Juvenal faz o contrário de Alberto Dualib. Segue o exemplo de Andrés Sanchez com a Gaviões. O presidente do São Paulo está fechado de vez com a Independente e a Dragões. E, em pleno caos, se mostra muito seguro…

2reproducao6 Juvenal faz o contrário de Alberto Dualib. Segue o exemplo de Andrés Sanchez com a Gaviões. O presidente do São Paulo está fechado de vez com a Independente e a Dragões. E, em pleno caos, se mostra muito seguro...
"Se eu tivesse a Gaviões não sairia tão por baixo.

Poderia deixar o Corinthians, mas não daquela maneira."

As frases são do amargurado Alberto Dualib.

O ex-presidente corintiano desabafou em 2007.

Ele foi obrigado a renunciar depois de 14 anos no poder.

Saiu perseguido pela Polícia Federal.

Acusado de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Tudo por causa do fundo de investimento MSI.

Porém mais do que a Polícia Federal foi a Gaviões quem o atormentou.

A principal torcida corintiana tinha profunda ligação com Andrés Sanchez.

Ele foi fundador da Pavilhão Nove.

E sempre manteve uma proximidade escancarada com os torcedores.

Contou com esse apoio quando Dualib resolveu se perpetuar no poder.

Com suas reeleições sem limite.

Foi quando a torcida começou a campanha 'Fora Dualib'.

O ex-presidente resolveu cortar de vez todo apoio aos torcedores.

Ele os ajudava com ingressos, transporte e carnaval.

O rompimento deixou tudo pior para o dirigente.

Torcedores fizeram campanha nos estádios, na mídia.

Foram até a casa do presidente, telefonavam, ameaçavam.

O xingavam no Parque São Jorge.

Tornaram sua vida um inferno.

Ao mesmo tempo, carregavam Andrés nos ombros.

A desmoralização com a Polícia Federal fez o resto.

O ambiente ficou insustentável a Dualib.

Tanto que ele renunciou.

O 'baixo clero' como era chamado o grupo de Andrés assumiu.

Com uma mistura eclética.

Tinha de bicheiro, a açougueiro até assessor do ex-presidente José Sarney.

Andrés voltou a dar todo apoio à Gaviões.

Tanto que deu a renda de um Corinthians e Flamengo para a torcida.

Só para ajudar no Carnaval.

Juvenal segue a lição de Andrés.

Nunca o dirigente havia assumido tamanha proximidade com as organizadas.

Membros da Independente e Dragões viraram seus seguranças.

Eles estão defendendo Juvenal há muito tempo.

Torcedores comuns reclamam de não poder protestar contra o dirigente.

No estádios seus gritos são calados por coros das organizadas.

E mesmo diante da televisão, na saída do time, são proibidos de atacar Juvenal.

Nem ele ou Adalberto Baptista, seu diretor de futebol.

Os alvos podem ser os jogadores de futebol.

Juvenal mostrou o quanto está ligado aos torcedores organizados.

4reproducao4 Juvenal faz o contrário de Alberto Dualib. Segue o exemplo de Andrés Sanchez com a Gaviões. O presidente do São Paulo está fechado de vez com a Independente e a Dragões. E, em pleno caos, se mostra muito seguro...

No churrasco de domingo discutiu com sócios.

E sem pudor o dirigente mandou que membros da Independente os atacassem.

"Peguem eles, peguem eles", dizia apontando os inimigos.

É por esse comportamento que sócios querem uma providência do Conselho Deliberativo.

Sonham até com o impeachment.

Mas Juvenal continua com muito apoio entre os conselheiros.

Só que deixou claro que seu relacionamento com a torcida ficará cada vez maior.

O e-mail que os sócios torcedores receberam ontem foi uma prova disso.

Foi uma nota oficial da Independente.

Nela assumia que membros da torcida estiveram sim no churrasco do São Paulo.

E alertava que não iria apoiar Marco Aurélio Cunha.

O motivo: quando foi gerente remunerado do rival, cantou o hino santista.

O fato de os torcedores terem acesso ao mailing dos sócios torcedores é um absurdo.

Uma violência.

E que mostra o quanto e estreito o elo entre Juvenal e a Independente.

