- Blog do Cosme Rímoli - http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli -

Organizadas do Corinthians tentam enfrentar a punição da Conmebol. E se articulam: caso não possam entrar nos estádios durante a Libertadores, acompanharão e vibrarão pelo time do lado de fora. Para os jogadores ouvirem…

Postado por Cosme Rímoli em 22 de fevereiro de 2013 às 15:32 em Sem categoria | 148 Comments

a113 Organizadas do Corinthians tentam enfrentar a punição da Conmebol. E se articulam: caso não possam entrar nos estádios durante a Libertadores, acompanharão e vibrarão pelo time do lado de fora. Para os jogadores ouvirem... [1]
As organizadas corintianas sentiram o golpe.

A rejeição da sociedade brasileira diante da morte do menino boliviano.

Foi machado o brilho da torcida que impressionou a Fifa.

Que foi aplaudida por invadir o Japão.

Quem vestia algum agasalho de organizada foi xingado na Bolívia.

Ao final da partida teve de ouvir o terrível coro.

"Assassinos, assassinos, assassinos."

Isso valeu até o aeroporto.

A imprensa andina divulga a todo momento detalhes da vida de Kevin.

Do seu sonho de acompanhar o time do coração no estádio.

Contra o campeão do mundo.

Cinco minutos depois, a morte veio pelo sinalizador saído das organizadas.

Na chegada do Brasil, as críticas aos corintianos continuam.

O próprio presidente Mario Gobbi tentando dizer não ter maior ligação com as torcidas.

Toda fidelidade de uma hora para outra passou a ser desprezada.

Desesperados culpavam a imprensa.

Mas a rejeição foi natural, nasceu da estúpida morte de Kevin.

Mal desembarcaram no Brasil, a notícia da FPF.

A Camisa 12 está banida dos estádios paulistas por 60 dias.

O motivo: ter usado fogos de artifício na partida contra o Botafogo de Ribeirão.

A organizada, segundo a FPF, usava o mesmo tipo de sinalizador que matou o garoto.

Não bastasse isso, veio a confirmação da punição da Conmebol.

A entidade quer o Pacaembu vazio nos jogos do Corinthians.

Estádio fechado para os torcedores.

E a proibição de entrarem nas partidas nos estádios dos adversários.

Nunca as diretorias das organizadas corintianas tiveram esse sentimento.

A certeza de que passaram a atrapalhar o time.

Prejudicar o caminho para o bicampeonato da Libertadores.

Justo elas, que tanto ajudaram.

Diante de tanta pressão, elas resolveram reagir.

E com uma decisão que não há nada de violência.

Se a punição da Conmebol, as organizadas começam a se articular.

Estão dispostas a mostrar o quanto amam o Corinthians.

E que não merece serem vistas como assassinas de Kevin Beltrán.

Não aceitarão passivamente o banimento dos estádios.

Daí veio a ideia.

Os torcedores prometem ir aos estádios.

Não só no Pacaembu, mas no Exterior também.

E ficar do lado de fora gritando, apoiando do Corinthians.

Para mostrar o seu amor ao clube.

Buscando passar força, vibração aos jogadores.

Assistindo a partida em telões.

A notícia está se espalhando.

Não há qualquer impedimento legal.

As organizadas podem sim ficar ao redor dos estádios durante os jogos.

A imposição é que eles fiquem fechados e vazios enquanto as partidas acontecerem.

Além de gritar pelo time, as organizadas pretendem fazer festa para os jogadores.

Na chegada ao estádio.

E na saída.

A ideia não para de ganhar adeptos.

É uma postura pacífica, interessante, admirável até.

Enquanto isso, a direção corintiana se desdobra.

Não quer perder o dinheiro que receberia com os jogos em casa.

E tenta alegar à Conmebol que já vendeu 83 mil ingressos para as partidas em casa na fase de grupo.

A entidade já recomendou devolver o dinheiro.

Ou convencer os torcedores a aceitarem deixar o que foi gasto.

E os ingressos valerem para próximas partidas.

O Corinthians já tinha arrecadado perto de R$ 3 milhões.

As reuniões no Parque São Jorge não param.

Assim como as nas sedes das organizadas.

Foi de uma delas que nasceu essa ideia original.

Gritar pelo time fora do estádio.

Isso é paixão, não selvageria.

É disso que o futebol [2] precisa.

Não de vandalismo, irresponsabilidade.

Violência, morte...


Artigo impresso de Blog do Cosme Rímoli: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli

Endereço do artigo: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/organizadas-do-corinthians-tentam-enfrentar-a-punicao-da-conmebol-e-se-articulam-caso-nao-possam-entrar-nos-estadios-durante-a-libertadores-acompanharao-e-vibrarao-pelo-time-do-lado-de-fora-para-o-22022013/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2013/02/a113.jpg

[2] futebol: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/futebol/

© 2011 Nicolau Marmo. Todos direitos reservados.