Jorge Henrique conseguiu desrespeitar Corinthians e São Paulo. Antes de estudar o que é rivalidade, tem outra missão. Conhecer a bandeira do Brasil. Sergipe não precisava ser homenageado no Japão…

divulgacao Jorge Henrique conseguiu desrespeitar Corinthians e São Paulo. Antes de estudar o que é rivalidade, tem outra missão. Conhecer a bandeira do Brasil. Sergipe não precisava ser homenageado no Japão...
"Quero dizer para alguns torcedores corintianos.

Nós acabamos de ser campeões do mundo.

E vocês estão preocupados com um pano.

Se eu não respeitasse a camisa do Corinthians, eu não teria escondido o escudo do São Paulo.

E tem mais.

Honrar a camisa do Corinthians é dentro de campo.

Dando carrinho, brigando e lutando pelo Timão como sempre fiz.

Não é à toa que conquistei(de) títulos estaduais ao Mundial com esta camisa."

Essa foi a resposta de Jorge Henrique.

O jogador foi participar de um jogo de final de ano organizado por Denílson.

A partida aconteceu no sábado, em Campina Grande, na Paraíba.

Coube ao atacante corintiano atuar no time do volante.

E o uniforme era do São Paulo.

O jogador sabia que daria confusão.

O torcedor iria se irritar em vê-lo com a camisa do rival.

Em vez de atuar pela outra equipe, Jorge Henrique tentou outra solução.

Colou várias fitas isolantes pretas no escudo do São Paulo.

E foi todo sorridente posar para foto ao lado de Denílson.

Lógico que a foto rapidamente estava circulando pela Internet.

Ele conseguiu uma façanha.

Provocou a ira dos torcedores corintianos e dos são paulinos.

Foi uma enorme demonstração de falta de bom senso.

E desrespeito aos dois times.

Jorge Henrique deveria se posicionar diante da rivalidade.

Um jogador que pertence ao Corinthians não deveria atuar com a camisa do São Paulo.

Colar fita isolante para cobrir o escudo só piora a situação.

Tudo ficou ainda mais pesado diante das críticas dos corintianos.

Jorge Henrique fez questão de classificar a camisa tricolor como 'um pano'.

Ataque desnecessário e sem noção da importância do clube rival.

O atacante está muito mal orientado.

Precisa saber da grandiosidade não só do Corinthians.

Comparar a camisa do São Paulo a um pedaço de pano é inaceitável.

Um atleta profissional deveria respeitar o futebol brasileiro.

Não é uma questão de falso moralismo, hipocrisia.

O símbolo de um clube significa muita coisa.

As conquistas, as tristezas, a história.

O São Paulo Futebol Clube representa a paixão de 17 milhões de brasileiros.

Jorge Henrique não tem o direito de desprezá-los.

Os cerca de 30 milhões de corintianos não têm razão de ficar orgulhosos.

A conquista do Mundial não é desculpa para vestir o uniforme do rival.

E ainda posar para a foto sorridente.

Seja na Paraíba, em Dubai, onde for.

O jogador não tinha noção que a foto iria circular o mundo.

Corintianos do Exterior também o criticaram pela Internet.

Alguém precisa urgentemente orientar Jorge Henrique.

Após a vitória do Corinthians contra o Chelsea ele fez um gesto histórico.

Que deve ter enchido de orgulho e surpresa todos os sergipanos.

O corintiano se enrolou na bandeira de Sergipe.

Ninguém entendeu nada.

Ele nasceu em Resende, no Rio de Janeiro.

Jorge Henrique conseguiu uma façanha.

Confundiu a bandeira do Brasil com a de Sergipe.

Um absurdo.

Agora vai disputar amistoso com a camisa do São Paulo.

Cola fita isolante e pensa que a vida segue.

Não segue.

Apesar de ser campeão do mundo, ele não sabe o que representa o Corinthians.

Se soubesse nem pensaria em colocar o uniforme tricolor.

E menos ainda respeita o São Paulo, um dos maiores clubes do mundo.

Ou não teria coberto o símbolo do clube.

Mas tudo precisa ser feito com calma.

Primeiro, Jorge Henrique tem uma obrigação.

Sabe qual é a bandeira do seu país.

Depois estudar sobre Corinthians, São Paulo, rivalidade.

