1ap1 Messi pode ser preso. Justiça não aceita tese que não sabia das transações do pai. A decisão deve afetar Neymar. Ele também será responsabilizado, caso sua ida ao Barcelona tenha sido irregular...
Acabou a brincadeira. Messi será julgado por acusações de fraude entre 2007 e 2009. Pouco importa que seu pai tenha assumido ter feito as transações. A Procuradoria Geral foi firme. Não aceitou a tese que o jogador não sabia como era administrado o seu patrimônio. Ele foi taxado como coautor de criação de empresas de fachadas para fraudar 4,1 milhões de euros, cerca de R$ 17,6 milhões. E pode pegar 22 meses de cadeia.

Isso, apesar de seu pai, Jorge Horácio, assumir todas as transações. Por esse motivo pode pegar 18 anos de cadeia. Jorge Messi chegou a pagar cinco milhões de euros, R$ 21,5 milhões, em multa pelas transações. Mesmo com o pagamento, a situação seguia complicada. Mas não atingia o jogador.

A promotora Raquel Amado acreditou na alienação do atleta. Em seus depoimentos, ele insistiu que não sabia como seu pai administrava seu dinheiro. O jornal El País teve acesso a trechos das declarações.

"Não lia os contratos nem os papéis que assinava e nem nada.Eu só sei o que fiz no final do ano, não sei para onde vai o dinheiro. Assino o que meu pai diz para assinar, nem olho nem presto muita atenção e nem pergunto. Eu não olho o que assino, se meu pai disse, assino com os olhos fechados."

Diante das provas de lavagem de dinheiro, Jorge Horário fez o possível para não incriminar o filho. "Lionel nunca teve acesso aos contratos nem à informação. Eu levava os contratos e lhe dizia que tinha que assinar." Raquel Amado acreditou nos depoimentos. E determinou que só o pai do jogador deveria ser submetido a julgamento. E corria o risco de ficar 18 meses detido.

Mas tudo mudou radicalmente hoje. O jogador recebeu pedido de prisão por parte do juiz de Gavá, cidade da Catalunha. A procuradoria geral não concordou com o parecer de Raquel Amado. E Messi será julgado. Corre o risco de ficar 22 meses preso e seu pai, 18 anos.

Lógico que a situação de Messi remete a Neymar e sua estranha transação para o Barcelona. Há dois processos correndo na Espanha. E um no Brasil.

O primeiro pede dois e anos e meio de prisão para o presidente do clube catalão, Josep Bartomeu, e sete anos para seu antecessor, Sandro Rossell, o Ministério Público (MP) da Espanha acusa o atacante e seu pai, Neymar da Silva Santos, de criar empresas de fachada para driblar o fisco e ocultar o verdadeiro valor da transação feita em 2013, quando o jogador foi transferido do Santos para o time espanhol.

25 Messi pode ser preso. Justiça não aceita tese que não sabia das transações do pai. A decisão deve afetar Neymar. Ele também será responsabilizado, caso sua ida ao Barcelona tenha sido irregular...

A alegada fraude já havia sido anunciada em junho do passado. O processo diz que o custo total do negócio chegaria a 94,8 milhões de euros (R$ 428 milhões) e superou em 66% os a quantia inicialmente anunciada, de 57 milhões de euros (R$ 245 milhões).

O Ministério Público investigou 13 contratos entre as partes envolvidas, o Barcelona, o Santos e Neymar, e concluiu que alguns deles envolveram empresas criadas especialmente para justificar os pagamentos não declarados.

Josep Bartomeu e Sandro Rossell podem ser multados em 3,8 milhões de euros, R$ 16,3 milhões e 25 milhões de euros, R$ 107,8 milhões. O clube espanhol poderá pagar 22 milhões de euros, R$ 94,8 milhões. Rossell teve até de renunciar à presidência do Barcelona por causa da compra de Neymar.

