Marin está muito preocupado. Já mandou avisar a Juvenal que será mesmo difícil manter o Morumbi para o jogo contra o Bolívar. A Conmebol precisa fazer política e punir o clube brasileiro pela briga com o Tigre…

ae130 Marin está muito preocupado. Já mandou avisar a Juvenal que será mesmo difícil manter o Morumbi para o jogo contra o Bolívar. A Conmebol precisa fazer política e punir o clube brasileiro pela briga com o Tigre...
Como foi antecipado aqui no blog.

José Maria Marin havia dito a Juvenal Juvêncio.

Não haveria a menor possibilidade de a final da Sul-Americana ser anulada.

Ninguém tiraria do São Paulo o título.

Marin sabia o que dizia.

Mesmo com a imprensa argentina batendo forte.

Garantindo que haveria uma nova decisão.

O motivo, a sangrenta batalha entre o time e os seguranças do São Paulo.

O título de campeão da Sul-Americana foi homologado ontem pela Sul-Americana.

Na maior discrição, no sorteio dos grupos das equipes que disputarão a Libertadores.

Só que o presidente da Conmebol, Nicólas Leoz é um político por natureza.

Ele não pode se dobrar apenas ao Brasil.

A Marin.

Leoz acaba de desagradar o presidente da AFA, Julio Grondona.

Só foi tão fácil a Marin porque o Tigre não tem representatividade.

Fosse o Boca Juniors ou o River Plate tudo não seria decidido tão rápido.

Só que agora a Conmebol recebe um pedido até pertinente do Bolívar.

Os bolivianos não querem de jeito algum jogar no Morumbi.

Tomam como base a confusão absurda que custou o segundo tempo da final da Sul-Americana.

Vão enviar o pedido formal na próxima semana.

Mas Leoz já foi avisado ontem no sorteio no Paraguai.

Ele está em uma sinuca.

É inconcebível não haver sequer uma câmera nos corredores que dão acesso aos vestiários.

Foi lá que aconteceu o confronto.

Fica a clara desconfiança que o São Paulo faz de propósito.

Deixa essa zona cega para poder agir.

Pelo menos é o que acusam os bolivianos.

Julio Grondona sabe que seu filiado perdeu o título da Sul-Americana.

O Tigre poderá ainda pagar uma multa.

Já que a Conmebol não aceita um torneio terminar por W.0.

Em pleno 2012.

O presidente da AFA exige uma punição ao São Paulo.

A perda de mando de alguns jogos da Libertadores.

No mínimo.

José Maria Marin está tentando salvar o clube de Juvenal.

Mas desta vez tudo se mostra muito mais difícil.

Não há como o clube sair ileso da batalha dos vestiários.

A possibilidade de a primeira partida entre São Paulo e Bolívar ser no Pacaembu é imensa.

Chegou a hora da Conmebol equilibrar as coisas.

Juvenal sabe disso e acionou o departamento jurídico do clube.

Mas sua maior esperança é outra ação de Marin junto a Leoz.

A diretoria do clube tem a certeza de que o Morumbi estaria lotado para essa partida.

O São Paulo voltaria a disputar a Libertadores depois de dois anos fora.

Será a última que Rogério Ceni jogará.

Por tudo isso, há a certeza de que o jogo alcançaria no mínimo R$ 3,9 milhões.

O mesmo arrecadado contra o Tigre.

No Pacaembu, a arrecadação cairá muito, mesmo com os ingressos majorados.

O pior é que o São Paulo não pode fazer nada em relação à partida da volta.

A decisiva, que valerá uma vaga na fase dos grupos, será em La Paz.

Sem choro nem vela.

A altitude de 3.640 metros o aguarda.

Marin mandou recado dizendo que fará tudo o que puder.

Só que desta vez não garante vitória.

O Morumbi está realmente muito ameaçado.

De perder não só um, mas alguns mandos de jogos.

A Federação Boliviana já está trabalhando por isso.

A Libertadores nunca foi uma competição vencida apenas no campo.

Mas principalmente também nos bastidores.

Juvenal e a cúpula do São Paulo está preocupadíssima...

47 Comentários

"Marin está muito preocupado. Já mandou avisar a Juvenal que será mesmo difícil manter o Morumbi para o jogo contra o Bolívar. A Conmebol precisa fazer política e punir o clube brasileiro pela briga com o Tigre…"

22 de December de 2012 às 16:03 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Jr
    - 22 de dezembro de 2012 - 16:30

    Esse timeco do Bolivar já está c... de medo e já começa querer arrumar desculpa antecipada. Será que eles já se esqueceram do que fizeram com o Santos ano passado? O Sao Paulo tem que dar o troco e tentar tirar o jogo de La Paz também, tanto pela violência dos torcedores, quanto pela altitude!

