Se Diego Forlan não vier para o São Paulo, a ‘bomba atômica’ cairá sobre a diretoria. Quem brinca com fogo…

divulgacao99 Se Diego Forlan não vier para o São Paulo, a bomba atômica cairá sobre a diretoria. Quem brinca com fogo...
O discreto diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes incendiou o Morumbi.

Em entrevista, ele disse que o São Paulo está negociando a contratação de uma 'bomba atômica'.

Com direito a R$ 2 milhões mensais.

E que apenas ele e Juvenal Juvêncio saberiam quem é o jogador.

Pronto...

Foi o que bastou para acabar a paz no clube.

Jogadores ironizavam dizendo que o nome seria Messi.

Conselheiros sem a menor idéia do que acontecia diziam em David Beckham.

Outros apostavam a camisa tricolor em Kaká.

Lugano tratou logo de se defender e rebater a expressão tão forte.

"Deve ser um atacante.

Eu sou zagueiro.

Não sou bomba atômica, não."

A imaginação fértil foi para o lado de Riquelme.

Mas empresários poderosos trataram de avisar...

O nome desejado é o uruguaio Diego Forlan.

O melhor jogador da Copa da África tem uma ligação enorme com o São Paulo.

Seu pai, Pablo Forlan, jogou e foi até técnico do clube do Morumbi.

A camisa do clube brasileiro sempre esteve presente na casa dos Forlan.

Em várias entrevistas, Diego revelou que deseja, antes de encerrar sua carreira, atuar no Morumbi.

Ele está com 31 anos.

Saiu do Independiente para ao Manchester United.

Disse que ganhou dinheiro, mas perdeu tempo por lá, na reserva.

Foi para o Villarreal e lá foi artilheiro em um time fraco.

Contratado por 21 milhões de euros (R$ 48 milhões) pelo Atlético do Villarreal em 2007, foi ídolo desde que chegou a Madrid.

Chegou para substituir Fernando Torres que foi para o Liverpool.

Não se intimidou.

Foi artilheiro da Europa.

Jogador fundamental na conquista da Liga da Europa.

Depois da Copa, seu futebol caiu.

Não conseguiu o mesmo destaque.

Tem contrato até 2013 e multa rescisória de hipotéticos 36 milhões de euros (cerca de R$ 82 milhões).

Hipotéticos, porque a própria direção do Atlético de Madrid não acredita que o venderá por tanto dinheiro.

Na Espanha se comenta que ele sairá de qualquer maneira do Atlético de Madrid na janela de junho.

O principal interessado seria o Besiktas, da Turquia.

Pablo Forlan, além de ex-jogador e treinador, também é empresário.

E fez chegar até Juvenal Juvêncio a possibilidade da transferência do filho para o Morumbi.

A negociação é complicada, não é fácil.

Wagner Ribeiro, que cedeu os netos de Pelé ao São Paulo, teria se interessado no negócio.

Ainda mais diante do possível desejo dos espanhóis em ter Lucas.

Juvenal não abre mão de Lucas de jeito nenhum neste ano.

Mas e se fosse Casemiro?

A sugestão foi de Ribeiro.

Valorizaria o seu volante que, em tempo recorde, conseguiu a antipatia do elenco e de Carpegiani.

Ele já chegou atrasado a treinamento e não para de sugerir que merece ser titular e um grande aumento.

A sua saída valorizada seria até incentivada pelos dirigentes.

Mas os espanhóis querem dinheiro.

E Juvenal sabe.

Tanto que busca parceria para ter sua 'bomba atômica'.

Conselheiros ontem no show do U2 estavam ensandecidos.

Certos que Diego Forlan já é do São Paulo.

João Paulo de Jesus Lopes sabe o que provocou querendo atiçar a imprensa e a torcida.

A negociação está ainda acontecendo.

Não está concluída, fechada.

Diego Forlan tem mercado.

O São Paulo tem concorrentes de peso.

Há clubes no Oriente Médio com maior potencial financeiro.

O seu trunfo é o amor dos Forlan pelo clube.

João Paulo só pode torcer para tudo dar certo.

Os torcedores acordaram nesta quinta-feira como se tivessem recebido um enorme presente.

O clube está encurralado.

Ou contrata Forlan ou provocará a maior decepção para os são-paulinos em 2011.

Quem armou a bomba atômica que a desarme...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Dagoberto, Keirrison e Henrique. Três promessas que nunca vingaram como sonhavam os afobados Malaquias Brothers…

divulgacao285 Dagoberto, Keirrison e Henrique. Três promessas que nunca vingaram como sonhavam os afobados Malaquias Brothers...
Os Malaquias Brothers parecem ter uma maldição.

Tinham nas mãos três jogadores dos mais promissores do Brasil.

Analise o trio: Dagoberto, Henrique e Keirrison.

Não agora.

Mas quando jogavam no Paraná.

Dagoberto chegou a ser encarado como reencarnação de alguém que não havia morrido: Zico.

Era um jogador objetivo, rápido, driblador, goleador.

Sucesso absoluto no Atlético Paranaense.

Brigou com os dirigentes e teve uma contusão terrível.

Foi operado e ao mesmo tempo fez o São Paulo se indispor pelo resto dos seus dias com Atlético Paranaense.

A comemoração no Morumbi era que havia contratado o novo Zico.

Só que com o passar dos anos ficou claro que ele é um bom jogador.

