divulgacao Luís Alvaro até tentou convencer a direção do Palmeiras. Mas não houve jeito. Maikon Leite foi mesmo desperdiçado pelo Santos...
O sorriso de Maikon Leite não é de orelha a orelha.

É tímido, quase triste.

Ele se sente bem demais na Vila Belmiro.

Gostaria de continuar, mas se sentiu desrespeitado, esquecido...

E deu o troco.

Assinou com o Palmeiras o pré-contrato.

Muricy Ramalho já viu o desperdício.

Assim como a torcida, que protestou.

Deixar ir um jogador com tamanho arranque, velocidade, repertório de dribles...

E de graça...

Chega a ser uma façanha.

Bizarro demais nos tempos atuais, os dirigentes não perceberem que seu contrato estava chegando ao fim.

Mas a prepotência falou mais alto.

Como Maikon teria coragem de assinar com outro clube?

Ele esperaria com certeza pelo Santos.

Antecipar o contrato por qual motivo?

O bom era analisar com calma se ele estava ou não plenamente recuperado das gravíssimas contusões que sofreu...

Pois bem, Maikon percebeu a negligência e foi cuidar da vida...

Sem querer...

Foi aconselhado que com Ganso e Neymar não teria espaço na Vila...

Já no Palmeiras seria rei...

E foi com o coração pesado...

Assinou...

Os treinadores não queriam escalá-lo...

Primeiro com medo dele não se envolver, não se doar mais para o Santos...

Depois, para não demonstrar o enorme erro de Luís Álvaro...

O dirigente até que tentou consertar...

Apelar para o coração de Arnaldo Tirone.

Como fez com o de Andres Sanches, impedindo que Ganso fosse para o Corinthians.

Mas no Palmeiras, não houve tamanha compaixão.

Por isso o constrangimento em escalar o lépido atacante com a camisa que não é mais dele...

Com Muricy não teve nada disso.

Coloca para jogar e se lamenta depois.

Será assim que Maikon Leite disputará essas partidas finais do Paulista.

Dando o sangue e seu fôlego pelo Santos...

Só enfrentará o Palmeiras se os dois clubes chegarem à final...

E há a certeza que essas finais acontecerem, ele dará a alma para vencer...

Ajudar na conquista do Paulista ou da Libertadores seria o último tapa de pelica...

Mostrar o que o Santos perdeu...

Algo ainda inacreditável para o mais simples dos santistas...

Imagine para um empresário, adminstrador de empresas, milionário...

Como alguém tão competente na vida pessoal pode ter feito isso com o clube que preside?

Não há resposta.

A não ser um silêncio constrangedor na sala da presidência da Vila Belmiro...

E um pintor apagando as palavras de protesto no muro do estádio...

Santista de verdade não pode estar contente vendo Maikon Leite ir embora...

De graça...

Para o colo de um rival...

Rival esperto...

A multa do atacante para o mercado interno é de R$ 60 milhões.

Para o Exterior, R$ 136 milhões.

Está bom, Luís Alvaro?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


http://r7.com/IsUu