1reproducao22 Depois da sétima demissão seguida, Luxemburgo se cala. E já vislumbra novo projeto para ganhar a Libertadores. No Internacional. Espera que Dunga vá trabalhar na Europa em dezembro....
Desde 2005, as demissões se sucedem.

São oito anos de franca decadência.

Promessas de projetos que nunca saíram da imaginação.

Vanderlei Luxemburgo se tornou um especialista.

Em arrumar as malas.

São sete saídas constrangedoras.

Pelas portas dos fundos.

Real Madrid, Santos, Palmeiras, Santos de novo...

Atlético Mineiro, Flamengo e, no sábado, Grêmio.

Vexame atrás de vexame.

Seus trabalhos conseguem ser cada vez piores.

A passagem por Porto Alegre foi deprimente.

O Grêmio marcou passo por dois anos seguidos.

Não conseguiu sequer chegar à final do Campeonato Gaúcho.

O 'projeto' do professor era ganhar a Libertadores.

Torneio que ele não tem a menor ideia como se conquista.

Comanda clubes desde 1983, há 30 anos.

Nunca chegou sequer a uma final.

Mas posa como se tivesse vencido pelo menos oito Libertadores.

Convence quem deseja contratá-lo.

A alegria é dupla ao fechar contrato com ele.

A primeiro quando ele chega.

A segunda, e muito maior, quando vai embora.

Luxemburgo foi apresentado como um troféu de Paulo Odone.

2divulgacao2 Depois da sétima demissão seguida, Luxemburgo se cala. E já vislumbra novo projeto para ganhar a Libertadores. No Internacional. Espera que Dunga vá trabalhar na Europa em dezembro....

O ex-presidente gremista acreditava que seria reeleito por ter o medalhão.

Mal sabia ele que estava completamente enganado.

O Luxemburgo vencedor, com o toque de Midas, não existe mais.

Restou um problemático e caro perdedor.

Obriga suas equipes a gastarem fábulas com jogadores amigos.

Geralmente veteranos.

Que pouco produzem, mas cobram muito.

Seus projetos paralelos são cada vez mais bizarros.

Que nada têm a ver com o clube.

Já montou um instituto para formar treinadores de futebol.

Faliu.

Em Porto Alegre virou sócio de um site que vende vinhos.

Fabio Koff não queria o cabo eleitoral de Paulo Odone.

Tentou Felipão, sondou Mano Menezes

Além das negativas, Koff enfrentava algo inacreditável.

Jornais de Porto Alegre insistiam em revelar uma multa fantástica.

O Grêmio teria de pagar R$ 8,5 milhões para o treinador.

Acordo amarrado com o ex-presidente Odone.

Luxemburgo fracassou em tudo no Grêmio.

Foram dois Gaúchos, Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores.

Não deu o mínimo padrão tático ao time.

Os reforços que exigiram milhões aos cofres.

André Santos e Cris foram casos gritantes.

Suas performances no Grêmio foram fraquíssimas.

4reproducao8 Depois da sétima demissão seguida, Luxemburgo se cala. E já vislumbra novo projeto para ganhar a Libertadores. No Internacional. Espera que Dunga vá trabalhar na Europa em dezembro....

Luxemburgo também foi o artífice da chegada de Barcos.

Ele usou sua profunda amizade com Brunoro para acelerar o negócio.

O treinador também exigiu Vargas.

O Grêmio venceu o leilão com o São Paulo.

Por Luxemburgo, Koff fez loucuras.

Chegou a antecipar R$ 44 milhões dos R$ 50 milhões que tem direito na tevê.

Tudo à toa.

Para nada.

A folha gremista passou a R$ 11 milhões mensais.

Digna de grandes clubes europeus.

E as derrotas continuaram a se acumular.

Como os problemas.

Ele conseguiu ser suspenso da Libertadores.

Foi perseguido pela Comissão Técnica e pelos jogadores do Huachipato.

Nunca se viu cena igual na Libertadores.

A acusação foi que teria zombado da eliminação dos chilenos

Perguntado o que fariam nas férias.

Correu e só não foi massacrado graças aos seus jogadores que o protegeram.

Foi suspenso pela Conmebol.

O time caiu diante do Independiente de Santa Fé.

Fabio Koff ficou revoltado com a eliminação.

Mas teve de se segurar.

Havia a multa e o lado moral.

Ele havia se deixado levar pela conversa do treinador.

E demitiu seu coordenador da campanha eleitoral Fábio Mundstock.

Assim como Omar Selaimen, assessor de futebol.

Ele cometeu o pecado de criticar os poderes exagerados de Luxemburgo.

Tudo estava continuava mal, quando veio a Copa das Confederações.

Luxemburgo logo se assanhou para levar o elenco para sua querida Londrina.

A direção do clube vetou, considerou um desperdício.

Depois veio a insubordinação.

Luxemburgo recebeu a ordem de não escalar Welliton.

O time faria um amistoso contra o São Paulo do Rio Grande do Sul.

A determinação veio de Marcos Chitolina, assessor de futebol.

Luxemburgo teria insistido em escalar o jogador.

Não acataria.

Os dois se desentenderam quando Luxemburgo levou o time 12 dias antes para Bogotá.

E mesmo assim foi eliminado da Libertadores pelo Independiente.

Fábio Koff ficou revoltado quando soube de mais esse problema.

E Luxemburgo ganhou mais uma demissão no currículo.

Mas e a multa de R$ 8,5 milhões?

Koff foi esperto.

Ele mandou avisar ao treinador que a colocará no Condomínio dos Credores.

Este é um fundo dos jogadores, técnicos e funcionários a quem o clube deve.

E paga mínimas parcelas por mês.

Koff aposta que o treinador vai aceitar negociar a diminuição da multa.

Para receber parte do dinheiro a vista.

Porém o mais inacreditável não vem do lado azul de Porto Alegre.

Mas do vermelho.

1reproducaozerohora Depois da sétima demissão seguida, Luxemburgo se cala. E já vislumbra novo projeto para ganhar a Libertadores. No Internacional. Espera que Dunga vá trabalhar na Europa em dezembro....

Os boatos no Beira-Rio dão conta de uma saída de Dunga.

No final do ano ele pode assumir um clube europeu.

E Luxemburgo já teria virado candidato a sucedê-lo.

Ou seja, está virando um profissional em demissão.

Inacreditável é um adjetivo que resume bem a carreira de Luxemburgo.

Um homem que comandou o Real Madrid, a Seleção Brasileira.

E agora virou expert em demissões.

Não quis dar entrevista coletiva para explicar os motivos.

Não vai se indispor com Koff.

Com Porto Alegre.

Ele tem várias portas fechadas em São Paulo, Rio, Minas Gerais.

É melhor ficar bem com o Rio Grande.

Por isso troca mensagens de texto com repórteres gaúchos

Desempregado novamente.

Abandonado por decepcionar em mais um clube.

Luxemburgo se tornou uma triste caricatura do que já foi...
1efe20 Depois da sétima demissão seguida, Luxemburgo se cala. E já vislumbra novo projeto para ganhar a Libertadores. No Internacional. Espera que Dunga vá trabalhar na Europa em dezembro....

http://r7.com/ZZU9