E só.

Perdeu muito da velocidade do seu arranque na operação do seu ligamento cruzado no joelho esquerdo.

Foi para os Estados Unidos para fazer a cirurgia.

Ficou dois anos para se recuperar totalmente.

Foi para o São Paulo.

Os Malaquias Brothers esperavam que o clube fosse um mero trampolim para o Milan, Barcelona, Real Madrid.

Mas o futebol nada mais do que correto, sem arroubos de genialidade, ou mesmo vigo, acabou com os sonhos.

Surgiram apenas clubes de segunda linha do Leste Europeu.

Dagoberto não quis sair.

E já está no Morumbi desde 2007, já com 28 anos, sem grandes expectativas na carreira.

A não ser se manter em um time grande brasileiro.

A esperança de uma enxurrada de dinheiro foi depositada então em Henrique e Keirrison.

Do Coritiba, fizeram do Palmeiras uma vitrine e foram para o Barcelona.

Os dois não mostraram talento para ser usado pelo clube catalão.

Os dirigentes trataram de emprestá-los para quem aparecesse.

Desacreditado, Keirrison hoje é um mero reserva no Santos.

E Henrique não suporta mais o fraco time do Racing Santander.

A ponto de pedir para os Malaquias Brothers o trazer de volta para o Brasil.

E eles o ofereceram para o Palmeiras.

Sem dinheiro para comprá-lo, o clube tentará o empréstimo do zagueiro.

Ou seja: os três castelos de areia ruíram.

Os Malaquias Brothers terão de se contentar com São Paulo, Santos e Palmeiras.

E não Barcelona, Real Madrid e Manchester United.

No caso de Dagoberto, a fatalidade da operação atrapalhou demais.

Mas a maneira feia com que ele deixou o Atlético Paranaense, clube que o lançou, foi feia demais.

Esperar a multa rescisória cair para sair pela porta dos fundos, depois de uma enorme briga jurídica.

Quanto aos garotos Henrique e Keirrison, os Malaquias Brothers foram avisados.

Ambos deveriam ficar mais tempo no futebol brasileiro antes de se aventurar em um clube tão importante.

Não tiveram estrutura psicológica para suportar a pressão.

Não tiveram o gosto de defender o time catalão.

A vontade de ganhar o máximo possível no menor tempo tornou a dupla um desperdício.

Os Malaquias Brothers e seus jogadores têm mesmo muito motivo para chorar...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Para que julgar Bruno? Ele já está condenado. Não é preciso provas definitivas. Todos nós sabemos que ele é o culpado. Isso já basta…

divulgacao3 Para que julgar Bruno? Ele já está condenado. Não é preciso provas definitivas. Todos nós sabemos que ele é o culpado. Isso já basta...
Desde 9 de julho de 2010, Bruno está preso.

Acusado de sequestro, cárcere privado, homícidio qualificado e ocultação de cadáver.

Poderia pegar 36 anos de cadeia.

Mas o Brasil permite no máximo 30 anos, como me lembra um estudante de Direito...

Então, 30 anos para Bruno...

É acusado de ter feito tudo isso com Eliza Samudio, mulher com quem teve um filho.

Seu advogado, Ércio Quaresma foi afastado do caso.

Motivo: foi flagrado fumando crack.

Os amigos viraram as costas.

Bruno pediu dinheiro emprestado a vários jogadores.

E todos negaram.

Advogados falam em off.

A pressão da opinião pública faz com que Bruno seja mantido preso.

Não há provas definitivas sobre tudo o que ele está sendo acusado.

Por mais que tudo aponte para ele, prova, como a Justiça exige, não existe.

"Se uma quadrilha mata alguém, o corpo não aparece...

Não há testemunha do crime, ninguém confessa, não há provas cabais...

O que a Justiça pode fazer?

Presumir o homicídio e condenar assim mesmo?

O que está acontecendo com o Bruno é discutível.

Por mais que tudo indique que tenha acontecido o assassinato.

Presumir não é função da Justiça", me diz um experiente advogado criminalista.

Ele não quer ter seu nome divulgado exatamente pela notoriedade do caso Bruno.

Não quer se prejudicar.

Se o crime aconteceu como tudo indica, é evidente que Bruno tem de ser excluído da sociedade.

Mas e as provas?

E as testemunhas?

Ele se tornou evangélico no presídio Nelson Hungria, em Minas Gerais.

Passa suas noites lendo a Bíblia e publicações religiosas.

O diário Lance mostra o que seria o dia-a-dia de Bruno.

Com direito a atividades físicas, duas bolas, dois pares de luvas, camisa, short, meião e extensor...

Tudo que tinha aos montes no Flamengo e agora valoriza como jóias...

Duas garrafas pets simulam traves.

E seu fiel amigo Macarrão teria virado seu treinador de goleiros...

No pavilhão do Centro de Observação Criminológica de Minas Gerais...

Todas segundas e sexta-feiras...

Isso para quem tinha a certeza de que seria o goleiro do Brasil na Copa de 2014...

Acompanha as partidas transmitidas pele tevê aberta em uma tevê de 14 polegadas na sua cela...

Sem as sessões de musculação e suplementos, emagreceu demais...

Sabe que a opinião pública está contra ele.

E tem de estar.

Se fez um décimo do que é acusado contra Eliza, tem mesmo de pegar esses 36 anos de cadeia...

