divulgação550 Cruzeiro prepara festa e discurso para amanhã. Se proclamará o campeão moral do Brasil de 2010...
Em 1978, o Brasil terminou a Copa do Mundo invicto.

Nenhuma seleção teve força para vencê-lo.

Nem a Argentina, a campeã, que jogava em casa.

Acabou com a terceira colocação.

Graças à estranha atuação do Peru na derrota por 6 a 0 para a Argentina, Claudinho Coutinho cunhou uma frase que se perpetuou.

"O Brasil foi o campeão moral desta Copa do Mundo."

Desde então os campeões morais se espalham pelo planeta.

E amanhã, em Minas Gerais, há muita possibilidade de haver um novo.

A torcida, a diretoria e os jogadores prometem festejar mesmo se o clube não ganhar o Brasileiro.

Vencer os reservas e juniores do Palmeiras é garantido.

Mas não há o que fazer se Fluminense e Corinthians vencerem suas partidas.

Zezé Perrella, Cuca e seus jogadores já têm o discurso decorado.

Diante de vários erros dos árbitros durante o Brasileiro, principalmente o de Héber Roberto Lopes contra o Botafogo e de Sandro Meira Ricci, diante do Corinthians, o Cruzeiro se declarará campeão moral do Brasileiro de 2010.

Os dirigentes devem até dar um prêmio aos atletas pela conquista simbólica.

Não é preciso ter mais do que dois neurônios para saber que Corinthians e Fluminense têm muito mais força política do que o Cruzeiro.

Se a montagem do ofensivo e habilidoso time foi perfeita, o trabalho de bastidores, não.

Houve erros demais neste Brasileiro.

Todas as equipes, sem exceção, foram prejudicadas.

Todas.

Mas os erros contra o Cruzeiro foram em jogos cruciais.

Principalmente diante do Corinthians.

Não adiantou protesto, lágrimas, murros na mesa.

O time chega dois pontos atrás do Fluminense e um atrás do Corinthians.

Os dirigentes podem espernear, bater a cabeça na parede.

Eles sabem que o título de verdade foi embora.

O combalido Guarani e o desinteressado Goiás não serão rivais para Fluminense e Corinthians.

Por mais que Zezé Perrella tenha mexido nos bolsos para incentivá-los.

Restará apenas a conquista da imaginação.

O tal campeão moral.

Então quem quiser acompanhar a festa por um título inexistente já sabe onde festejar amanhã.

Basta ir para Sete Lagoas.

Procurar a Arena do Jacaré

Vestir azul.

E colocar um nariz de palhaço...

Em homenagem a tudo que aconteceu contra o Cruzeiro...

Veja mais:

+ Leia mais sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/WqSf