- Blog do Cosme Rímoli - http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli -

Felipe Melo e Palmeiras pertos da rescisão. Jogadores se solidarizam com Borja, que foi humilhado, contra o Vasco, atuando dois minutos. E com Egídio, afastado. Cuca está ‘perdendo’ o vestiário…

Postado por Cosme Rímoli em 14/08/2017 às 17:25 em Sem categoria | 122 Comments

 Felipe Melo e Palmeiras pertos da rescisão. Jogadores se solidarizam com Borja, que foi humilhado, contra o Vasco, atuando dois minutos. E com Egídio, afastado. Cuca está perdendo o vestiário... [1]

Nem os mais ferrenhos defensores da volta de Cuca ao Palmeiras aceitaram. E se dispuseram a seguir defendendo o técnico. Pegou muito mal junto a conselheiros importantes e mesmo membros da diretoria de Mauricio Galiotte. Ninguém perdoou o treinador colocar Borja aos 46 minutos do segundo tempo, ontem, em Volta Redonda.

Não há a menor dúvida para esta base de sustentação política de Galiotte o que Cuca fez. Ele tentou desestabilizar, provocar o colombiano. Não se preocupou se estava ou não desvalorizando o maior investimento do clube na sua história, R$ 35 milhões pelo jogador.

Quem conhece o atacante sabe o quanto ele é problemático. E se sente cada vez mais sem ambiente no Palestra Itália. Tem a convicção de que Cuca não confia no seu futebol [2]. Desconfiado e muito religioso, ele se distancia dos demais jogadores. Só segue muito próximo de Mina e Guerra. O zagueiro companheiro de Seleção Colombiana e o meia, do campeão da Libertadores de 2016.

Mesmo sem ser próximo ao atacante, a atitude do técnico também foi percebida pelo restante do elenco. Se para os conselheiros e dirigentes há a preocupação com a desvalorização, com os atletas, há o ego.

Borja foi 'queimado' por Cuca.

Ele já não entrou no jogo que custou a eliminação do Palmeiras da Libertadores, contra o Barcelona.

Viu tudo do banco.

Seguiu calado.

Não criou problemas.

E ontem vieram os dois minutos contra o Vasco.

314 Felipe Melo e Palmeiras pertos da rescisão. Jogadores se solidarizam com Borja, que foi humilhado, contra o Vasco, atuando dois minutos. E com Egídio, afastado. Cuca está perdendo o vestiário... [3]

Os demais atletas sabem que a entrada do atacante aos 46 minutos do segundo tempo foi tanto exposição quanto provocação. O colombiano ficou dois minutos em campo. Não pegou na bola.

Nesta situação muitos jogadores poderiam não ter entrado. Se Borja se recusasse poderia criar uma crise para si mesmo. Se houver maldade na análise, se pode pensar que Cuca queria esta reação. Para poder afastá-lo de vez do time.

Só que Borja entrou e saiu calado.

No retorno para São Paulo seguiu fechado.

Apenas conversava com Guerra.

A situação está complicada.

Cuca não confia mais tecnicamente em Borja.

Prefere Deyverson, muito mais simpático. Só que dentro do campo também não está conseguindo jogar. Cuca superou a negativa do atacante em cobrar pênalti, na eliminação do Palmeiras da Libertadores, contra o Barcelona de Guayaquil.

Faz o possível para valorizar Deyverson nas entrevistas.

Ao contrário do que acontece com Borja.

3reproducao3 Felipe Melo e Palmeiras pertos da rescisão. Jogadores se solidarizam com Borja, que foi humilhado, contra o Vasco, atuando dois minutos. E com Egídio, afastado. Cuca está perdendo o vestiário... [4]

O Palmeiras que não há clube no mundo que pagaria hoje R$ 35 milhões por Borja. Empresários que representam clubes chineses no país, e que estavam encantados por ele no final de 2016, mudaram de ideia. E ele sequer foi cogitado para a China nesta janela.

Emprestá-lo a um clube colombiano, possivelmente o próprio Atlético Nacional, que continua com 30% dos seus direitos. R$ 35 milhões foram por 70%. Esta seria uma opção. Mas só se o Palmeiras pagar pelo menos metade do seu salário. Ele recebe muito para os padrões de seu país. Ganha 85 mil dólares, cerca de R$ 270 mil. E ainda teve direito a R$ 1,2 milhão de luvas.