Mas e as provas?

É nisso que ele se apega.

O interessante é que ele continua sendo ídolo de muita gente.

Recebe cerca de cinco cartas de fãs por semana.

E visitantes de outros presos pedem autógrafo sempre que o encontram...

Hoje será julgado o pedido de habeas corpus, a soltura do goleiro por falta de provas.

"Sua chance é zero.

A opinião pública já condenou Bruno.

Cabe à polícia encontrar provas definitivas de que ele matou ou mandou matar Eliza.

Até agora, nada.

Só suposições", me diz o advogado que não quer se queimar mostrando o que pode ser um lado favorável a Bruno.

Nem ele, nem Patricia Amorim, nem os ex-amigos de farras querem proximidade ao goleiro.

O mundo lhe vira as costas.

O que tudo indica que fez é hediondo.

Com razão.

Não era ele quem defendia bater em mulheres?

Eliza não havia avisado que se ela sumisse, Bruno seria o responsável.

E que a ameaçava constantemente de morte?

Só faltam as provas que ele matou ou mandou seus amigos a matarem.

As provas...

E isso incomoda qualquer pessoa que acompanha o caso.

Pode ser o Bruno, o Chico Picadinho, o Bandido da Luz Vermelha...

Devem ser condenados diante de provas.

A Polícia não deveria ter parado as investigações.

Dada como satisfeita.

Os interrogatórios deveriam ser refeitos à exaustão.

Descobrir porque o menor envolvido confessou o crime e depois voltou atrás.

Ércio disse que ele foi coagido, torturado para admitir.

Mas o que o advogado declarou não vale, ele fuma crack.

O caso é muito grave.

E já parece resolvido, sem julgamento, sem provas definitivas.

Afinal, Bruno era goleiro do Flamengo e parece ter matado ou mandado matar Eliza.

Se parece, que se condene.

O deixe apodrecer na cadeia.

Quem falou que todos são mesmo iguais perante à Justiça?

Tudo que se pede é uma investigação mais competente, justa.

Com provas irrefutáveis.

Não desconfianças...

Não vivemos mais em um país de exceção...

( E o habeas corpus de Bruno acaba de ser negado.

Ele que se prepare para novo treino com Macarrão nesta sexta-feira...)

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Torcida do Cruzeiro. Não envergonhe o Brasil novamente nesta sexta-feira… Acorde Ministério Público…

divulgacaocbv Torcida do Cruzeiro. Não envergonhe o Brasil novamente nesta sexta feira... Acorde Ministério Público...
Quando o Cruzeiro resolveu investir pesado no vôlei, a novidade foi muito bem recebida.

Uma marca fortíssima no futebol, com uma torcida vibrante.

Não poderia dar errado.

E ainda aproveitaria a lacuna da tevê que monopoliza o esporte no Brasil.

Se destacaria diante da proibição da divulgação dos nomes verdadeiros dos clubes bancados por empresas.

Nada de Medley.

Os narradores e repórteres dizem Campinas.

Não é BMG Montes Claros ou BMG São Benardo.

É apenas Montes Claros ou São Bernardo.

Não é Soya Blumenau.

É Blumenau.

Esconder o nome de quem banca a equipe desestimulou inúmeros patrocinadores.

Mas a TV Globo não faz propaganda de graça, alega a emissora.

Esse é um grave problema que a Liga Feminina também enfrenta.

Infelizmente, o privilégio da masculina é com o preconceito.

Se há festa pela torcida cruzeirense ter acabado em 35 minutos com os dois mil ingressos da semifinal contra o Vôlei Futuro, há uma enorme preocupação.

A terceira e decisiva partida acontecerá em Contagem nesta sexta-feira.

A primeira foi marcada por um enorme vexame.

Digno da Alemanha nazista...

Vergonha não só para os cruzeirenses, para os mineiros, para os brasileiros, para os seres humanos...

Michael, excelente jogador do Vôlei Futuro de Araçatuba, assumiu ser gay.

Os torcedores do Cruzeiro se acharam no direito de recriminá-lo.

E mancharam a imagem do clube o xingando durante toda a partida.

Inclusive senhoras e crianças gritavam 'bicha, bicha, bicha' a plenos pulmões.

Não era apenas as torcidas uniformizadas.

Se pudessem, o teriam apedrejado em plena quadra.

O ódio era tanto que constrangeu os próprios jogadores do Cruzeiro.

Eles pediam para os torcedores pararem com o ato estúpido.

Mas não houve jeito.

Todos pareciam enlouquecidos nas arquibancadas.

A vitória do Cruzeiro foi brilhante, mas constrangedora.

A notícia correu o mundo.

Os dirigentes cruzeirenses tiveram uma atitude digna e pediram desculpas publicamente a Michael.

A torcida do Vôlei Futuro deu um show de dignidade no segundo jogo.

Levou faixas, comprou todas as camisetas de Michael.

O líbero Mário Júnior usou uma camisa com as cores do arco-íris protestando no segundo jogo contra o preconceito.

Ninguém ofendeu o time do Sada Cruzeiro.

Foram os torcedores quem ofenderam Michael.

A grande preocupação é que tudo se repita nesta sexta-feira.

A polícia já está avisada e estará infiltrada no meio das torcidas uniformizadas do Cruzeiro.

O Ministério Público de Minas Gerais promete que pessoas poderão ser presas se voltarem a ofender o jogador.

