7873 E lá vem Keirrison. Não entregue seu coração, torcedor santista...

Foto: Divulgação

Johannesburgo...

"O Keirrison está fazendo a maior burrada.

Está indo cedo demais para a Europa.

Não está preparado.

Vai jogar fora a chance de disputar a Copa do Mundo.

Não está pronto para jogar no Barcelona.

Vai se arrepender.

É bater e voltar ao Brasil."

Desta vez, Vanderlei Luxemburgo acertou.

Como um bruxo, ele previu o futuro negro de Keirrison.

O jogador saiu do Palmeiras em 2009 da pior maneira possível.

Enquanto jurava que iria continuar no clube, já havia acertado sua ida para o Barcelona.

Havia uma cláusula no seu contrato com a Traffic que obrigava a sua liberação ao clube catalão.

A cláusula não foi colocada por acaso.

Os irmãos Malaquias, empresários do jogador, estavam negociando há muito tempo com a Espanha.

E lá foi Keirrison empolgado.

Não se deu ao trabalho de se despedir dos jogadores do Palmeiras.

Custou R$ 45 milhões aos espanhóis.

Foi  apresentado, mas o Barcelona o emprestou, para ganhar experiência, ao Benfica.

Foi um fracasso.

Não teve personalidade nem corpo para enfrentar o pesado futebol português.

Acabou reserva do reserva do reserva.

"Não deu certo no Benfica?

Então vá para a Fiorentiana...", raciocinaram os Malaquias.

Voltar ao Brasil, de jeito nenhum.

Vasco, Internacional, Grêmio, Flamengo e São Paulo ouviram não.

E outro vexame, desta vez no futebol italiano.

Fez dois gols, não empolgou ninguém.

A Fiorentina avisou à diretoria do Barcelona que não tinha a menor intenção de continuar com ele.

A saída foi os catalães ouvirem os clubes brasileiros.

Dorival Júnior já tinha convencido os Malaquias de que o Santos seria a melhor solução para Keirrison.

Aconteceria o mesmo fenômeno que aconteceu com Robinho.

Os Malaquias compraram a ideia.

Keirrison precisa recuperar a sua autoestima perdida.

Na Europa, ele desabafava a sua tristeza com o grande amigo Henrique, zagueiro que também foi comprado pelo Barcelona do Palmeiras.

E não foi utilizado pelos catalães e foi repassado por empréstimo a clubes medianos da Europa.

Malaquias deram o braço a torcer

Dorival Júnior articula uma enorme blindagem para o sensível jogador.

Sua vida no Santos será ao contrário do que foi no Palmeiras.

Não será tão exposto na mídia.

Tratado como gênio.

Seus fracassos na Europa foram fortes demais.

Quatro gols em um ano...

A ordem de Dorival é proteger Keirrison.

Tratá-lo melhor do que a Robinho, Neymar e Ganso juntos.

Keirrison toma uma atitude contemplativa.

Os 'Malaquias brothers" lhe disseram que Luís Fabiano e Nilmar não deram certo no início de suas carreiras na Europa.

E voltaram para o Brasil.

K9, como adorava chamá-lo a torcida do Palmeiras, teve de aceitar.

Porque há muito tempo quem decide sua carreira, sua vida, são seus empresários.

Mas que os santistas não deem seu amor a Keirrison.

Ele não costuma ser um amante fiel.

Volta, mas com o pescoço torto, com o olhar fixo na Europa...

Veja mais:

+ Acompanhe a cobertura da Copa no R7
+ Veja as principais notícias do dia

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/_KAu