O Barcelona e Real Madrid jogam em 3D. O melhor futebol do mundo é mesmo o da Espanha. Só resta a nós, brasileiros, os Campeonatos Paulista, Carioca, Mineiro, Gaúcho…

divulgacao221 O Barcelona e Real Madrid jogam em 3D. O melhor futebol do mundo é mesmo o da Espanha. Só resta a nós, brasileiros, os Campeonatos Paulista, Carioca, Mineiro, Gaúcho...
Os olhos do mundo se voltaram com razão para a Espanha.

O país campeão do mundo teve todo o planeta acompanhando hoje o primeiro dos quatro clássicos...

Real Madrid e Barcelona foi de querer segurar os ponteiros do relógio.

Jogo bom para não acabar nunca.

Não é por acaso que Paulo Roberto Falcão baba pelo time catalãona

E diz querer copiar seu estilo no Internacional que acabou de assumir.

Nenhum time tem tamanho domínio da bola.

E essa exuberante coragem de jogar da mesma maneira na casa com em Madrid.

É personalidade demais...

Guardiola tem o grande mérito de escolher seus jogadores e ter a coragem de colocar em prático um esquema que parece utopia.

Busquets, Xavi e Iniesta no meio de campo.

E encostado neles, Messi.

Pedro e Villa também não ficam parados na frente e fazem questão também de trocar passes.

Além de Daniel Alves, atual melhor lateral do mundo pela direita.

E Adriano pela esquerda.

Ambos pensando que são pontas dos anos 70.

Um esquema que prioriza o ataque, tocar bola até ir abrindo espaço na defesa adversária.

Com troca de posições constantes.

É um espetáculo à parte assistir a movimentação do Barcelona.

Chega a ser um estrangulamento constante dos rivais.

José Mourinho não quis nem saber de enfrentar de igual para igual.

Kaká ficou no banco o jogo inteiro.

Não entrou nem um minuto.

O plano de jogo do português era defender e contragolpear.

Tratou de colocar o vigoroso Pepe no lugar de Ozil.

E fechou a sua intermediária.

A ordem era tentar não deixar o Barcelona crescer, ganhar confiança, trocando bola.

Mesmo esquema que o consagrou como treinador da Inter, quando eliminou o Barcelona em casa.

Tomou um sufoco imenso naquela vez e hoje, mesmo jogando em casa, seu Real Madrid suou sangue para empatar.

O Barcelona teve domínio de bola, mas a marcação forte atrapalhou.

Assim como a expulsão justa de Albiol depois de segurar Villa até ser marcado o pênalti.

Messi cobrou e marcou.

O argentino não estava nos seus melhores dias.

Mesmo assim teve uma atuação convincente.

Quem foi bem mesmo foi Cristiano Ronaldo.

Jogou tudo o que pôde.

Lutou de maneira invejável.

Tanto que ganhou como presente o pênalti de Daniel Alves em Marcelo.

O português cobrou bem e empatou.

Os dois times continuaram lutando, com chances de lado a lado.

Mesmo com dez jogadores, o Real Madrid, empurrado por sua apaixonada torcida, se superou.

Jogou de igual para igual no segundo tempo com o time mais técnico do planeta.

Infelizmente, o jogo acabou.

O resultado foi excelente para o Barcelona que na prática ganhou o título do Espanhol hoje.

Ainda acontecerão mais três confrontos.

Na próxima quarta-feira será a final da Copa do Rei, em Valencia.

Desde 1990 os dois times não decidiam a competição.

Será uma final de arrepiar.

E depois virão os dois jogos da Champions League.

Quem ama o futebol que desfrute essas quatro partidas.

O jogo de hoje já abriu e muito o apetite...

Igualzinho às partidas do Campeonato Carioca, Paulista, Mineiro, Gaúcho, Baiano, Paranaense...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Estádio do Corinthians só em 2014. E olhe lá…Tudo o que a Fifa não queria…

divulgacao392 Estádio do Corinthians só em 2014. E olhe lá...Tudo o que a Fifa não queria...
"Em março as obras do estádio começarão.

Serão funcionários trabalhando em três turnos: de manhã, de tarde, de noite.

