- Blog do Cosme Rímoli - http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli -

Em Pernambuco, médico é ‘capturado’ na torcida para que o jogo termine. De Norte a Sul, o Brasil continua brincando com a vida. Dos torcedores, dos jogadores, de todos. O descaso e o desrespeito dominam a organização do futebol no País da Copa..

Postado por Cosme Rímoli em 14 de fevereiro de 2013 às 12:26 em Sem categoria | 24 Comments

a43 Em Pernambuco, médico é capturado na torcida para que o jogo termine. De Norte a Sul, o Brasil continua brincando com a vida. Dos torcedores, dos jogadores, de todos. O descaso e o desrespeito dominam a organização do futebol no País da Copa.. [1]
Patético, absurdo, irresponsável.

Qualquer adjetivo se encaixa perfeitamente.

Petrolina e Náutico só jogaram ontem por causa de um homem.

José Carlos Mauro.

Sem ele, a partida do Campeonato Pernambucano não iria até o final.

Há a obrigatoriedade de uma ambulância para um jogo ser validado.

Com médico, lógico.

A que estava no estádio Paulo Coelho teve de sair.

Foi atender uma criança no centro da cidade.

O árbitro Gilberto Castro Júnior foi avisado.

E tomou a decisão certa.

Sem ambulância a partida seria suspensa.

Chegou às pressas uma ambulância dos bombeiros.

Mas faltava médico.

Todos passaram a procurar na torcida um doutor.

Cena bizarra.

Foi aí que surgiu José Carlos Mauro.

Ele se apresentou como médico.

Depois de 14 minutos de paralisação, o jogo continuou.

A situação constrangedora pode ser motivo de piada para alguns.

Mas é muito séria.

Procurar um médico na torcida é absurdo.

Porque faltava o que deveria estar trabalhando.

Ninguém sabe a especialização, a capacidade, o treinamento do profissional 'capturado'.

José tinha ido ao estádio para torcer.

É um improviso inaceitável, vergonhoso.

A falta de competência dos dirigentes poderia ter custado vidas.

Como não há planejamento para que a ambulância possa deixar o estádio?

Com o jogo em andamento?

A Prefeitura de Petrolina precisa tirar a ambulância do jogo?

E a Federação Pernambucana não se manifesta?

A CBF se cala?

Este país não se cansa de brincar com a vida alheia?

O que é curiosidade para muitos...

Na verdade é a vitória da irresponsabilidade.

José Carlos Mauro foi assistir a uma partida de futebol [2].

Não trabalhar.

Ninguém sabe se estava apto.

Se havia trabalhado o dia todo.

Se tinha bebido, se estava apto para um salvamento emergencial.

Mas importava era o diploma.

Assim o jogo pôde ir até o seu final.

twitter Em Pernambuco, médico é capturado na torcida para que o jogo termine. De Norte a Sul, o Brasil continua brincando com a vida. Dos torcedores, dos jogadores, de todos. O descaso e o desrespeito dominam a organização do futebol no País da Copa.. [3]

E vamos, que vamos.

A vida segue em Pernambuco, no Brasil.

Amanhã todos vão se esquecer do caso.

Ninguém morreu nas mãos de José...

A irresponsabilidade domina o cenário.

E é democrática.

Vai de clubes ricos aos pobres.

Como foi o caso do Grêmio e sua nova Arena.

Com a diretoria expondo seus torcedores à absurda avalanche.

No Olímpico havia proteção para a manifestação dos torcedores.

Foi preciso acontecer o rompimento dos alambrados no primeiro jogo oficial.

E aí sim, a área interditada.

A avalanche proibida.

Será impossibilitada com a colocação de cadeiras.

Por pressão da quase sempre omissa Conmebol.

Até o São Paulo e seu Morumbi com pontos cegos, estratégicos, sem câmeras.

Onde ninguém nunca irá saber realmente o que aconteceu com o Tigres.

A tal briga que fez com que a final da Copa Sul-Americana acabasse no intervalo.

Nem na várzea é assim.

Até a reinauguração do Mineirão.

Sem água sequer para beber.

Banheiros empesteados.

Com lanchonetes fechadas.

Estacionamento aberto com duas horas de atraso.

Um caos no trânsito.

Quase 60 mil pessoas tratadas como gado.

R$ 1 milhão de multa e está tudo certo.

No ano passado, o pior ficou para Wendel Júnior Venâncio da Silva.

Um garoto de 14 anos morreu depois de ter tido convulsões durante treino no Vasco.

Não havia ambulância, médico, enfermeiro para atender os garotos.

Eles jogavam sob um sol senegalesco de fevereiro.

Quem deu o aval para Wendel jogar à esta temperatura?

Quem garantiu que ele tinha saúde?

Hoje faz um ano e cinco dias.

O que aconteceu?

Quem foi responsabilizado?

Ninguém.

O clube pagou o enterro em São João Nepomuceno, Minas Gerais.

A família ainda colocou uma bandeira do Vasco sobre o caixão branco do garoto.

O pai, pedreiro, Antônio Carlos da Silva, disse diante da tristeza.

"Deus sabe o que faz."

Deus sabe, mas e quem comanda o futebol no Brasil?

Será que sabe de alguma coisa?

Se preocupa?

De Norte a Sul, o mesmo desrespeito, irresponsabilidade.

A morte de Serginho do São Caetano foi em vão?

Médicos garantiram que se houvesse um simples desfibrilador à mão, ele não teria morrido.

Se alguém tivesse um AVC em Petrolina durante o jogo?

Como Ricardo Gomes teve no Engenhão?

Qual seria a qualidade do atendimento?

José Carlos Mauro não foi um herói em Petrolina.

Um médico que teve toda a boa vontade.

Desceu das arquibancadas para cobrir uma lacuna.

Improvisado.

Sem perceber, acabou usado como uma marionete.

Apenas serviu aos incompetentes.

Aos irresponsáveis.

Eles queriam é o jogo válido.

Evitar adiamento, problemas na tabela do campeonato.

Não proteger a vida de ninguém.

Essa é a organização do futebol no país da Copa do Mundo...

ae17 Em Pernambuco, médico é capturado na torcida para que o jogo termine. De Norte a Sul, o Brasil continua brincando com a vida. Dos torcedores, dos jogadores, de todos. O descaso e o desrespeito dominam a organização do futebol no País da Copa.. [4]


Artigo impresso de Blog do Cosme Rímoli: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli

Endereço do artigo: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/em-pernambuco-medico-e-capturado-na-torcida-para-que-o-jogo-termine-de-norte-a-sul-o-brasil-continua-brincando-com-a-vida-dos-torcedores-dos-jogadores-de-todos-o-descaso-e-o-desrespeito-dom-14022013/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2013/02/a43.jpg

[2] futebol: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli http://esportes.r7.com/futebol/

[3] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2013/02/twitter.jpg

[4] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2013/02/ae17.jpg

© 2011 Nicolau Marmo. Todos direitos reservados.