1reproducao15 Falha incrível  de Rodrigo Caio tira o São Paulo da Copa do Brasil. Rogério Ceni surpreendeu Mano Menezes. E atacando, em pleno Mineirão, derrotou o Cruzeiro por 2 a 1.  O erro de Rodrigo Caio teve um peso forte demais...
O São Paulo está eliminado de mais um Copa do Brasil, competição que nunca venceu. Mas o time de Rogério Ceni conseguiu dar ânimo aos torcedores. O time conseguiu uma vitória empolgante contra o Cruzeiro por 2 a 1, acabando com a invencibilidade da equipe do Mano Menezes em 2017. Mas como havia perdido no Morumbi por 2 a 0, perdeu a vaga para as oitavas de final.

O São Paulo surpreendeu Mano com sua postura ofensiva, conseguiu abrir vantagem com Lucas Pratto, aos 14 minutos do primeiro tempo. Teve grandes chances de ampliar, mas sofreu o gol de empate em falha incrível de Rodrigo Caio. O jogador esteve irreconhecível no jogo. A polêmica envolvendo Jô e o fair play parece o ter afetado psicologicamente.

O time de Rogério Ceni ainda conseguiu marcar 2 a 1 com Gilberto, aos 33 minutos.

Em claro impedimento.

O time pressionou, lutou, mas acabou eliminado.

Rodrigo Caio, nervoso, não quis dar entrevistas.

Mas Lucas Pratto falou.

"Foi uma injustiça.Hoje o São Paulo jogou um jogo impressionante, merecia ganhar por três ou quatro de diferença. Mas é futebol, né? Tem que fazer os gols. Mas o jogo serviu como inspiração. No próximo domingo temos outra partida importante", destacava o argentino, citando o clássico contra o Corinthians, pela semifinal do Campeonato Paulista.

"A gente fez um grande jogo lá (em São Paulo). Hoje começamos irregulares, o São Paulo teve um grande volume de jogo, tivemos dificuldade. Mas soubemos regular, criamos chances. O mais importante é a classificação que conquistamos hoje", se consolava Hudson, volante cruzeirense que jogava no Morumbi.

Sem dúvida, o São Paulo perdeu a vaga.

Mas foi surpreendente no Mineirão.

Mereceu a animadora vitória...

"É lamentar não ter saído um terceiro gol, porque era totalmente possível, porque as chances foram criadas até o fim. Por outro lado, eu vejo o fortalecimento de um grupo, especialmente para o Campeonato Brasileiro. A gente começa a encontrar caminhos, alternativas, e o São Paulo vai ser um time muito mais competitivo do que muitos esperam", dizia, satisfeito, o técnico do time paulista.

Rogério Ceni manteve segredo sobre o que faria na primeira das duas decisões nesta semana. Ele sabia que precisava de uma reação do seu time. A equipe foi enorme decepção no Morumbi na semana passada. Sofreu derrotas para o próprio Cruzeiro no primeiro jogo das quarta fase da Copa do Brasil e para o Corinthians na semifinal do Campeonato Paulista. Seu trabalho já começava a ser questionado entre conselheiros importantes do clube.

As organizadas anunciaram o fim da paz com os jogadores.

Os torcedores já gritaram 'time sem vergonha' contra o Corinthians.

Rogério Ceni sabia que a vantagem cruzeirense era grande demais. E tratou de surpreender colocando Morato no time. O atacante emprestado pelo Ituano entrou para atuar como um segundo atacante fixo, fazendo companhia a Lucas Pratto. Colocou também Wesley e João Schmidt. Tinha uma equipe mais competitivo, vibrante e com ótimo preparo físico.

O Cruzeiro de Mano Menezes estava tranquilo demais. Entrou no jogo com a convicção que enfrentaria o time paulista retrancado, intimidado. Foi surpreendido pela audácia do adversário e demorou para reagir.

1spfcnet2 Falha incrível  de Rodrigo Caio tira o São Paulo da Copa do Brasil. Rogério Ceni surpreendeu Mano Menezes. E atacando, em pleno Mineirão, derrotou o Cruzeiro por 2 a 1.  O erro de Rodrigo Caio teve um peso forte demais...

O primeiro gol do São Paulo, marcado aos 14 minutos, Pratto de cabeça, desnorteou ainda mais o Cruzeiro. Mesmo com Cueva fora de ritmo, a equipe de Rogério Ceni dominava a intermediária. Criava e desperdiçava chances de gols.

Foi assim durante a primeira meia hora. Foi quando o Cruzeiro entendeu o jogo e começou a se desdobrar, principalmente usando a velocidade pelas laterais, problema crônico de Rogério Ceni. O primeiro tempo terminou muito equilibrado.

Mas o São Paulo tinha a vantagem no placar.

E voltou bem no segundo tempo. Confiante, com seus jogadores buscando o segundo gol, pelo menos para levar a decisão para os pênaltis. Até que uma bola estourada foi em direção a Rodrigo Caio. Ele foi tocá-la de peito. Mas errou. Ela passou e chegava em Arrascaeta. Rodrigo Caio teve de apelar e jogou seu corpo em cima do cruzeirense. Falta à entrada da área, aos 14 minutos.

Thiago Neves cobrou forte. A bola desviou na barreira e enganou Renan Ribeiro 1 a 1.

O São Paulo já se via obrigado a marcar mais dois para sobreviver na Copa do Brasil.

O erro de Rodrigo Caio acabou com os planos de Rogério Ceni.

Tratou de tirar Cueva, em noite improdutiva. Colocou Thomaz.

E Gilberto, que deveria ter começado o jogo, entrou na vaga de Cícero.

O São Paulo não desistiu, seguiu buscando vencer.

Passou a explorar bolas levantadas na área.

Em uma falta lateral, Rodrigo Caio ajeitou para Maicon.

Ele tocou para Gilberto, impedido, fazer 2 a 1, aos 33 minutos.

A partida voltou a ficar tensa.

Bastava um gol para o São Paulo ficar com a vaga.

O time se atirou ao ataque.

Mas a zaga cruzeirense se manteve firme.

E a equipe conseguiu a desejada vaga.

Rogério Ceni teve a sua primeira eliminação na carreira.

Mas saiu aliviado, teve a certeza que seu time pode mais do que parecia.

Vai tentar a confirmação no domingo, contra o Corinthians, no Itaquerão.

Nova desvantagem de 2 a 0...
 Falha incrível  de Rodrigo Caio tira o São Paulo da Copa do Brasil. Rogério Ceni surpreendeu Mano Menezes. E atacando, em pleno Mineirão, derrotou o Cruzeiro por 2 a 1.  O erro de Rodrigo Caio teve um peso forte demais...

http://r7.com/hPZp