- Blog do Cosme Rímoli - http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli -

O alívio de Del Nero. Marin não tem provas contra ele. Desesperado, só teme morrer na cadeia

Postado por Cosme Rímoli em 14/11/2017 às 10:26 em Sem categoria | 30 Comments

89 O alívio de Del Nero. Marin não tem provas contra ele. Desesperado, só teme morrer na cadeia [1]
Marco Polo del Nero e muito menos a seu advogado José Roberto Batocchio, que está em Nova York, não ficaram surpresos. Ambos tinham a certeza que o ex-presidente José Maria Marin iria tentar amenizar a acusação de corrupção e suborno. E garantir, que o articulador da negociatas que fez, foi o atual presidente da CBF. Ficaram, na verdade, até aliviados.

Essa certeza veio nas queixas de familiares de Marin. Preso desde 2015 pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, ele esperava ajuda de quem se comportava como seu grande amigo e aliado.

O ex-governador biônico de São Paulo e ex-presidente da CBF repete a interlocutores que 'deu' o cargo a Del Nero. E quem indicasse para comandar a CBF, assumiria, tamanha a sua força na entidade. Por isso, não se conforma com o desprezo de Marco Polo, no pior momento de sua vida.

Para se manter em regime domiciliar, Marin teve de vender uma mansão no Jardim Europa, área nobre de São Paulo, por R$ 11,5 milhões. Vendeu às pressas, mesmo sabendo que o casarão de dois andares, 12 salas, 10 banheiros e estacionamento para 30 carros [2], valia R$ 20 milhões. Não podia esperar. Precisava pagar seus advogados. E bancar os altos custos de viver em um apartamento de luxo no coração de Manhattan.

Marin se cansou de aguardar ajuda financeira de Del Nero.

Só que o presidente da CBF e seu advogado sabiam. Ele estava de mãos amarradas. Se contribuísse, ficaria caracterizada a cumplicidade entre os dois. Por isso, Marin está tendo de se virar com o seu patrimônio.

Batocchio já esperava a 'vendetta' de Marin.

4reproducao1 O alívio de Del Nero. Marin não tem provas contra ele. Desesperado, só teme morrer na cadeia [3]

"Marin sempre foi visto como um interino. Todos esperavam que Marco Polo Del Nero fosse o presidente após a saída de Ricardo Teixeira, mas ele ainda não pôde assumir em 2012. Então, embora Marin tivesse o papel de presidente, ele não estava no Comitê Executivo da Fifa. Essa posição era ocupada por Del Nero. Marin sempre estava com Del Nero. Era sempre Del Nero quem tomava as decisões. Marin estava fora, estava à margem. Por isso peço que vocês voltem até a analogia que fiz: Marin era alguém que só completava o time. Peço que vocês realmente tenham isso em mente: Marin era só um interino", insistiu o advogado Charles Stillman, que defende o ex-presidente da CBF.

Stillman falou ao juri norte-americano. Mas sabendo que havia jornalistas brasileiros acompanhando o julgamento. Deveria ser um recado par assustar Del Nero. Só que teve o efeito contrário.

O presidente da CBF ficou com a convicção que Marin não tem nada de concreto contra ele. Ou seja, não há qualquer assinatura ou prova de sua participação efetiva. Apenas a palavra de um contra a de outro. Com a diferença que há assinaturas de Marin em vários documentos comprometedores. E na delação feita pelo ex-dono da Traffic, Jota Hawilla, há até citação sua, pedindo dinheiro de propina.

 O alívio de Del Nero. Marin não tem provas contra ele. Desesperado, só teme morrer na cadeia [4]

Vale a pena lembrar as acusações que podem custar até vinte anos de cadeia para Marin. Elas são duas.

A primeira de que ele teria recebido como suborno duas parcelas de US$ 3 milhões, de um total de R$ 15 milhões prometidos pela empresa uruguaia Datisa, sócia da Traffic, que pertence ao empresário José Hawilla. A negociação envolvia a compra dos direitos de transmissão de três edições da Copa América, além da Copa América do Centenário, nos Estados Unidos. Na época, Marin era presidente da CBF e fazia parte do comitê executivo da Conmebol, que vendeu os direitos para Datisa, em maio de 2013.

A segunda acusação mostra mais um caso de pagamento de propina. Dessa vez na venda dos direitos das edições da Copa do Brasil, em agosto de 2012, para a Traffic e para uma outra empresa de marketing esportivo não identificada no relatório. Na negociação, ficou acertado que as empresas iriam distribuir anualmente a quantia de R$ 2 milhões entre Marin e outros investigados.

Um diálogo transcrito no relatório revela detalhes da negociação entre o ex-presidente da CBF e a Traffic.