Eu garanto."

As palavras foram de Andrés Sanchez no final do ano passado.

As obras do estádio corintiano na Arena Itaquera não só não começaram, como o estádio está fora da Copa das Confederações.

"Esquece", disse o vice-presidene de marketing, Luiz Paulo Rosenberg.

Esse foi um golpe terrível para quem busca abrir a Copa de 2014.

A Fifa insistia em ter os palcos do início e do final do Mundial testados no Brasil.

A Copa das Confederações, criada em 1997, e desde 2005, disputada de quatro em quatro anos, tinha essa finalidade.

Ser um cartão de apresentação do país sede da Copa para o Mundo.

Competição para fazer avaliações.

Testar os estádios, transporte, segurança, acomodações das seleções e dos torcedores.

Na Alemanha e na África do Sul, o palco da abertura não foi usado na Copa das Confederações.

Os dirigentes locais preferiram fazer política com outros estádios.

Os africanos esconderam seu assustador atraso.

O Soccer City ficou pronto apenas em março de 2010, faltando pouco mais de dois meses para o Mundial.

Era tudo o que a direção da Fifa não queria passar de novo...

Os dirigentes corintianos não têm certeza em relação ao prazo.

A não ser que a Arena Itaquera ficará pronta apenas em 2014.

Essa história de final de 2013 é balela.

Se os recursos forem repassados pela Caixa Federal.

O BNDES está querendo que a Caixa se responsabilize pelos R$ 400 milhões pedidos pelo clube.

A situação travou desde a troca de Lula por Dilma Rousseff.

E a nova presidente não tem mostrado o mesmo empenho que o ex.

É muito mais difícil a cúpula corintiana falar com Dilma.

Ricardo Teixeira acompanha com muita apreensão o atraso nas obras do estádio.

Ele não pode deixar de maneira alguma São Paulo da abertura do Mundial.

É uma questão politica para o presidente da Fifa.

E nem pensa em usar o Morumbi do seu desafeto Juvenal Juvêncio.

Ele não quer plano B.

Quer o estádio corintiano e ponto final.

E já está ajudando Andrés Sanchez como pode.

Senadores e deputados ligados à CBF usam suas ligações políticas para ajudar na liberação da verba.

Mas os dirigentes já perceberam que correriam o risco de um enorme vexame se aceitassem incluir a Arena Itaquera entre as sedes da Copa das Confederações.

E desistiram publicamente ontem.

A desistência foi um pedido de ajuda a Teixeira.

Ele se comprometeu com Joseph Blatter que o estádio estaria pronto em 2013.

E não vai ficar.

Já percebeu a gravidade do caso e vai fazer o que puder para ajudar.

E neste clima de tensão vivido pela cúpula corintiana, Rosenberg desvia o foco.

Insiste em chamar o estádio do Morumbi de panetone.

Provocação boba.

Ele deveria usar o seu tempo e prestígio para tentar fazer o estádio sair da maquete.

Porque a situação já está cheirando a vexame...

Companheiros inseparáveis de Andrés estão preocupadíssimos...

Onde estão os funcionários trabalhando em três turnos que Andrés prometeu para março?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


A péssima escolha do adversário de Anderson Silva no UFC do Rio de Janeiro. Dana White acabou com o sonho da revanche com Belfort…

divulgacao1010 A péssima escolha do adversário de Anderson Silva no UFC do Rio de Janeiro. Dana White acabou com o sonho da revanche com Belfort...
Anderson Silva e Shogun já eram presenças garantidas no UFC do Rio.

A expectativa estava toda nos adversários.

Quem Dana White escolheria para enfrentar os dois brasileiros?

Depois de ser massacrado por Jon Jones, Shogun terá pela frente Forrest Griffin.

Na sua estréia no UFC, o brasileiro foi derrotado por seu péssimo preparo físico da época e pelo norte-americano.

Ele vinha do Pride.

A derrota aconteceu no UFC 76, em 2007.

Desde lá, Forrest continua um bom lutador, combativo, mas longe de ser sensacional.

Foi dono do cinturão por pouco tempo.

Luta para levantar a moral tupiniquim.

Provar se Shogun está recuperado da operação no joelho.

