154 Desfalcado, São Paulo se supera. Vence o Coritiba. E espera o milagre da Libertadores...
Do desespero da ameaça do rebaixamento ao sonho da Libertadores. Com personalidade, o São Paulo ganhou do Coritiba de virada por 2 a 1. E torcerá para o Grêmio ser campeão da Libertadores e o Flamengo chegar à decisão e depois vencer a Copa Sul-Americana. Assim, seriam nove vagas para clubes brasileiros na Libertadores de 2018. O time de Dorival Júnior chegou a 49 pontos, está na 11ª colocação. Se vencer o Bahia, no Morumbi, chegará a 52. E poderá ficar em nono e se classificar para a competição mais importante da América do Sul. Algo que ninguém ousaria sonhar há algumas rodadas.

Dorival foi obrigado a levar 12 jogadores formados na base do clube. Ele não tinha Petros (suspenso), Hernanes e Lucas Pratto (estiramento na coxa direita), Maicosuel (entorse no joelho direito), Marcinho (contratura na coxa esquerda) e Jonatan Gomez (tendinite no joelho direito). Foi uma vitória da superação.

O São Paulo conseguiu superar até um erro absurdo da arbitragem. No primeiro tempo,Thiago Real e Edimar disputaram a bola pelo alto. O jogador do Coritiba tocou a mão na bola. O árbitro marcou pênalti. E marcou. Na segunda etapa, o São Paulo se aproveitou dos erros defensivos do rival. Éder Militão empatou e Matheus Galdezani fez contra. O time paranaense,ameaçado pelo rebaixamento, não teve forças para empatar.

"O São Paulo como um todo precisa saber o quanto houve acertos e erros na temporada. Não pode repetir e precisa melhorar, qualificando o grupo de trabalho. Isso é fundamental e que o São Paulo volte a ser protagonista de uma competição. Está na hora. O torcedor, mais do que ninguém, merece uma posição e postura desse tipo a partir do ano que vem. Não pode mudar tanto o elenco como aconteceu nesta temporada", decretou Dorival Júnior, aliviado por ter escapado do rebaixamento, sem demonstrar tanta esperança na Libertadores.

http://r7.com/_bh8