Para os dirigentes, a intolerância do vôlei vem do futebol.

E ela será reprimida.

Michael, porém, já se preparou psicologicamente para o pior.

Disse estar pronto.

Age como se estivesse indo para a guerra.

Sabe que a sua vida como jogador será assim daqui para a frente.

Acabou sua paz.

Lillico, foi o primeiro jogador de vôlei brasileiro a se assumir gay.

Foi perseguido, discriminado pelos próprios companheiros de times.

Sofreu demais.

Teve de jogar no Japão.

Mas logo abandonou a carreira.

Morreu de um AVC aos 30 anos.

Michael garante que vai enfrentar o preconceito.

Não terá vergonha se ser o que é.

Sua sexualidade só importa a ele.

Dentro da quadra é um jogador como qualquer outro.

Sua família e amigos estão apavorados.

Temem por algum gesto radical de algum torcedor.

Uma aula de intolerância.

Sexta-feira, a torcida cruzeirense tem a chance de redenção.

Mostrar que aprendeu a lição...

De corrigir o erro.

Mostrar que para amar o seu clube não precisa humilhar ninguém.

Ser homossexual é uma decisão de Michael.

Ninguém está abrindo bandeira em defesa de nada a não ser o direito da diversidade.

Da pessoa ser o que é.

O preconceito é inadmissível.

Por isso vários homossexuais que estão no esporte não se assumem e levam uma vida plena, verdadeira.

Quem aceitaria feliz que o seu maior ídolo do time que torce é gay?

Que direito alguém tem de julgar a sexualidade, a religião, as crenças alheias?

Torcida cruzeirense...

Não envergonhe de novo o Brasil nesta sexta-feira...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Chegou a hora dos empresários sofrerem. Ronaldo vai acabar com a festa de muita gente que enriqueceu fácil neste Brasil…

divulgacao271 Chegou a hora dos empresários sofrerem. Ronaldo vai acabar com a festa de muita gente que enriqueceu fácil neste Brasil...
A Lei Pelé tomou os jogadores dos clubes.

E os entregou de bandeja para os empresários.

Por anos e anos, os dirigentes reclamam, fazem lobby em Brasília.

Querem a mudança na lei de qualquer maneira.

Os sindicatos de jogadores garantem que eles continuam escravos.

Mas está acontecendo o improvável, o impensável...

Um ex-jogador está fazendo a festa em um território que era todo dos empresários...

Juan Figer, Wagner Ribeiro, Pini Zahavi, Kia Joorabchian, Delcir Sonda...

Todos eles estão sentindo como é duro concorrer com Ronaldo...

O milionário ex-jogador tem aos seus pés os melhores jogadores do País...

E está se divertindo...

Quem não quer jantar com o Fenômeno?

Quem não quer entregar sua carreira para o jogador mais midiático do planeta?

Ele tem mais contatos em clubes e patrocinadores do que os 414 gols que marcou...

Neymar, Ganso, Lucas, Dentinho, Seedorf, Adriano, Kaká, Pato, Robinho...

Todos estão pensando em Ronaldo antes de dormir...

Avaliam como trabalhar com o Fenômeno...

Ronaldo tenta conciliar os inúmeros pedidos de jogadores menos importantes...

Os empresários estão apavorados...

Principalmente aqueles que já fizeram seus atletas comprarem brigas homéricas...

E rasgarem contratos juramentados...

Eles sabem que a 9ine tem à sua disposição o escritório de advogados na Espanha que sempre serviu Ronaldo...

Se qualquer atleta de ponta do futebol mundial resolver de uma hora para outra se bandear para o ex-jogador, não tem jeito...

As queixas dos empresários poderosos já chegaram até os ouvidos do Fenômeno...

Ele disfarçou no twitter...

Disse não fazer o que está fazendo...

Muitos agentes credenciados junto à Fifa acreditam que é briga perdida se recorrem à entidade...

Ronaldo tem um livre trânsito nos corredores suíços...

Que ficaram ainda mais abertos com a reaproximação com Ricardo Teixeira...

E a participação na Copa do Mundo de 2014...

Além do futebol, Ronaldo promete se esbaldar no UFC, já tem Anderson Silva...

Na Fórmula 1...

E até entre os atletas olímpicos que embarcarão para Londres...

Mas seu foco maior será mesmo o futebol...

Sim, é irônico...

Mas os empresários que enriqueceram às custas de jogadores brasileiros estão apavorados...

Sentiram o golpe...

Sem ter o que fazer, torcem para que Ronaldo escolha logo o seu time...

E deixem os demais soltos...

Rezam para que ele não seja como Wagner Ribeiro, que só gosta de trabalhar com mais de cem atletas...

Se Ronaldo decidir fazer algo parecido...

Empresários de ponta no Brasil serão mais uma espécie em extinção na nossa gloriosa fauna...

E podem até adotar uma certa música na hora da despedida ao dinheiro fácil...

Quando eles estiverem indo para a 9ine...

A mistura do sotaque de Kia, Figer, Zahavi e Wagner Ribeiro ficará impagável...

Vão se lembrar da época em que era só oferecer um sobrado e um carro popular à família...

E tinham a alma do jogador para sempre...

Isso acabou para os atletas AAA...

