Luiz Adriano pensa que é esperto. Mas está só fazendo mal a ele e, principalmente, à imagem do País no exterior. Cada vexame seu é um vexame brasileiro, antes de mais nada…

cosme ok1 Luiz Adriano pensa que é esperto. Mas está só fazendo mal a ele e, principalmente, à imagem do País no exterior. Cada vexame seu é um vexame brasileiro, antes de mais nada...

"O choro é livre."

Luiz Adriano acaba de resumir no seu twitter.

Essa é a sua análise do gol que fez ontem.

Deixa claro que foi esperto, mais inteligente do que todos.

Só que sua atitude não foi de esperteza.

Foi vergonhosa.

Se aproveitou da honestidade alheia.

Luiz Adriano estava na Dinamarca ontem com o Shakhtar.

Seu time enfrentava o Nordsjaelland.

Perdia por 1 a 0.

Quando a partida foi paralisada quando houve um choque entre dois jogadores adversários.

O árbitro deu bola ao chão para reiniciar a partida.

O meia Willian, ex-Corinthians, chutou a bola para a defesa do time dinamarquês.

Fair play clássico, já que o adversário estava com ela quando o jogo foi paralisado.

A bola foi lenta em direção da área.

O goleiro do Nordsjaelland já ia na direção dela, quando Luiz Adriano resolveu agir.

Com todos os adversários parados, ele correu, chegou antes do goleiro na bola.

E empatou o jogo.

Gol legal, mas completamente imoral, ilegal.

Os próprios jogadores do Shakhtar não o cumprimentaram pelo gol.

Ele foi cercado pelos atônitos jogadores dinamarqueses.

Ninguém esperava tamanha falta de esportividade.

Se aproveitar de um time parado.

O estádio inteiro vaiou.

Sites, jornais, televisões e rádios de todo o mundo o massacram.

É apontado como vilão, um espertalhão.

Tudo o que Luiz Adriano fez foi envergonhar sua equipe.

Manchar a imagem do jogador brasileiro no exterior.

Além de não gostar de treinar, desistir dos contratos com grande facilidade...

Agora o jogador brasileiro ganha a fama de oportunista.

Oportunismo canalha é bem verdade.

O árbitro não pôde fazer nada para punir o atacante.

Em mais uma prova de que a vida não é justa, Luiz Adriano marcou mais dois gols.

Mostrou que não precisaria do gol malandro.

A partida acabou com vitória dos ucranianos por 5 a 2.

Mircea Lucescu, técnico do Shakhtar, pediu desculpas pelo gol do brasileiro.

Ele não quis dar entrevistas.

Apenas fez questão de colocar no Twitter a sua maneira de ver a vida.

"O choro é livre."

Luiz Adriano faz questão de mostrar que com ele é assim.

Não há esportividade, fair play.

O importante é levar vantagem em tudo, certo?

Há uma outra situação que mostrava esse espírito.

Quando postou uma foto sua no mesmo Twitter.

Quis mostrar para amigos o quanto politicamente incorreto ele poderia ser.

Se deixou fotografar com duas armas.

E ainda escreveu: 'O dono da Serrinha voltou'.

Um amigo seu, com o peculiar apelido de guipuracadência, o alertou.

"Para com isso, maluco."

Ele sabia o quanto a foto era negativa para a imagem de Luiz Adriano.

A mensagem violenta era a pior possível.

A foto continuou pública por algum tempo.

Quem quis, a reproduziu.

Depois, ele a apagou.

Só que era tarde.

Tive acesso a ela.

Me foi passada por um amigo.

A princípio, pensei em não publicá-la.

A reprodução de tuítes é legal e amplamente usada nos veículos de comunicação.

Mas diante do gol de ontem.

E, muito pior, da postura depois da péssima repercussão, resolvi mostrá-la aos leitores.

Para que sirva também de reflexão a Luiz Adriano.

Ele tem apenas 25 anos.

É mais um jogador de talento na Europa.

Precisa acordar para a vida.

Havia uma palavra antes do seu próprio nome antes da notícia do “gol da malandragem”.

