O ingresso do futebol no Brasil é o mais caro do mundo. Mas os aproveitadores podem cobrar, há quem pague. Mais de 13 mil pessoas tiveram a coragem de ver o 0 a 0 entre Palmeiras e Santos. Masoquistas não faltam…

1ae6 O ingresso do futebol no Brasil é o mais caro do mundo. Mas os aproveitadores podem cobrar, há quem pague. Mais de 13 mil pessoas tiveram a coragem de ver o 0 a 0 entre Palmeiras e Santos. Masoquistas não faltam...
Arquibancadas verdes, amarelas e laranjas R$ 40,00

Tobogã R$ 30,00

Arquibancada visitante lilás R$ 40,00

Cadeira laranja R$ 60,00

Cadeira descoberta R$ 70,00

Cadeira coberta azul R$ 160,00

Esses foram os preços para os infelizes que foram hoje ao Pacaembu.

Pouco mais de 13 mil se iludiram, beberam absinto.

E foram ver Palmeiras e Santos.

Enfrentaram uma tarde chuvosa e rumaram neste domingo para o Pacaembu.

O Palmeiras, time rebaixado para a Segunda Divisão.

Com sete desfalques.

Dois meses de direitos de imagem atrasados.

Contra o Santos sem cinco jogadores.

Entre eles, Neymar.

Mais uma partida insignificante da ridícula fase de classificação do Paulista.

Masoquistas, os torcedores dos dois times encontraram o que buscaram.

Um tedioso 0 a 0.

O terceiro clássico neste pavoroso Campeonato Paulista que termina sem gols.

Jogo para doer os olhos de tão ruim.

Times fraquíssimos desonraram camisas tão gloriosas.

Mas o que chama atenção neste aula de baixa estima estava fora do gramado.

O preço dos ingressos.

Palmeirenses e santistas demonstraram o que é jogar dinheiro fora.

Muito dinheiro.

Os dirigentes brasileiros resolveram fazer um complô.

E extorquir seus torcedores.

Elitizar as arquibancadas.

Só vê os jogos quem tem dinheiro.

O Atlético Mineiro já cobra R$ 600,00 na Libertadores.

O Corinthians desde o ano passado exige R$ 500,00 para os lugares nobres.

O que era impressão, virou certeza.

Uma pesquisa assustadora acaba de ser divulgada.

Ela foi feita pela Pluri Consultoria.

O brasileiro é o torcedor mais explorado do mundo.

Ou seja, aqui o ingresso é o mais caro do planeta.

A pesquisa é abrangente e revoltante.

Foi muito bem sacada.

Além do preço médio dos ingressos, ela vai além.

Coloca a renda per capita de 2012.

E quantos ingressos cada cidadão poderia comprar com essa renda.

Em um mês.

Ingressos inteiros, comprados sem promoção, que é a grande maioria no Brasil.

O que importa, já que outros países são mais ricos, é o número de ingressos.

Lá mostra o quanto o brasileiro é sacrificado.

É de sentar e chorar.

País -- Preço Médio do Ingresso -- Renda mensal -- Quantos ingressos dariam em um mês

1º) Brasil -- R$ 38,00 -- R$ 2.042,47 -- 53

2º) Espanha -- R$ 71,62 -- R$ 4.796,01 -- 66

3º) Itália -- R$ 74,71 -- R$ 5.382,93-- 72

4º) Turquia -- R$ 23,42 -- R$ 1.730,80 -- 73

5º) México -- R$ 22,53 -- R$ 1.675,52 -- 74

6º) Reino Unido -- R$ 84,21 -- R$ 6.387,45 -- 75

7º) Portugual -- R$ 42,25 -- R$ 3.271,93 -- 77

8º) Argentina -- R$ 23,44 -- R$ 1.915,52 -- 81

9º) Chile -- R$ 23,10 -- R$ 2.551,60 -- 110

10º) Costa Rica -- R$ 13,52 -- R$ 1.592,10 -- 117

11º) França -- R$ 48,69 -- R$ 6.734,87 -- 138

12º) EUA -- R$ 54,34 -- R$ 8.243,06 -- 151

13º) Uruguai -- R$ 15,86 -- R$ 2.434,25 -- 153

14º) Alemanha -- R$ 43,79 -- R$ 6.813,99 -- 155

15º) Holanda -- R$ 44,82 -- R$ 7.604,16 -- 169

16º) Japão -- R$ 45,54 -- R$ 7.762,07 -- 170

A pesquisa é um tapa na cara do torcedor brasileiro.

Principalmente levando em conta o baixo nível dos jogos.

3ae2 O ingresso do futebol no Brasil é o mais caro do mundo. Mas os aproveitadores podem cobrar, há quem pague. Mais de 13 mil pessoas tiveram a coragem de ver o 0 a 0 entre Palmeiras e Santos. Masoquistas não faltam...

O começo do ano, com os estaduais, é repulsivo.

A situação melhora demais na Libertadores.

A Copa do Brasil só vale a pena da metade para a frente.

O Brasileiro é irregular.

O preço é caríssimo.

Mas vale a máxima do comércio.

Não importa se o produto é ruim, tem quem compre.

Os dirigentes estão tranquilos.

Enquanto tiver 13 mil masoquistas para ver Palmeiras e Santos, estão sossegados.

Vão continuar a sangrar os torcedores brasileiros.

Sem dó do baixo nível de inúmeras partidas no Brasil.

Eles não se importam em pagar o preço mais caro.

E não receber o melhor futebol do mundo.

Longe disso.

Sorte destes aproveitadores que brasileiro é tão bonzinho.