Agora eles têm outra opção para quem entregar a alma...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


A grande traição que traumatizou o técnico Paulo Roberto Falcão…

divulgacao548 A grande traição que traumatizou o técnico Paulo Roberto Falcão...
Eu vi Paulo Roberto Falcão de olhos vermelhos, envergonhado.

Acompanhei a elegância com que aceitou ser traído.

Sem escândalos, palavrões.

Era 1991.

Estávamos no Chile.

Copa América.

Dizem que a história se repete o tempo todo.

E Ricardo Teixeira fez com ele o que faria com Dunga 20 anos depois.

A seleção brasileira foi uma baderna em 1990.

Lazaroni não conseguiu evitar a formação de enormes e poderosas panelinhas.

Grupo de cariocas odiava paulistas que detestavam mineiros.

E todos queriam muito dinheiro.

A CBF trocava de patrocinadores e cada um queria o seu quinhão.

O Brasil fracassou na Itália com direito a Maradona fazer o que quiser com o time.

Até dar o passe fatal para Cannigia...

Traumatizado com o fracasso na Itália, Ricardo Teixeira queria 'limpar', moralizar a Seleção...

Como tentaria fazer com Dunga depois do fracasso na Alemanha...

E deu o cargo para Paulo Roberto Falcão...

Ele assumiu a seleção com a missão de buscar novos atletas...

Foi proibido de convocar atletas que estiveram no Mundial de 1990...

Logo na sua primeira disputa oficial...

A Copa América do Chile...

"O presidente Ricardo Teixeira me garantiu que fosse qual fosse o resultado, eu ficaria no cargo.

O importante era buscar novos jogadores para a seleção.

E foi o que eu fiz", me disse Falcão depois da Copa América.

A vontade de Teixeira de controlar o time era imensa...

Tanto que obrigou os jogadores a seguirem uma cartilha de comportamento...

O novo técnico teve de entregá-la aos atletas...

Nela ficava claro que o assunto patrocínio da Seleção só dizia respeito à CBF...

O time tinha de aceitar qualquer premiação que fosse oferecida, sem direito a contestação, como em 1990...

Falcão não veio sozinho para a seleção.

Levou como o jornalista Vital Bataglia como assessor de imprensa...

Esse foi o seu erro...

Bataglia fez carreira como repórter combativo do Jornal da Tarde de São Paulo...

Ele sabia como funcionavam os bastidores da seleção brasileira...

Os órgãos de comunicação que sempre tiveram favorecimento...

Os jogadores convocados, os cortados...

Bataglia tratou de enfrentar os privilegiados.

Ninguém mais teria a lista de atletas antes do que os demais órgãos de comunicação...

Ou notícias exclusivas, como a contusão de um atleta...

Bataglia teve muita coragem, mas nenhum jeito...

Ríspido ao extremo, foi criando inimigos poderosos no jornalismo esportivo brasileiro...

E na CBF...

Essa péssima relação acabou atingindo quem ele mais queria proteger: Paulo Roberto Falcão...

Foi esse o principal motivo pela sua queda...

Não o vice-campeonato no Chile...

O título foi merecido.

Ficou com a seleção argentina que era muito melhor do que a Brasileira...

Teixeira foi pressionado por representantes de órgãos de imprensa poderosos...

Todos queriam as cabeças de Falcão e de Bataglia...

E elas foram entregues...

Teixeira ainda deu uma chance ao treinador.

Falcão confessou: ele queria a lista dos convocados para qualquer partida para analisar...

E para vetar quem não quisesse...

Ou para incluir quem acreditasse ser necessário...

"Eu não aceitei porque sabia que os nomes iriam vazar na imprensa.

E não poderia submeter a seleção ao sim ou não de Teixeira", revelou anos mais tarde...

Ainda lembro a fisionomia abatida de Falcão ao saber da demissão...

Consegui uma entrevista importante com ele logo após a sua saída...

Estava magoado, fora traído...

Mas, elegante demais, poupou Ricardo Teixeira...

Relevou a triste situação...

Inteligente, perdoou também a ingenuidade de Vital Bataglia na sua quixotesca briga contra os privilégios...

Dentro de campo, Falcão realmente buscou o ataque com a seleção...

Mas seus jogadores eram verdes demais para tanta pressão...

Só que foi o primeiro a apostar em Cafu, Mauro Silva, Márcio Santos...

Vale a pena lembrar essa enorme decepção de Falcão com a seleção...

Ela o influenciou a não dedicar o mesmo amor ao cargo de treinador ao que tinha como jogador...

Depois da seleção brasileira, perambulou por América do México, Inter e seleção do Japão...

Mas sem o mesmo entusiasmo...

Seu batismo havia sido pesado demais...

Tanto que levou 16 anos para voltar a trabalhar como treinador...

Do seu amado Inter...

Sem terrorismo algum...

Poderá fazer o que quiser...

Mostrar a sua capacidade...

Sem precisar favorecer ninguém...

Enfrentar sozinho a pressão dos poderosos para escalar ou vetar jogadores no seu time...

Este é o renascimento que Falcão merecia...

Claudio Coutinho desprezou o excepcional volante em 1978, na Copa da Argentina, em uma das maiores injustiças da história...

Chorou com fantástico time de 1982, de Telê Santana...

E depois a CBF massacrou em 1991...

