1ae23 O presidente da Comissão de Arbitragem elogia arbitragem de Santos e Palmeiras. Não viu pênalti de David Braz em Lucas Barrios. Sérgio Corrêa sabe. É só sua palavra que importa...
Não falta mais nada para a desmoralização da arbitragem no Brasil. O presidente da Comissão de Arbitragem, Sérgio Corrêa, classificou o trabalho de Luiz Flávio de Oliveira como 'muito bom', na primeira partida entre Santos e Palmeiras.

E teve a coragem de dizer que não foi pênalti de David Braz em Lucas Barrios. Lance claríssimo. Ele decidiu dizer que, 'pelo ângulo que viu', não aconteceu falta alguma. E que o paraguaio tropeçou nas próprias pernas.

A jornalistas do Globo Esporte chegou a mostrar uma fotografia que carrega no seu celular. E que, para o presidente da Comissão de Arbitragem do Brasil, seria a prova que o jogador palmeirense não sofreu contato algum do santista. O que chega ser absurdo. As imagens do lance são claríssimas.

Mas é desta maneira que a arbitragem deste país funciona.

O presidente da CBF nomeia um presidente da Comissão de Arbitragem.

E tudo depende apenas de sua opinião.

Mesmo que vá contra as imagens, contra o bom senso, não importa.

As escalas e análises são subjetivas e autoritárias.

Quem escolhe quem são os árbitros que participam do sorteio é Sérgio.

E quem analisa o desempenho dos juízes que escolheu é também ele.

 O presidente da Comissão de Arbitragem elogia arbitragem de Santos e Palmeiras. Não viu pênalti de David Braz em Lucas Barrios. Sérgio Corrêa sabe. É só sua palavra que importa...

Por não há evolução.

De nada adiantam protestos.

Só este ano presidentes do Atlético Mineiro, Fluminense, Palmeiras, Flamengo, Vasco, São Paulo, Santos, Coritiba, Chapecoense, Cruzeiro, Corinthians. Todos protestaram e nada aconteceu.

"Os árbitros são seres humanos que erram tanto quanto seus jogadores, que são profissionais. Eles falam de incompetência da arbitragem, mas quando o atacante perde um gol, quando um jogador toma um cartão de forma bisonha deveriam vir a público falar da incompetência de seu jogador. Eles vão continuar errando porque são seres humanos.

"É um absurdo o que vocês (imprensa) fazem. Existe um ser humano atuando e só. Enquanto vocês ficarem vendo teoria da conspiração, vai ser a mesma ladainha todo ano. Vocês falam em polêmica num lance acertado. Até os acertos são questionados no Brasil."

O discurso de Sérgio foi feito à Bandsports.

A verdade é que ele só ocupa o cargo porque tem a total confiança de Marco Polo del Nero.

Sérgio Correa não teve uma carreira importante na arbitragem.

Ele soube se relacionar bem na Federação Paulista e CBF.

Seu cargo é absolutamente político.

Com a função de defender não só os árbitros.

Mas todos os campeonatos que a CBF organizar.

É sua obrigação.

Além, de lógico, analisar as suas próprias escolhas.

Ele é juiz dele mesmo.

Tendo como prova uma fotografia no celular, briga com a lógica.

Assim é o futebol brasileiro.

Quem vai apitar o jogo decisivo entre Palmeiras e Santos?

Quem Sérgio Corrêa quiser.

O dvd de erros contra o Palmeiras, que Paulo Nobre prometeu levar à CBF, à Comissão de Arbitragem, não terá peso algum. Como não tiveram todos os protestos de inúmeros clubes. Tudo seguirá como sempre foi. De maneira autoritária e amadora. Quem ganha com essa estrutura arcaica, improvisada? A quem interessa?

Só Marco Polo del Nero pode responder...
5ae9 O presidente da Comissão de Arbitragem elogia arbitragem de Santos e Palmeiras. Não viu pênalti de David Braz em Lucas Barrios. Sérgio Corrêa sabe. É só sua palavra que importa...

http://r7.com/HJkq