E do desgaste mental do assustador nocaute que sofreu.

Decepção mesmo é o adversário de Anderson Silva.

Será o japonês Yushin Okami.

Será a chance da revanche, já que o japonês foi o último lutador a derrotá-lo.

Foi em 2006, no torneio Rumble on the Rock.

A luta com o japonês esforçado e previsível é insignificante, diante do que todos esperavam.

O sonho era que acontecesse a revanche entre Anderson Silva e Vitor Belfort.

Seria sensacional.

Dividiria o país...

Você gostou dos adversários de Anderson Silva e de Shogun?

Ou também está na fileira dos decepcionados com Dana White?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Juvenal Juvêncio. O homem que tem certeza que o São Paulo Futebol Clube é dele. E ninguém nega…

divulgacao091 Juvenal Juvêncio. O homem que tem certeza que o São Paulo Futebol Clube é dele. E ninguém nega...
"Eu plantei.

Eu colho."

Essas foram frases consagradas por Alberto Dualib nos 14 anos em que foi presidente do Corinthians.

A mentalidade continua prevalecendo até hoje no futebol brasileiro, nos rivais.

É o que move, por exemplo, a candidatura de Juvenal Juvêncio no São Paulo.

Ele sabe que não tem adversário à altura.

Se Barak Obama decidisse concorrer ao cargo seria trucidado nas urnas.

Juvenal tem os conselheiros na mão.

Centralizador, ele conseguiu fazer o São Paulo crescer.

O clube ficou muito melhor para os sócios.

A infraestrutura para os garotos em Cotia é excelente.

O CT exemplar.

Há dinheiro e parceiros para novos e grandes investimentos no futebol.

Tem certeza também que vai se iniciar um período de prosperidade no Morumbi.

Por isso ele quer o terceiro mandato.

Pelo estatuto, ele, eu, você e até o Pedro Bó sabemos que o São Paulo só permite uma reeleição.

Acontece que Juvenal alega que a mudança aconteceu quando ele estava no poder.

E para ele passa a contar a partir daquele momento.

Um grande e enorme bobagem.

Mas quem é que tem coragem de enfrentá-lo?

Dizer que ele não poderia concorrer?

Que o clube já teve presidentes notáveis e sobreviveu quando acabaram os seus mandatos.

E até melhorou.

Os homens foram trocados, as idéias renovadas.

Juvenal Juvêncio não admite nem ouvir perguntas sobre o tema.

Lançou hoje oficialmente sua candidatura para a certa reeleição na quarta-feira.

Edson Lapolla é o candidato da oposição.

Candidatura simbólica, de protesto.

Ele não tem a menor chance.

Mas vai dar a cara para bater e reclamar contra essa manobra absurda que garantiu a Juvenal concorrer.

O que constrange é a nata intelectual que comanda o São Paulo.

São cerca de 400 pessoas com preparo, situação financeira definida...

São empresários, desembargadores, advogados, milionários...

Todos eles não precisavam ficar de joelhos diante de Juvenal Juvêncio...

Poderiam sim questioná-lo, enfrentá-lo, falar que ele está errado, não permitir sua reeleição...

Mas cadê coragem?

É triste pela pujança, pela força de uma entidade chamade São Paulo Futebol Clube.

Que nasceu para não ser menos importante do que qualquer dirigente.

Mas está sendo tratada como propriedade...

Como uma fazenda particular de Juvenal...

Ele mesmo disse que não lê nada a respeito do questionamento de sua reeleição...

Postura tão prepotente como sua candidatura...

Não há como não lembrar das ditaduras militares...

Onde até aconteciam eleições, mas todos sabiam o resultado antes mesmo delas começarem...

E nem de Alberto Dualib.

Como ele entrou no Corinthians.

Os títulos, as festas, os ombros dos torcedores, a MSI...

E sua lamentável renúncia...

Bom proveito para mais três anos no poder...

Meus pêsames a quem, por covardia, não ousou sequer tentar enfrentar Juvenal Juvênio...

Se ele quiser, fica um terceiro, um quarto, um quinto, um sexto mandato...

Só depende sua boa vontade...

