1DAPRESS O Atlético Mineiro puxou o Cruzeiro. Belo Horizonte depois de muito tempo terá dois grandes times. E muito mais rivalidade. Ronaldinho não reinará sozinho. Chegou Dedé...
O destino gosta de brincar.

E aprontou mais uma das suas em Belo Horizonte.

No aeroporto de Confins.

Reuniu os dois rivais históricos mineiros.

Mas de maneira surreal.

Os torcedores do Cruzeiro estavam à espera de Dedé.

A maior contratação da história do clube.

Queriam mostrar para o zagueiro sua nova realidade.

Sua lágrimas ao abandonar o amado Vasco seriam recompensadas.

Os R$ 14 milhões que o Cruzeiro pagará por ele darão um respiro em São Januário.

Estarão garantidos os dois meses de salários atrasados ao seus ex-companheiros.

E ainda os três atletas cedidos pelo Cruzeiro reforçarão o fraco Vasco.

Com eles, a chance de rebaixamento no Brasileiro será menor.

Mesmo com um grande aumento salarial, Dedé estava com o coração partida.

São Januário era sua casa.

Mas teve de sair para ajudar a preservá-la.

Os cruzeirenses queriam mostrar que valerá o sacrifício.

Gilvan Tavares soube como aproveitar o dinheiro da venda de Montillo.

O que parecia muito pouco, para mim inclusive, se mostrou um bom dinheiro.

Principalmente pelo cuidado na aplicação do dinheiro.

Na contratação do novo time montado por Marcelo Oliveira.

Meia talentoso e treinador nascido na Atlético Mineiro.

Com o sucesso do rival, com Ronaldinho Gaúcho e tudo, o Cruzeiro precisava dar o troco.

Montou um time com jogadores como Diego Souza, Everton Ribeiro, Dagoberto, Borges, Fábio.

A chegada de Dedé dará a consistência defensiva que o time precisava.

A equipe está sendo montada para levar o clube para a Libertadores de 2014.

E tem todas as condições.

O objetivo é não ficar nada a dever ao rival atleticano.

E lá estavam os animados torcedores cruzeirenses.

Prontos para levar mais um atleta nos ombros.

Porém o destino resolveu se divertir.

Quem chegou antes foi o Atlético Mineiro.

Time pronto, experiente e um dos favoritos à Libertadores.

Exatamente como os cruzeirenses querem se tornar no ano que vem.

A equipe vinha abatida da derrota contra o São Paulo.

Foi no Morumbi ontem que o time teve sua pior atuação do ano.

Acabou justamente derrotada por 2 a 0.

Ronaldinho Gaúcho inclusive foi massacrado.

1twitter3 O Atlético Mineiro puxou o Cruzeiro. Belo Horizonte depois de muito tempo terá dois grandes times. E muito mais rivalidade. Ronaldinho não reinará sozinho. Chegou Dedé...

Sua infeliz declaração no intervalo foi cobrada com raiva pelos próprios torcedores.

Como assim 'se divertir' em jogo fundamental da Libertadores?

Partida que poderia fazer o Atlético eliminar o São Paulo do seu caminho.

Talvez por querer 'brincar e se divertir', o time foi derrotado por 2 a 0.

Ronaldinho teve de se explicar no twitter.

"O que quis dizer foi que o jogo foi importante.

Para que os jogadores do Atlético entendessem o que será a fase de mata-mata.

Em que não se pode errar.

Não podemos errar contra uma equipe como a do São Paulo.

O nosso respeito pelo adversário é muito grande."

Uma enorme bobagem, enrolação pura o que colocou no twitter.

Na verdade, ele disse o que todos entenderam.

Que o resultado não importava ao Atlético, já que o clube estava classificado para os mata-matas.

E garantiu ter ido ao Morumbi para se divertir.

Pagou caro com a crítica forte da imprensa e dos torcedores.

Os cruzeirenses guardavam sua raiva do presidente Alexandre Kalil.

Foi ele quem montou o time atleticano.

Kalil ouviu todos os palavrões possíveis.

E, com muita ironia, apenas acenava aos torcedores rivais.

O destino caprichou.

E foram momentos constrangedores.

Por intervenção dos policiais não houve agressões.

Só a certezas.

A de quanto o Atlético Mineiro renovado está incomodando.

E que os cruzeirense seguem o caminho correto.

O das grandes contratações.

Eles esperaram hoje por três horas até que Dedé chegasse.

Belo Horizonte será uma cidade privilegiada.

Com dois dos melhores times do Brasil.

Um é o presente, o Atlético.

E o outro é o futuro, o Cruzeiro.

Vão atrapalhar muita clube poderoso do País.

E soltarão faíscas quando se encontrarem.

Como ficou claro na Pampulha.

O destino mostrou.

Atleticanos e cruzeirenses farão batalhas épicas em 2013.

Irão duelar por cada centímetro quadrado de Belo Horizonte.

Por títulos e para para posar como melhor time de Minas Gerais.

Façam suas apostas...
DAPRESS O Atlético Mineiro puxou o Cruzeiro. Belo Horizonte depois de muito tempo terá dois grandes times. E muito mais rivalidade. Ronaldinho não reinará sozinho. Chegou Dedé...

http://r7.com/YA8d