O Atlético Mineiro demite Roger. E contrata o inseguro e inexperiente Micale. Leva em consideração a medalha de ouro olímpica. Nepomuceno deveria se informar sobre as visitas de Tite ao time de Neymar...
Rogério Micale acaba de ser anunciado como treinador do Atlético Mineiro. O presidente Daniel Nepomuceno demitiu Roger pela instabilidade do time e pelos fracos resultados dentro de casa. A provocação 'caiu no Horto, está morto' não valia mais. O Independência não servia mais como alçapão. Em sete meses de trabalho, o técnico gaúcho ganhou o Mineiro, competição entre dois clubes, deixou o time classificado para as quartas da Copa do Brasil, para as oitavas de final da Libertadores -- perdeu o primeiro jogo contra o Jorge Wilstermann e decidiria a vaga no Independência.

A derrota de quarta-feira para o Bahia, no Horto, foi a gota d'água. Apesar de os jogadores desejarem sua permanência, Roger foi demitido. Nepomuceno acabou com o planejamento feito para dois anos.

"É uma tarefa muito difícil demitir alguém. O Roger é uma pessoa séria, trabalhou bastante para que a gente conseguisse os resultados. Futebol é resultado. Pelo investimento que foi feito, não poderíamos ficar oscilando como aconteceu. O Estadual foi bom, mas temos objetivos maiores neste ano. Essa insegurança e o motivo de não encontrar soluções para as oscilações foram fundamentais. Assumo a responsabilidade junto com os jogadores.

"Nós fomos vice da Copa do Brasil, do Brasileirão, batemos duas vezes na trave e temos que levantar uma dessas taças", assumiu o presidente.

Ou seja, Micale já sabe. Chega para ser campeão da Copa do Brasil ou do Brasileirão. Tem perdão até se fracassar na Libertadores. Mas o Atlético Mineiro precisa de um título de relevância até o final do ano.

2 O Atlético Mineiro demite Roger. E contrata o inseguro e inexperiente Micale. Leva em consideração a medalha de ouro olímpica. Nepomuceno deveria se informar sobre as visitas de Tite ao time de Neymar...

Situação parecida com o que aconteceu na Olimpíada de 2016.

Acompanhei todos os dias da Seleção Olímpica, desde a sua apresentação até a conquista da medalha de ouro, contra o time B da Alemanha. E fiquei extremamente decepcionado com o que vi.

Se Nepomuceno espera um treinador estudioso, que entende muito sobre estratégia, tática. Capaz de levar o quadro negro para o meio do gramado para ensinar aos atletas o que deseja, Micale é o homem. O grande problema crônico é a maneira pela qual ele se comunica com os atletas profissionais. Sua insegurança. A falta de convicção.

Ele tem 18 anos como treinador. Mais de 17 anos com garotos. Sua duas únicas passagens pelo profissional foram dois retumbantes fracassos. No Figueirense e no Grêmio Barueri. Clubes menores no contexto do futebol brasileiro.

O motivo das demissões foi o que constatei na Olimpíada.

A submissão diante de jogadores experientes, vividos.

A falta de firmeza nas suas convicções.

Se o Brasil ganhou tem o ouro olímpico, precisa agradecer a Tite.

Se não fosse a intervenção branca de Tite, na Bahia, a Seleção, mesmo jogando contra adversários medíocres, em casa, e com Neymar, não teria o ouro olímpico.

A Seleção Olímpica estava muito mal. Vaiada, massacrada pelo péssimo futebol. Começou a competição empatando com a África do Sul por 0 a 0 e novo 0 a 0 diante do Iraque. Os torcedores em Brasília não só vaiaram, xingaram. Como gritaram o nome de Marta, ironizando Neymar. O atacante 'respondeu' com uma greve de silêncio.

Micale?

Completamente perdido.

318 O Atlético Mineiro demite Roger. E contrata o inseguro e inexperiente Micale. Leva em consideração a medalha de ouro olímpica. Nepomuceno deveria se informar sobre as visitas de Tite ao time de Neymar...

O Brasil foi para a Bahia.