Muitos sócio-torcedores pediram o desligamento por essa associação.

O que Juvenal está fazendo tem inúmeros precedentes.

Não é garantia de vitória.

Como por exemplo aconteceu com Marcelo Teixeira no Santos.

Mesmo apoiado pelas organizadas, perdeu para Luís Álvaro.

Mas a esta altura, tudo o que Juvenal quer é se sentir seguro.

Algo que, por exemplo, Alberto Dualib não teve.

Confessava que nos últimos dias tinha medo de ir ao Parque São Jorge.

Seu receio era apanhar dos torcedores organizados.

Tanto foi assim sua renúncia veio através de uma carta.

Juvenal Juvêncio não pode ser reeleito.

Verá um novo presidente do São Paulo em abril de 2014.

Tem a certeza de que fará seu sucessor.

Assegura aos aliados domina o Conselho Deliberativo.

E verá no seu lugar o vice Leco ou o diretor social Roberto Natel.

Não quer nem pensar no ex-genro Marco Aurélio Cunha.

Tanto que articula.

Quer indicar candidatos nas duas únicas chapas permitidas para a eleição.

De uma coisa pelo menos ele está seguro.

Acredita que terá o total apoio da Independente e Dragões.

Não precisará ter medo como Dualib.

Os membros das organizadas entraram no Morumbi para ficar.

Depois do churrasco e do e-mail, o apoio é explícito.

A atitude promete ser assim até o final do mandato de Juvenal.

Apesar das evidências, as organizadas são paulinas negam.

"Diante dos fatos ocorridos durante o final de semana vimos por meio desta esclarecer que antes de mais nada não temos nenhum partido político dentro do clube, não somos a favor de A, B, C ou D, só que não podemos permitir calados que o SÃO PAULO FC seja presidido por alguém que não seja de fato são paulino."

Esse foi o teor da nota oficial da Independente.

A que constava o link para Marco Aurélio cantando o hino do Santos.

Os atos desmentem as palavras.

Principalmente a postura de Juvenal Juvêncio.

Ele tem a certeza que os torcedores organizados são seus aliados.

E por isso sorri tanto em meio ao caos vivido pelo São Paulo.

Não sairá pela porta dos fundos do Morumbi.

As organizadas deixam claro que não vão permitir...

1reproducao15 Juvenal faz o contrário de Alberto Dualib. Segue o exemplo de Andrés Sanchez com a Gaviões. O presidente do São Paulo está fechado de vez com a Independente e a Dragões. E, em pleno caos, se mostra muito seguro...

38 Comentários

"Juvenal faz o contrário de Alberto Dualib. Segue o exemplo de Andrés Sanchez com a Gaviões. O presidente do São Paulo está fechado de vez com a Independente e a Dragões. E, em pleno caos, se mostra muito seguro…"

23 de July de 2013 às 11:47 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • João
    - 24 de julho de 2013 - 11:02

    Pra falar a vdd, meu interesse por futebol diminui com o tempo, pq está cada vez menos emocionante e cada vez mais sujo esse meio, e acompanhando os esportes americanos NBA, NFL MLB, pude constatar que lá o clube é levado como empresa, e um General Manager é responsavel por montar um projeto e contratar um tecnico, só dps montam uma equipe e dão forma a ela. nenhum General Manager tende a aparecer mais que os atletas, e os donos de franquias são pouco conhecido. E assim deveria ser no Futebol, veja o exemplo da Europa, pouco se fala nos presidentes de clube, e qdo fala d+ o time está em Frangalhos vide Milan com o Berlusconi.

    Responder
  • Lucknopfler
    - 23 de julho de 2013 - 23:04

    O precipício é logo ali em frente. Só mais um passo, agora está mais perto que longe.

    Responder
  • Eduardo Porto
    - 23 de julho de 2013 - 22:01

    A situação é simples vamos fazer como "o pai que bate no filho para ensina-lo" e afetar os cofres do clube para uma causa nobre,enfraquecer o clã do Sr. Juvenal. Basta que os sócios-torcedores abandonem o programa e os torcedores "verdadeiros" evitem comparecer aos jogos e veremos se uma suposta crise financeira fará com que os conselheiros e cardeais reflitam sobre esse apoio ao Câncer apelidado de Juvenal...

