divulgacao15 Luxemburgo pede afastamento de Ronaldinho Gaúcho por ter ficado com mulher na concentração do Flamengo. Diretoria nega. E manda o treinador não divulgar o assunto...
Está declarada a guerra entre Luxemburgo e Ronaldinho Gaúcho.

Já até com o derrotado.

A história está mais para Big Brother Brasil do que para concentração de clube sério.

Pessoas irritadas com a inacreditável situação vazaram para a imprensa carioca.

O técnico teria flagrado o jogador com uma mulher na concentração em Londrina.

Chegou à conclusão depois de olhar por inúmeras vezes as imagens filmadas no hotel.

Luxemburgo pediu o afastamento de Ronaldinho Gaúcho para Patricia Amorim.

A presidente teria se negado a afastar a principal estrela do time.

E mandou que o funcionário Luxemburgo agisse como se nada tivesse acontecido.

Tanto que o levou para a Bolívia para o jogo contra o Real Potosi.

Mas setoristas garantem que os dois não estão se falando.

A situação é mais do que amadora.

O diretor de futebol, Luiz Augusto Velloso, confirmou a história para o jornal Extra.

E disse que 'medidas internas foram tomadas'.

Quais medidas?

Nenhuma.

Como punir um jogador a quem o clube deve R$ 3,75 milhões?

Talvez tenha sido essa dívida que deu autonomia para Ronaldinho desrespeitar a concentração flamenguista.

A situação é mais do que constrangedora para Luxemburgo.

Sua autoridade diante do grupo de jogadores não existe mais.

Quando um treinador pede o afastamento de um atleta e não é atendido pela diretoria, não há salvação.

Todos no grupo perdem o respeito pelo técnico.

A situação no Flamengo é constrangedora.

Patricia Amorim não sabe o que fazer.

E compromete todo um clube para não desagradar Ronaldinho Gaúcho.

Mesmo quando o jogador já demonstrou o respeito que tem pelas cores vermelha e negra...

Pior mesmo só a situação de Luxemburgo.

Vergonhosa...

http://r7.com/Cp5p