Os dois lados da moeda. A felicidade de Paulinho pelo gol da vitória. E toda a desilusão de Thiago Silva pelo gol que deu para o Uruguai. A alegria e a tristeza profunda se encontram no vestiário brasileiro…

 Os dois lados da moeda. A felicidade de Paulinho pelo gol da vitória. E toda a desilusão de Thiago Silva pelo gol que deu para o Uruguai. A alegria e a tristeza profunda se encontram no vestiário brasileiro...
Belo Horizonte...

Os dois lados da moeda.

A zona mista do Mineirão permitiu a proximidade de Paulinho.

E de Thiago Silva.

O volante que decidiu a partida contra o Uruguai.

O jogador que está contrariando a lógica de Felipão.

Volante que não se contenta em ser apenas volante.

Mas marcar gols.

Como o que levou o time à final da Copa das Confederações.

Do outro lado, toda a desilusão de Thiago Silva.

O capitão que poderia ter tirado o Brasil da final.

Graças a uma falha infantil, inacreditável.

E provocada pela dor.

Por uma pancada de Lugano.

A alegria de Paulinho se encontrou com a culpa de Thiago...

Como foi o lance do gol da vitória, Paulinho?

Foi a combinação na hora.O David Luiz fez um sinal ao Neymar. Ele puxou a marcação no primeiro pau.E o Neymar colocou a bola atrás da zaga.Eu sabia que a bola chegaria.Foi mérito do trabalho em equipe.Não só meu. Foi um gol da Seleção Brasileira.
Somos um time aqui. Não concordo com o mérito individual da vitória. Sou e faço a questão de ser mais um.

Thiago, como foi a falha no gol de empate?

Ficou preocupado em ficar marcado se o Brasil fosse eliminado?

Não é uma desculpa, não sou jogador de desculpas. Mas estava com muitas dores no meu pé de apoio.Tive um choque com Lugano no primeiro tempo. Senti muitas dores, mas quis seguir na partida. Quando fui dar o passe, a perna prendeu e o passe saiu muito mais curto do que deveria. Eu sei que poderia ficar sim marcado com uma eliminação. Mas procurei continuar com a cabeça tranquila. Sabia que a Seleção poderia conseguir marcar o segundo gol. E eu fiquei em campo. Ainda mais depois das falhas. O Felipão me perguntou se eu queria sair. Nunca eu sairia àquela altura. Iria dar brecha para ser chamado de pipoqueiro. E tem uma coisa que nunca farei é pipocar. Fiquei até o fim. Mas estou me sentindo muito mal com falha.

Paulinho, que benefício psicológico trouxe essa vitória?

O Uruguai é uma equipe experiente e campeã da América?

Foi excelente para o grupo. O Felipão ainda está formando o grupo. Estamos longe do ideal. Neste momento a vitória é fundamental. Chegar à decisão da Copa das Confederações. Um time novo e já finalista é marcante. Trabalharemos com muito mais tranquilidade, confiança. A vitória brigada contra o Uruguai será fundamental para a preparação até para a Copa. Estamos muito satisfeitos. Foi um jogo dificílimo. Tivemos de nos superar. Vencer essa semifinal traz mais para perto os torcedores. Foi ótima.

Thiago, como foi a conversa com o Felipão depois do jogo?

Agora você irá 'zagueirar' mais?

O Felipe elogiou a todos pela vitória. E me disse que muitas vezes você pode jogar mais fácil. Ele quis dizer que eu poderia dar um chutão. Pode ser que eu faça isso nas próximas partidas ou não. Esse é o meu estilo de jogar. Aprendi a atuar saindo com a bola dominada na área. Infelizmente aconteceu esse meu erro que não escondo. Não vou negar. Não tenho desculpas. Mas posso garantir a você: ninguém está se sentindo pior nessa vitória do que eu.

Paulinho, você já convenceu Felipão que volante ataca?

Faz gols?

Ele me dá liberdade para atacar quando eu sinto que tenho espaço, cobertura. Como faço no Corinthians. O professor nunca me pediu para ficar apenas marcando. Ele não quer isso. Então vou para o ataque tranquilo. Ainda mais quando entra o Hernanes e ele fica ao lado do Luís Gustavo. Sei que há cobertura. E vou tranquilo. O Felipão sabe que posso muito bem ficar atrás ou atacar. E a decisão é minha durante o jogo.

Thiago, o que você costuma fazer quando falha?

Vai ser difícil dormir hoje à noite?

 Os dois lados da moeda. A felicidade de Paulinho pelo gol da vitória. E toda a desilusão de Thiago Silva pelo gol que deu para o Uruguai. A alegria e a tristeza profunda se encontram no vestiário brasileiro...

