divulgação1 Fred e Beckham nus. O mundo do futebol agora é assim. Que saudade de Paulo Cesar Caju...
No início da década de 70, Paulo César escandalizou o país.

O habilidoso meia da seleção brasileira resolveu tingir a sua cabeleira black power.

Ganhou o apelido que virou sobrenome e a antipatia da opinião pública.

Paulo Cesar Caju virou o símbolo de jogador egocêntrico.

Cerca de 40 anos se passaram e Fred resolveu tirar uma foto nu.

Protegido apenas por uma bola, ele se expôs.

Falou sobre a sua depilação à máquina.

Disse ao jornal Extra que se considera o jogador mais bonito do Brasil.

No mundo, só Kaká e Cristiano Ronaldo seriam páreos para ele.

Tirou a foto e ninguém se chocou.

Será titular na partida decisiva do Brasileiro, contra o Guarani, no Engenhão...

A vida segue.

Roger matou a sua carreira no São Paulo ao posar nu para a G Magazine.

Paulo César Carpegiani havia avisado.

Vampeta e Dinei também ganharam dinheiro nus na revista e nada demais aconteceu com suas carreiras.

Beckham cansou de fazer fotos sem roupa na Europa e elas foram vistas com naturalidade.

Cristiano Ronaldo não perde uma chance de se mostrar sem camisa.

Os jogadores nunca estiveram tão egocêntricos.

Nem a sociedade tão permissiva.

Ninguém vai perder vaga na seleção brasileira ou entrará para a lista negra na hora das contratações.

Se isso é bom ou ruim, é relativo.

O que fica claro é que não há volta.

Vivemos na sociedade do culto ao corpo, ao ego.

Era inevitável que chegasse ao futebol.

Aos puritanos, um aviso.

Não adianta ficarem chocados.

O mundo agora é assim.

É daqui para pior...

divulgação32 Fred e Beckham nus. O mundo do futebol agora é assim. Que saudade de Paulo Cesar Caju...Veja mais:
+ Tudo sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/GdJS