Além de não conseguir revelar jogadores talentosos não vence...

O Palmeiras é o único clube grande paulista que nunca venceu a Copa São Paulo.

Em 42 anos...

O time foi eliminado ontem pelo pequeno Nacional por 2 a 0.

E pior, o atacante Miguel foi expulso por haver cuspido no bandeira Ivan Luiz Assunção...

Tudo isso desestimula...

Mas os dirigentes acreditavam que não...

Encaram a torcida como mera massa de manobra, fanáticos que não pensam, só torcem...

Só que está longe de ser verdade...

A maior demonstração disso aconteceu de forma contida, quase escondida...

Pela Internet, palmeirenses cansados de sofrer resolveram organizar um protesto.

Iriam dar as mãos e simbolicamente abraçar todo o Palestra Itália...

Seriam necessário milhares deles...

Quantos apareceram no domingo?

Menos de 30...

Uma vergonha.

Não para a torcida.

Mas para quem comanda um clube tão glorioso.

Está acabando o masoquismo, a vontade de passar vergonha toda quarta-feira, todo domingo...

Ouvir as intermináveis gozações dos amigos...

Pior, e mais sério, acompanhar, com inveja, aumentar a distância para Santos, Corinthians e São Paulo...

Haverá eleição no Palmeiras na quarta-feira.

É bom situação e oposição acordarem.

Ver todo o mal que estão fazendo ao clube.

Estão ferindo de morte o amor dos torcedores.

Isso não tem volta.

Mesmo se a CBF encontrar outros títulos na gaveta do escritório de Ricardo Teixeira...

O Palmeiras atual não é mais um clube de futebol...

Virou uma inesgotável fábrica de vexames...

Por culpa dos seus egoístas dirigentes...

Todos.

Sem exceção...

Seja situação ou oposição...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Ronaldinho Gaúcho sorriu amarelo. Foi apresentado ao fraco Flamengo de Luxemburgo…

divulgação345 Ronaldinho Gaúcho sorriu amarelo. Foi apresentado ao fraco Flamengo de Luxemburgo...
Sentado no banco, assistindo ao jogo e fazendo pose para as câmeras, Ronaldinho Gaúcho sentiu a responsabilidade.

Viu no péssimo gramado do estádio do Café, em Londrina, que depois de festa veio a ressaca.

Por estar mal fisicamente, não entrou nem um minuto.

Ficou a impressão que foi guardado para a grande estréia que a diretoria articula.

Mas não jogou porque precisa recuperar o físico das baladas dos últimos dias...

O Flamengo suou sangue para vencer o América Mineiro por 2 a 1.

Mais do que o resultado em um mero amistoso, ficou claro o quanto o time de Luxemburgo é carente.

Parece que pegou os jogadores do seu Atlético Mineiro, que quase jogou para a Segunda Divisão, e os vestiu de preto e vermelho.

A equipe é lenta, sem objetividade e muita falha na marcação.

Não há ligação entre a defesa, o meio de campo e o ataque.

Não há quem os una.

Por isso muitos lançamentos precipitados, chutões, bolas nos pés dos adversários.

Além de se compactar, o Flamengo precisa urgente de Ronaldinho Gaúcho.

Mas de sete anos atrás.

O de 2004, que conseguia ser fundamental no meio de campo e do ataque do Barcelona e da Seleção Brasileira.

O fantástico jogador que driblava, tabelava, improvisava, marcava gols inacreditáveis.

Em Londrina, ele percebeu que terá de voltar no tempo.

Não vai resolver ficar sorrindo, piscando para as câmeras.

O Flamengo de Luxemburgo é uma equipe previsível, sem talento ou imaginação.

Ronaldinho Gaúcho sabe todo o sacrifício que o clube fez para contratá-lo.

Também sambou na festa da sua chegada.

Ele treinou a sério desde que chegou.

Teve o primeiro contato com a bola com seus novos companheiros.

Percebeu que o nível é muito abaixo do Milan, que está longe dos bons tempos.

Se recusou até a pensar no Barcelona.

Ao parar de dar autógrafos e acenar para as torcedores, ele se preocupou.

Sentiu na verdade onde foi parar.

Além da alegria, das promessas, ele terá de treinar como se fosse um garoto.

Recuperar o fôlego, a agilidade, a velocidade, a explosão muscular, o amor por jogar, roubados pelas baladas.

