Omisso, Tirone não dá resposta a Andrés Sanches. O ex-corintiano humilhou o Palmeiras. Anunciou que tentou comprar Neymar. E mandou o recado que verdadeiramente desejava na televisão: quer a CBF…

MovimentoFixo1 Omisso, Tirone não dá resposta a Andrés Sanches. O ex corintiano humilhou o Palmeiras. Anunciou que tentou comprar Neymar. E mandou o recado que verdadeiramente desejava na televisão: quer a CBF...
Fosse Arnaldo Tirone preocupado com o Palmeiras tomaria atitude.

No site oficial do clube Valdivia não estaria em destaque.

Ainda mais com a velha cantilena

Promessas de que irá se dedicar ao clube.

Como faz todo início de ano.

E que não deseja ser vendido.

Só que deveria ter combinado com seu empresário.

Rodolfo Forte assumiu que há uma proposta do Al Ain.

O Colo Colo também o quer, mas por empréstimo.

Valdivia mostrou fotos se exercitando.

Disse que é para o Palmeiras.

Por mera coincidência, Jorge Sampaioli, é o novo treinador do Chile.

E disse que deseja contar com o meia.

Ele estava banido da seleção.

Segundo a imprensa chilena, chegou bêbado na concentração.

E por coincidência, lógico, o meia virou exemplo de dedicação.

Logo agora que a Seleção Chilena tem novo técnico.

Imagine, pura maldade.

Ele só pensa na Sociedade Esportiva Palmeiras.

Valdivia disse que não avisou César Sampaio dos três dias de atraso.

Tinha um forte motivo.

Ninguém iria acreditar que estava treinando no Chile.

Ele mesmo avalia que suas palavras seriam motivos de dúvidas.

Não deveria ser esse festival de promessas o assunto principal do site.

Tirone deveria usar o espaço para dar uma resposta à altura para Andrés Sanchez.

O ex-presidente do Corinthians desmoralizou a diretoria do Palestra Itália.

Classificou como 'palhaçada' o que 'fizeram com Marcos Assunção'.

E disse que atletas não iriam para o rival pela maneira que o volante foi tratado.

Para não ser tratado da mesma maneira do dispensado capitão do time.

Só que a colocação foi forte demais.

Para haver palhaçada é preciso existir no mínimo um palhaço.

E ele ou eles estão no Palestra Itália.

Além do mais, Andrés instigou jogadores a não ir ao Palmeiras.

Fosse outro o presidente, a resposta estaria estampada no site.

Gritada nos rádios, na televisão.

Mas Tirone, não.

Prefere outra vez a omissão.

Um ex-presidente do Corinthians desanca sua diretoria.

Prejudica a imagem do Palmeiras e tudo bem.

O dirigente se finge de morto.

E torce para ninguém cobrar uma resposta pública sua a Andrés.

O corintiano usou a Sportv, canal ligado a Globo para se promover.

E soube fazer.

Algo muito melhor do que desmoralizar o já desmoralizado Palmeiras.

Depois de sua saída pela porta dos fundos da CBF precisava de algo novo.

E tinha uma velha carta que nunca utilizou.

Com certeza conseguiria manchetes de todos os portais.

Dos jornais.

O assunto será debatido hoje nas rádios e televisões abertas.

Revelou que, em 2010, fez uma proposta por Neymar.

Queria levar o jogador santista como substituto de Ronaldo.

Gordo e com fortes dores, o atacante já queria parar.

E avisou a Andrés para contratar outra estrela.

Só assim manteria o patrocínio da Hypermarcas e o foco no Corinthians.

O ex-presidente corintiano disse ter oferecido mais de R$ 120 milhões.

E salários maior do que o Real Madrid e o Barcelona pagariam a ele.

A transação só não se confirmou porque Neymar disse não.

Seria muito problemático para o jovem atacante.

Ele tem a família toda feliz morando em Santos.

Todos teriam de suportar uma pressão enorme dos torcedores santistas.

Seria um caos.

Depois dessa manchete garantida, Andrés mandou o recado que mais desejava.

Foi fiel ao seu estilo, ríspido, ofensivo, sem o menor bom senso.

Mandou um recado direto a Marin e Marco Polo del Nero.

"Me senti fritado, traído, decepcionado.

Talvez eu estivesse incomodando o que eles queriam fazer, não sei.

Só que eu tenho uma coisa que eles não têm: 48 anos.

