148 O milionário Ronaldinho Gaúcho. Entre voltar a se concentrar, treinar e disputar o Campeonato Paranaense pelo Coritiba ou seguir farreando e ser embaixador do Barcelona. Esta é sua grande dúvida...
Beletti estava se destacando nas transmissões do Sportv. Ganhava espaço comentarista. Mas, no final de 2016, ele anunciou. Não seguiria na tevê a cabo. O sigilo durou pouco tempo. Havia sido contratado como diretor executivo internacional do Coritiba.

O plano do presidente Rogério Bacellar é projetar o seu clube fora do país. A competição está ferrenha porque o Atlético conseguiu se modernizar, se fortalecer. Ganhar o espaço de equipe paranaense mais forte. A arena da Baixada, usada na Copa. A classificação para a disputa da Libertadores de 2017.

O Coritiba precisava de algo impactante em 2017.

A influência de Beletti já havia sido notada no trágico velório da delegação da Chapecoense, morta no acidente aéreo em Medellin. Ele representou a equipe do Barcelona. E foi o intermediário do convite do time catalão para o clube catarinense. A disputa do troféu Juan Gamper. Será uma uma maneira discreta dos espanhóis ajudarem, pagando R$ 900 mil pela participação no jogo marcado para o meio do ano.

Mas Beletti não é só próximo do Barcelona.

É muito amigo de jogadores importantes com quem atuou.

E um deles interessou a Bacellar.

Kaká.

O dirigente se convenceu que o melhor do mundo em 2007 seria sensacional. Abriria as portas para patrocinadores, convites para amistosos no Exterior e matérias divulgando o nome do Coritiba pelo planeta.

Kaká foi direto com Beletti.

229 O milionário Ronaldinho Gaúcho. Entre voltar a se concentrar, treinar e disputar o Campeonato Paranaense pelo Coritiba ou seguir farreando e ser embaixador do Barcelona. Esta é sua grande dúvida...

Agradeceu o convite, mas avisou não quer voltar agora ao Brasil.

Eis que Bacellar não se deu por vencido.

E pediu para Beletti investir em outro melhor do mundo.

No caso, bicampeão: 2004 e 2005.

Foi assim que Ronaldinho Gaúcho virou objeto de desejo.

Pouco importa se está sem jogar profissionalmente desde setembro de 2015, quando deixou melancolicamente o Fluminense. Desde então, passou a revezar farras homéricas com festas intermináveis, viagens, com partidas de exibição.

Milionário, Ronaldinho Gaúcho perdeu o interesse pela rotina do futebol há muito tempo. Nos seus últimos tempos de Atlético Mineiro, já demonstrava irritação ao ser obrigado a concentrar, a treinar. Um dos motivos de Levir Culpi ter sido contratado foi combinar com o então presidente Alexandre Kalil. Ou Ronaldinho voltava a se comportar como jogador ou o contrato seria rescindido. O que acabou acontecendo, em julho de 2014.

Ele tem deixado claro desde então que não sabe se aposenta ou não.

Recusou atuar nos Estados Unidos, na China.

Segue curtindo a vida.

Mas assim como aconteceu no Atlético Mineiro, uma ligação emocional poderia mudar o seu destino. Ele foi parar em Belo Horizonte por causa de Cuca, companheiro de Grêmio de Assis, seu irmão/empresário. E além disso, era o ídolo de Ronaldinho quando menino. A parceria deu certo por causa dessa ligação afetiva, que acabou com a conquista da Libertadores de 2013.

A esperança do Coritiba é Beletti.

Ele também é muito próximo de Ronaldinho Gaúcho.

329 O milionário Ronaldinho Gaúcho. Entre voltar a se concentrar, treinar e disputar o Campeonato Paranaense pelo Coritiba ou seguir farreando e ser embaixador do Barcelona. Esta é sua grande dúvida...

Jogaram juntos no Barcelona.

Beletti ligou para Ronaldinho, que pediu que apresentasse a proposta a seu irmão.

O Coritiba decidiu seguir o caminho do Atlético Mineiro.

Oferecer R$ 300 mil e, com venda de camisas, aumento de sócios-torcedores, chegar a R$ 700 mil mensais.

Valor que interessaria a Assis.

A proposta foi apresentada oficialmente hoje.

Mas ironia do destino.

O Mondo Deportivo anuncia que o Barcelona quer Ronaldinho Gaúcho.

Como embaixador e como jogador esporádico no time chamado Lendas.

Ele reúne grandes estrelas que atuaram na Catalunha e joga pelo mundo.

Não é necessário treinamento, concentração.

Só chegar e jogar.

O cargo de embaixador tem a mesma atuação de Roberto Carlos no Real Madrid.

E é bem remunerado.

Ele deverá estar em Barcelona amanhã.

A diretoria do Coritiba fez questão de anunciar o encontro e a proposta hoje no seu site oficial. Para que ninguém venha, no futuro, que tudo foi balela. Ronaldinho e Assis têm a proposta do time paranaense.

Agora, aceitar é outra história.

A resposta do jogador e de seu irmão só em fevereiro.

Depois de ouvir o que o Barcelona tem a oferecer.

Enquanto isso, cabe aos curitibanos esperar.

E admirar as montagens que os torcedores publicam.

 O milionário Ronaldinho Gaúcho. Entre voltar a se concentrar, treinar e disputar o Campeonato Paranaense pelo Coritiba ou seguir farreando e ser embaixador do Barcelona. Esta é sua grande dúvida...

Essa tipo de situação já desgastou muito a direção Nacional.

O clube uruguaio negociou com Assis por um mês.

Ouviu a pedida financeira.

Também a exigência de uma mansão paradisíaca.

E uma frota de seguranças.

O Nacional aceitou as exigências.

Só que Assis não respondeu.

Ganhou tempo e mais tempo.

Até que os uruguaios desistiram.

Este é o grande risco.

Assis e Ronaldinho não agem como Kaká.

Não dizem nem sim e nem não de maneira direta.

Parecem sempre esperar por uma proposta melhor.

É um risco muito grande aguardar os dois.

Palmeiras e Grêmio que o digam.

 O milionário Ronaldinho Gaúcho. Entre voltar a se concentrar, treinar e disputar o Campeonato Paranaense pelo Coritiba ou seguir farreando e ser embaixador do Barcelona. Esta é sua grande dúvida...

O clube gaúcho chegou até a colocar alto falantes no gramado do seu estádio. Programou uma festança para a volta do seu filho pródigo, em janeiro de 2011. Ao mesmo tempo ele desembarcava no Flamengo.

O Palmeiras negociou duas vezes com Ronaldinho e Assis. Ficou esperando pela resposta em 2011 e 2012.

O Coritiba que se previna.

E seu presidente pense em um plano B.

Em outro jogador de impacto.

Com Ronaldinho e Assis tudo é imprevisível.

O maior erro é ficar travado, esperando pelos dois...
616 1024x426 O milionário Ronaldinho Gaúcho. Entre voltar a se concentrar, treinar e disputar o Campeonato Paranaense pelo Coritiba ou seguir farreando e ser embaixador do Barcelona. Esta é sua grande dúvida...

http://r7.com/KCET