A seleção brasileira nunca tratou bem o mais elegante dos nossos jogadores...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Demorou, mas Luís Álvaro acordou. Resolveu enfrentar Delcir Sonda, Corinthians, Inter, Milan. Seja quem for. Não quer Ganso fora do Santos…

divulgacao09 Demorou, mas Luís Álvaro acordou. Resolveu enfrentar Delcir Sonda,  Corinthians, Inter, Milan. Seja quem for. Não quer Ganso fora do Santos...
Luís Álvaro percebeu que o Santos poderia perder dinheiro...

E ele mesmo ser passado por bobo...

Tudo por causa de Paulo Henrique Ganso...

E resolveu reagir.

Diante da pressão de agentes do grupo DIS para que Ganso saia do Santos com o final da Libertadores, ele acordou.

"Ele só sai daqui quando eu negociar.

Como não existe a escravidão, basta pagar a multa.

Multa integral."

Essa foi a ordem que o presidente passou para a o departamento jurídico do clube.

Os advogados santistas estão preparados.

O grupo DIS possui 45% dos direitos de ganso.

Se quiser depositar R$ 26,7 milhões apenas, a direção não nem aceitar.

Caso cheguem os R$ 59,4 e repassá-lo a um clube nacional para usar de ponte ao exterior, juridicamente não haveria o que fazer.

A multa no mercado nacional é de R$ 59,4 milhões e para qualquer equipe de fora do País é de R$ 102,8 milhões.

Luís Álvaro soube que o Corinthians estaria disposto a ser o trampolim para a saída do jogador.

E hoje pela manhã cobrou o pacto de cavalheiros de Andrés Sanchez.

O dirigente corintiano garantiu que manteria a promessa de não contratar Ganso sem ouvir o Santos.

Andres, conselheiro da 9ine, conversou com Ronaldo.

O nome do jogador teria sido fundamental no aliciamento para o atleta ir atuar no Parque São Jorge.

Ronaldo ficou possesso.

Mais do que ninguém, ele quer que Ganso atue no Exterior.

O caminho para a Inter de Milão já está sendo definido.

O atacante fez questão de desmentir no twitter que o estaria levando para o Corinthians.

Escreveu que se encontraram na semana passada para que a 9ine cuide de sua imagem no mundo.

Luís Álvaro proibiu que qualquer jornalista tivesse acesso ao jogador hoje no embarque da delegação para o Paraguai.

Quis deixar o jogador tranquilo para o jogo fundamental de quinta-feira contra o Cerro Portenho.

O Santos é obrigado a vencer.

Mas estará sem Neymar, Elano e Zé Eduardo, expulsos infantilmente contra o Colo Colo.

O dirigente santista sabe o quanto o Santos dependerá de Ganso.

Ele terá toda a pressão de mostrar ser o jogador espetacular que está sacodindo o Santos.

Sua obrigação será de render por ele...

Pelo rei das máscaras, Neymar...

Pelo atirador de toalhas, Elano...

E pelo lutador de MMA, Zé Eduardo...

Depois da fraquíssima estréia contra o Americana, Muricy Ramalho terá sua primeira decisão pelo Santos...

E para quem implorou um meia esquerda por três anos no São Paulo...

Terá o melhor do Brasil à sua disposição no Paraguai...

Dará todo o privilégio no esquema tático para que Ganso possa salvar o time...

E também a própria moral...

A pressão das tensas torcidas uniformizadas santistas ameaça ser insuportável caso o time seja eliminado da Libertadores na primeira fase...

Ele será crucificado por ter tido a coragem de dizer que deseja sair do clube...

E ainda ter negociado seu direito de imagem com Ronaldo, digno representante corintiano...

Mas o dirigente santista enfrentará a torcida se for necessário...

Já deu um passo importante contra os clubes italianos...

As ligações de Leonardo, treinador da Inter, para Ganso...

Luís Álvaro já acionou a Fifa.

Acusou o Milan e a Inter de assédio a Ganso...

Quer fechar as saídas que podem levá-lo da Vila Belmiro...

Demorou, mas acordou....

Jurou a amigos empresários que o grupo de Delcir Sonda não tirará Ganso do Santos...

Se ele tiver de sair será direto para uma equipe do exterior...

Sem equipe brasileira servindo de ponte...

"Ele tem contrato com o Santos até 2015 e proposta minha para equiparação de salário com o Neymar.

Para sair daqui só chegando a multa integral para o exterior.

Integral", repete, indignado, Luís Álvaro...

Demorou, mas a hibernação do presidente santista acabou...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Acredite, se quiser. Para motivar Adriano no Corinthians, a promessa de dois dias para beber cerveja…Só para lembrar, ele teve sério problema de alcoolismo…

divulgacao34 Acredite, se quiser. Para motivar Adriano no Corinthians, a promessa de dois dias para beber cerveja...Só para lembrar, ele teve sério problema de alcoolismo...
Não é possível...

Mas é a pura verdade...

Bruno Mazziotti foi por anos fisioterapeuta particular de Ronaldo.

O ex-jogador o trouxe ao Corinthians.

E agora, com o fim da carreira de Ronaldo, ele adminstrará Adriano.

Logo no primeiro treinamento do jogador, Bruno não teve dúvidas.

Revelou a jornalistas que estavam no CT do Parque Ecológico que o jogador terá um dia da semana especial.

Será o dia do chopinho...

Para incentivar, Bruno foi além.

Disse que, conforme ele for nos treinamentos, pode passar a dois dias em que poderá beber seu chope...

