divulgacao21 O sonho do Flamengo: a Taça Guanabara de Ronaldinho Gaúcho ter atraído um patrocinador de R$ 60 milhões...
Digno de um Oscar.

O roteiro foi perfeito.

Serve para enganar qualquer crítico menos exigente.

A diretoria do Flamengo precisava demais de Ronaldinho Gaúcho.

Uma atuação fundamental na decisão da Taça Guanabara, o dopado primeiro turno do Rio de Janeiro.

O clube precisa desesperadamente de um patrocinador.

Nem o de ocasião estava estampado nos peitos e nas costas dos jogadores.

Flamengo.com.br. era o último desejo de Patricia Amorim.

Ela, melhor do que ninguém, sabe da enorme dívida do clube, cerca de R$ 300 milhões.

A esperança estava toda depositada no camisa 10.

E o primeiro tempo foi um desespero.

Vanderlei Luxemburgo definitivamente em decadência escalou o ataque com ele e Thiago Neves.

Por pura falta de confiança em apostar na juventude de Negeba e Diego Maurício.

Os burocráticos Renato e Bottinelli para armar aos improvisados Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves.

Um desastre.

O Flamengo só não passou sufoco por falta de coragem do Boavista.

Logo Ronaldinho havia esquecido a absurda ordem de Vanderlei e foi atuar na ponta esquerda.

Jogar onde gosta, onde sabe que rende mais.

Com a bola rolando ele demonstrou ainda o quanto falta de explosão muscular, velocidade.

As festas consumiram.

Mas veio a bola parada.

A falta em Thiago Neves e a excelente cobrança.

Gol para ser mostrado 120 vezes a possíveis patrocinadores.

A comemoração...

O Engenhão quase vindo abaixo...

As manchetes em todo o mundo...

Ronaldinho Gaúcho precisava voltar a adquirir confiança.

"Recuperar a alegria", como ele repete mais do que dá bom dia.

Depois da séria ameaça de rebaixamento em 2010, o Flamengo reformulou seu time.

Começou ganhando de forma invicta a Taça Guanabara.

Com o gol do seu jogador de R$ 1,8 milhão a cada 30 dias.

Não poderia ser melhor o primeiro turno do Campeonato Carioca para os flamenguistas.

No embalo do gol decisivo, ninguém vai pensar a sério no desempenho modesto de Ronaldinho Gaúcho.

O que vale nessa hora é a festa.

O lobby para arrancar R$ 60 milhões de alguma empolgada empresa.

E aposentar o Flamengo.com.br.

Esse é o maior sonho de Patricia Amorim.

Para isso, ganhar a Taça Guanabara, com gol de Ronaldinho Gaúcho, foi fundamental...

Festa fica para a torcida.

A presidente/vereadora sabe bem do que seu clube precisa: de dinheiro...

Muito dinheiro...

E, apesar de toda euforia, ele ainda não começou a chegar à Gavea...

Veja mais:
+
Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/41ZE