O São Paulo Futebol Clube não nasceu para ser o clube de um homem só...

Não combinam no Morumbi e nem em 2011 as frases:

"Eu planto...

Eu colho..."

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Renato Gaúcho jogou a liderança do Grêmio no colo do Junior Barranquilla. Pedir reforços agora é fácil…

divulgacao352 Renato Gaúcho jogou a liderança do Grêmio no colo do Junior Barranquilla. Pedir reforços agora é fácil...
Renato Gaúcho teve seu dia de Adilson Batista ontem na Bolívia.

E, como o treinador que está no seu quarto clube em menos de um ano, o ídolo gremista pagou caro.

A gripe de Douglas foi a desculpa para inventar.

O Grêmio perdeu seu grande articulador.

O desperdiçado meia que o Corinthians jogou fora.

E contra o desclassificado lanterna Oriente Petrolero, que poupou vários titulares para o Campeonato Boliviano...

Com o time gaúcho precisando da vitória para terminar a primeira fase como primeiro do seu grupo...

O que fez Renato?

Colocou Gabriel na meia.

Ele confundiu treinos recreativos, onde o filho de Wladimir mostra muita habilidade, com uma partida de verdade.

Gabriel estava perdido e sem ter o que fazer.

O ataque gremista desligado do restante da equipe.

Lúcio, lateral também improvisado no meio de campo, não pôde ajudar Gabriel por muito tempo.

Bruno Collaço se contundiu e ele teve de atuar na sua posição.

A entrada do volante Fernando piorou toda a situação.

O time perdia de vez a maior qualidade levada por Renato Gaúcho ao Olímpico: a compactação da equipe.

A saída foi tentar ganhar a partida nos contragolpes.

Só que com isso o Grêmio atraiu o Oriente Petrolero para a sua área.

Ao sentir tanta facilidade para articular suas jogadas sem problemas, os bolivianos se animaram.

Arce, desprezado por Corinthians e Sport, jogava como se fosse Cristiano Ronaldo movido a chá de coca...

Estava em todos os setores do ataque.

E fazia até pose antes de chutar para o gol.

Victor teve de se virar e mostrar porque tem a confiança de Mano Menezes.

Mas nem se o Grêmio pudesse ter atuado com quatro goleiros evitaria a vitória boliviana.

Mário Fernandes, Rafael Marques e Rodolfo pareciam atuar em câmera lenta.

Se João Gordo dos tempos da MTV estivesse no ataque do Oriente Petrolero teria feito pelo menos três gols.

Foi um constrangedor massacre.

3 a 0 foi injusto para os bolivianos.

Pior do que o fraquíssimo futebol, só a expulsão absurda e infantil de Rodolfo.

Para mostrar que é homem, resolveu acabar com o olé que a torcida boliviana gritava em coro.

A pontapés.

Foi merecidamente expulso pelo equatoriano Omar Ponce.

E está fora da primeira partida do mata-mata decisivo das oitavas de final da Libertadores.

Uma enorme bobagem.

Assim como o pedido de desculpas de Renato Gaúcho, dizendo que o Grêmio não jogou nada.

O ídolo da torcida ontem foi vilão.

Errou feio na escalação do seu time.

Mesmo sem Douglas, não teve coragem para tentar ganhar o jogo e sair como primeiro colocado do Grupo 2.

Apesar de enfrentar o desclassificado e desfalcado lanterna Oriente Petrolero.

O Grêmio se classificou em segundo.

Terá vida mais difícil na fase decisiva da Libertadores.

O ídolo Renato Gaúcho pode contabilizar esse pecado no seu ótimo trabalho no Grêmio.

Mas que não conseguiu ganhar sequer uma partida fora do Olímpico.

Isso é péssimo para quem sonha ser campeão da Libertadores.

Em Santa Cruz de La Sierra, ontem, Renato foi mal demais...

E o clube que o ama pagou por seu erro...

Pedir reforço, dizer que o elenco é pequeno é fácil demais....

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Os aeroportos para a Copa do Mundo no Brasil estarão prontos em 2017. Três anos depois do Mundial acabar…

airlinersnet Os aeroportos para a Copa do Mundo no Brasil estarão prontos em 2017. Três anos depois do Mundial acabar...
Chuva de dinheiro de última hora do Governo Federal não vai ajudar.

