Agencia Estado92 Nenhum pacto interno esconderá a falta que faz Valdivia. Justo agora, com o Palmeiras a um passo da Libertadores...
Os dirigentes do Palmeiras e do Goiás disfarçam, não assumem publicamente.

Mas eles sabem, tanto quanto eu, que faltam duas rodadas para o término do Campeonato Equatoriano.

A LDU está em segundo lugar, com folga.

Do Campeonato Equatoriano se classificarão três clubes para a Libertadores de 2011.

A LDU será um deles.

O forte e milionário time está nas semifinais da Sul-Americana e enfrenta o Independiente da Argentina.

Favorito, se confirmar a vaga à final, basta ao Palmeiras ou Goiás chegarem à decisão da Sul-Americana que a participação na Libertadores está assegurada.

Mesmo com uma derrota na final.

Ou seja, a partida de hoje a noite tem uma importância absoluta.

O Goiás melhorou demais nas mãos de Arthur Neto.

O poder de marcação cresceu, assim como a rapidez dos contragolpes.

O Brasileiro já foi para o ralo.

A Série B virou realidade.

Por isso joga a sua vida contra o time de Scolari.

Nunca a equipe goiana chegou tão longe em uma competição internacional.

Está mostrando um bom futebol.

Tirou a liderança do Fluminense, em pleno Rio de Janeiro.

Por tudo isso, dói demais nos palmeirenses a ausência de seu principal jogador.

Por uma questão de preservação, ninguém acusa abertamente ninguém.

É como se o destino houvesse decidido que Valdivia, a maior contratação feita por um clube brasileiro, não pudesse jogar.

Isso é o que a diretoria, Felipão, Valdivia, os preparadores físicos e os médicos palmeirenses gostariam que todos pensassem.

Na verdade, houve erros inadmissíveis em um clube grande e tão estruturado quanto o Palmeiras.

Como ele foi liberado para jogar por três vezes e sentiu o estiramento na coxa esquerda, tendo de ser substituído aos 36, 18 e 16 minutos?

Do primeiro tempo?

Ansiedade?

Falta de responsabilidade do meia em seguir o tratamento dado pelos médicos?

Por que a demora da inflamação na coxa ceder?

Precipitação dos preparadores físicos?

Erro de avaliação dos médicos?

Ninguém vai ficar sabendo porque houve um pacto.

Virou "problema interno", como se os investidores no Valdivia e os torcedores palmeirenses não tivessem o direito de saber como é tratado o principal jogador do clube.

Ou R$ 14 milhões.

Todos se calam, as explicações foram vagas de propósito.

O que interessa é que o Palmeiras fará sua partida mais importante do ano sem o chileno.

Scolari sabe que um empate em Goiânia seria sensacional para decidir a vaga para a final em São Paulo.

"Copeiro", como gosta de ser chamado, Felipão montou sua equipe com um forte poder de marcação.

No mais traiçoeiro dos estádios brasileiros, o Serra Dourada, o time terá três volantes: Edinho, Marcos Assunção e Tinga.

Um meia inteligente, mas muito mais lento do que Valdivia, Lincoln.

Luan para atrapalhar a saída de bola e Kléber isolado na frente.

Não há dúvida a diferença que Valdivia faria nesta semifinal.

Que a velocidade dos contragolpes palmeirenses seria muito maior.

A possibilidade de um drible inesperado, a tabela com a bola dominada.

Único jogador que merece ser chamado de criativo, com imaginação, talentoso.

Mas a falta de competência de alguém impediu que estivesse em campo.

De quem?

Lembre-se do pacto sobre o homem de R$ 14 milhões.

Ninguém pode falar nada de concreto.

Ordens do presidente Palaia, de Scolari.

O Palmeiras pode até ganhar, e bem, do Goiás hoje.

Mas deveria ser obrigação de ter Valdivia no seu elenco.

Saudável, saltitante.

Pronto para jogar.

Gastou o que não tinha para contratar o chileno.

E não pode usá-lo quando mais precisa.

Absurdo desperdício.

Isso nenhum pacto interno vai esconder...

(A alegria durou pouco. A assessoria de imprensa da Conmbol me confirmou:

Se a LDU for campeã da Sul-Americana e tiver conquistado a vaga da Libertadores também pelo Campeonato Equatoriano, os brasileiros não ganham nada.

A outra vaga da Libertadores passará a ser do quarto colocado do Campeonato Equatoriano.

Simples assim.)

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/6vPz