    Responder
  • Adécio
    - 23 de julho de 2013 - 21:43

    Concluindo o que estava dizendo anteriormente Um absurdo as torcidas organizadas que só torcem pra elas mesmo não deixarem os verdadeiros torcedores protestarem contra esses ditadores que se acham donos do clube e 2º e muito preocupante e que pra mim merecia uma investigação criminal este fato de torcidas organizadas enviarem correspondências para sócios torcedores, sócios torcedores que fora prejudicados deveriam fazer um B.O e entram com processo por quebra de sigilo contra o clube e a torcida organizada, sou totalmente contra a existência delas, os clubes seriam muito melhores sem elas.

    Responder
  • Adecio
    - 23 de julho de 2013 - 21:39

    Cosme referente a organizadas, pra mim é um mal desnecessário, qualquer time do mundo viveria muito bem sem elas, não acrescentam nada na vida do clube e dos torcedores de verdade, tenho amigos de organizadas e já ouvi várias vezes de suas bocas que compram qualquer artigo da organizada mas não compram uma camisa do clube que dizem torcer ou seja, são na maioria torcedores da torcida se identificam com a torcida não com o time e ai neste caso do 5ão Paulo tem dois absurdos sem tamanho primeiro as organizadas tirarem o direito dos "torcedores de verdade" protestarem contra os que se acham donos do clube e 2º e mais preocupante e revoltante

    Responder
  • Larissa Azevedo
    - 23 de julho de 2013 - 19:46

    Cosme. E isso é desculpa? Eu sou sujo mas ele também é? Bela defesa do Juvenal, porém não cola. Torcedor tricolor não engole essa. Acho que essa estratégia do Casares, que sempre usou, está totalmente equivocada, e levando o Tricolor a humilhação. Eu falo mal do outro para me engrandecer. Mostro que o podre dos outros é maior que o meu. Aliás, até lista de técnico do corintia o Juvenal levantou. Está mal de assessoria também o Juvenal. O Sanches é mais feio que eu. Aff!!!!! onde chegamos.!

    Responder
  • ANGELO
    - 23 de julho de 2013 - 19:21

    vida longa ao Juvenal.............vamos fazer uma campanha, em 2014 fica Juvenal, muda o estatuto de novo dá um jeito mas não abandone o são Paulo é o que desejam todos os corinthianos, palmeirenses e santistas.....

    Responder
  • Ray Domingos Motta
    - 23 de julho de 2013 - 19:12

    Quem sofre é a torcida apaixonada que paga ingresso, compra camisas originais e ppv pra ajudar o clube. Isso é lamentável. Mesmo sendo rival, lamento muito pelo momento do spfc.

    Responder
  • Renato
    - 23 de julho de 2013 - 18:23

    Cosme, boa noite... Estive pensando sobre a situação do tricolor e infelizmente não dá para não fazer um paralelo com a história recente de outros clubes. Eurico Miranda, Zezé Perrela e Alberto Dualib, só para citar os mais famosos... Assim como JJ estes fizeram mais política do que trabalho, se apoiando em um passado vitorioso de sua gestão, fizeram tudo para se perpetuar no poder e ao saírem, alguns deles à força, deixaram, à exceção de Zezé Perrela, o time na segunda divisão. Esse história de que time grande não caí é piada de butiquim, time desorganizado cai, seja ele grande ou pequeno... Vejo que a história está se repetindo com todas as nuances... O fim agente já sabe.... Gosto da sua maneira de escrever e de como destrincha a situação com detalhes que muitos desconhecem... Se achar que minha análise tem alguma coerência, faça um post sobre isso.... Vai ser interessante... De um sãopaulino perplexo de como uma única pessoa pode em 5 anos transformar um clube que era modelo para Brasil em um clube que é a piada do Brasil.

    Responder
  • Sidney
    - 23 de julho de 2013 - 18:13

    Cosme, O JJ pode continuar unido às organizadas. Não vai adiantar nada. Com essa bolinha que o time joga o descenso é inevitável. Daqui a pouco Independente, Dragões etc abandonam o barco.

    Responder
1 2 3 4