A Copa do Mundo de 2014 está indo por um caminho perigoso demais.

Principalmente em relação à infraestrutura.

Os estádios estão atrasados, isso não é segredo para ninguém.

A rede hoteleira em várias sedes não existe.

Principalmente a de Belo Horizonte, que briga por uma semifinal de Copa.

Não há decisão firmada sobre o que fazer com vários estádios que se transformarão em elefantes brancos.

Depois da Copa do Mundo não há evento capaz de mostrar utilidade para obras de meio de bilhão de reais.

As estradas no País continuam vergonhosas.

O sistema de transmissão de dados e telefonia precisam de melhorias urgentes.

Não bastasse tudo isso, surge um sério estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

Nele está demonstrado ser impossível adequar os aeroportos brasileiros para a Copa do Mundo.

Não ficarão prontos nove dos 13 aeroportos que precisam passar por uma enorme reforma para 2014.

Quem foi para uma Copa sabe o que isso significa.

Ainda mais em um país com dimensões continentais como o Brasil.

É comum uma seleção disputar, por exemplo, as quartas-de-final no Sul do país e a semifinal no Norte.

Sem aeroportos em condições como transportar milhares de torcedores juntos com os habitantes 'normais' no País?

A Copa é disputada no perído de férias escolares.

No meio do ano.

É preciso escrever mais uma palavra?

Nestas férias de verão, aeroportos já viveram momentos de confusão.

Com vôos adiados, pessoas amontoadas, dormindo no chão.

Para a Copa do Mundo será um caos.

As autoridades precisam parar com seu jogo político e investir em obras que não dão votos.

Não adianta prefeitos, governadores e presidênciáveis brigarem por jogos importantes em seus estados sem estrutura.

Eles irão acabar expondo as mazelas, a própria incompetência...

Vale a pena repetir: nove dos 13 aeroportos em reforma não ficarão prontos a tempo.

Será impossível, de acordo com o Instituto de Pesquisa Aplicada.

A capacidade dos aeroportos brasileiros é de três milhões de pessoas.

Para a Copa, a necessidade é de 7,5 milhões...

Mesmo sem competição alguma, a demanda já aumentou de forma assustadora.

O salto foi de 128 milhões de passageiros em 2009 para 154 milhões em 2010.

O Ipea garante que os aeroportos estarão reformados e prontos em 2017...

Isso mesmo, 2017...

Quando a Copa do Mundo e as Olimpíadas já estiverem terminadas no Brasil...

Não é por acaso que o presidente da Fifa disse que a situação brasileira é muito pior do que a africana...

Muito pior...

O Brasil não queria a atenção do mundo com a Copa do Mundo e com as Olimpíadas?

Pois bem...

Já tem...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Muricy, Ganso e coadjuvantes fizeram o Santos renascer na Libertadores. Que Neymar, Elano e Zé Love passem a jogar pelo time, que há chance de brigar pelo título…

divulgacao291 Muricy, Ganso e coadjuvantes fizeram o Santos renascer na Libertadores. Que Neymar, Elano e Zé Love passem a jogar pelo time, que há chance de brigar pelo título...
Paulo Henrique Ganso, Muricy e os coadjuvantes do Santos precisam comemorar.

A noite de hoje foi especial.

A festa de aniversário santista veio de maneira empolgante.

Na sobrevivência na Libertadores da América.

A vitória diante do Cerro Portenho foi arrancada na personalidade, na raiva.

Sem Neymar, Elano e Zé Eduardo, expulsos infantilmente, depois que o time vencia por 3 a 0 o Colo Colo, os santistas precisavam desesperadamente ganhar o jogo em Assunção.

Mas graças à Providência Divina, quem se colocou de maneira desesperada foi o Cerro Portenho.

O técnico Astrada colaborou como pôde.

Deixou da maneira mais frouxa possível a marcação em Paulo Henrique Ganso, justo o único jogador com um talento especial.

Ao final da partida ele ficou com a feição de arrependimento da direção santista que não deu atenção a Maikon Leite.

