- Blog do Cosme Rímoli - http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli -

Falcão. Para o bem dele e do Inter mais para Enio Andrade do que para Guardiola. Está cedo demais para o Barcelona dos Trópicos…

Postado por Cosme Rímoli em 17/04/2011 às 09:29 em Sem categoria | 19 Comments

divulgacao30 Falcão. Para o bem dele e do Inter mais para Enio Andrade do que para Guardiola. Está cedo demais para o Barcelona dos Trópicos... [1]
O Brasil acompanhou com os dedos cruzados a reestréia de Falcão como treinador.

Depois de 16 anos como comentarista e aos 57 anos, a esperança é que inove, ouse.

Times são montados para não perder, para que prolongue ao máximo o emprego de um treinador.

E os nomes entre os times grandes são os mesmos 15 técnicos há anos.

Em uma ciranda rotineira e muito cômoda para quem faz parte da panela.

Os nomes são os mesmos.

As filosofias bem parecidas.

Falcão foi o melhor jogador do Internacional da história.

Volante inteligente, vigoroso, técnico...

Líder...

E com uma visão de jogo incrível...

A ponto de várias e várias vezes influenciar treinadores que tinham a missão de comandá-lo...

Sua primeira passagem como treinador foi frustrada por ingenuidade...

Foi traído e também utópico...

Acreditou que seus times poderiam ganhar apostando na técnica e desprezou a marcação...

Seus times, Seleção Brasileira da Copa América, América do México, Seleção Japonesa e Inter tinham o mesmo defeito...

Deixavam demais o adversário jogar...

Mas a qualidade era a imensa quantidade de chances de gols que seus times criavam...

Mas 16 anos mudam qualquer pessoa...

Ainda mais acompanhando futebol [2] todos os dias...

A visão de Falcão mudou.

Logo na preparação do Inter para o jogo contra o Santa Cruz, pelas quartas-de-final do Campeonato Gaúcho...

Ele tratou como final de Copa do Mundo...

Porque para ele era...

Fechou os treinos...

E passou os jogadores por uma lavagem cerebral...

Celso Roth é um treinador honesto, trabalhador extremo, mas com uma visão de jogo competitiva demais...

Ele costuma sufocar as equipes que treina priorizando o preenchimento de espaço, velocidade no contragolpe...

Mas falta o que o atleta brasileiro mais gosta; o incentivo ao toque de bola, a confiança no talento, no improviso...

Seus times são muito mecânicos...

Ele exige movimentação que não é natural...

Os atletas ficam incomodados com a marcação atrás da linha da bola...

Ficam distantes demais do gol adversário...

Falcão conversou muito com seus jogadores...

Como nos primeiros dias de escravos libertos, houve o estranhamento...

O medo que fosse apenas uma ilusão o que ouviram...

Mas o amadurecimento dos 16 anos de observação o fez entender que apenas privilegiar talento não adianta...

Ele sonha em fazer do Internacional o Barcelona dos trópicos...

Mas por enquanto, vai jogar como time gaúcho mesmo...

Com grande influência de Enio Andrade...

Sim, o adversário não serviu como parâmetro...

O Santa Cruz é fraco demais individualmente...

Mas valeu pela movimentação do time colorado...

Tentou ser leve, alternar os lados na hora de atacar...

Forçou tabelas na intermediária, tentou ter paciência com a bola nos pés...

Criou 16 chances de gols...

Mas foi firme, forte na marcação...

Surpreendeu qem esperava o Inter com vergonha de fazer faltas, travar o jogo...

Nas raras vezes em que precisou, matou sim a jogada...

Não era característica de Falcão...

Era mais de Mococa...

Mas o comentarista aprendeu que utopia é bom para os livros, para a ficção...

Para montar o time ideal comendo uma carne e tomando um chima...

Não no banco de reservas, disputando três pontos, vaga...

Marcando seu time fica no 4-4-2, mas no ataque já se viu o seu sonhado 4-3-3...

De maneira tímida, segura...

O fundamental era vencer, se classificar...

E o seu time ganhou por 1 a 0...

Mas jogou para marcar muito mais...

Ele está apostando em Andrezinho...

Mas terá de se dobrar ao talento de Oscar...

É uma questão de tempo...

O primeiro passo de Falcão na sua reestréia foi pequeno, mas significativo...

Ele mudou sua filosofia de jogo...

Amadureceu...

Está muito mais para Enio Andrade do que para Guardiola...

Mas ele quer chegar lá...

Tomara...

O futebol brasileiro estava precisando de alguém com a visão de Falcão...

Mas não de um mero dom Quixote utópico...

Bem-vindo, Paulo Roberto...

E por favor, da próxima vez, sem sapatos vermelhos...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter [3]
+ Veja os destaques do dia [4]
+ Conheça todos os blogs do R7 [5]


http://r7.com/oqFp

  [6]
  [7]


Artigo impresso de Blog do Cosme Rímoli: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli

Endereço do artigo: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/falcao-para-o-bem-dele-e-do-inter-mais-para-enio-andrade-do-que-para-guardiola-esta-cedo-demais-para-o-barcelona-dos-tropicos-17042011/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2011/04/divulgacao30.jpg

[2] futebol: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/futebol/

[3] + Siga o R7 no Twitter: http://twitter.com/portalr7

[4] + Veja os destaques do dia: http://www.r7.com/

[5] + Conheça todos os blogs do R7: http://entretenimento.r7.com/

[6]  : http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/falcao-para-o-bem-dele-e-do-inter-mais-para-enio-andrade-do-que-para-guardiola-esta-cedo-demais-para-o-barcelona-dos-tropicos-17042011//emailpopup

[7]  : http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/falcao-para-o-bem-dele-e-do-inter-mais-para-enio-andrade-do-que-para-guardiola-esta-cedo-demais-para-o-barcelona-dos-tropicos-17042011//print

© 2011 Nicolau Marmo. Todos direitos reservados.