Você pode ter certeza que sim. Quando isso acontece vejo o jogo e o lance várias vezes. Até entender o que poderia ter feito de diferente. Mesmo com a dor. Tanto que continuei em campo e não falhei mais. A minha mulher me diz que me desgasto demais me culpando. Mas eu sou assim. Não tem como ficar sorrindo sabendo que coloquei a classificação da Seleção Brasileira em risco. Isso é me dói muito. Só que joga futebol e se cobra para saber o que estou sentindo. Vai passar, até porque ganhamos. Mas eu vou ver o lance várias vezes nesta noite, já que não vou dormir tão fácil.

Paulinho, o mundo está falando do interesse do Real Madrid.

E que sua transação com o Tottenham foi suspensa.

É verdade?

Olha, eu quero manter o foco na Seleção Brasileira. A proposta do Tottenham chegou nas minhas mãos. Estou analisando, mas não assinei nada ainda. Ouvi falar do interesse do Real Madrid pela imprensa. Não me chegou nada. E nem quero que chegue mais nada agora. Não é o momento. Estamos na final da Copa das Confederações. Quando terminar a competição, sim. Vou parar, pensar e escolher o que for melhor para a minha carreira. Hoje sou jogador do Corinthians.

Thiago, acredita que a final amadurecerá o time?

A Seleção e formada por jogadores jovens demais...

Não aceito isso como desculpa. Todos aqui somos amadurecidos. Passaram por Libertadores, outros jogam na Europa. Estamos todos maduros. Temos condições de chegar bem, firmes, sem ansiedade na decisão da Copa da Libertadores. Não há porque dar desculpas, se esconder na idade. Hoje um jogador de 21, 22 anos já está pronto para as decisões, para as cobranças. O Bernard tem apenas 20 e entrou jogando bem demais. Aqui na Seleção ninguém é inexperiente, não. Até porque chegar até aqui é muito difícil.

Paulinho, você percebe que está virando um ídolo na Seleção?

Você já é no Corinthians.

Tem dimensão do que isso significa?

Eu sou uma pessoa que não falo só em mim de jeito algum. Não estou na Seleção para ser ídolo. Estou aqui para ser mais um. Ajudar a Seleção para brigar pela Copa do Mundo. Não quero ficar preocupado com idolatria. Quero ser uma peça útil para o Felipão. E é o que estou me desdobrando para fazer. Nada além disso.

Você tem uma preferência para a final, Thiago?

Eu sei que a imprensa brasileira nos quer ver medido forças com a Espanha. Acredito que se acontecer estaremos prontos para eles. Somos o Brasil. Eu joguei três anos na Itália e tenho muitos amigos por lá. Adoraria ver a Itália na decisão. Mas se for a Espanha, ótimo. Estaremos prontos para quem vier.

Paulinho, este foi seu gol mais importante na carreira?

O que marquei contra o Vasco na Libertadores do ano passado também foi muito importante. Assim como o de hoje era uma partida decisiva. E como naquele jogo, fico feliz pelo time. Não por mim. Jogo pela Seleção e pelo Corinthians. Não jogo sozinho. Sei separar muito bem as coisas.

Thiago, o que você faz com você não é ma tortura?

E vai poder jogar a final ou as dores são fortes demais?

Foi só uma pancada que eu sofri. Estarei de qualquer maneira nesta final. Quanto à tortura, pode até parecer. Mas sou assim. Não me perdoou por falhar. Foi assim que consegui crescer na carreira. Vou ver o lance muitas e muitas vezes nesta noite. O que aconteceu hoje não irá se repetir comigo...
1afp10 Os dois lados da moeda. A felicidade de Paulinho pelo gol da vitória. E toda a desilusão de Thiago Silva pelo gol que deu para o Uruguai. A alegria e a tristeza profunda se encontram no vestiário brasileiro...

32 Comentários

"Os dois lados da moeda. A felicidade de Paulinho pelo gol da vitória. E toda a desilusão de Thiago Silva pelo gol que deu para o Uruguai. A alegria e a tristeza profunda se encontram no vestiário brasileiro…"

26 de June de 2013 às 20:40 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Ray Domingos Motta
    - 27 de junho de 2013 - 14:32

    Thiago Silva e Paulinho são 2 dos 4 craques da seleção brasileira ao lado de Neymar e Oscar. Estilo clássico dos dois, diferenciados, com técnica pra atuarem em qualquer posição de linha, se brincar até no gol. Ontem a falha do TS foi de assustar mesmo, mas depois do erro o cara gastou a bola, antecipou, cobriu e marcou bem como sempre. O Paulinho que faz vezes de meia, volante e atacante jogou bem como sempre e o gol foi pra coroar todo trabalho dele desde o Corinthians até hoje. São craques... Erros e acertos são da profissão.