As suas arrancadas foram fundamentais na vitória de hoje.

Ainda mais diante de uma zaga lenta, sem sobra.

Astrada queria se consagrar diante de sua torcida e montou o Cerro Portenho de forma bizonha.

Escancarado, aberto e imóvel como um time de botão.

Ingênuo, acreditou que o Santos jogaria trancado na defesa, dentro da sua área.

Mas Muricy colocou o time marcando forte na intermediária paraguaia.

Arouca voltou muito bem à equipe.

Inteligente, técnico.

Teve em Danilo um ótimo companheiro.

Firme na marcação e com muita vontade no apoio.

O primeiro gol do jogo saiu do seu pé esquerdo, um golaço de fora da área, logo aos 11 minutos.

A partir deste chute, os paraguaios ficaram ainda mais desesperados.

Astrada fez outro enorme favor aos brasileiros.

Ele brigou com o jovem Iturbe, jogador mais talentoso de todo futebol paraguaio.

E o deixou 64 minutos fora da partida.

Ele viu do banco de reservas Maikon Leite receber ótimo passe de Ganso, disparar e fazer 2 a 0.

Logo aos três minutos do segundo tempo.

O gol foi um balde de gelo nos paraguaios.

A partir daí, o time ficou ainda mais desesperado e escancarado.

Se Maikon Leite tivesse mais pontaria.

E fosse qualquer outro atacante e não Keirrison a jogar, o time brasileiro poderia ter goleado.

Ainda sofreu o gol do Cerro de Benítez na prorrogação, graças à bobeada de Edu Dracena.

Mas o que importavam era os três salvadores pontos que o time de Muricy conquistou em Assunção.

O Santos só merece de uma simples vitória no Pacaembu diante do venezuelano Deportivo Tachira.

O alívio foi geral.

A festa que Muricy Ramalho fez não foi normal.

Era como se lembrasse de como saiu pela porta dos fundos do Fluminense.

E logo na primeira partida da Libertadores com o Santos, a vitória importantíssima.

O aniversário e a competição mais desejada por todos foram salvos.

O Santos foi uma equipe de futebol competitiva hoje.

Que Neymar, Elano e Zé Eduardo tenham assistido com muita atenção ao jogo.

E voltem diferente contra os venezuelanos.

Neymar não tem mais o direito de ser expulso querendo fazer marketing com a sua própria mascara.

Elano não pode ser expulso por jogar toalhas em técnicos adversários.

Zé Love não pode brigar com quem o provocar...

Se Muricy conseguir fazer com que o trio jogue pelo time, o Santos ficará uma nova equipe na Libertadores.

Com outra perspectiva, força, confiança.

E nesta festiva noite que merece palmas foi Ganso.

Jogou por ele, deu seus chapéus, e pela equipe, com lançamentos e passes milimétricos.

Tomou vários pontapés e continuou jogando.

Mostrou que não é mercenário e muito menos estar tentando sabotar o time para ir embora do clube.

O Santos tem tudo para voltar a ser Santos depois da excelente vitória de hoje.

Parabéns pelos 99 anos...

Quem sabe hoje não foi o início da busca de uma terceira estrela para o seu distintivo?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Quanto vale ter a marca divulgada por Ronaldo e Bono Vox? Hypermarcas quer estender o contrato com Ronaldo. Mesmo com ele aposentado…

divulgacao29 Quanto vale ter a marca divulgada por Ronaldo e Bono Vox? Hypermarcas quer estender o contrato com Ronaldo. Mesmo com ele aposentado...
Os donos da Hypermarcas estão estudando uma medida até então impensável...

Renovar o patrocínio da camisa do Corinthians em 2012.

Mas desde que Ronaldo venha no pacote que já terá Adriano.

Assim como acontece atualmente.

Para os empresários, mesmo com a aposentadoria do atleta, o retorno tem recompensado.

Por exemplo, a foto que o jogador acaba de colocar no seu Twitter...

Ao lado de Bono Vox do U2...

Os dois segurando a camisa corintiana.

Isso não tem preço para a Hypermarcas...

E já disseram isso em conversas com o presidente corintiano.