712 O alívio de Del Nero. Marin não tem provas contra ele. Desesperado, só teme morrer na cadeia [5]

O grande erro de Marin seria ter usado bancos norte-americanos no recebimento da propina. Como aconteceu com outras 15 pessoas ligadas à Fifa e que foram indiciadas por negociatas. Uma já até morreu. O ex-dirigente esportivo norte-americano Chuck Blazer. Ele foi o principal responsável por revelar o esquema de corrupção existente na Fifa em 2015, que levou à queda dos maiores representantes da entidade em todo o mundo, incluindo o então presidente Joseph Blatter. Confessou ao FBI ter recebido propina para votar a favor da França e da África do Sul nas eleições para as sedes das Copas do Mundo de 1998 e 2010. No entanto, ele conseguiu evitar a prisão em regime fechado por conta da delação e da devolução de US$ 11 milhões em impostos não pagos.

A investigação, que culminou na devassa na Fifa, nasceu no governo Obama. Quando os Estados Unidos foi preterido pelo Catar na organização da Copa de 2022. As denúncias de corrupção foram inúmeras. E o FBI e o Departamento de Justiça tiveram ordens de 'ir a fundo', descobrir se eram verdadeiras ou não. E eram.

315 O alívio de Del Nero. Marin não tem provas contra ele. Desesperado, só teme morrer na cadeia [6]

Marin tem 85 anos. Se culpado, sua pena pode chegar até 20 anos. Além de uma enorme multa.

Seu patrimônio está dilapidado.

E, de acordo com pessoas próximas, ele está com medo de morrer na cadeia.

Por isso vai centrar sua defesa acusando Del Nero.

O atual presidente da CBF segue 'tranquilo'.

Garante que não assinou papel algum.

Que não tem nada a ver com as atitudes de Marin.

Mas Del Nero segue investigado pelo FBI.

E desde que os dirigentes de futebol [7] ligados ao futebol foram presos, em maio de 2015, nunca mais ele saiu do país.

621 O alívio de Del Nero. Marin não tem provas contra ele. Desesperado, só teme morrer na cadeia [8]

Mesmo com reuniões importantíssimas na Fifa, como a definição das Eliminatórias para 2018.

Ele também não estará no sorteio dos grupos, no dia 1º de dezembro, em Moscou.

E não tem intenção de estar na Copa do Mundo.

Por ordens de seus advogados.

"Por que o presidente Marco Polo não viaja? Porque o modelo americano [de investigação] policia o mundo. Qualquer denúncia, prende-se e depois aguarda uma delação. O presidente Marco Polo não viaja porque o sistema de funcionamento de tentativa de delação por parte dos que têm alguma denúncia, mesmo sendo inconsistentes, é assim", repete o secretário-geral da CBF, Walter Feldman.

Não custa repetir. Nenhum brasileiro pode ser extraditado do Brasil, mesmo que tenha mandado de prisão decretado em países com os quais o Brasil tem acordo de extradição. Esses acordos só valem para o caso de um estrangeiro procurado estar em território brasileiro e ser encontrado pelas autoridades nacionais.

Por isso, Del Nero e Ricardo Teixeira não deixam o território nacional.

E de longe, acompanham o julgamento de Marin.

Com a certeza de que ele não sairá livre.

Mas aliviados.

E que não tem prova concreta contra eles.

Se tivesse, seus advogados já teriam apresentado.

Acreditam que Marin só está desesperado.

E teme passar o resto da vida em uma cadeia.

Essas pessoas são as que comandam o futebol deste país.

Há longos 28 anos...
131 O alívio de Del Nero. Marin não tem provas contra ele. Desesperado, só teme morrer na cadeia [9]

http://r7.com/ecI7

  [10]
  [11]


Artigo impresso de Blog do Cosme Rímoli: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli

Endereço do artigo: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/o-alivio-de-del-nero-marin-nao-tem-provas-contra-ele-desesperado-so-teme-morrer-na-cadeia-14112017/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/11/89.jpg

[2] carros: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://noticias.r7.com/blogs/carros/

[3] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/11/4reproducao1.jpg

[4] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/11/2.jpeg

[5] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/11/712.jpg

[6] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/11/315.jpg

[7] futebol: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/futebol/

[8] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/11/621.jpg

[9] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/11/131.jpg

[10]  : http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/o-alivio-de-del-nero-marin-nao-tem-provas-contra-ele-desesperado-so-teme-morrer-na-cadeia-14112017//emailpopup

[11]  : http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/o-alivio-de-del-nero-marin-nao-tem-provas-contra-ele-desesperado-so-teme-morrer-na-cadeia-14112017//print

© 2011 Nicolau Marmo. Todos direitos reservados.