1reproducao17 1024x576 O Flamengo precisava de Diego Alves. Diego Alves precisava do Flamengo. A contratação do grande goleiro tem tudo para ser excelente para o time da Gávea. E até para a Seleção Brasileira de Tite...
O Flamengo está empolgado.

E merece estar.

A contratação de Diego Alves foi um grande acerto.

Desde 2010, quando Bruno acabou indo para a cadeia pela participação na morte de Eliza Samudio, o clube não tem um grande goleiro. Bruno, por mais rancor que ele possa provocar pelo crime brutal, ele vivia fase excelente na Gávea. Estava para ser vendido para o Milan e seria convocado para a Seleção Brasileira, quando foi mentor do assassinato.

Depois de Bruno, vários goleiros passaram pelo clube.

Marcelo Lomba, Paulo Victor, Felipe, Alex Muralha, Thiago.

Nenhum se firmou.

A ponto dos dirigentes terem pensado em trazer de volta para a Gávea, Júlio César. Mesmo estando para completar 38 anos em setembro, o veterano goleiro dos 7 a 1 segue com muitos fãs na diretoria.

Só que surgiu a possibilidade de Diego Alves.

Tudo foi muito rápido e barato.

O goleiro de 32 anos saiu do Brasil, em 2007, vendido pelo Atlético Mineiro para o Almeria. De lá foi para o Valencia em 2011. Ficou seis temporadas. Seu contrato iria até junho de 2019.

Duas situações ajudaram o Flamengo a fazer essa ótima contratação. O Valencia é um clube que costuma contratar jogadores para valorizar e revender. E conseguiu o que os dirigentes espanhóis classificam como uma grande oportunidade.

Por 7 milhões de euros, o Valencia comprou Neto da Juventus. O clube investiu 7 milhões de euros, cerca de R$ 25,5 milhões. O jogador ficou dois anos na reserva do eterno Buffon. O ex-goleiro do Atlético Paranaense e da Fiorentina tem um grande potencial. E está com 'apenas' 27 anos. Pode muito bem passar uma ou duas temporadas e ser revendido, com lucro, caso saia tudo como planejado.

215 O Flamengo precisava de Diego Alves. Diego Alves precisava do Flamengo. A contratação do grande goleiro tem tudo para ser excelente para o time da Gávea. E até para a Seleção Brasileira de Tite...

Diego Alves estava propenso a seguir na Europa. Mas a proposta do Flamengo, clube mais popular do Brasil, que está economicamente viável e com grande elenco, o fez mudar de ideia.

O Valencia cobrou barato pelo jogador. 300 mil euros, cerca de R$ 1 milhão. O motivo principal não foi descrença no jogador. Muito pelo contrário, ele seguia titular absoluto. Só que dois fatores pesavam. Ele ganhava muito bem. Cerca de R$ 1 milhão mensais. E ele se indispôs com os torcedores. Como o clube foi mal, ficando apenas na 12ª colocação, a pressão era grande.

E Diego foi acusado de fazer gestos desdenhando as vaias da apaixonada torcida do Valencia. Sua atitude desagradou os dirigentes. E facilitou a transação.

O goleiro não esconde de ninguém que mantém acesa a esperança de disputar a Copa do Mundo da Rússia. E o Flamengo poderia ser o passaporte ideal. Fazer com que brigue para mostrar a Tite que merece ser ao menos testado.

Diego Alves se notabilizou como um dos melhores goleiros do mundo na defesa de pênaltis. Seu aproveitamento é de 51% em todo o período que ficou na Espanha. É um dom que ele desenvolveu. Seu reflexo é excelente, assim como a explosão muscular. Suas maiores qualidades.

"Não tem preparação especial, no momento ali pode acontecer mil coisas. É sempre bom ver o movimento, saber o lado que ele gosta mais, mas a intuição, o reflexo, também são fatores que influenciam bastante. Saber jogar com a pressão que o batedor via ter. Tento sempre isso, conversar, pegar algo que vai indicar onde ele vai bater", explica orgulhoso.

Diego Alves assinou contrato por quatro anos.

411 O Flamengo precisava de Diego Alves. Diego Alves precisava do Flamengo. A contratação do grande goleiro tem tudo para ser excelente para o time da Gávea. E até para a Seleção Brasileira de Tite...

Aceitou ganhar, como salário, cerca de R$ 500 mil na Gávea.

Mas terá bônus em conquistas, convocações e jogos.

Pode ganhar bem mais, dependendo de sua performance.

Ele acaba de chegar no Rio de Janeiro.

Zé Ricardo não assumirá publicamente nem sob tortura. Mas Diego Alves era a peça que faltava ao seu competitivo time. Depois da decepção com Alex Muralha, que chegou até ser convocado por Tite, passou a jogar mal e não se recuperou.

Thiago tem apenas 21 anos. É inexperiente para tanta responsabilidade.

Diego Alves chega para o clube certo, na hora certa.

Tudo indica que é uma das melhores contratações brasileiras em 2017.

O Flamengo acertou em cheio ao escolher Diego Alves.

E Diego Alves acertou em cheio ao escolher o Flamengo...

http://r7.com/4rrH