A camisa do Flamengo continua maravilhosa, merecendo o maior respeito.

Mas o time de Luxemburgo, não.

Previsível, inseguro, travado.

Precisa de um gênio em campo.

Não um clone.

O sorriso amarelo de Ronaldinho Gaúcho deixando o estádio demonstrava que ele começou a enxergar.

Sentiu o gosto amargo da enorme responsabilidade que terá nas costas.

Não há ninguém à sua altura para repartir a pressão.

Nem perto.

É com ele.

Ronaldinho Gaúcho entendeu.

Não se deixou enganar pela alegria da imprensa carioca com o retorno invicto do Paraná.

Sabe que empatar com o Londrina por 0 a 0 e vencer o América Mineiro por 2 a 1 não são motivos de orgulho...

Não caiu no oba-oba das entrevistas após a 'brilhante' vitória de hoje.

Sabe que terá de fazer valer cada centavo do R$ 1,8 milhão que receberá a cada 30 dias.

E para isso terá de voltar no tempo.

Pelo menos sete anos atrás.

Será que ainda sabe como faz?

Será que sabe como jogar a sério?

Será que lembra onde escondeu todo o talento que possuia e não usa há sete anos?

É bom lembrar...

O fraco time de Luxemburgo reza que sim...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Que juiz tem coragem de dizer não ao capitão do Corinthians?

divulgação223 Que juiz tem coragem de dizer não ao capitão do Corinthians?
Adenor sabe que já começa 2011 pressionado...

Ele foi contratado para levar o Corinthians ao título do Brasileiro.

Não estava difícil.

Tropeçou contra o Vitória e Goiás, dois times rebaixados, e veio a frustrante terceira colocação.

Ele precisa ganhar alguma coisa em 2011.

A Libertadores é o sonho.

Mas por garantia, o fraco Campeonato Paulista serve.

E para isso, vale tudo.

Colocar os titulares logo de cara contra a sofredora Portuguesa.

Não importa o pouco tempo de preparação, ter jogadores veteranos fundamentais à equipe.

Vão para campo.

Farão sua estréia em 2011 em um dos dias mais quentes do ano.

Não importa a tosca fórmula de disputa.

Que oito clubes vão se classificar para o mata-mata.

Oito...

Serão longas 19 rodadas para chegar o mata-mata.

Mas logo na primeira, Adenor quer ganhar moral.

Vencer a Portuguesa no Pacaembu é obrigação.

E para isso, vale tudo.

Tudo mesmo.

Até na hora de escolher o capitão do Corinthians.

Tinha Roberto Carlos implorando...

Chicão certo da escolha...

Mas não...

Para substituir o aposentado William, Adenor quis Ronaldo...

Pela liderança?

Pela garra?

Pelo poder de motivar o time?

Por sua visão tática?

Não...

Nada disso.

Ele foi escolhido para pressionar, intimidar os árbitros.

Ainda mais com a renovação do quadro dos juizes no Campeonato Paulista.

Muitos homens de preto, de amarelo, de vermelho irão tremer na hora de apertar a mão do ídolo corintiano.

Há a certeza de que eles irão se render a qualquer reclamação, questionamento, pedido de pênalti...

Ronaldo é de um carisma enorme...

E de uma malícia como jogador maior ainda...

Sem a tarja de capitão, ele já 'apitou' vários jogos em 2010...

Evitou derrotas...

Conquistou vitórias importantes reclamando pênaltis absurdos...

Como capitão, o céu é o limite...

O golpe que pode parecer genial é na verdade a demonstração de receio de Adenor...

Ele não quer correr o menor risco de que seu time perca moral logo na estréia...

E lá estará Ronaldo com a braçadeira...

Pronto para apertar a mão e dar um forte abraço em Luís Flávio de Oliveira...

Isso deve bastar no caso de dúvidas do árbitro.

Ele deve lembrar até do perfume de Ronaldo antes de apitar...

Além se imitar o esquema tático de Mano Menezes, utilizado em 2009, Adenor foi além...

E mostra o que trouxe de novo ao Corinthians em 2011...

Ronaldo como capitão e intimidador de árbitros...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Ver o Palmeiras jogar foi mesma coisa que assistir ontem Amy Winehouse. Deu uma saudade do que já passou…

reuters27 Ver o Palmeiras jogar foi mesma coisa que assistir ontem Amy Winehouse. Deu uma saudade do que já passou...
Para não deixar dúvida a que veio, logo um vexame na estréia.

