O medo de Cuca. O Palmeiras só chegará à final do Paulista se controlar seus nervos diante de Ricardo Oliveira. O psicológico será fundamental nesta semifinal, sem favoritos, na Vila Belmiro...
Foi um tanto sofrido, Fernando Prass apareceu nos momentos decisivos. Mas o Palmeiras se impôs ao São Bernardo. 2 a 0. Chegou a seis partidas sem derrotas. E agora tem pela frente o Santos, de Ricardo Oliveira, na semifinal do Campeonato Paulista. Cuca já percebeu o quanto os seus jogadores estão pilhados. Querem se impor novamente, compraram a rivalidade no seu mais perigoso grau.

"Rivalidade existe, mas precisa ser uma coisa sadia. Não dá para pensar em coisa diferente, senão acaba com jogador expulso, não é isso que a gente quer.Temos que tomar cuidado com motivação. Eu era um treinador que pilhava muito o meu time, passava dos limites. Um dia, dei uma pilhada tão grande no Botafogo que tive que tirar um jogador nos primeiros 20 minutos porque não parava de chorar", relembra, Cuca.

Embora ele quisesse fazer piada, o técnico sabe de toda a tensão que domina o elenco. Bastou ficar definido o Santos como obstáculo, em jogo único, na chegada à final.

"Acho o Santos uma equipe leve, que não tem posição fixa do meio para frente. É um time que chega na final há sete temporadas, e jogando na Vila é ainda mais forte. Temos que entender bem o jogo, entender bem o adversário para fazer um bom jogo."

Cuca sabe que se o Palmeiras se perder psicologicamente na Vila Belmiro, não haverá chances de final. Por isso fará um trabalho especial com Dudu. O atacante está recuperado de contusão e deverá jogar. Impossível não lembrar o quanto foi fácil desequilibrar o jogador na final do Paulista do ano passado. Ele se embolou com Geuvânio e recebeu cartão vermelho. Em seguida agrediu o árbitro Guilherme Cereta de Lima.

247 1024x682 O medo de Cuca. O Palmeiras só chegará à final do Paulista se controlar seus nervos diante de Ricardo Oliveira. O psicológico será fundamental nesta semifinal, sem favoritos, na Vila Belmiro...

É tudo o que o treinador não quer que aconteça neste jogo único. O Santos atuando nos seus domínios já costuma ser mortal. Com um atleta a mais, ficaria dificílimo.

Cuca sabe toda a ironia com que o elenco tratou a conquista da Copa do Brasil. No troco, os jogadores, com a conivência de Marcelo Oliveira, comemoraram o título tripudiando Ricardo Oliveira. Com a careta com que ele comemorou um gol contra o Palmeiras. Alguns até usavam máscara do atacante.

Se Cuca fosse o treinador do clube não permitiria tal provocação. Por sabe que o futebol é dinâmico. E agora aquela ironia deve ser o grande motivador do artilheiro santista. Qual melhor chance de dar o troco? Um jogo eliminatório, diante de sua torcida. O técnico palmeirense quer que todos esqueçam de Ricardo Oliveira antes do clássico.

Além disso, houve um episódio recente. Após a goleada que o Palmeiras tomou para o Água Santa, Lucas Lima não perdoou. Mesmo concentrado com a Seleção Brasileira, ironizou o rival, com um twitter, que incendiou o elenco e a torcida palmeirenses.

249 O medo de Cuca. O Palmeiras só chegará à final do Paulista se controlar seus nervos diante de Ricardo Oliveira. O psicológico será fundamental nesta semifinal, sem favoritos, na Vila Belmiro...

Cuca deve fazer todos os treinamentos fechados para a imprensa. Há motivo. Ele sabe que não pode seguir a cartilha tradicional contra o Santos. Ficar atrás, esperando um ou dois contragolpes. O treinador já surpreendeu na partida contra o Rosario Central, quando fez seu time marcar, com toda a coragem, os argentinos no seu campo defensivo. Mesmo com a partida em Rosario. Surpreendendo a todos, o Palmeiras esteve a ponto de ganhar a partida. Por falhas individuais teve de se contentar com o 3 a 3.

Há grande chance de o Palmeiras fazer a mesma coisa neste final de semana.

Cuca sabe que, contra o Santos, um erro será fatal.

Por isso vai buscar o máximo de concentração.

Trabalhar psicologicamente o time.

Exigir que encarem Ricardo Oliveira de forma normal.

Grande artilheiro, mas não é um inimigo.

Quanto mais pontapés ele tomar, melhor para o Santos.

Quanto a Dudu, o atacante terá de exercitar algo que detesta.

A paciência.

Para o Palmeiras ter chance de decidir o Paulista de 2016.

Qualquer cartão vermelho será fatal...
420 O medo de Cuca. O Palmeiras só chegará à final do Paulista se controlar seus nervos diante de Ricardo Oliveira. O psicológico será fundamental nesta semifinal, sem favoritos, na Vila Belmiro...

http://r7.com/8v4W