Eu posso ser (presidente) daqui a quatro, oito anos ou quando eu quiser."

Ele se refere aos 80 anos de Marin.

E aos 71 de Marco Polo.

Andrés não falou nada que poderia fazer de melhor para o futebol brasileiro.

Apenas que tem 48 anos: é mais novo do que a dupla.

Andrés usou a sua aparição como palanque.

Desmoralizou a direção do Palmeiras.

Falou que teve coragem de oferecer mais de R$ 120 milhões por Neymar.

Que se sentiu traído na CBF.

E que tem 48 anos.

Andrés não sairá dos holofotes em 2013.

O vice Luiz Paulo Rosenberg foi até afastado do Corinthians para isso.

Tudo que for relacionado ao Itaquerão ficará a cargo de Andrés.

Nada mais justo.

Já que foi ele quem conseguiu, junto a Lula e a Ricardo Teixeira o estádio de um bilhão.

Com direito a abrir a Copa do Mundo.

Depois de o clube fechar contrato de R$ 300 milhões por dez anos com a Nike.

Ele sabe que a venda do naming rights do estádio está para ser fechada.

A Ambev é uma forte candidata.

Além de um banco e e uma estatal.

Os dividendos políticos devem ser capitalizados pelo ex-presidente corintiano.

Enquanto isso, se aproxima de presidentes de Federações.

E clubes.

Quer aliados na eleição de abril de 2014.

A campanha já começou.

O primeiro discurso de Andrés já foi ontem.

Por isso está hoje nas manchetes.

Ele é espertíssimo.

E Arnaldo Tirone muito omisso.

Ainda mais diante do ex-presidente corintiano.

Nada surpreendente.

Para quem já pediu até autógrafo para Andrés.

Mais do que compreensível...

ae14 Omisso, Tirone não dá resposta a Andrés Sanches. O ex corintiano humilhou o Palmeiras. Anunciou que tentou comprar Neymar. E mandou o recado que verdadeiramente desejava na televisão: quer a CBF...

127 Comentários

"Omisso, Tirone não dá resposta a Andrés Sanches. O ex-corintiano humilhou o Palmeiras. Anunciou que tentou comprar Neymar. E mandou o recado que verdadeiramente desejava na televisão: quer a CBF…"

8 de January de 2013 às 05:39 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • sergio
    - 13 de janeiro de 2013 - 09:07

    entendam de uma vez campeao invicto da america e do mundo o resto e so choradeira e inconformismo

    Responder
  • Gustavo Bregunci
    - 10 de janeiro de 2013 - 10:43

    Pedir que o Tirone tenha atitudes firmes e coerentes é utopia!

    Responder
  • Woops
    - 9 de janeiro de 2013 - 18:24

    Eu gosto muito do Andrés tomara que ele derube o velhinho dais medalhas de 80 anos e fique com a CBF ou então venha ser presidente do corinthians em 2015.

    Responder
  • floriberto sousa lima
    - 9 de janeiro de 2013 - 17:06

    Tenta achar discurso onde nao ha. Sabe qdo o Taxinha vair ser presidente da CBF???? NUNCA. Acreditamos que no fim deste mandato do Marin, saia uma grande mudança para o gerenciamento e a etca do futebol e se isso acontecer, este cidadao nao pode fazer parte disso, uma vez que quem fez o que fez junto com um ex presidente (CBF)(REP.) nao merece confiança.

    Responder
  • Luis Cardoso
    - 9 de janeiro de 2013 - 16:06

    Mas é isso mesmo, Piemonte, fazer o que? É melhor falar a verdade do que fingir que o Corinthians tem adversários fortes no Brasil. Se o maior rival do Corinthians, que é o Palmeiras, é atualmente um time de segunda divisão, vamos fingir que o Palmeiras é forte, só pra parecer que temos adversários à altura no Brasil? Acho que na verdade, quem está carente de "recursos mentais" é você.

    Responder
  • FEROLLA MAN
    - 9 de janeiro de 2013 - 15:28

    SMALLTIANOS HAHAHAHAHA

    Responder
  • eduardo
    - 9 de janeiro de 2013 - 14:43

    ELIZANA (08/01/2013 - 5H40. Parabens voce conhece de futebol, não é igual a Aline clubista, amigo do zorro.