Pode até reclamar, mas paga...
2ae4 O ingresso do futebol no Brasil é o mais caro do mundo. Mas os aproveitadores podem cobrar, há quem pague. Mais de 13 mil pessoas tiveram a coragem de ver o 0 a 0 entre Palmeiras e Santos. Masoquistas não faltam...

61 Comentários

"O ingresso do futebol no Brasil é o mais caro do mundo. Mas os aproveitadores podem cobrar, há quem pague. Mais de 13 mil pessoas tiveram a coragem de ver o 0 a 0 entre Palmeiras e Santos. Masoquistas não faltam…"

24 de March de 2013 às 19:53 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Apolinario
    - 26 de março de 2013 - 09:52

    DAVID , não irei mais perder tempo contigo , apesar de sua pouca educação. Sei tudo sobre a historia do SANTOS ( o maior de todos , disparado) e um pouco sobre o SPFC , o outro grande de SP...o restante é tudo MOGI MIRIM... E outra...idolos no SANTOS , aponto no minimo 20...enquanto que outros times, contam-se nos dedos, biros biros, marginaizinhos cariocas , evair , entre outros "craques"...

    Responder
  • Marcão Jaú
    - 25 de março de 2013 - 19:15

    Liga não Cosme, é mania de grandeza... No nosso país é assim mesmo, tudo tem que ser SUPER....

    Responder
  • Samanta para Sanfoneiro
    - 25 de março de 2013 - 17:49

    Não concordo com você não,Sanfoneiro.Nos EUA eles tocam hino nacional até em luta de MMA.Não há nada de errado em se tocar o hino.Errado estão os bastidores do Futebol,a corrupção e a falta de patriotismo genuíno em nosso país...

    Responder
  • delio marcio
    - 25 de março de 2013 - 17:41

    O futebol no Brasil ficou elitizado. Ontem fomos em três ao Mineirão, paguei R$200,00 pelos ingressos. Não há espaço para o povão, o futebol no Brasil é um evento anti-democrático.

    Responder
  • Davi para Apolinário
    - 25 de março de 2013 - 17:39

    Bom,meu caro,se você tem só 22 anos,então está muito velho de cabeça.Ao mesmo tempo,muito ignorante sobre futebol,pois sabe muito pouco da história e da tradição dos grandes times.Agora,se seu ídolo é o Robinho,então a situação é mais grave que simples ignorância.Só Jesus na causa...

    Responder
  • CasseLLl
    - 25 de março de 2013 - 17:00

    O verdadeiro torcedor de futebol, que hoje é raro ver principalmente em SP, pois, as duas maiores torcidas em quantidade são o típico exemplo do pensamento de vcs. O SCCP e seu processo acelerado de bambinização e os Bambis propriamente dito, são torcedores MODINHAS, que se preocupam com o time escalado, o campeonato, o mote do mkt da vez. Já o Palestrino é envolvido de corpo e alma com o time. Não precisa de camisa prateada, roxa, o escambau para viver o Palmeiras. Quanto a sua teoria e de outros de tratar o torcedor como consumidor, acredito que dentro de 5 ou 6 anos estará enterrada, pois nunca o torcedor poderá ser tratado como consumidor por um simples motivo: O consumidor ao gastar seu dinheiro espera algo em troca. Já o torcedor não espera algo em troca. Ele esta lá não para receber e sim para dar apoio, viver o time, gritar, cantar, estar junto da coletividde. Principalmente o Palestrino. Ontem, eu e mais uns 20 estávamos lá, pagando ingresso, fazendo churrasco antes de entrar e tudo mais. Já os MODINHAS sim, esperam algo em troca, como consumidores. Principalmente os BAMBIS que só vão ao estádio em semi ou final de libertadores. Somos o Palestra. Vivemos o Palestra!

    Responder
  • Bruno de Americana
    - 25 de março de 2013 - 15:11

    Mas deve ter dado mais ibope para a EPTV do que São x Guarani para a Globo.. 9.6 Pontos...que beleza.

    Responder
  • Apolinario
    - 25 de março de 2013 - 15:03

    David , prazer...Apolinario, 22 anos !! discipulo de ROBINHO e seguidor da teoria das 8 pedaladas! lembra???

    Responder
  • Fotografo Amador
    - 25 de março de 2013 - 15:00

    Parabens pelo post ... pois só uma pessoa sem "amor" ao dinheiro para ir num jogo desses ... outra coisa, fora o péssimo nível do futebol brasileiro, os estádios não possuem estrutura nenhuma! Pra ver o meu MAC aqui em Marília, os caras cobram R$30,00 ... Campeonato Paulista da 3ª divisão ... vocês querem o que!? A torcida deveria dar um ultimato e deixar realmente de ir aos estádios ... ir pra que? Os jogos passam na tv, nos barzinhos, nos botecos ... ficar sofrendo sentado no concreto, passsando sede e vontade de ir no banheiro, debaixo do sereno!?! Não obrigado!

    Responder
  • FLÁVIO
    - 25 de março de 2013 - 14:41

    PARA O MARCELO RABELO, ONTEM CRUZEIRO X CALDENSE O PUBLICO FOI DE 17.329 COM UMA RENDA DE 728.640,00 É QUE PELA TV MOSTRA SÓ O ANEL INFERIOR DO ESTÁDIO E PARECE QUE ESTA TOTALMENTE VAZIO, A MÉDIA DOS JOGOS DO CRUZEIRO NO FRACO MINEIRO É ESTA 700.000,00 POR JOGO, PIOR PRA NÓS TORCEDORES, POIS É PERIGOSO AUMENTAREM OS PREÇOS DOS INGRESSOS PARA O BRASILEIRÃO....

    Responder
1 2 3 4 5