Tite apareceu na concentração antes do treino decisivo contra a Dinamarca. Teve uma reunião com Micale. E com os jogadores. Como, por milagre, Walace e Luan, dois jogadores que estavam no Grêmio e o técnico da Seleção principal conhecia muito bem, viraram titulares. Thiago Maia e Felipe Anderson perderam seus lugares definitivamente.

O Brasil engrenou.

E ganhou com facilidade dos dinamarqueses, dos colombianos e dos hondurenhos. Suaram sangue para empatar com o time B da Alemanha. A medalha de ouro veio na decisão por pênaltis.

Enquanto os jogadores comemoravam histéricos, Neymar desafiava a imprensa nacional pela conquista, a moral de Micale não cresceu junto à cúpula da CBF. Muito pelo contrário. Marco Polo del Nero sabia muito bem o quanto foi fundamental o 'acompanhamento' de Tite à Seleção Olímpica.

Micale sonhava ser o treinador responsável por uma seleção até 23 anos. Fixa. Faria amistosos, daria experiência a novos jogadores que um dia poderiam sonhar com a principal.

Este seu desejo nunca empolgou Tite.

515 O Atlético Mineiro demite Roger. E contrata o inseguro e inexperiente Micale. Leva em consideração a medalha de ouro olímpica. Nepomuceno deveria se informar sobre as visitas de Tite ao time de Neymar...

E o cargo nunca existiu.

Tanto que, logo após a conquista do ouro olímpico, Micale foi incumbido de comandar a Seleção Brasileira sub-20, no Sul-Americano, em fevereiro deste ano. No hexagonal final, seu time, que treinou sozinho, sem visita de Tite, acabou em quinto lugar no hexagonal final. Atrás de Uruguai, Equador, Venezuela e Argentina.

Micale foi sumariamente demitido. Uma semana antes, o coordenador da seleção olímpica, Erasmo Damiani, também tinha sido mandado embora. Damiani teria recebido visitas de Edu Gaspar durante os Jogos do Rio. Depois destes encontros, milagrosamente, o clima na Seleção Olímpica ficou muito melhor.

Ou seja, o Atlético Mineiro de Fred, Robinho, Victor, Erazo, Leonardo Silva, Fábio Santos, Cazares, Elias, Valdivia, Marlone, Luan, Rafael Moura, colocará seu futuro nas mãos de Rogério Micale. Um técnico teórico mais com profunda dificuldade em lidar com jogadores vividos, famosos, problemáticos. A submissão com que tratou Neymar foi algo chocante. Todos os jornalistas que acompanharam o dia-a-dia do Brasil ficaram chocados. Em todos os treinamentos, Micale conversava separadamente com o atacante, queria saber o que ele tinha a dizer. Se estava de acordo com a maneira que o Brasil jogaria.

618 916x1024 O Atlético Mineiro demite Roger. E contrata o inseguro e inexperiente Micale. Leva em consideração a medalha de ouro olímpica. Nepomuceno deveria se informar sobre as visitas de Tite ao time de Neymar...

O caríssimo elenco atleticano é repleto de jogadores importantes e vaidosos.

E que não costumam se dobrar diante de treinadores inseguros, imaturos.

Micale trabalhou duas vezes na base atleticana. Entre 2009 e 2010. E 2011 e 2015. Não teve a chance de assumir o time principal, mesmo com várias demissões.

Nepomuceno que arque com suas escolhas.

A medalha de ouro olímpica tem mais histórias do que parece.

O presidente do Atlético deveria se informar.

Saber do real peso das visitas de Tite.

Mas a sua escolha já está feita.

Em um ano tão importante para o Atlético.

Na fase decisiva de 2017, seu complicado time é entregue a Micale.

Um inexperiente e inseguro treinador.

O problema é todo seu, Daniel Nepomuceno.

Quem sabe, Tite não está livre para 'fazer umas visitas'...
619 O Atlético Mineiro demite Roger. E contrata o inseguro e inexperiente Micale. Leva em consideração a medalha de ouro olímpica. Nepomuceno deveria se informar sobre as visitas de Tite ao time de Neymar...

http://r7.com/WQZw