Andrés Sanchez se entusiasmou com a ideia.

Ele é conselheiro da 9ine, empresa que Ronaldo montou para gerenciar carreiras de atletas...

A ligação entre os dois é enorme.

Com direito a almoço, jantares e telefonemas diários.

Ronaldo já está buscando empresas interessadas em dar o nome ao estádio corintiano.

Vai custar caro.

O ex-atacante também já se comprometeu a ser cabo eleitoral de Mario 'futebol é business' Gobbi...

Ele é o candidato de Andrés à sua sucessão.

"O Ronaldo não vai sair nunca mais do Corinthians.

Nunca mais", garante Andrés Sanchez.

Já o Fenômeno se diverte, enquanto isso...

Selecionando talentos como Neymar, Ganso, Lucas e Adriano para cuidar das carreiras..

E caçar celebridades para fotos para o seu Twitter.

Sempre pensando no seu lucro pessoal, lógico...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+  Conheça todos os blogs do R7

Zezé Perrela empolgado no Cruzeiro. Vai abrir os cofres pela Libertadores. E ainda mais se vier o Mundial de Clubes. Com direito a grandes reforços…

divulgacao272 Zezé Perrela empolgado no Cruzeiro. Vai abrir os cofres pela Libertadores. E ainda mais se vier o Mundial de Clubes. Com direito a grandes reforços...
O senador suplente Zezé Perrela está radiante.

Depois dos 3 a 0 de ontem, contra o Estudiantes, em plena Argentina...

Sem Montillo, o melhor jogador do Brasil...

Quebrando uma invencibilidade do rival em casa de 27 anos na Libertadores...

Melhor campanha entre todos os times da Libertadores...

20 gols marcados e apenas um sofrido...

Saldo de 19 gols...

São cinco vitórias e um empate...

Perrela tomou uma decisão...

Além de distribuir beijos em Cuca, ele garante que irá contra os seus princípios...

Não irá vender jogadores se o time vencer a desejada competição sul-americana...

Pelo contrário, irá atrás de reforços de alto nível para a eventual disputa do Mundial de Clubes...

As premiações dos jogadores para as próximas fases da Libertadores também serão aumentadas...

E a Arena do Jacaré continuará como alcapão da equipe mineira enquanto a direção conseguir...

As sondagens da Espanha por Montillo serão desprezadas...

Zezé está de queixo caído com o rendimento do time sob o comando de Cuca...

O vice do Brasileiro de 2010 já foi um ótimo sinal.

Mas acreditava que o treinador havia sido até humilde demais na reestruturação do time para 2011...

Manteve a base e liberou jogadores que pareciam importantes como Jonathan, Welligton Paulista, Cláudio Caçapa, Bernardo...

Poucas vezes quem vive o Cruzeiro viu Perrela tão entusiasmado.

A ponto até de deixar Cuca à vontade em relação ao pouco concorrido Campeonato Mineiro...

Só que o treinador é esperto.

Adilson Batista caiu nesta conversa, nesta empolgação da diretoria em 2010 e deu o título ao Atlético de Luxemburgo...

Com a eliminação da Libertadores e a festa no quintal do vizinho com o título estadual, sem moral, Adilson foi demitido...

Cuca quer porque quer garantir o Campeonato Mineiro...

E segurar a empolgação de Perrela.

Não deseja ver o time perdendo o foco pela reação de torcedor do se presidente...

O Cruzeiro é mesmo uma equipe empolgante e com muita personalidade...

Mesmo com o Estudiantes poupando jogadores, não deu chance aos argentinos...

Venceu com uma autoridade impressionante...

Como primeiro colocado na classificação geral da Libertadores, terá o privilégio de decidir em casa as próximas fases...

Terá pela frente no seu primeiro mata-mata, o pior segundo colocado geral...

Nada mal...

Se tem uma equipe que merece respeito e confiança entre as brasileiras que disputam a Libertadores é o Cruzeiro...

Com todo o mérito...

Sem dever favor a ninguém...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Se Diego Forlan não vier para o São Paulo, a ‘bomba atômica’ cairá sobre a diretoria. Quem brinca com fogo…

divulgacao99 Se Diego Forlan não vier para o São Paulo, a bomba atômica cairá sobre a diretoria. Quem brinca com fogo...
O discreto diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes incendiou o Morumbi.