Sim, é verdade.

Adriano teve uma forte depressão na Inter de Milão.

Confessou que chegou várias vezes bêbado nos treinos pela manhã no clube italiano.

Protegido por dirigentes, ficava dormindo no vestiário.

E a direção alegava que estava fazendo tratamento médico.

Gilmar Rinaldi cuidou de sua carreira por anos.

E quis até interná-lo em uma clínica de reabilitação para alcoólatras.

De tanto que o jogador estava bebendo.

E agora no Corinthians tem a notícia que pode beber uma vez por semana.

Caso o atacante se desdobre nos treinamentos terá o prêmio especial.

Poderá beber dois dias.

Isso para quem tem ou teve problema com alcoolismo é inadmissível.

Ou talvez seja revolucionário na medicina esportiva mundial.

Para um ex-alcoólatra a promessa de dois dias liberados para chope.

Um atleta que sonha com a Seleção Brasileira e é a maior esperança de um clube, movido a álcool...

Mais surreal impossível...

E o médico Joaquim Grava disse que ele deve estar 'cerca de seis quilos' acima do peso.

Ele disse isso apenas observando o atleta.

É óbvio que Adriano está muito mais pesado do que isso.

Grava tem acesso a todos os seus dados.

Mas prefere minimizar a situação.

Não divulga o dado verdadeiro e diz que o jogador 'é muito forte e por isso parece mais pesado'.

Então, tá.

E para acabar com o primeiro dia de treino de Adriano no Corinthians, talvez a cena mais incrível.

Ele não atrasou sequer um minuto...

Acredite, se quiser...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Adriano fora de forma e o péssimo futebol do time de Tite… Obras no estádio atrasadas. Esses são os presentes da diretoria corintiana à sua torcida…

divulgacao23 Adriano fora de forma e o péssimo futebol do time de Tite... Obras no estádio atrasadas. Esses são os presentes da diretoria corintiana à sua torcida...
Dois sustos ontem no Pacaembu.

O primeiro foi com Adriano.

Mesmo com a camisa para fora da calça, impossível não ter a sensação de déjà vu...

Todos se lembraram do obeso Ronaldo.

Não é possível...

Outra vez o Corinthians traz para o Parque São Jorge uma estrela internacional fora de forma...

A sensação se espalhou pelas arquibancadas, pelas tribunas...

Conselheiros e torcedores não se conformavam com o reforço que aplaudiam...

Ao se apresentar na Roma, o atacante estava mais magro...

A nutricionista do clube italiano não teve o menor pudor em afirmar que ele estava 15 quilos acima do ideal....

Quinze quilos...

Com quantos ele estará agora?

Evidente que é segredo no Parque São Jorge.

Ao contrário do que aconteceu com Ronaldo, Adriano não se submeteu a inúmeras cirurgias graves nos joelhos...

Nem tem a desculpa do hipotireoidismo...

Está certo, ele se convalece de uma operação no ombro...

Mas depois de cerca de um mês estará restabelecido...

Pronto para ter uma vida espartana de um atleta...

Há muita dúvida se Adriano ainda está disposto aos sacrifícios de um jogador de verdade...

Só Ronaldo continua incansável como seu advogado de defesa...

O outro susto foi com o medíocre futebol do Corinthians...

Foi presa fácil do fraco São Caetano..

Moradei na direita...

Bruno César no banco de birra...

Liédson isolado no ataque, desesperado, pedindo bola e procurando no calção uma passagem de volta para Portugal...

Leandro Castán tomando bola no meio das pernas...

18 mil torcedores fulminando Tite com os olhos...

Danilo improvisado como atacante...

Moraes errando passes de 30 centímetros...

Fábio Santos afobado, deixando uma avenida nas costas...

O peruano Ramirez parece não saber nem em que país está jogando, totalmente perdido..

Um caos...

O Corinthians decaiu assustadoramente nas últimas partidas...

Andres Sanches defende Tite como se fosse um membro de sua família...

Mas a pressão está atingindo o insuportável...

Já o segurou na absurda desclassificação para o Tolima na pré-Libertadores...

Se o time não se recuperar, não disputar pelo menos o título do Paulista...

A situação promete se complicar de vez para Adenor...

A equipe despenca e não dá mais para disfarçar...

Essa misto de vergonha e irritação domina o torcedor corintiano...

Tudo que foi planejado está dando para trás...

Absolutamente tudo...

Não há interessado em patrocinar Adriano...

Até mesmo as obras no estádio corintiano.

Estão mais atrasadas e complicadas do que as coberturas de Leandro Castan...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Mano Menezes com Ronaldo mostrou onde Luxemburgo não pode ir no pacto com Ronaldinho Gaúcho…

divulgacao331 Mano Menezes com Ronaldo mostrou onde Luxemburgo não pode ir no pacto com Ronaldinho Gaúcho...
Mano Menezes indicou o caminho para Vanderlei Luxemburgo.

E o Flamengo aprendeu a jogar com Ronaldinho Gaúcho.

A bula corintiana está sendo seguida na Gávea.

O clube carioca segue o que os paulistas fizeram quando tinham Ronaldo.

Para estar mais na avenida do que Gracyanne Barbosa e Angela Bismarchi juntas, o time corre e joga por Gaúcho.

Mano não tinha como não escalar Ronaldo no Corinthians.

