1rubenschirisaopaulofc.net  O São Paulo humilha o time que acabou com a credibilidade do Campeonato Paulista. 5 a 0 no pobre Linense. Será a primeira semifinal do técnico Rogério Ceni. A diretoria do clube interiorana que pegue o seu dinheiro e curta a eliminação vergonhosa...
A diretoria do Linense teve o que mereceu. Vendeu o mando do seu jogo na sua cidade para o São Paulo. Com a anuência da FPF, pisou na credibilidade das quartas-de-final do Paulista. Por dinheiro, virou as costas para a torcida que busca apoio o ano todo. Resultado, o time teve de atuar duas vezes no Morumbi.

Jogou qualquer chance de classificação no ralo.

O time perdeu a primeira partida, domingo passado, por 2 a 0.

E hoje, foi humilhado, 5 a 0.

Gilberto marcou dois e já é artilheiro do Paulista, com nove gols.

Rogério Ceni disputará sua primeira semifinal como técnico.

Ou seja, o Linense, sem seu estádio, perdeu, no acumulado, por 7 a 0.

"Eu faria de novo porque teria as mesmas variáveis. Teria que decidir rapidamente com tudo o que apareceu. Se tivesse tomado essa decisão agindo de má fé, eu me arrependeria. Poderia ter procurado um empresário e vendido o jogo por um valor fixo, mas não fizemos isso. Se o time tivesse revertido a vantagem, a semifinal seria em São Paulo", afirmou o presidente do Linense, José Hugo Moreira.

Ou seja, ele seguiria vendendo os mandos do Linense.

Até a final, se lá chegasse.

Ele deveria estar comandando uma lanchonete do McDonald's.

E não um clube.

Venceu o São Paulo, foi vitória do futebol.

Acabou a trajetória do clube que só pensa em dinheiro, em lucrar.

José Hugo vendeu o mando por 50% das rendas líquidas.

Sonhava com R$ 700 mil.

Terá R$ 120 mil do primeiro jogo e mais R$ 280 mil de hoje.

Ele matou a chance do Linense por R$ 400 mil.

Que aproveite bem o dinheiro.

Porque foi por moedas que sabotou o próprio time no Paulista.

Com a vantagem de dois gols, conseguida no domingo passado, Rogério Ceni sabia que a vaga já estava garantida. Deixou Lucas Pratto no banco. Não usou seu principal artilheiro. Não precisava. Gilberto era mais do que suficiente.

Jucilei também começou fora e entrou no jogo pela contusão de Rodrigo Caio.

Wellington Nem também foi poupado.

A partida se mostrou inteiramente desigual. O São Paulo tocou bola como quis. Atuou mais em bloco, com as linhas próximas. Marcou com empenho a saída de bola do time interiorano. Marcio Fernandes se desesperava. Ele e todos que estavam no Morumbi sabiam que viria uma goleada. Parecia que era um jogo de profissionais contra juniores, tamanha a superioridade do time de Rogério Ceni.

O Linense mostrou porque é o time que mais sofreu gol no Paulista.

Acuado, suas linhas se confundem.

A cobertura das laterais é péssima.

O São Paulo foi jogando como se estivesse treinando.

O adversário não criou a menor dificuldade.

Pelo contrário, foi submisso do início ao fim da partida.

Apesar de contar com 10 homens atrás da linha da bola, a marcação foi frouxa.

42 O São Paulo humilha o time que acabou com a credibilidade do Campeonato Paulista. 5 a 0 no pobre Linense. Será a primeira semifinal do técnico Rogério Ceni. A diretoria do clube interiorana que pegue o seu dinheiro e curta a eliminação vergonhosa...

Time sem intensidade, sem ambição, sem confiança, sem técnica.

E desmoralizado pela própria diretoria.

Contra um rival tão fraco, o São Paulo não tomou gols.

Bastou ter um mínimo de consciência tática.

O time foi mais firme sem a bola.

"Graças a Deus nos acertamos. Eu falei que teria um momento que não poderia tomar gols, e esse momento chegou", comemorava, entusiasmado Jucilei. Só que a alegria ainda não se justifica.

A avaliação fica difícil tamanha a ruindade do Linense.

No primeiro tempo, por precipitação, o São Paulo deixou de marcar vários gols. Fez apenas um. Aos 22 minutos, Gilberto viu pela frente o quanto é desarrumada a zaga do Linense. Bastou driblar um zagueiro e invadiu a área como quis, chutando forte na saída desesperada de Victor. 1 a 0.

O Linense seguiu atrás, tentando evitar o inevitável. Mas o vexame veio no segundo tempo. Com sua defesa pessimamente colocada, a festa tricolor continuou. Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Thomaz deu ótimo passe para Thiago Mendes bater forte da entrada da área. 2 a 0.

A equipe interiorana que era ruim, marcava mal, abaixou a cabeça, desanimada.

62 O São Paulo humilha o time que acabou com a credibilidade do Campeonato Paulista. 5 a 0 no pobre Linense. Será a primeira semifinal do técnico Rogério Ceni. A diretoria do clube interiorana que pegue o seu dinheiro e curta a eliminação vergonhosa...

Era a senha para a goleada.

As duas linhas de marcação de Márcio Fernandes foram ultrapassadas sem piedade.

Aos 14 minutos, Jucilei lançou Thiago Mendes, no meio da zaga, 3 a 0.

Thomaz recebeu passe de Gilberto e, sem dificuldade, marcou na saída de Vitor.

Aos 33 minutos, o São Paulo ganhava por 4 a 0.

E seguiu atacando.

O reserva Neílton deu o quinto gol para Gilberto.

Ele não desperdiçou, 5 a 0, aos 35 minutos.

No fim da partida, o São Paulo diminuiu o ritmo.

Não quis expor seus jogadores a uma contusão.

A vaga para sua primeira semifinal da carreira estava garantida.

E o Linense termina a participação no Paulista de forma humilhante.

Trocando o mando de jogo nas quartas por dinheiro.

Contabilizando suas moedas.

R$ 400 mil para tomar sete gols e não marcar nenhum.

Parabéns, José Hugo Moreira.

São dirigentes como você que travam o futuro do futebol brasileiro...
22 O São Paulo humilha o time que acabou com a credibilidade do Campeonato Paulista. 5 a 0 no pobre Linense. Será a primeira semifinal do técnico Rogério Ceni. A diretoria do clube interiorana que pegue o seu dinheiro e curta a eliminação vergonhosa...

http://r7.com/FaXG