1ae11 O tempo passou. O Santos lastima perder Geuvânio. Contratação de Robinho não serve como compensação. Se o clube pudesse escolher entre os dois, optaria pelo garoto de 23 anos. Mas ele foi para a China...
"Este seria o ano dele. Um ano importantíssimo para a carreira dele. Cada um sabe o que faz, ele é maior de idade. Mas vejo o Geuvânio como um jogador promissor, com condições de chegar à seleção. Este ano seria importantíssimo para que isso se materializasse.

"Vamos ver como será com ele na China. Eu torço para que a vida dele continue sendo tranquila e equilibrada e que ele alcalce tudo aquilo que que alcançaria se ficasse no nosso país

"A carreira de um atleta tem de ser muito bem pensada. Não falo isso em relação aos clubes, mas das decisões que são tomadas. É um ponto a ser discutido. Se não tomarmos uma medida, essa debandada vai continuar.

"Esperava ver o futebol brasileiro vivendo outro momento depois da Copa do Mundo. E para que isso aconteça, era importante que os jogadores ficassem mais tempo nos clubes. Eu só perdi dois jogadores, mas teve equipe que sofreu perdas muito maiores (clara referência ao Corinthians).

"Eu não posso pedir para um jogador ficar. E depois, quando preciso tirá-lo do time, ele pode se sentir no direito de reclamar. Lamento a saída do Geuvânio."

A queixa é de Dorival Júnior. O treinador desabafou na ESPN. Não se conteve diante da negociação do jogador. Geuvânio seria o dono da posição de Marquinhos Gabriel. O presidente Modesto Roma havia sido avisado que não teria a necessidade de contratar ninguém para a vaga do meia que retornou ao futebol árabe, ao Al-Nassr. E é pretendido pelo Corinthians.

Mas acontece que o treinador sabe que não há lógica no seu desabafo. Geuvânio recebia R$ 130 mil no Santos. Vai ganhar R$ 1 milhão mensais por três anos. E, aos 26 anos, estará livre para atuar onde quiser. Sendo dono do seu destino.

O Tianjin Quanjian, clube do manager Vanderlei Luxemburgo, ofereceu 11 milhões de euros, cerca de R$ 48 milhões, sem impostos. Limpos. Modesto Roma disse a Dorival que não havia como recusar. O clube ficará com 35% desse valor, R$ 17 milhões. É o que possui do atleta. A Doyen Sports tem outros 35%. E os demais 30% serão divididos por empresários.

Geuvânio é um jogador muito talentoso. Mas que Dorival acreditava que precisava amadurecer. Canhoto, habilidoso, veloz, moderno. Sua personalidade era o que incomodava o treinador. O meia não conseguia se conter diante de provocações e, muitas vezes, se desconcentrava durante os jogos.

518 O tempo passou. O Santos lastima perder Geuvânio. Contratação de Robinho não serve como compensação. Se o clube pudesse escolher entre os dois, optaria pelo garoto de 23 anos. Mas ele foi para a China...

Esse lado psicológico estava sendo trabalhado. Geuvânio ter ficado no banco, na reserva de Marquinhos Gabriel, era parte do aprendizado. Do controle do ego do meia. As longas conversas com o treinador estavam dando resultado. O jogador se mostrava empolgado e disposto. Pronto para brigar pela Seleção Brasileira.

Só que se ouvirá lamentações por parte de Dorival. Modesto Roma sabe que parte desse dinheiro deverá ser destinada a Robinho. Sim, pela quarta vez, o Santos deverá ter o jogador. Só que desta vez pagando salários compatíveis à sua realidade. O acordo seria de R$ 600 mil, com o clube bancando 'apenas' R$ 200 mil e um patrocinador, R$ 400 mil. A Kappa, nova fabricante de uniformes, poderia ajudar.

O tempo passou. Robinho completará 32 anos daqui a quatro dias. As propostas de clubes do Exterior sumiram. Sua passagem na China foi um fracasso. Sua passagem de seis meses no Guangzhou foi um erro assumido por Felipão. O jogador não conseguiu se impor. Pelo contrário. Virou reserva. Atuou apenas nove vezes. Marcou três gols. E não houve o menor interesse na renovação.

Clubes brasileiros não fizeram leilão por seu futebol. Pelo contrário. Ele está livre. E até agora só o Santos efetivamente apresentou um plano para o retorno.

Muita gente na Vila Belmiro lamenta a troca.

A começar por Dorival Júnior.

Acredita que Geuvânio seria muito mais útil.

E importante na temporada.

Mas terá de se contentar com Robinho.

Outra vez, ele busca abrigo no time que o revelou.

Seus arranques, dribles, pedaladas estão cada vez mais raros.

Não entusiasmaram nem os chineses.

Mas diante do baixo nível do futebol brasileiro, ele poderá servir.

O nome impressiona mais pelo passado do que pelo futuro.

O futuro atendia pelo nome de Geuvânio.

Mas seu nome está estampado na camisa 11 do Tianjin Quanjian...
4reproducao2 O tempo passou. O Santos lastima perder Geuvânio. Contratação de Robinho não serve como compensação. Se o clube pudesse escolher entre os dois, optaria pelo garoto de 23 anos. Mas ele foi para a China...

http://r7.com/tomo