forte O Flamengo travado por Adriano. Ninguém sabe como ele vai reagir por ficar fora da Copa...

Patricia Amorim está tensa.

Ligou ontem várias vezes para Isaias Tinoco.

Queria ter a certeza de que Adriano não abandonaria a concentração e o jogo fundamental contra a Universidad de Chile.

Todos os ingressos foram vendidos e há a obrigação de uma boa vitória no Maracanã diante do time chileno, no primeiro jogo pelas quartas de final da Libertadores.

Mas e Adriano?

Ao ser divulgada a lista e ele ficar fora da Copa de 2010, ainda no hotel Windsor, surgiu a versão de que Adriano e seu empresário Gilmar Rinaldi teriam chorado muito.

Porque, apesar de tudo que aprontou, a Copa era o grande sonho do jogador.

E Gilmar Rinaldi a via como uma fórmula de valorizá-lo ainda mais para uma transferência para a Europa.

Isaias Tinoco logo ligou para Adriano e Gilmar.

Ficou mais tranquilo ao ter a certeza que de ele iria treinar ontem à tarde.

Adriano recebeu solidariedade de todos os jogadores.

Rogério Lourenço o abraçou e disse que ele era o principal jogador do Flamengo e  que o time depende muito dele neste jogo contra o Universidad de Chile.

Que se ele não tivesse condições de entrar em campo, ele compreenderia.

Só que Gilmar já havia conversado por horas com Adriano.

E insistiu que era o momento de mostrar força, que todos iriam esperar um jogador cabisbaixo, abatido, depressivo.

Por isso Adriano forçou tantos sorrisos ontem no treinamento.

Eram sorrisos para serem fotografados.

Mostrar que estava forte e pronto para o jogo.

O próprio Dunga se mostrava preocupado com a reação de Adriano.

Ao cortá-lo da Copa, sem direito a ficar sequer na lista de espera, ele quis dar um aviso ao grupo.

Não tolerará a mínima indisciplina durante a Copa.

Já que cortou a própria carne.

Ele não queria mesmo tirar Adriano do mundial.

Acredita que não há entre os brasileiros um atacante tão forte, capaz de levar 'três zagueiros no peito' e abrir espaço para outros companheiros nas zagas adversárias.

A relação paternalista do técnico com ele ainda é intensa.

Acredita que o jogador tomou uma lição para o resto da sua carreira.

A gota d'água que derrubou Adriano foi mesmo a visita que Jorginho fez à concentração do Flamengo em um sábado.

O auxiliar de Dunga foi conversar com o atacante e dizer que sua cota de erros havia acabado.

Era para dar um ultimato ao jogador.

Dizer que ele perderia a Copa do Mundo se não mudasse de atitude.

Mas não houve como.

A falta de Adriano foi imperdoável para Jorginho.

Ele e Dunga conversaram muito sobre o assunto e tomaram a decisão.

O treinador falou a verdade na coletiva.

"Agimos para o bem do grupo. O coração falava um coisa. Mas a razão outra."

Dunga sentia uma vontade imensa de proteger Adriano.

Sabe que a depressão e o descontrole do jogador começou com a morte do pai.

Dunga pediu uma chance ao atacante ao próprio Ricardo Teixeira, que não desconhecia as farras e o peso excessivo com que  ele disputou a Copa da Alemanha.

Por isso, o treinador se sentiu traído nestes últimos cinco meses de confusões e irresponsabilidade.

O Flamengo disponibilizou o psicólogo Paulo Ribeiro só para Adriano.

Não só para ontem, mas principalmente para hoje, dia da ressaca, da 'ficha cair de verdade'.

"Ele se sente culpado por tudo que aconteceu.

Está triste, mas sabe que a culpa foi dele", disse Ribeiro.

É aí que mora o perigo, a tentação para nova depressão: a tentação de punir quem o impediu de ir à Copa, ele mesmo.

"Ele está muito chateado, mas vai sobreviver", brinca e torce Rogério Lourenço.

Vários amigos e jogadores de outros clubes já teriam ligado para consolá-lo.

Entre eles, Ronaldo, do Corinthians.

A presidente/vereadora não relaxa.

Disse para Isaias Tinoco, responsável pelo futebol do clube, não desgrudar de Adriano.

Os dirigentes, o técnico, os jogadores, o empresário, a torcida do Flamengo.

Todos estão muito tensos.

O sonho é que Adriano procure mostrar que Dunga errou e jogue o melhor possível, faça gols, empurre o time à vitória.

O medo é que seja fraco e se afunde de vez com o fim do sonho de disputar a sua última Copa do Mundo...

+ Tudo sobre futebol no R7

http://r7.com/On_5