  • Wilton Cavalheiro - VICE AMIGO, CADE VC, FAZ TEMPO QUE EU VENHO AQUI SÓ PRA TE VER.
    - 22 de dezembro de 2012 - 16:35

    Os caras mereciam levar um PAU, mereciam, é verdade, mas não é só a pancadaria nos vestiários que vai pesar, a invasão de campo pelos torcedores também vai, não sei não, os Bolivianos vão cair com tudo nisso ai, e vão contar com o apoio do Grondona. . O problema disso seria a renda que vai ser menor, pq o SPFC não perde do Bolivar nem que o jogo seja em Barueri.

  • Papito
    - 22 de dezembro de 2012 - 17:00

    Pois é, nada como um dia após o outro, ou alguns dias. Ganharam um campeonato com 1/2 jogo e o efeito vai começar a ser sentido logo no inicio de 2013. E o blogueiro tem razão quando afirma que Libertadores não se ganha somente dentro de campo, em 2005 a própria Bambizada se beneficiou na final contra o Atlético PR, quando inverteu um mando de campo. Agora virá o troco com juros e correção, porque mesmo que passe pelo Bolívar (Acho pouco provável que não passe), os demais adversários vão usar a mesma desculpa para reverter mando de campo na fase de grupos. É esperar para ver...

  • Victor Dunstan
    - 22 de dezembro de 2012 - 17:06

    Totalmente sem nexo,deveria o Bolivar ficar quietinho e mostrar em campo,já tão com medo já?? Ou se esqueceram das pedrada no Neymar

  • Woops
    - 22 de dezembro de 2012 - 17:26

    Gostei muito do Esporte Fantástico, da TV Record os Japoneses lembra do corinthians muito bem os produtos do timão tá vendedo muito lá saber cantar as musicas do corinthians e saber até falar #vaicorinthians isso só mostra que tudo isso ser deve ao Andrés que teve um diretoria competente e claro a nossa torcida que invadio o Japão parabéns Esporte Fantástico pela reportagem.

  • Paulo
    - 22 de dezembro de 2012 - 17:32

    Não só por ser rival do meu time, mas se fosse com qualquer um, a punição de no mínimo 3 jogos depois da selvageria que aconteceu no Morumbi é obrigatória!

  • Bruno Conte
    - 22 de dezembro de 2012 - 17:44

    Legal. SPFC pode ser punido por causa de um timinho medíocre argentino que veio para o Brasil causar confusão!!! Um absurdo!!! Com essa solicitação do Bolivar fica claro uma coisa....O Mundo abraçou as mentiras contadas por esse time covarde inclusive a imprensa brasileira! Todos esqueceram o anti jogo praticado pelo TIGRE e a confusão que queriam arrumar no primeiro tempo do Morumbi!! Um time que só bateu,foi desleal, bando de vagabundos e safaddos e que procurou a catimba 100% nos dois confrontos se tornou vitima do continente!!! O Mundo eu não sei mas que o Futebol está acabando isso eu não tenho dúvida!!! Vamos lembrar que o jogo estava 2 x 0 e a taça na nossa mão... mesmo assim precisavamos dessa briga p ganhar na força o troféu!!rsss

  • aledson jose da cruz
    - 22 de dezembro de 2012 - 18:08

    ja estão se borrando todo este timinho ,ja arranjando uma desculpa esfarrapada,,,,,,,,,ai é só vcs jogarem bola,e não fazer o que fizenrão c/o santos no ano passado...seus otarios.

  • Guika
    - 22 de dezembro de 2012 - 18:16

    Será que não há uma câmera que registre esse episódio no vestiário? Sabemos que os argentinos não estavam predispostos a jogar bola desde do 1º jogo na argentina, só batiam. E no campo ambos os ânimos estavam exaltados, não sei quem está com a razão....Mas enquanto não houver provas convincentes fico no lado dos brasileiros, pq na argentina majoritariamente os jornalistas estão a favor do tigre. Não, Guika, lá é um ponto cego do estádio. Grande abraço. Cosme Rímoli...

  • Luís Carlos
    - 22 de dezembro de 2012 - 18:18

    Não é só uma questão de bastidores. É que a diretoria da Floresta monta uma guerra contra os adversários mesmo e merece um basta. Lembro de que fizeram um corredor da morte e mandaram soltar bala e carrorro em cima da torcida do Corinthians e ainda tentaram botar a culpa na torcida. Agora, as coisas têm que ser tratadas de maneira igual. No ano passado, teve uma torcidinha de Towner que jogou até capacete de policial no campo. E teve presidente desligador de disjuntor também. Esse estádio, antes de desabar, deveria ser banido de qualquer competição decente também. E há clube de fora que desliga água, luz e nem deixa o time adversário treinar. Isso são práticas rotineiras.

1 2 3 4 5
6234