A palavra é brasileiro.

Ele está representando o Brasil em tudo o que faz.

Suas atitudes fazem mal a ele e a todos os jogadores que saem daqui para o exterior.

Cada vexame seu é um vexame dos brasileiros...

(Mas a Uefa vai lhe dar uma merecida lição.

Ele será processado por conduta antidesportiva.

Com certeza será suspenso.

E terá tempo para pensar na sua covarde atitude.)

http://r7.com/Rw8m

108 Comentários

"Luiz Adriano pensa que é esperto. Mas está só fazendo mal a ele e, principalmente, à imagem do País no exterior. Cada vexame seu é um vexame brasileiro, antes de mais nada…"

21 de November de 2012 às 14:46 - Postado por jzorzato

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Jogo Limpo
    - 21 de novembro de 2012 - 14:57

    Ah Cosme... mas o q vc esperava? é assim q alguns infelizes se comportam qdo quer chamar atenção pra si, ou seja, falem bem ou falem mal, mas falem de mim, uma idéia bem idiota. Daí procura fazer de tudo para ter alguma atenção.. nem q pra isso vá na contra-mão do bom senso e da inteligencia.

  • Igor
    - 21 de novembro de 2012 - 15:04

    Mais um Imperador em formação

  • ph
    - 21 de novembro de 2012 - 15:10

    Um cara destes serve como "referência" para a juventude.

  • ph
    - 21 de novembro de 2012 - 15:12

    Pior que um elemento desses é "referência" para a juventude.

  • André SBC
    - 21 de novembro de 2012 - 15:12

    Caro Cosme! Há possibilidade de você realizar um post sobre a possível parceria que o Cruzeiro irá realizar com o proprietário do Montevideo Wanderers? Esta parceria será estilo "Kia Joorabchian" ou Hicks, Muse, Tate & Furst ? Grato!

  • Yelssek
    - 21 de novembro de 2012 - 15:12

    Falta de berço...e educação também...

  • Paulo
    - 21 de novembro de 2012 - 15:13

    E a história que o técnico do Shakthar ordenou ao time para deixar o Nordsjaelland fazer um gol, Cosme, será que procede? Ou eles usaram o fato de ter tomado um gol logo depois pra dizer que o técnico do Shakthar é honesto e gosta de fair play? No mais, é mais uma situação vergonhosa envolvendo um brasileiro na Europa. Parece que a formação humana dos jogadores brasileiras, talvez por suas infâncias difíceis, é lamentável. Teve o cara lá que ficou doido e pôs fogo na própria casa, jogador do Bayern. Teve o idiota da Fiorentina que fez o time sair da Champions e ter milhões de euros de prejuízo. E agora esse idiota do Shakthar. Ultimamente, parece que os brasileiros no exterior mais nos fazem passar vergonha do que tudo.

  • edmilson
    - 21 de novembro de 2012 - 15:20

    TEm muita gente aqui que vai criticar. Mas quando o Kleber jogava naquele timinho que foi rebaixado nesse final de semana contra o Flamengo ele também não fez uso do far play e muita gente elogiou. Pra mim dois babacas antiesportivos. Esse Luiz Adriano e o Kleber. O time da Russia deveria deixar os caras saírem com a bola no meio de campo e fazerem o gol, como já foi feito antes em outro jogo que tem até a imagem no youtube no endreço abiaixo. Com certeza seriam aplaudidos de pé. http://www.youtube.com/watch?v=WFlPfaS-znA

  • nilmasilva pereira
    - 21 de novembro de 2012 - 15:29

    MAS QUEM É LUIZ ADRIANO MESMO??? ALGUEM ME RESPONDE AÍ?

  • MarcosJunior
    - 21 de novembro de 2012 - 15:37

    Ele foi totalmente covarde, o outro time estava parado, acho q estavam até perplexos com a atitude dele, esse ai ficaria bem com uma camisa do SmallClub, atitude típica de gente q gosta de levar vantagem em tudo, principalmente da relação q possuem com certos políticos mensaleiros de 4 dedos.

1 2 3 4 5
6234