A transação e a polêmica começaram com um contrato em 2011, que sofreu uma série de aditivos, com a finalidade, segundo o Ministério Público espanhol, de "aparentar que os pagamentos obedeciam a operações mercantis entre sociedades e ainda fragmentar o verdadeiro pagamento ao jogador para mantê-las ocultas".

O segundo na Espanha, foi aberto a pedido da DIS. Contra Neymar e quatro pessoas. Eles são acusados de fraudar contratos firmados no acordo entre Santos e o Barcelona.

1ae8 Messi pode ser preso. Justiça não aceita tese que não sabia das transações do pai. A decisão deve afetar Neymar. Ele também será responsabilizado, caso sua ida ao Barcelona tenha sido irregular...

Além de Neymar, estão envolvidas no novo processo judicial Neymar Santos (pai do atleta), Josep Maria Bartomeu (atual presidente do Barcelona e que era vice-presidente na época da transação), Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro (presidente do Santos na época) e Odílio Rodrigues (então vice- presidente do Santos na época da transação). O crime de fraude prevê detenção de três a sete anos.

A DIS entrou com uma ação civil cobrando do Barcelona e da família de Neymar cerca de 40 milhões de euros, R$ 172 milhões, dinheiro que alega ter direito na transferência. Advogados da empresa garantem que o clube e o jogador forjaram contratos como a intenção de evitar repassar o dinheiro. Por isso, entrou com a queixa crime.

Além disso, no Brasil, a justiça bloqueou R$ 188 milhões em bens do jogador. A decisão do bloqueio dos bens de Neymar foi efetuada em 11 de setembro pelo desembargador Carlos Muta, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região. As autoridades fiscais brasileiras exigirão o pagamento de cerca de 64 milhões de reais de impostos não declarados entre os anos fiscais de 2011 a 2013.

Os R$ 188 milhões de reais de bens bloqueados se referem a uma multa de 150% sobre o valor cobrado pela Receita e garantem o pagamento de juros e multas pela suposta evasão fiscal na transferência do Santos ao Barcelona.

45 Messi pode ser preso. Justiça não aceita tese que não sabia das transações do pai. A decisão deve afetar Neymar. Ele também será responsabilizado, caso sua ida ao Barcelona tenha sido irregular...

Como os R$ 188 milhões representam mais do que 30% do patrimônio declarado pelo atleta, de R$ 244 milhões, foram bloqueados também bens de seus pais e de três empresas da família: Neymar Sport e Marketing, N & N Consultoria Esportiva e Empresarial e da N & N Administração de Bens Participações e Investimentos.

O pai do jogador primeiro alega inocência. E repete o discurso do pai de Messi. Que nunca Neymar pode ser responsabilizado por nada. Apesar dele assinar vários contratos.

"O Neymar só é responsável pelo faz em campo. Fora dela, a responsabilidade é da N & N Consultoria e da N & N Administração de Bens. Estas empresas são minhas, da minha família. Ele não tem qualquer poder de decisão onde fazer investimento. Não há irregularidade alguma. E só para repetir, o Neymar está fora de qualquer coisa que não tenha a ver com bola, com gramado. Nada", disse Neymar Sênior, na rádio Bandeirantes, terça-feira à noite.

Só que, para a justiça da Catalunha não é bem assim.

Messi terá de responder pelas ações de seu pai.

Se forem confirmadas irregularidades na ida de Neymar ao Barcelona, o jogador deverá responder na justiça espanhola.

A tese também poderá ser usada no Brasil.

A situação de Messi ficou muito delicada.

E mostra o quanto a vida de Neymar pode se complicar.

O precedente foi aberto.

O jogador precisa saber o que o pai faz com seu dinheiro...
56 Messi pode ser preso. Justiça não aceita tese que não sabia das transações do pai. A decisão deve afetar Neymar. Ele também será responsabilizado, caso sua ida ao Barcelona tenha sido irregular...

http://r7.com/nKkY