E parar de homenagens desnecessárias a Sergipe...

reproducaofolha Jorge Henrique conseguiu desrespeitar Corinthians e São Paulo. Antes de estudar o que é rivalidade, tem outra missão. Conhecer a bandeira do Brasil. Sergipe não precisava ser homenageado no Japão...

http://r7.com/8Iiv

90 Comentários

"Jorge Henrique conseguiu desrespeitar Corinthians e São Paulo. Antes de estudar o que é rivalidade, tem outra missão. Conhecer a bandeira do Brasil. Sergipe não precisava ser homenageado no Japão…"

24 de December de 2012 às 05:44 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Ana Paula
    - 24 de dezembro de 2012 - 06:38

    Cosme, o JH tá certo ao dizer que a camisa do São Paulo é só um pedaço de pano porque toda camisa de time é isso. Outra coisa... ele não desrespeitou a torcida do São Paulo, ao contrário do Léo, quando insinuou que a torcida do Corinthians é sem posses e não viaja de avião por isso. O grande problema que eu vejo é que de nada adiantou o JH tampar o símbolo do SP porque têm outros patrocinadores na camisa: a Wizard e a Rebook. E na camisa do Corinthians tem a Fisk e a Nike. Este é o grande problema, porque querendo ou não, indiretamente, os patrocinadores pagam o salário dele. Nesse sentido, inclusive, acho que tem punição administrativa e talvez até mesmo contratual. Me corrija se estiver enganada. Ana, você lembrou bem dos patrocinadores. Mas as camisas não são apenas pedaço de pano. Representam toda a história dos clubes. Significam a paixão, o amor, a devoção à uma entidade. Não estou te corrigindo. É a minha visão apenas. Grande abraço. Cosme Rímoli...

  • rondon
    - 24 de dezembro de 2012 - 06:44

    Se cobrir com bandeira de Sergipe achando que é a do Brasil é qualquer nota.. Quando vi achei que ele tinha nascido em Aracaju, algo assim. Joselito demais...

  • Dálio
    - 24 de dezembro de 2012 - 07:06

    Com todo o respeito, esse não passa de um ... Concordo com você Cosme, faltou profissionalismo, ele deveria pensar que no futebol hoje se joga em um clube e amanhã em outro, e se um dia por ironia do destino, ele for jogar no São Paulo? Se não queria criar polêmica, bastava ter tirado a camisa na hora da foto, ou simplesmente nem ter aparecido na foto. Quanto à bandeira, só confirma a falta de cultura e o quão sem noção ele é. Abração.

  • Jr
    - 24 de dezembro de 2012 - 07:17

    Depois não gostam de serem chamados de analfabetos e sem cultura... Confundir a bandeira do Brasil com a de Sergipe é imperdoável!

  • Diego
    - 24 de dezembro de 2012 - 07:35

    Não sei Cosme... Assim como de alguns outros posts, discordo de você nesta. Sou São Paulino e tenho como maior rival o Corinthians. Levei na brincadeira, afinal foi uma pelada de fim de ano, não sei se vem ao caso. De qualquer forma, não vou deixar de acompanhar seu blog, afinal você ainda é um dos únicos imparciais. Abraço e Boas festas!

  • Porco Sorridente
    - 24 de dezembro de 2012 - 07:44

    O duro é saber que grande(mas não toda)parte da torcida concorda e/ou aplaude atitudes de um cara como esse.E se ele fosse jogador de outro clube seria a mesma coisa.Não é só porque é corintiano.Ele é apenas um ignorante e sem princípios que serve de ídolo pra outros semelhantes.Lamentável...

  • Jair Sergio
    - 24 de dezembro de 2012 - 07:44

    Me lembro quando era pequeno, era época do regime militar, lia nos muros uma pichação"Futebol, ópio do Povo", de lá pra cá nada mudou, aumentou inclusive, hoje tentam utilizar também outros esportes como ópio, inclu- sive com realizações de Panamericanos, Copa do Mundo e Olimpiada, como se o Brasil não tivesse problemas sérios a serem resolvidos, o País está cheio de desmandos a preocupação com polêmicas em asssuntos sem importância tomam conta dos noticiários, futebol é só uma diversão nada mais que isso, não pode ser levado tão a sério, esse rapaz é um dos que mais se dedica quando atua pelo Corinthians, tá jogando uma pelada, podia jogar até de verde se ele quisesse, nada a ver, na minha opinião.

  • Fabricio Ribeiro
    - 24 de dezembro de 2012 - 07:50

    Jogadores de futebol na sua imensa maioria não demonstram nenhum conhecimento sobre nada, ganham rios de dinheiro somente por chutar uma bola, então o que se vê é isso, jogadores que não reconhecem sequer a bandeira nacional, e isso não é privilégio apenas do JH, se houvesse algum tipo de teste de conhecimentos gerais com nossos jogadores profissionais os resultados seriam desastrosos. Mas no Brasil se cultua o gingado e a bunda, por isso formamos cada vez mais cidadãos alienados e desinformados como JH e muitos outros.

  • Wilsomar
    - 24 de dezembro de 2012 - 08:01

    Ele não me parece mal intencionado. É burro mesmo.

  • ROBERTO LIMA
    - 24 de dezembro de 2012 - 08:05

    esse cai-cai com a camisa do são paulo vai da azar para o ano todo.

1 2 3 4 5
6234