divulgacao838 Fluminense. O desespero e o improviso para contratar um técnico para quarta feira. No jogo de sobrevivência ou morte na Libertadores...
Dorival Júnior, Luiz Felipe Scolari, Cuca, Levir Culpi disseram 'não'.

Abel Braga não quer se comprometer agora e quer responder no final do mês se assume o time em maio.

Há quem defenda tentar tirar de qualquer maneira Joel Santana do Botafogo.

Uma tristeza o que a diretoria está fazendo com o Fluminense.

O campeão brasileiro não tem treinador depois da estranha renúncia de Muricy Ramalho.

O time caiu nos braços de Ronaldo Torres.

Preparador físico...

Foi muito triste a derrota para o Boavista no sábado...

Só o dinheiro da Unimed não está sendo suficiente para resolver tanta bagunça.

Mostra que a nova diretoria do clube não tinha idéia do que aconteceria quando pressionou Muricy por resultados.

Com a sua demissão, o barco virou de uma maneira constrangedora.

A hora é de olhar na parte de baixo da lista de técnicos.

As prioridades já foram.

Então, é ver quem sobrou.

Os mais fáceis, que estão 'na mão'...

Caio Júnior, Adilson Batista...

A idéia de uma simbiose cresce...

Contratar Alfredo Sampaio como 'tampão' até que, em maio, assuma Abel Braga...

Se ele e Deus quiserem...

Houve uma cruel inversão nas expectativas...

O presidente Peter Siemsen que tanto pressionou Muricy Ramalho agora é pressionado...

Conselheiros querem uma resposta imediata.

Um técnico de grande gabarito ainda hoje.

Porque o time jogará quarta-feira pela Libertadores.

Se não vencer o América do México no Engenhão se despede da competição ainda na primeira fase.

Um vexame sem cabimento...

As reuniões se sucedem nas Laranjeiras.

Depois do não de Levir Culpi, empresários do Brasil todo correm atrás de um bom nome.

Para, na base do improviso, assumir o time na quarta-feira...

Fred, único jogador com moral para cobrar publicamente a situação, quer uma solução imediata.

Fala em nome do time.

Todos os atletas estão assustados com a desorganização que domina o campeão brasileiro...

Peter Siemsen disse que iria dar um choque de gestão ao assumir o clube no lugar de Roberto Horcades...

Deu mesmo...

(E o constrangimento ficou pior.

Adilson Batista recusou o convite para treinar o campeão do Brasil.

Depois de ser demitido por Corinthians e Santos, não quis o Flu.

A solução foi Gilson Kleina, técnico da Ponte Preta...

O toque absurdo.

Ele pode ficar como tampão de Abel Braga até maio.

Pode.

Não há certeza alguma...

De nada nas Laranjeiras...

É ele, sem dúvida...

O tal choque de gestão...)

(Só que teve mais um capítulo da série "Tá todo mundo louco, oba..."

Apesar de o Fluminense anunciar oficialmente Kleina como seu treinador, tudo mudou...

Quando ele soube que o contrato era apenas de três meses para esperar Abel Braga...

Resolveu não aceitar.

Preferiu a sua querida Ponte Preta...

Choque de gestão...

Lindas palavras....

Mas vou ficar com o refrão...

"Tá todo mundo louco, oba...oba...oba..."

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/aQrB