    Responder
  • Guilherme Elid
    - 27 de junho de 2013 - 13:06

    Excelente! Voltaram com tudo as entrevistas!

    Responder
  • Lucknopfler
    - 27 de junho de 2013 - 12:57

    O Felipão ainda se mostra um técnico ultrapassado taticamente. O Brasil ainda pena na parte tática, não jogou bem contra o Uruguai, mas na parte psicológica ele pelo jeito está bem, diferente do inseguro técnico de empresário Mano Menezes.

    Responder
  • peixoto-pres.prudente/sp
    - 27 de junho de 2013 - 12:23

    Paulo Matsunaga falou tudo o que penso sobre om Paulinho. Paulinho é um MONSTRO jogando bola...pqp, aquele lançamento que ele deu no primeiro gol é digno de um Gerson, um Rivellino, Um Zico. Anotem aí: o Melhor jogador do Brasil na Copa/2014 será o Paulinho Monstro. Vaaaai Corinthians!!! Vaaaai Brasil!!!

    Responder
  • willians bw ²
    - 27 de junho de 2013 - 11:54

    MUDANDO DE ASSUNTO : Pessoal do Rio esta nas maos de voces a responsabilidade do maracana ser a voz do povo ou a voz da fifa se fosse em São Paulo eu iria para as ruas fazer manifestação pacifica.

    Responder
  • Ademar
    - 27 de junho de 2013 - 11:20

    Cosme, não sei se isto é feito, mas deveria:no primeiro encontro do grupo,todos jogadores assistirem o jogo juntos, discutindo lance a lance,o porque dos erros e acertos, e outras possibilidades da mesma jogada, com participação ativa dos jogadores ajudaria muito a formar um grupo vencedor. Não acha? Quero opiniões... PS.: A genialidade do Paulinho no lançamento infelizmente não acontece sempre, mas o erro do thiago e também do David Luiz podem ser evitados

    Responder
  • Danilo
    - 27 de junho de 2013 - 11:05

    Cosme você acha que o esquema 3-5-2 daria certo, com o Hernanes,Paulinho e o Oscar no meio e o dante na zaga permitindo ao David Luis liberdade para ser o líbero do seleção... Acredito eu que essa seria a melhor forma se enfrentarmos as Espanha caso seja ela a nossa adversária na final, além disso os nossos laterais poderam apoiar com mais liberdade

    Responder
  • Érico(Camboriu)
    - 27 de junho de 2013 - 10:26

    Menos né.

    Responder
  • g.nuno
    - 27 de junho de 2013 - 10:20

    COMO VOLANTE "O PAULINHO NÃO TEM OBRIGAÇÃO DE FAZER GOLS"", mas ja fez 8 GOLS COM A CAMISA DA SELEÇÃO. O goleiro artilheiro Rogerio Ceni NÃO FEZ NENHUM. Em 3 ANOS com a camisa do corinthians, o jogador PAULINHO ganhou 1 MUNDIAL, 1 LIBERTADORES e 1 BRASILEIRÃO. O goleiro Artilheiro Rogerio Ceni, em 17 ANOS com a camisa do São Paulo, ganhou 1 MUNDIAL, 1 LIBERTADORES e 3 BRASILEIRÕES. O Paulinho recebeu MAIS DE 10 PROPOSTAS para sair do corithians, e vai ser vendido por 52 milhões. O Rogerio Ceni, nunca recebeu proposta para deixar o São Paulo. ""ABRE O OLHO JUVENAL!""

    Responder
  • Victor
    - 27 de junho de 2013 - 09:21

    Cosme, ontem escrevi e hoje repito, Thiago Silva é um zagueiro regular.....sair jogando dando passe errado? quem sabia sair jogando era Luizinho da seleção de 82, esse sim sabia sair jogando, driblando, esse Thiago Silva, não tem garra, não é lider, não sabe sair jogando. Davis Luiz é de se esperar qualquer coisa (literalmente)....zagueiro estabanado que se acha Beckenbauer. Nessas horas precisa de um Dante, mais seguro e se é para distribuir pancada (como os uruguaios) tem que dar mesmo. O esquecido Ramires faria melhor papel que esse "novo Alex" de Oscar, jogador sem garra, não chama a responsabilidade, só joga bem contra time fraco. Paulinho, craque mesmo!!

    Responder
1 2 3 4