Mesmo gordo, sem explosão muscular, sem velocidade, sem força.

Pelo que representava para o clube, para os patrocinadores, para a torcida, para a diretoria.

O treinador sabe que perdeu a Libertadores da América do centenário do clube por jogar com dez em campo.

Era o risco, os que comandavam o Corinthians sabiam disso.

Como deixar Ronaldo na reserva?

O presidente Andres Sanches chegou a ironizar a situação.

"Se o Ronaldo estivesse magrinho estava jogando na Europa e não no Corinthians."

Se a presidente Patricia Amorim pudesse, falaria algo muito parecido.

"Se o Ronaldinho Gaúcho estivesse concentrado apenas em jogar, estaria na Espanha, na Itália."

Luxemburgo tem dezenas de defeitos.

O principal deles sempre foi o seu ego.

Quando consegue deixá-lo um pouco de lado...

Se afasta dos sanguessugas que o cercam...

E se foca apenas no futebol, mostra que é um treinador diferenciado.

Ele melhor do que ninguém sabe os motivos que explicam sua decadência...

Tanto que está dando a alma no Flamengo, sabe que, depois de uma seqüência de fracassos precisa de resultados...

E quer aproveitar todos os holofotes do clube mais popular do Brasil...

Com o pacato Ronaldinho Gaúcho ele sabe lidar...

Tratou de propor um pacto logo aceito pelo meia...

Basta não sumir, não se atrasar nos treinos que o time jogaria por ele...

E teria a sua liberação para se esbaldar nas folgas como quisesse...

É o que está acontecendo...

Com todo sucesso na Gávea...

Somando os jogos do ano passado, já são 21 partidas invictas...

Luxemburgo deixa Ronaldinho Gaúcho na frente, sossegado...

Não tem obrigação de nada...

Ele sabe que a técnica continua com o atleta diferenciado até morrer...

Quando a bola cai no pé de Ronaldinho Gaúcho livre, alguma coisa pode acontecer...

Quando está marcado ou longe do gol, não...

Falta explosão, velocidade, vitalidade...

Mas não importa...

O que conta é o esforço dos outros dez em campo...

Eles formam o verdadeiro Flamengo...

Time que se desdobra, tem em Thiago Neves inspirado, confiante...

Maldonado, Williams e Renato Abreu correm como maratonistas...

Léo Moura, Rodrigo Alvim parecem ter três pulmões...

Até Deivid deixou de ser o convidado de honra da festa e virou garçom de Ronaldinho...

O Flamengo vai conseguindos se impor...

Os adversários têm ajudado...

Campeonato Carioca e início de Copa do Brasil...

Não há como não se entusiasmar...

Ainda mais uma das torcidas mais empolgados do planeta...

Mano, Ronaldo e o Corinthians também festejaram no Paulista e na Copa do Brasil de 2009...

Poucos querem se lembrar do Brasileiro, do Paulista de 2010...

E, principalmente, da Libertadores do centenário...

A saída de Mano do clube chegou a ser exigência dos torcedores diante da série de fracassos...

Andres o manteve à força, mas, como amigo, batalhou como nunca sua ida para a Seleção Brasileira.

Mano deixou o Corinthians com dignidade, chamado por Ricardo Teixeira, parceiro do presidente corintiano.

Se está seguindo os passos de Mano, Luxemburgo precisa se preparar para os adversários mais fortes.

Quando o Corinthians precisou de 11 jogadores prontos para a batalha, fracassou.

O Flamengo ainda está em no estágio em que dá festejar...

Se impor no Rio de Janeiro...

Com o Botafogo e Vasco tentando sair de suas crises...

Com o Fluminense capengando com técnico interino e com a Libertadores por um fio...

Só assim para Ronaldinho Gaúcho se acabar no carnaval...

Não jogar nada contra o Botafogo ontem e passar a madrugada na Micareta...

Luxemburgo não levou o time para Atibaia à toa...

Muito pelo contrário...

Está tendo a visão de o quanto vai precisar fisicamente dos demais dez jogadores que formam o time...

Mais do que explicada a sua negativa em relação a Adriano...

Como fazer nove atletas correrem para dois?

Problema da torcida, se ele é ídolo na Gávea...

E da presidente Patricia Amorim que deu a palavra que o clube estaria sempre de portas abertas a Adriano...

Por isso, fez a cabeça de Vagner Love para tentar buscar a sua liberação do CSKA...

Pelo exemplo de Mano, Luxemburgo sabe que a situação irá se afunilar.

As partidas decisivas da Copa do Brasil não serão tão fáceis.

Continuar o privilégio de Ronaldinho Gaúcho não é impossível, só cada vez mais complicado.

Por enquanto, aproveite a festa...

A campanha é boa mesmo, significativa, empolgante...

Mas a conta virá...

Como veio para Mano...

Luxemburgo precisa ter um plano B...

Coragem para tirar Ronaldinho Gaúcho do time...

Pelo menos durante o segundo tempo...

É uma questão de justiça em relação aos outros dez jogadores...

Em relação à torcida...

E até pensando na sua carreira como técnico que ainda sonha em dirigir a Seleção em 2014...

Seus sonhos dependem de romper esse acordo com Ronaldinho Gaúcho...

No íntimo, todo flamenguista disfarça, mas sabe disso...

Principalmente Luxemburgo...

Este pacto terá de acabar.

Ou então...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7