Mas conversar sobre saída do Palmeiras só após o Brasileiro.

O Palmeiras liberou Alecsandro, Rafael Marques e Leandro Pereira.

Atacantes que ficaram sem espaço com a chegada de Borja.

Os jogadores foram solidários a Borja. Assim que acabou o empate com o Vasco, o cumprimentaram. Ele retribuiu os abraços. Não houve comentários em frente a Cuca. Mas ninguém gostou da atitude. Porque não havia necessidade. Tchê Tchê estava bem fisicamente. E nada seria mudado nos dois minutos restantes.

Os atletas são corporativistas.

E analisam: se Cuca fez com Borja, pode fazer com qualquer um. Essa foi uma atitude inexplicável para um treinador vivido. E que sabe. Poderá ter consequências. E ele começar a 'perder o vestiário'. Ou seja, não contar com o apoio irrestrito do grupo.

Pelo que se percebeu ontem, Borja não criará problemas.

Não antes do Brasileiro.

Mas se o Palmeiras se decepcionou com ele.

O atacante também está frustrado.

79 1024x721 Felipe Melo e Palmeiras pertos da rescisão. Jogadores se solidarizam com Borja, que foi humilhado, contra o Vasco, atuando dois minutos. E com Egídio, afastado. Cuca está perdendo o vestiário... [5]

Veio acreditando que jogaria no melhor time da América do Sul.

No elenco que não perderia de jeito algum a Libertadores.

Foi o que ouviu de Alexandre Mattos.

Não bastasse o mal estar com Borja, há Egídio.

O lateral está bem fisicamente.

Mas Cuca não o levou para o Rio de Janeiro.

E avisou a Michel Bastos que ele terá mais chances.

Será o titular da lateral esquerda.

A explicação do técnico.

Está 'poupando' Egídio.

Ele teria ficado marcado por perder o pênalti contra o Barcelona.

A direção sabe que é pura desvalorização de Egídio.

E Cuca está inviabilizando sua sequência no clube.

Egídio é muito querido pelo grupo.

Há os que enxergam injustiça.

Porque ao menos Egídio teve coragem de cobrar seu pênalti.

Na verdade, o clima não está nada bom no Palmeiras.

De Felipe Melo, inimigo declarado de Cuca, o fim está próximo.

Dirigentes e advogados estão reunidos agora no Palmeiras.

E a rescisão de contrato deverá ser anunciada a qualquer momento.

Essa batalha, Cuca ganhou.

Mas está com cada vez menos prestígio no Palestra Itália.

Pior, com seus próprios jogadores.

Isso não vai dar certo.

Cuca está perdendo o vestiário...
58 Felipe Melo e Palmeiras pertos da rescisão. Jogadores se solidarizam com Borja, que foi humilhado, contra o Vasco, atuando dois minutos. E com Egídio, afastado. Cuca está perdendo o vestiário... [6]

http://r7.com/ZTBo

  [7]
  [8]


Artigo impresso de Blog do Cosme Rímoli: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli

Endereço do artigo: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/felipe-melo-e-palmeiras-pertos-da-rescisao-jogadores-se-solidarizam-com-borja-que-foi-humilhado-contra-o-vasco-atuando-dois-minutos-e-com-egidio-afastado-cuca-esta-perdendo-o-vestiario-14082017/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/08/1reproducao.jpeg

[2] futebol: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/futebol/

[3] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/08/314.jpg

[4] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/08/3reproducao3.jpg

[5] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/08/79.jpg

[6] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2017/08/58.jpg

[7]  : http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/felipe-melo-e-palmeiras-pertos-da-rescisao-jogadores-se-solidarizam-com-borja-que-foi-humilhado-contra-o-vasco-atuando-dois-minutos-e-com-egidio-afastado-cuca-esta-perdendo-o-vestiario-14082017//emailpopup

[8]  : http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/felipe-melo-e-palmeiras-pertos-da-rescisao-jogadores-se-solidarizam-com-borja-que-foi-humilhado-contra-o-vasco-atuando-dois-minutos-e-com-egidio-afastado-cuca-esta-perdendo-o-vestiario-14082017//print

© 2011 Nicolau Marmo. Todos direitos reservados.