divulgação24 Liédson, o plano D do Corinthians. D de desespero...
Ele não era o plano A, nem o B e muito menos o C.

Foi o D.

D, de desespero.

Andres Sanches fracassou com Adriano, com Luís Fabiano, com Marcelo Moreno.

A saída foi outra, mais modesta.

O preço foi uma pechincha para quem estava disposto a pagar 10 milhões de euros ou R$ 22,8 milhões.

Pela bagatela de R$ 4,5 milhões, o Corinthians terá o atacante reserva de Ronaldo.

Com a diferença que não será Luís Fabiano, mas Liédson.

O jogador de 33 anos foi facilmente liberado pelo Sporting.

O motivo: a decadência da sua principal característica, a velocidade.

O atacante fez sucesso por oito anos em Portugal.

E lá deixou o seu vigor físico.

Estava na reserva do clube.

Liédson foi contratado às pressas para completar o elenco da Libertadores.

No último dia da janela européia.

Não é nem de longe o atacante dos sonhos do clube.

Em todos os departamentos.

A começar pelo futebol.

Será ele quem deverá se revezar com Ronaldo, quando ele não puder, quando não quiser jogar.

Liédson é um jogador leve, assim como Jorge Henrique...

Não tem presença de área, não é uma referência, um pivô...

Pela torcida do Sporting é conhecido como Levezinho..

Hoje é apenas um jogador frágil fisicamente, um velocista sem velocidade...

Não dá para desmerecer o que fez no futebol.

A ponto de disputar a última Copa do Mundo por Portugal...

Mas nada fez de significativo porque o brilho do seu futebol já está opaco...

A contratação não frustra só Tite...

Mas o departamento de marketing...

Rosenberg esperava uma estrela comunicativa para buscar novos patrocinadores.

Mais dinheiro para o clube.

Só que Liédson continua tão tímido quanto nos tempos em que era o centroavante do Poções na Bahia.

Andres, Ronaldo e Roberto Carlos vão tentar enaltecer as qualidades do jogador.

Mas todos sabem que seu furor como artilheiro passou há muito tempo.

A tentativa é válida.

Principalmente diante do desespero em ter um atacante consagrado.

O futebol brasileiro e sul-americano também está longe dos seus melhores momentos.

Liédson será útil ao Corinthians, não fundamental.

Nem sombra do que foi em 2003, há longos oito anos...

Quando partiu para Portugal...

Basta cruzar os dedos, torcer para que o time passe pelo Tolima...

Se não passar, restarão o inútil Campeonato Paulista e o Brasileiro em 2010...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/CkQq