Em entrevista, ele disse que o São Paulo está negociando a contratação de uma 'bomba atômica'.

Com direito a R$ 2 milhões mensais.

E que apenas ele e Juvenal Juvêncio saberiam quem é o jogador.

Pronto...

Foi o que bastou para acabar a paz no clube.

Jogadores ironizavam dizendo que o nome seria Messi.

Conselheiros sem a menor idéia do que acontecia diziam em David Beckham.

Outros apostavam a camisa tricolor em Kaká.

Lugano tratou logo de se defender e rebater a expressão tão forte.

"Deve ser um atacante.

Eu sou zagueiro.

Não sou bomba atômica, não."

A imaginação fértil foi para o lado de Riquelme.

Mas empresários poderosos trataram de avisar...

O nome desejado é o uruguaio Diego Forlan.

O melhor jogador da Copa da África tem uma ligação enorme com o São Paulo.

Seu pai, Pablo Forlan, jogou e foi até técnico do clube do Morumbi.

A camisa do clube brasileiro sempre esteve presente na casa dos Forlan.

Em várias entrevistas, Diego revelou que deseja, antes de encerrar sua carreira, atuar no Morumbi.

Ele está com 31 anos.

Saiu do Independiente para ao Manchester United.

Disse que ganhou dinheiro, mas perdeu tempo por lá, na reserva.

Foi para o Villarreal e lá foi artilheiro em um time fraco.

Contratado por 21 milhões de euros (R$ 48 milhões) pelo Atlético do Villarreal em 2007, foi ídolo desde que chegou a Madrid.

Chegou para substituir Fernando Torres que foi para o Liverpool.

Não se intimidou.

Foi artilheiro da Europa.

Jogador fundamental na conquista da Liga da Europa.

Depois da Copa, seu futebol caiu.

Não conseguiu o mesmo destaque.

Tem contrato até 2013 e multa rescisória de hipotéticos 36 milhões de euros (cerca de R$ 82 milhões).

Hipotéticos, porque a própria direção do Atlético de Madrid não acredita que o venderá por tanto dinheiro.

Na Espanha se comenta que ele sairá de qualquer maneira do Atlético de Madrid na janela de junho.

O principal interessado seria o Besiktas, da Turquia.

Pablo Forlan, além de ex-jogador e treinador, também é empresário.

E fez chegar até Juvenal Juvêncio a possibilidade da transferência do filho para o Morumbi.

A negociação é complicada, não é fácil.

Wagner Ribeiro, que cedeu os netos de Pelé ao São Paulo, teria se interessado no negócio.

Ainda mais diante do possível desejo dos espanhóis em ter Lucas.

Juvenal não abre mão de Lucas de jeito nenhum neste ano.

Mas e se fosse Casemiro?

A sugestão foi de Ribeiro.

Valorizaria o seu volante que, em tempo recorde, conseguiu a antipatia do elenco e de Carpegiani.

Ele já chegou atrasado a treinamento e não para de sugerir que merece ser titular e um grande aumento.

A sua saída valorizada seria até incentivada pelos dirigentes.

Mas os espanhóis querem dinheiro.

E Juvenal sabe.

Tanto que busca parceria para ter sua 'bomba atômica'.

Conselheiros ontem no show do U2 estavam ensandecidos.

Certos que Diego Forlan já é do São Paulo.

João Paulo de Jesus Lopes sabe o que provocou querendo atiçar a imprensa e a torcida.

A negociação está ainda acontecendo.

Não está concluída, fechada.

Diego Forlan tem mercado.

O São Paulo tem concorrentes de peso.

Há clubes no Oriente Médio com maior potencial financeiro.

O seu trunfo é o amor dos Forlan pelo clube.

João Paulo só pode torcer para tudo dar certo.

Os torcedores acordaram nesta quinta-feira como se tivessem recebido um enorme presente.

O clube está encurralado.

Ou contrata Forlan ou provocará a maior decepção para os são-paulinos em 2011.

Quem armou a bomba atômica que a desarme...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7