O Palmeiras parece que não entrou em férias.

Contra o Botafogo, logo na sua estréia pelo Campeonato Paulista, mostrou um futebol de envergonhar tia.

Parece que os atletas ficaram treinando novembro, dezembro e os primeiros dias de janeiro.

Se esforçando como jogar sem objetividade, sem confiança, sem imaginação.

E também sem esquema.

A defesa do Botafogo de Ribeirão Preto, em pleno Pacaembu, dominou, travou os palmeirenses.

Parecia que enfrentavam juniores.

Foi o Feliz Ano Novo que Felipão e Belluzzo reservaram aos fiéis torcedores que foram ao Pacaembu.

E eles se comportaram como fãs apaixonados por Amy Winehouse.

Sabiam que o Palmeiras não é nem sombra do que foi no passado...

Iria esquecer a letra...

Cambalear pelo palco...

E mesmo assim, estariam lá, aplaudindo o que fosse possível aplaudir...

Uma pena que o clube verde e branco não tenha a mesma desculpa para a sua decadência que a cantora inglesa...

Ao final do constrangedor 0 a 0, as vaias e todos implorando novos jogadores...

Jogadores irritados, nervosos com a pressão.

Kléber sentindo na pele a bobagem que fez por sair do Cruzeiro...

Wlademir Pescarmona mandando indiretas para o seu desafeto Valdivia, que machucado, não entrou em campo...

Marcos já projetando todo o sofrimento no seu último ano de carreira...

E Felipão pedindo paciência para a torcida.

Mais três jogos de crédito...

Mais paciência para os palmeirenses chega até a ser uma ofensa...

O desempenho do técnico que veio a peso de ouro também é lamentável, fraquíssimo...

O time não tem um desenho tático definido, jogadas ensaiadas...

Vive esperando um chute certeiro do veterano Marcos Assunção...

Tudo igual ao final do Campeonato Brasileiro...

À eliminação da Copa Sul-Americana diante do Goiás...

Salvador Hugo Palaia, Arnaldo Tirone e Paulo Nobre, candidatos a presidente, estão tensos.

E precisam estar.

Cada um correu para o seu canto após a vergonhosa estréia no Campeonato Paulista.

E apelaram aos seus amigos mais íntimos.

Tiveram a mesma idéia.

Vão tentar juntar dinheiro para oferecer a Alex...

Os três, que já não são exemplos de imaginação, prometem a volta do meia que está na Turquia.

O Fenerbahce não fez proposta de renovação para o jogador.

E ele admitiu voltar para o Brasil em maio.

Mas acontece que ele é uma pessoa diferenciada.

Tem neurônios sobrando.

Foi Felipão quem lhe proporcionou a maior decepção na carreira ao não levá-lo para a Copa de 2002.

A dor foi imensa porque os dois tinham ótima relação, as famílias eram próximas, amigas.

A esposa de Alex não perdoou Scolari até hoje.

O meia acompanha o dia-a-dia do Palmeiras.

Sabe que candidatos já sugeriram ter um pré-contrato com ele.

Plugado, Alex se apressou a negar no twitter...

São Paulo, Cruzeiro e Corinthians, sim Corinthians, se interessam também pelo habilidoso meia.

O jogador sabe que deverá ser seu último bom contrato na carreira.

Embora continue com cara de menino, o tempo passou também para ele.

Em setembro, ele completará 34 anos...

Não pode errar.

E parece firme, não aceita chantagem emocional.

De retribuir tudo o que o clube lhe fez para a carreira.

Foi essa triste situação que capturou Felipão, Valdivia e Kléber.

E pagam por ter acreditado na promessa de Belluzzo da montagem de um grande time.

Por trás daqueles óculos, Alex é muito mais centrado.

Por isso foi polido, mas não se comprometeu com nenhum dos candidatos que gastaram ligando para a Turquia.

Para ter certeza de que não usariam seu santo nome em vão, se garantiu no twitter.

Continua livre, esperando propostas de quem quer que seja.

Alguma mudança do Palmeiras em relação ao ano passado?

Não, Amy Winehouse continua a mesma...

Pena que não dê para levar os dois para uma clínica de reabilitação...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7