    Responder
  • Piemonte
    - 9 de janeiro de 2013 - 13:01

    É inacreditável a falta de "recursos mentais" de alguns corintianos: será que eles entendem que quannto mais diminuírem os adversários,menor valor terão suas eventuais vitórias???Se essas "eminências pardas" começam a desancar os rivais,logo os Europeus estarão dizendo: CAMPEÃO BRASILEIRO???GRANDE COISA!!!CAMPEONATO FRAQUÍSSIMO...que burrice...

    Responder
  • Jonathan
    - 9 de janeiro de 2013 - 10:01

    Pessoal, relaxem. Os negos tem medo do futuro. Estão vendo que o Corinthians está se tornando um clube fora do alcance deles e tem medo animal disso. O Andrés fez o que qualquer bom administrador faria. Utilizar a maior força do clube. Vejam, o Juvenal usou a estrutura doada pelo Laudo para fazer o SPFW ganhar vários títulos uns 6 anos atrás. Fazia quantos anos que o SPFW não ganhava antes disso? 15 anos? Esqueceram disso né? Já o Corinthians, o Andrés usou a força da torcida. Não adianta reclamar, o Corinthians dá ibope. Somos a maior torcida em um único estado. Pense por um instante vai... Estado de São Paulo. Estado mais rico do país e o Corinthians é o maior e mais fanático dentro dele. Pronto. O resto é balela, São Paulo é o que importa se você for pensar economicamente. Flamengo com toda sua pompa e facilidades da rede Globo, não consegue ter a força de marketing do Corinthians. Todos sabem disso, nenhum outro torcedor pode negar. O que o LAOR tá tentando usar é o que o Santos tem as vezes, que é o craque. Antes o Santos tinha Pelé, agora tem Neymar. Eu não chamo o Robinho de craque, acho bom jogador, mas não coloco no patamar dos outros dois que falei. Agora, isso é fogo de palha se o Neymar for pra Europa, toda euforia vai acabar e o Santos vai voltar a ter 2k pessoas na Vila Belmiro. E olha que, mesmo com o Neymar, a vila Belmira não enche sempre. O LAOR tinha que fazer o Santos ter estádio em SP ou inaugurar de vez aquele em Santos, e melhor se for próximo de rodovias/rodoviárias. Se não, não vai continuar grande num futuro. Nada contra o Santos, mas nenhum clube pode viver de craques que vem em cada geração. Tem que pensar grande. Agora, o que o Palmeiras tem? Qual força? Verdade que o Palmeiras tem torcedores fanáticos. No entanto, são minoria. Não dá pra colocar o Palmeiras na mesma situação do Corinthians em 2008 por enquanto. 2009 foi um ano muito bom para o Corinthians, não só pelo título, mas pelo Ronaldo. Deu uma força ao Corinthiano que ele não sentia desde 2005(foda-se se foi roubado ou não, sofremos o suficiente em 2007 para pagar por isso). O que o Palmeiras pode fazer? Lógico que tem se estruturar politicamente. Pelo visto, a organização do Palmeiras é uma bosta. Agora o time, esse tem que ser zerado e usar quase tudo da base. É, é isso aí. Focar em títulos pequenos, tipo o Paulista e Copa do Brasil. Um paulista já dá força à torcida. Batalhar pra voltar a série A e batalhar mais ainda para continuar nela. Tudo usando jogadores baratos. Isso tudo para usar o dinheiro que sobrar para organizar a administração do clube. Colocar pessoas remuneradas. Administradores. Ou, ter a sorte de aparecer alguém tipo o Sanchez. E, antis, continuem com medo. Pois o futuro é preto e branco e preparem os ouvidos... pois você vai escutar muitos... Muitos... VAI CORINTHIANS na sua vida!

    Responder
  • Fabiana
    - 9 de janeiro de 2013 - 08:43

    Não gosto deste Andres mas o que ele falou do bananone e companhia limitada é a pura verdade. A cada dia que passa parece anos até acabar a vigência dessa maldita administração no Palmeiras. (O dia 21 não chega nunca). Já não basta a queda para a série B e demais notícias diárias humilhantes, eles não sossegam até acabar de vez com o pouco respeito que o time ainda tem e a sua história. Fora nos deixar ser humilhado por esse cidadão preferido da Rede Globo, o gangster "cara de abacaxi". Nem que a próxima gestão seja ruim, mas nada vai conseguir superar o desastre que foi bananone, frizzo e o resto da italianada burra. Deus nos ajude...

    Responder
1 2 3 4 5